A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PAULO: O HOMEM E SUAS EPÍSTOLAS 1.Natural de Tarso da Cilícia – At.22.3 Localização da província Cilícia no Império Romano.provínciaImpério Romano Anexada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PAULO: O HOMEM E SUAS EPÍSTOLAS 1.Natural de Tarso da Cilícia – At.22.3 Localização da província Cilícia no Império Romano.provínciaImpério Romano Anexada."— Transcrição da apresentação:

1 PAULO: O HOMEM E SUAS EPÍSTOLAS 1.Natural de Tarso da Cilícia – At.22.3 Localização da província Cilícia no Império Romano.provínciaImpério Romano Anexada em:103 a.C. Imperador romano:103 a.C. Capital:TarsoTarso Correspondência Actual: Turquia e SíriaTurquiaSíria 1 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

2 Nasce emTarso é a capital da Cilícia – Ásia Menor, entre 5 e 10 d.C. Ambiente dominado pela cultura grega. De família judia. Foi circuncidado ao oitavo dia, conforme a Lei. Recebe o nome hebraico de Saulo, nome do primeiro rei de Israel. Recebe o título de cidadão romano, o que lhe favorecerá mais tarde. 2 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

3 Aprende uma profissão manual (fabricante de tendas); Tornou-se mestre da religião judaica; Foi jovem culto, aprendendo vários idiomas: Hebraico, Aramaico, grego. 3 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

4 Nascido em Tarso da Cilícia – At.22:3 Criei-me nesta cidade – At.22:3 Que cidade? Paulo profere essa frase nos degraus do templo de Jerusalém. A pergunta é: nesta cidade refere-se ao local onde Paulo se encontra (Jerusalém), ou ao local que acabou de mencionar como sua cidade natal (Tarso)? 4 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

5 Nigel Turner defende esta última (Tarso), mas a primeira é mais provável, levando-se em conta o local do discurso de Paulo. Pose-se chegar a essa conclusão também olhando para a pontuação do versículo, sendo que as duas possibilidades são claramente representadas pela NVI e ARA. 5 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

6 NVI – Sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas criado nesta cidade. Fui instruído rigorosamente por Gamaliel na lei de nossos antepassados... ARA – Eu sou judeu, nasci em Tarso da Cilícia, mas criado nesta cidade e aqui fui instruído aos pés de Gamaliel, segundo a exatidão da lei de nossos antepassados... 6 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

7 A NVI coloca ponto final após a expressão nesta cidade, fazendo separação entre criado e aos pés de Gamaliel, sugerindo então que criado refere-se à educação que Paulo recebeu dos pais quando criança. Então, Paulo teria nascido em Tarso, mas fora criado em Jerusalém. 7 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

8 A ARA ao ligar criei-me com aos pés de Gamaliel, sugere que a educação rabínica de Paulo teria começado no início de sua adolescência. Assim sendo, Paulo talvez estivesse sugerindo que fora criado em Tarso, tendo se mudado para Jerusalém somente quando saiu para estudar. A melhor pontuação é a da NVI. 8 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

9 ...hebreu de hebreus... (Fp.3:5 De qualquer forma, fica claro que toda a formação teológica de Paulo fora embasada num lar de ensino puramente judaico. Na casa de Paulo, certamente se falava o Aramaico e Hebraico. Ele teve uma formação Judaico/Palestina, que mais tarde influenciou sua teologia. 9 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

10 ...hebreu de hebreus... (Fp.3:5 Paulo foi instruído por um mestre (Gamaliel) da escola de Hillel, conhecido por seu liberalismo (Veja isso em seu conselho sobre a Igreja primitiva, dado ao Sinédrio – At É interessante notar que Paulo, neste ponto discordava de seu mestre – At.22:4ª; 26:9-11; Gl.1:13; Fp.3:6. A posição de Paulo estava mais para a escola de Shamai – um mestre muito mais conservador do que Hillel. 10 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

