A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rede de comunidades: a Nova Paróquia – Documento 104. A partir de Aparecida, a Paróquia passou a ser estudada e refletida em nossa Pastoral.A partir de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rede de comunidades: a Nova Paróquia – Documento 104. A partir de Aparecida, a Paróquia passou a ser estudada e refletida em nossa Pastoral.A partir de."— Transcrição da apresentação:

1 Rede de comunidades: a Nova Paróquia – Documento 104. A partir de Aparecida, a Paróquia passou a ser estudada e refletida em nossa Pastoral.A partir de Aparecida, a Paróquia passou a ser estudada e refletida em nossa Pastoral. Nas décadas de 70 e 80, a Paróquia parecia superada.Nas décadas de 70 e 80, a Paróquia parecia superada. Hoje se reconhece o valor da Paróquia, cen- tro irradiador da fé e da vida cristã.Hoje se reconhece o valor da Paróquia, cen- tro irradiador da fé e da vida cristã. A CNBB está estudando a Paróquia, produziu um Documento Verde. Ele precisa amadurecer e depois queremos apresentar um Documento Oficial, da série AZUL. Sugestão precisamos enviar até 31/10A CNBB está estudando a Paróquia, produziu um Documento Verde. Ele precisa amadurecer e depois queremos apresentar um Documento Oficial, da série AZUL. Sugestão precisamos enviar até 31/10

2 O surgimento das Paróquias Nos primeiros séculos, os cristãos se reuniam em comunidades domésticas, Domus.Nos primeiros séculos, os cristãos se reuniam em comunidades domésticas, Domus. Com o crescimento do número de cristãos, começam as paróquias territoriais.Com o crescimento do número de cristãos, começam as paróquias territoriais. Exige-se um templo e um local de reunião.Exige-se um templo e um local de reunião. Ao longo do século IV, surgem também as capelas. Temos então a Diocese – a Paró- quia e a Capela.Ao longo do século IV, surgem também as capelas. Temos então a Diocese – a Paró- quia e a Capela. A paróquia passa a ter mais capelas e está sempre unida à Diocese.A paróquia passa a ter mais capelas e está sempre unida à Diocese.

3 A Diocese passa a ser o Conjunto de suas Paróquias O pároco passa a ser o representante do Bispo e precisa estar em união com o bispo.O pároco passa a ser o representante do Bispo e precisa estar em união com o bispo. Originalmente, as paróquias eram rurais.Originalmente, as paróquias eram rurais. Nascem de uma preocupação missionária.Nascem de uma preocupação missionária. Com o tempo passa a ser a Igreja da cidade.Com o tempo passa a ser a Igreja da cidade. Havia os párocos e os futuros padres.Havia os párocos e os futuros padres. Trento insiste na residência do Pároco.Trento insiste na residência do Pároco. Pároco passa a ter vigários, já que os futu- ros padres estão nos seminários.Pároco passa a ter vigários, já que os futu- ros padres estão nos seminários.

4 Paróquia conforme o Direito Canônico Em 1917: Paróquia é a menor circunscrição local, pastoral e administrativa.Em 1917: Paróquia é a menor circunscrição local, pastoral e administrativa. Em 1983: Uma comunidade de fiéis, consti- tuída de maneira estável e confiada aos cuida- dos de um pároco, como seu pastor próprio.Em 1983: Uma comunidade de fiéis, consti- tuída de maneira estável e confiada aos cuida- dos de um pároco, como seu pastor próprio. O Canon 518: As paróquias são territórios, ou seja: abrange todos os fiéis de um território.O Canon 518: As paróquias são territórios, ou seja: abrange todos os fiéis de um território. Mas, há também a possibilidade de paróquias pessoais, em função de ritos, línguas, etc.Mas, há também a possibilidade de paróquias pessoais, em função de ritos, línguas, etc.

5 A paróquia para ser completa precisa ser: Martyria: anúncio pela palavra e pelo tes- temunho de seu pároco e agentes.Martyria: anúncio pela palavra e pelo tes- temunho de seu pároco e agentes. Diakonia: serviço, caridade, em favor dos pobres, doentes, órfãos e viúvas. Precisa ter Filantropia.Diakonia: serviço, caridade, em favor dos pobres, doentes, órfãos e viúvas. Precisa ter Filantropia. Leitourgia: o culto, a celebração dos sa- cramentos e toda oração organizada. NB. A força missionária da Paróquia de- pende da Martyria (anúncio e testemunho).Leitourgia: o culto, a celebração dos sa- cramentos e toda oração organizada. NB. A força missionária da Paróquia de- pende da Martyria (anúncio e testemunho).

6 A Paróquia do Vaticano II A Igreja universal está presente na Igreja Local.A Igreja universal está presente na Igreja Local. A Paróquia é a concretização histórica que torna visível a Igreja.A Paróquia é a concretização histórica que torna visível a Igreja. É na Paróquia que todos os que participam fazem a experiência de Igreja, colocando a ser- viço os seus dons, carismas e ministérios.É na Paróquia que todos os que participam fazem a experiência de Igreja, colocando a ser- viço os seus dons, carismas e ministérios. O concílio reflete sobre a Igreja Local, partindo da Eucaristia e insiste no valor da Igreja reunida em Assembléia Eucarística.O concílio reflete sobre a Igreja Local, partindo da Eucaristia e insiste no valor da Igreja reunida em Assembléia Eucarística.

