A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Como amenizar os efeitos do fenômeno LÁ NINÃ. Safra 2010/2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Como amenizar os efeitos do fenômeno LÁ NINÃ. Safra 2010/2011."— Transcrição da apresentação:

1 Como amenizar os efeitos do fenômeno LÁ NINÃ. Safra 2010/2011.

2 Objetivos Através dessa palestra repassar a nossos clientes o que poderá acontecer a nível de clima para essa safra de verão. Fornecer informações que podem auxiliá-los a prevenir perdas de produtividade.

3 Manejo antecipado (dessecação). Plantio (recomendações). Fertilidade do sistema Controle de pragas e doenças Previsão do tempo (próximos meses).

4 Manejo antecipado Devemos evitar aplicações de herbicidas com baixa umidade relativa do ar ( 50%) e baixas temperaturas ( 20ºC). Controle de pragas que estão na palhada, principalmente lagarta elasmo e percevejo.

5 Plantio Nossa recomendação é iniciar o plantio após a segunda chuva boa. Devido à temperatura na primavera. Efetuar Tratamento de Semente, utilizando fungicida, inseticida e enraizador. Indispensável o uso de inoculante ( 0,7% custo por alq.)

6 Analise de solo inquestionavelmente muito importante. Qual o custo da analise em relação ao custo de produção? De que forma estamos interpretando essas analises, (gaveta?) Ca: 45 à 55% Mg: 15 à 18% K: 3 à 5% Tendência em ano seco é de incidência de doenças de solo (fitóftora), e pragas (piolho de cobra, lagarta elasmo). Uso de sulcador (botinhas) no plantio se faz necessário.

7 Ano com menor incidência de chuvas procurar populações mais baixas de 12 à 14 plantas final. Devido a maior aeração e menor competição por água e nutrientes entre plantas.

8 Fertilidade Tentar fazer o uso de matérias primas na base (Super Simples, MAP) tirando K da linha de plantio evitando assim possível salinização do meio. Aplicação de cloreto de potássio em cobertura.

9 Uso de promotores de crescimento a base de hormônios (auxinas e citocininas). O uso de micronutrientes via foliar proporcionam melhor resistência a períodos secos (Mn, Mo, Ca).

10 Pragas e doenças Antecipar o controle de pragas aproveitando períodos climáticos bons para aplicações,(aplicações preventivas). Devido a possível falta de chuvas devemos ficar atentos a possíveis focos de doenças na região. Fazendo as aplicações pontualmente e em condições climáticas boas.

11 Se atentar para doenças que estão passando despercebidas, DFCs (principalmente antracnose). Devemos nos atentar para possíveis danos mais severos dos ÁCAROS, devido a falta de chuvas, pois o mesmo pode acarretar grandes perdas de produtividade e vem aumentando a cada ano em nossa região.

12 Ácaro na soja

13

14 Antracnose na soja.

15 Previsão do tempo Informações indicam que vamos ter uma primavera mais fria do que o normal, com a provável falta de chuvas podendo ocorrer principalmente entre outubro e novembro para nossa região devido as temperaturas do pacifico estarem mais baixas nesse período(LA NINÃ). Fonte: INMET. fonte: INMET.

16 Análise feita em 01/08/10 indica que a temperatura permanecera mais baixa que o normal no oceano pacifico. O auge para nossa região deve acontecer entre os meses de outubro e novembro devido a temperatura do pacifico nesse período estar com um desvio de até -2,5ºC, lentamente o desvio deve diminuir porém permanecendo nos patamares de -1,5ºC até o outono de 2011, ou seja até pelo menos meados de abril/2011 deveremos ter o fenômeno LÁ NINÃ ativo. Fonte: SOMAR METEOROLOGIA

17

18 A diferença é notável no manejo correto

19

20

21 Produtor: Liliane Wagner Endereço: Alto Alegre – Bela Vista Produto Utilizado: Supa Bor, Booster, Reforce, Broadacre Mn Cultivar: NK 7059, CD 235 RR Produtividade: Tratado 152 sc/alq Área colhida: 83 alq

22 Produtor: José Comin Endereço: Alto Alegre Produto Utilizado: Supa Bor, Booster, Reforce, Supa Link Data de Plantio: 09-10/10/2009 Cultivar: NK (V Max – Convencional) Produtividade: Tratado 171 sc/alq Área colhida: 16 alq

23 PROJETOS I.RIEDI A I.Riedi lança os Projetos para elevar a produção da para Soja 200 sacas Alqueires, Milho Safrinha 400, Trigo 160. Projeto computadorizado de aferição de pulverizadores. Projeto DIGILAB. Para controle de pragas

24 EXISTEM DUAS FORMAS DE CONSTRUIR O FUTURO. REATIVAR O PASSADO RECENTE PROVOCAR O FUTURO DESEJADO FUTURO NÃO É CONTINUAÇÃO DO PASSADO

25 MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO


Carregar ppt "Como amenizar os efeitos do fenômeno LÁ NINÃ. Safra 2010/2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google