11 A conversão de Paulo É narrada: 1 vez por Lucas – At.9:3-6; 2 vezes por Paulo – At.22:6-11 e 26: vez por Paulo em suas epístolas – Gl.1: Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

12 Sua experiência de conversão Boa parte dos estudiosos concordam que a experiência de conversão de Paulo; o modo como aconteceu e em se tratando de quem era Paulo, contribui significativamente para a formação de sua teologia. É por isso que o encontramos sempre repetindo sua experiência em seus testemunhos e em suas defesas. 12 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

13 O apokalypsis de Paulo A revelação dada a Paulo ocorreu sem qualquer preparo prévio. Paulo não estava insatisfeito com o judaísmo e com suas convicções religiosas. A experiência foi profunda, também por esse motivo! Observe a diferença do impacto sobre a igreja e a sociedade, quando se converte alguém que já demonstrava certa afinidade com a igreja e com o evangelho; e quando se converte alguém que era totalmente alheio a esse contexto religioso! 13 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

14 A AUTORIDADE DE PAULO Para exercer uma liderança é fundamental algumas posturas: 1.Como você se vê? Era fundamental para o ministério de Paulo a consciência de que era um apóstolo. O modo como você se vê ajudará a determinar o modo como os outros vão te ver! 14 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

15 A AUTORIDADE DE PAULO Paulo tinha consciência de que, como os outros, ele também tinha visto o Senhor – 1 Co.9:1 O próprio Senhor, e não um homem, o havia chamado – Gl.1:1 Por assim ser, ele podia reivindicar uma autoridade igual à de Pedro, Tiago, João e os demais, que foram rotulados de super-apóstolos (2 Co.11:5). 15 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

16 A AUTORIDADE DE PAULO Paulo escreve suas cartas com a consciência dessa autoridade apostólica Pregue, visite, aconselhe, pratique o seu ministério consciente de sua autoridade pastoral! Mas, cultive essa autoridade! 16 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

17 A AUTORIDADE DE PAULO Mas, ao mesmo tempo que reconhece e usa sua autoridade apostólica, Paulo também sabe distinguir entre seu ensino e o ensino do Senhor: 17 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

18 A AUTORIDADE DE PAULO Digo isso como concessão, e não como mandamento. Aos casados dou este mandamento, não eu, mas o Senhor: Que a esposa não se separe do seu marido. Aos outros, eu mesmo digo isto, não o Senhor: Se um irmão tem mulher descrente, e ela se dispõe a viver com ele, não se divorcie dela. Ao ostentar este orgulho, não estou falando segundo o Senhor, mas como insensato. (1 Co.7:6,10,12; 2 Co.11:17) 18 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

19 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO As fontes usadas por Paulo: Revelação X Tradição Qualquer debate sobre as fontes que Paulo empregou em seu ensino tem de levar em conta a afirmação do próprio apóstolo de que seu evangelho veio mediante revelação de Jesus Cristo Gl.1:12 Paulo faz referência, obviamente, ao aparecimento de Cristo a ele no caminho para Damasco. 19 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

20 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO As fontes usadas por Paulo: Revelação X Tradição Mas ele não deixa de reconhecer que recebeu também por tradição dos cristãos anteriores a ele. Ele mostra uma gratidão e reconhecimento: 1 Co.15:1-3 O verbo usado por Paulo aqui é (paralambano) – usado pelos rabinos para transmitir tradições 20 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

21 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO As fontes usadas por Paulo: Revelação X Tradição Alguns vêem nessas duas falas de Paulo uma certa contradição: Afinal, o seu evangelho foi revelado ou ele recebeu por tradição? 21 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

22 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO As fontes usadas por Paulo: Revelação X Tradição Essência e forma Faça a distinção! A essência do evangelho lhe foi revelada por Jesus no caminho para Damasco, no momento de sua transformação. Mas, quanto à forma, ele chega à conclusão de que os cristãos a quem ele perseguia deviam estar certos! 22 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

