A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OS SOCIÓLOGOS BRIGTTE E PETER BERGER DEFINEM INSTITUIÇÃO SOCIAL COMO UM PADRÃO DE CONTROLE, OU SEJA, UMA PROGRAMAÇÃO DA CONDUTA INDIVIDUAL IMPOSTA PELA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OS SOCIÓLOGOS BRIGTTE E PETER BERGER DEFINEM INSTITUIÇÃO SOCIAL COMO UM PADRÃO DE CONTROLE, OU SEJA, UMA PROGRAMAÇÃO DA CONDUTA INDIVIDUAL IMPOSTA PELA."— Transcrição da apresentação:

1

2 OS SOCIÓLOGOS BRIGTTE E PETER BERGER DEFINEM INSTITUIÇÃO SOCIAL COMO UM PADRÃO DE CONTROLE, OU SEJA, UMA PROGRAMAÇÃO DA CONDUTA INDIVIDUAL IMPOSTA PELA SOCIEDADE. ESSA DEFINIÇÃO, EXTREMAMENTE ABRANGENTE, NÃO SE DIFERENCIA MUITO DA DE PADRÃO CULTURAL. TALVEZ POR ISSO, NEM SEMPRE É ACEITA POR OUTROS SOCIÓLOGOS, QUE PREFEREM DEFINIR INSTITUIÇÃO COMO UMA ESTRUTURA ESPECÍFICA DA SOCIEDADE, UMA FORMA DE ORGANIZAÇÃO SOCIAL ESTÁVEL, RELATIVAMENTE DURADOURA, CUJA EXISTÊNCIA ULTRAPASSA A DAS PESSOAS QUE ELA PARTICIPAM E QUE PODE DURAR GERAÇÕES, OU MESMO SÉCULOS.

3 Como estruturas sociais específicas que funcionam no interior da sociedade, as instituições se diferenciam dos grupos sociais pelo seu caráter estável e por seu funcionamento baseado em regras e procedimentos padronizados, socialmente reconhecidos, aceitos, sancionados e seguidos pela sociedade. Um dos exemplos mais visíveis dessas formas de organização são as instituições políticas que compõem o Estado.

4 1- CARACTERÍSTICAS DAS INSTITUIÇÕES SOCIAIS: - Instituição é toda forma ou estrutura social estabelecida, constituída, sedimentada na sociedade e com caráter normativo - ou seja, ela define regras(Normas) e exerce formas de controle social. - São instituições sociais: O Estado, a escola, a família, a religião, o trabalho remunerado, a propriedade privada, etc.

5 As Instituições são formadas para atender a necessidades sociais. servem também de instrumento de regulação e controle das relações sociais e das atividades dos membros da sociedade em que estão inseridas. Para isso, dispõem de um poder normativo e coercitivo aceito pela maioria da população dessa sociedade.

6 Segundo Brigitte e Peter Berger, as principais características das instituições são: exterioridade, objetividade, coercitividade, autoridade moral, historicidade. EXTERIORIDADE: As instituições sociais são experimentadas como algo dotado de realidade externa aos indivíduos. OBJETIVIDADE: Todas(Ou quase todas) as pessoas da sociedade admitem que elas existem e reconhecem que elas são instituições legítimas.

7 COERCITIVIDADE: As instituições têm o poder de exercer pressões sobre as pessoas, de modo a levá-las a agir segundo os padrões de comportamento considerados corretos pela sociedade. AUTORIDADE MORAL: As instituições não se mantêm na sociedade apenas pelo poder de coerção, mas também porque são reconhecidas pelas pessoas dessa sociedade como tendo o direito legítimo de exercer seu poder e obrigar os integrantes da sociedade(Seja pela força, seja pelo convencimento) a agir segundo determinados padrões.

8 HISTORICIDADE: As Instituições já existiam antes do nascimento do indivíduo e continuarão a existir depois de sua morte, elas têm sua própria história. 2-AS INSTITUIÇÕES NORMATIZAM OS GRUPOS Apesar de dependerem um do outro, grupo social e instituição são duas realidades distintas.

9 Os grupos sociais são conjuntos de indivíduos com objetivos comuns, envolvidos num processo de interação mais ou menos contínuo. Já as instituições sociais se baseiam em regras e procedimentos que se aplicam a diversos grupos. Por exemplo: o pai, a mãe e os filhos formam um grupo primário. Já as regras e procedimentos que regulam as relações familiares fazem parte da instituição familiar.

10 As mesmas regras e normas de conduta de uma família valem para todas as famílias de uma determinada sociedade, já que elas assumem um caráter institucional. A instituição é família é uma estrutura que existe há milhares de anos. Diversamente, cada família concreta tem um período relativamente curto de vida. Dura enquanto permanecerem vivos marido e mulher, pois os filhos, uma vez casados, formam suas próprias famílias.


Carregar ppt "OS SOCIÓLOGOS BRIGTTE E PETER BERGER DEFINEM INSTITUIÇÃO SOCIAL COMO UM PADRÃO DE CONTROLE, OU SEJA, UMA PROGRAMAÇÃO DA CONDUTA INDIVIDUAL IMPOSTA PELA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google