A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MARIA LÚCIA MARTINELLI. RETRAÇÃO DO CAPITALISMO E AVANÇO DO MOVIMENTO OPERÁRIO Ocorreu retração do Sistema Capitalista? Que avanço se deu com o Movimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MARIA LÚCIA MARTINELLI. RETRAÇÃO DO CAPITALISMO E AVANÇO DO MOVIMENTO OPERÁRIO Ocorreu retração do Sistema Capitalista? Que avanço se deu com o Movimento."— Transcrição da apresentação:

1 MARIA LÚCIA MARTINELLI

2 RETRAÇÃO DO CAPITALISMO E AVANÇO DO MOVIMENTO OPERÁRIO Ocorreu retração do Sistema Capitalista? Que avanço se deu com o Movimento Operário?

3 Antagonismo do capitalismo: Industria, Produção, Mercadoria, Emprego, Lucro, Retenção da Riqueza, Saúde, Alfabetização, etc. Trabalho explorado (expropriação), Reificação, Desigualdade, Miséria, Morte, Doença, Fome, Falta de Moradia, Não Alfabetização, etc.

4 - A contradição do sistema causou as crises cíclicas - O crescimento da força de trabalho, hipertrofiando o exército de reserva. (p. 70) - Ausência de infraestrutura e desprezo pelas condições de vida: Saúde e Habitação. - Elevação dos níveis de morbidade e mortalidade entre os adultos e crianças.70 - Necessidade dos trabalhadores para a expansão do Capital (p. 71) - Necessidade de Controlar as crises cíclicas p/ controlar os movimentos operários.

5 Aumento do Lucro X crescimento da consciência crítica dos trabalhadores. Em 1870, o trabalhador estava forte e combativo devido aos sindicatos. (p. 71) - QUAL FOI A CAUSAÇÃO DA IDENTIDADE DE CLASSE, EM MARTINELLI?

6 A Estratégia da Burguesia, concentrando o trabalhador na indústria construiu a IDENTIDADE DE CLASSE, condição essencial para a estruturação de sua consciência de classe. (p. 72)

7 No início IDENTIDADE ATRIBUÍDA, depois IDENTIDADE CONSTRUÍDA...

8 O QUE PROPORCIONA A IDENTIDADE CONSTRUÍDA?

9 A consciência de classe, consciência de categoria profissional. - Sem identidade de classe não há consciência de classe. (p. 73) - A construção da consciência de classe exigia o desvelamento das ilusões de servir.

10 QUAL É O PRIMEIRO MOMENTO DO PROCESSO DE CONSCIÊNCIA? Quando descobre que é ele que produz o capital, ao produzir mais-valia. (p. 73)

11 O QUE É CLASSE EM SI? O reconhecimento de sua situação de classe diante do capital. (p. 73)

12 O QUE É CLASSE PARA SI? Aquele que movimento que supera a fissura entre a luta econômica e a política, que ultrapassa as questões internas, específicas, que assume conscientemente seu sentido histórico de classe, lutando politicamente por seus ideais.

13 Em 1863, surgiu a Associação Internacional dos Trabalhadores. Marx redigiu o discurso onde ressaltava a importância da consciência política dos trabalhadores, responsáveis por sua própria emancipação. (p.75)

14 QUAL ERA A QUESTÃO SOCIAL, EM SUA DIMENSÃO POLÍTICA? (P. 75)

15 O poder hegemônico da burguesia industrial européia se enfraquecera ao longo do tempo, por causa de suas próprias crises e também por causa dos trabalhadores, agora mais unidos.

16 - QUAIS AS DUAS FACES DA QUESTÃO SOCIAL? (p. 76) - Não só a politização dos trabalhadores que temia a burguesia, mas a face da pobreza de massa, da miséria generalizada. (p. 76). - O progresso capitalista produzira, em sua marcha, a acumulação da pobreza, a generalização da miséria. (p. 76)

17 - OS BAIXOS SALÁRIOS SÃO REFLEXO DA AMPLA CONCORRÊNCIA? - Entendiam os burgueses que quanto maior o número de trabalhadores, mais amplos os espaços concorrenciais, e com eles a possibilidade de manter condições adversas de trabalho e salários permanentemente baixos. (p. 76)

18 - O QUE É LEI DE CERCAMENTO? - Os proprietários rurais podiam cercar suas propriedades, impedindo a entrada de camponeses, que se viam assim compelidos a buscar trabalho na cidade. (p. 77)

19 - POR QUE A LEI TRABALHISTA ERA UMA FORMA VELADA PARA PERPETUAR A MISÉRIA? - Os capitalistas estavam estocando mão-de-obra, mercantilizando vidas humanas e concentrando a pobreza. (p. 79)

20 A Inglaterra foi a pioneira em criar a legislação da assistência. (p. 84) - A legislação tinha a assistência como uma forma de controlar a pobreza e ratificar a sujeição e a submissão dos trabalhadores. (p. 84). - QUAL ERA O INTERESSE DA BURGUESIA?

21 - Era preciso criar a ilusão de que havia um paternal interesse da classe dominante e do próprio Estado pela classe trabalhadora, ocultando-lhe as reais intenções da prática assistencial que lhe era dirigida: consolidar o modo de produção capitalista. (p. 84)

22 QUAIS FORAM AS TAREFAS DE EFICIÊNCIA E RACIONALIDADE? - Organizar a assistência e medidas legislativas. (p. 87)

23 QUAL ERA A FINALIDADE DA BURGUESIA? (p. 88) - Construir uma imagem da sociedade como idêntica, homogênea e harmoniosa (p. 88) - [...] a classe dominante ratifica sua identidade atribuída, roubando-lhes a possibilidade de construção coletiva de projetos de autênticas práticas sociais. (p. 88)

24 A mesma alienação que eram levados a ratificar, através de sua prática fetichizada e mecânica, havia impedido o assumir coletivo de sentido histórico da profissão, transformando a prática social em uma prática indefinida, ambígua e não-coletiva. Um ser não-objetivo é um não ser [...] é um ser não-efetivo, não-sensível, somente pensado, isto é, apenas imaginado, um ser de abstração. (p. 91)

25 15. Um Assistente Social crítico e propositivo atua nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas para o seu enfrentamento. Esse perfil profissional apresenta as seguintes exigências, EXCETO: (A) Capacitação na formulação de respostas para enfrentamento da questão social, considerando as articulações entre o público e o privado. (B) Compreensão do significado social da profissão, desvelando as possibilidades de ações contidas na realidade. (C) Capacitação nas esferas teórico-metodológica, ético-política e técnicooperativa. (D) Apreensão crítica dos processos sociais numa perspectiva de parcialidade.

26 Historicamente, nos diversos projetos profissionais do Serviço Social, podem-se identificar diferentes concepções da profissão, que passam por distintas compreensões acerca do objeto profissional, dos objetivos e do instrumental técnicooperativo. É CORRETO afirmar que os elementos necessários à objetivação das ações profissionais compõem, para o Assistente Social, A) a escolha política. B) a orientação técnicopolítica. C) o instrumental de trabalho. D) o projeto interrelativo da prática profissional.


Carregar ppt "MARIA LÚCIA MARTINELLI. RETRAÇÃO DO CAPITALISMO E AVANÇO DO MOVIMENTO OPERÁRIO Ocorreu retração do Sistema Capitalista? Que avanço se deu com o Movimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google