23 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO Tradições Cristãs Primitivas Não sabemos quais foram as tradições sobre cristo que instruíram a Paulo, senão que ele passou 15 dias com Pedro e outros crentes 3 anos após sua conversão. (Gl.1:18) Durante esse período Paulo aprendeu acerca dos fatos históricos descritos em Atos Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

24 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Jesus terreno Como o ensino do próprio Jesus contribuiu para a formação teológica de Paulo? Dentre alguns teológos, o alemão Rudolf Bultmann afirma que NADA. Baseado em 2 Co.5:16, ele diz que Paulo não se interessava pelo Jesus da história É claro que o sentido do versículo não é o que Bultmann empregou. 24 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

25 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Jesus terreno Na verdade, Paulo está dizendo que ele já não considera Cristo de um ponto de vista mundano Porém, é verdade que Paulo pouco faz referência aos ensinos de Jesus. Ele fala em nome de Jesus, mas não faz citações históricas do ensino de Jesus. 25 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

26 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Jesus terreno Isso não quer dizer que o ensino de Paulo não fora influenciado pelo de Jesus. Mas, há razões para pensar que a visão escatológica de Paulo tenha sido influenciada, de certo modo, pelo sermão Profético (Mc.13 e seus paralélos) 26 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

27 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Jesus terreno Isso não quer dizer que o ensino de Paulo não fora influenciado pelo de Jesus. Mas, há razões para pensar que a visão escatológica de Paulo (1 Tss.4-5 e 2 Tss.2) tenha sido influenciada, de certo modo, pelo sermão Profético (Mc.13 e seus paralelos) 27 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

28 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Antigo Testamento O AT. Teve grande espaço no ensino e teologia de Paulo, por dois motivos: Foi o AT. Que formou o seu mundo conceitual; Ele usa o AT. Fazendo uma leitura com o seu foco em Jesus. Ele reconhece Jesus como o cumprimento das promessas do AT. 28 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

29 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Mundo Grego Os estudiosos do séc. XIX interpretavam Paulo tomando por contexto o considerável conhecimento que possuía da literatura e filosofia grega clássica. No início do séc. XX as atenções foram se estreitando à medida que a escola da história da religiões foi destacando que Paulo recorria às religiões de mistério helenísticas. 29 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

30 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Mundo Grego Essas religiões enfatizavam a capacidade das pessoas de term um relacionamento místico com uma divindade, por meio de rituais secretos de mistério e, com frequência, uma empolgação ou êxtase religiosa. 30 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

31 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO O Mundo Grego Bultman identifica muitos desses aspéctos nas cartas de Paulo. Certamente Paulo conhecia muito bem o mundo grego, e por vezes tomou emprestado seus conceitos, quando achava que podia ajudá-lo na pregação e no relacionamento com os gentios, mas não podemos afirmar que tenha tomado idéias originárias das religiões de mistério e empregado-as em seu ensino. 31 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

32 AS ORIGENS DO ENSINO DE PAULO Judaísmo Em resposta à suposta tendência de se interpretar Paulo a partir do mundo grego ou helenístico; G.C. MONTEFIORE, propõe que: o judaísmo helenístico da infância de Paulo em Tarso foi um fator fundamental. Paulo era um homem judaico e que o judaísmo deve ter exercido imensa influência em seus ensinos. 32 Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -

33 CRONOLOGIA DA CARREIRA MISSIONÁRIA DE PAULO -Ministério em Damasco e na Arábia Primeira visita a Jerusalém ministério em Tarso e na Cilícia Visita de socorro aos famintos ,46 ou 47 -Primeira viagem missionária ou Concílio apostólico ou 49 -Segunda viagem missionária ou Terceira viagem missionária Prisão em Cesaréia Viagem a Roma Prisão em Roma Ministério no Oriente Morte Teologia Bíblica do AT e NT - Prof. João Rodrigues -


Carregar ppt "PAULO: O HOMEM E SUAS EPÍSTOLAS 1.Natural de Tarso da Cilícia – At.22.3 Localização da província Cilícia no Império Romano.provínciaImpério Romano Anexada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google