A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO 1.Tipos de Organofosforados - Gusathion A, Dursban, Folidol e Malaton. 2. Tipos de Carbamatos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO 1.Tipos de Organofosforados - Gusathion A, Dursban, Folidol e Malaton. 2. Tipos de Carbamatos."— Transcrição da apresentação:

1 IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO 1.Tipos de Organofosforados - Gusathion A, Dursban, Folidol e Malaton. 2. Tipos de Carbamatos - Carboran, Baygon, Sevin e Landrin.

2 3. Ação dos inseticidas - Os organofosforados e carbamatos exercem suas ações biológicas por inibição de enzimas. - A principal enzima é a ACETILCOLINESTERASE, enzima responsável pela degradação da acetilcolina. - Gás Sarim. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

3 3. Ação dos inseticidas - Inibindo essa enzima ocorrem: - Salivação e suor excessivo.- Vômito e miose. - Espasmos musculares.- Hipotensão. - Bradicardia.- Secreções excessivas. - Broncoconstrição.- Hipermotilidade do TG. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

4 4. Aspectos biológicos importantes - São bem absorvidos por todas as vias (oral, dérmica, respiratória, pele e mucosas) por serem altamente lipossolúveis. - carbamatos atravessam pouco o barreira hematoencefálica. Já organofosforados atravessam bem esta barreira. Produzindo efeitos sobre o SNC mais graves. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

5 4. Aspectos biológicos importantes - Os carbamatos inativam a acetilcolinesterase temporariamente. - A enzima carbamilada é instável e a regeneração da acetilcolinesterase é relativamente rápida, quando comparada com a enzima fosforilada. - Assim, os praguicidas carbamatos são menos perigosos com relação à exposição humana do que os organofosforados. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

6 4. Aspectos biológicos importantes - Dose letal: - Paration: 13 mg/Kg. - Malation: 100 mg/kg. - Baygon: 95 mg/kg. - Carboran: 8 mg/kg. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

7 5. Tratamento - Organofosforados: Utilizar atropina, substância que irá bloquear a ação da acetilcolina em excesso, minimizando os efeitos de excesso do neurotransmissor. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

8 5. Tratamento Organofosforados: - PRALIDOXIMA (Contrathion): Age na reativação enzimática da colinesterase e proteção da enzima não inibida. Tem maior eficácia quando administrado nas primeiras 24h da exposição. - Não deve ser utilizado nas intoxicações com carbamatos. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

9 6. Organoclorados - Aldrin, DDT, BHC, Lindane e Toxafeno. - Foram muito utilizados na agricultura, mas, hoje, seu uso está limitado, pois possuem degradação muito lenta no ambiente. - Acumulam-se no ambiente e contaminam animais e o homem. Podem durar até 30 anos no ambiente. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

10 6. Organoclorados - Pouco solúveis em água e solúveis em solventes orgânicos, o que os torna mais tóxicos e de apreciável absorção cutânea. - Além da via dérmica, são também absorvidos por via digestiva e respiratória. - A eliminação se faz pela urina, cabendo destacar, também, a eliminação pelo leite materno. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

11 6. Organoclorados - Causam: - Irritabilidade.- Dor de cabeça. - Cansaço.- Náuseas e Vômitos. - Contrações musculares. - Convulsões e coma. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

12 - Os organoclorados lesam o fígado e os rins. - Lesam o cérebro, outros os músculos do coração, a medula óssea, o córtex da supra-renal, o DNA. - A atividade estrogênica, estimulando a testosterona e propiciando a puberdade precoce, foi comprovada para o DDT. - Alguns estudos têm evidenciado a atividade imunossupressora de certos produtos desse grupo. - Casos de câncer em órgãos do aparelho digestivo, pulmão e rim foram registrados em pessoas contaminadas com BHC. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

13 7. Tratamento - Assistência respiratória com monitorização cardíaca por, no mínimo, 6-8 h; - Na ingestão: A indução de vômitos está contra- indicada pelo risco de convulsão súbita e aspiração. - Na ingestão de pequena quantidade, fazer uso imediato do Carvão Ativado sem Lavagem Gástrica; nos casos moderados a severos, fazer Carvão Ativado em doses repetidas na tentativa de diminuir a absorção e a circulação entero-hepática. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

14 7. Tratamento - Não usar substâncias oleosas (catárticos), pois aumentam a absorção dos organoclorados. - Não usar simpatomiméticos pelo risco de arritmias. - Medidas de eliminação como a diálise, a diurese forçada e a hemoperfusão não são efetivas, devido ao grande volume de distribuição destes produtos. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

15 8. Piretroides - Obtidos da trituração das flores de algumas plantas pertencentes à família Compositae, gênero Chrysanthemum (Pyrethrum) e espécie cinerariaefolium. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

16 8. Piretroides - Utilizado na Agropecuária (controle de insetos em plantações, grãos armazenados, silos). - Na Veterinária (controle de ectoparasitas, principalmente carrapaticidas) em grandes ou pequenos animais. - Nas Campanhas de Saúde Pública (combate ao vetor da dengue) e em ambientes domésticos, na desinsetização de residências. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

17 8. Piretroides Ação: - No Sistema Nervoso Central e Periférico, prolongam a abertura dos canais de sódio da membrana celular retardando a repolarização, o que determina paralisia nervosa. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

18 8. Piretroides - São bem absorvidos no trato gastrintestinal. Pela via dérmica ocorre absorção em menor grau que a via oral. A exposição por inalação pode causar irritação de vias aéreas e reações de hipersensibilidade. - A metabolização é rápida em mamíferos, sem acumulação em tecidos. Seus metabólitos são inativos. A eliminação é urinária. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

19 8. Piretroides - Têm elevado potencial alergênico enquanto os piretróides (sintéticos) têm reduzido potencial de hipersensibilidade. - Causam: reações alérgicas graves, parestesias na pele, edema, distúrbios do equilíbrio, hiperexcitabilidade, fasciculações musculares, incoordenação motora e convulsões. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

20 8. Piretroides Tratamento: - Manter as condições vitais. - Na superdosagem, não provocar vômito. Se necessário proceder a lavagem gástrica. - Em caso de reação anafilática: assistência respiratória, adrenalina, anti-histamínico, corticóide. IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO

21 FIM


Carregar ppt "IMPACTO AMBIENTAL DAS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO AR, ÁGUA E SOLO 1.Tipos de Organofosforados - Gusathion A, Dursban, Folidol e Malaton. 2. Tipos de Carbamatos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google