7 Vaticano II: As paróquias estão em rede, formando a Diocese. A paróquia só pode ser entendida, a partir das dioceses.Cada Paróquia é uma célula viva da Diocese. Cada paróquia é uma parte da Diocese.A paróquia só pode ser entendida, a partir das dioceses.Cada Paróquia é uma célula viva da Diocese. Cada paróquia é uma parte da Diocese. A Paróquia é portanto uma comunidade de fiéis que torna presente a Igreja em determinado lugar.A Paróquia é portanto uma comunidade de fiéis que torna presente a Igreja em determinado lugar. A Igreja é o Povo de Deus reunido na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo.A Igreja é o Povo de Deus reunido na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo. A comunhão trinitária torna-se então fonte de vida e da missão da Igreja, modelo de suas relações e meta última de sua peregrinação.A comunhão trinitária torna-se então fonte de vida e da missão da Igreja, modelo de suas relações e meta última de sua peregrinação.

8 Esta íntima comunhão com Deus se chama EUCARISTIA. São Paulo: O pão que partimos não é comunhão com o corpo de Cristo? Porque há um só pão, nós embora muitos somos um só corpo, pois todos parti- cipamos do único Pão (1Cor 10,16-17)São Paulo: O pão que partimos não é comunhão com o corpo de Cristo? Porque há um só pão, nós embora muitos somos um só corpo, pois todos parti- cipamos do único Pão (1Cor 10,16-17) Santo Agostinho: A Eucaristia é o sinal da Unidade e o vínculo do amor.Santo Agostinho: A Eucaristia é o sinal da Unidade e o vínculo do amor. O Vaticano II apresenta a Eucaristia como fonte e ápice de toda a vida cristã.O Vaticano II apresenta a Eucaristia como fonte e ápice de toda a vida cristã. Essa Igreja é mistério, sinal e instrumento de comu- nhão. Ela tem a sua origem na Santíssima Trindade.Essa Igreja é mistério, sinal e instrumento de comu- nhão. Ela tem a sua origem na Santíssima Trindade.

9 Em síntese podemos dizer que o Concílio Vaticano II deixou A passagem do territorial para o comunitário.A passagem do territorial para o comunitário. Pároco, seus vigários e uma comunidade toda ministerial, com a ativa participação dos leigos.Pároco, seus vigários e uma comunidade toda ministerial, com a ativa participação dos leigos. Da dimensão puramente cultual para a totalida- de das dimensões da comunhão e da missão.Da dimensão puramente cultual para a totalida- de das dimensões da comunhão e da missão. Toda a paróquia é missionária, sempre traba- lhando na busca daqueles que se afastaram ou que nunca se aproximaram, embora batizados.Toda a paróquia é missionária, sempre traba- lhando na busca daqueles que se afastaram ou que nunca se aproximaram, embora batizados. Nós temos o direito de evangelizar aqueles que um dia batizamos...Nós temos o direito de evangelizar aqueles que um dia batizamos...

10 A renovação paroquial na América Latina As Conferências do CELAM sempre recomendam a renovação das paróquias.As Conferências do CELAM sempre recomendam a renovação das paróquias. Puebla colocava a Paróquia como centro de coor- denação e animação das comunidades e grupos.Puebla colocava a Paróquia como centro de coor- denação e animação das comunidades e grupos. O vínculo da Paróquia com a Diocese é garantido pela união com o Bispo, que confia ao pároco o cuida- do pastoral da comunidade.O vínculo da Paróquia com a Diocese é garantido pela união com o Bispo, que confia ao pároco o cuida- do pastoral da comunidade. A Conferência de Aparecida coloca dois pontos lumi- nosos para considerar a paróquia: a multiplicação das comunidades menores e a nova pastoral urbana.A Conferência de Aparecida coloca dois pontos lumi- nosos para considerar a paróquia: a multiplicação das comunidades menores e a nova pastoral urbana.

11 Aparecida faz uma clara opção pela Paróquia e sua revitalização As paróquias são células vivas da Igreja.As paróquias são células vivas da Igreja. Lugar privilegiado onde os fiéis fazem a expe- riência do encontro com Jesus Cristo e da co- munhão eclesial.Lugar privilegiado onde os fiéis fazem a expe- riência do encontro com Jesus Cristo e da co- munhão eclesial. São chamadas a ser casa e escola de comunhão.São chamadas a ser casa e escola de comunhão. Precisam tornar-se redes de comunidades e gru- pos, capazes de propiciar a seus membros uma real experiência de comunhão com Cristo.Precisam tornar-se redes de comunidades e gru- pos, capazes de propiciar a seus membros uma real experiência de comunhão com Cristo. Precisam transformar-se em Comunidade de co- munidades, uma apoiando a outra.Precisam transformar-se em Comunidade de co- munidades, uma apoiando a outra.

12 Os participantes da Paróquia precisam sentir-se: Discípulos e missionários de Jesus Cristo.Discípulos e missionários de Jesus Cristo. Convocados para fazer a experiência de Deus.Convocados para fazer a experiência de Deus. Em condições para encontrar-se com Jesus Cristo.Em condições para encontrar-se com Jesus Cristo. As paróquias são o único espaço de inserção na Igreja. Espaços como lugares de oração.As paróquias são o único espaço de inserção na Igreja. Espaços como lugares de oração. A paróquia precisa tornar-se comunidade de comunidades vivas e dinâmicas de discípulos e missionários de Jesus Cristo.A paróquia precisa tornar-se comunidade de comunidades vivas e dinâmicas de discípulos e missionários de Jesus Cristo.

13 Paróquias que ainda não assumiram o Concílio Vaticano II Concentram suas atividades no Culto e nas Devoções. Falta-lhes um Plano de Pastoral e um Plano de Evangelização.Muitas salas fechadas.Concentram suas atividades no Culto e nas Devoções. Falta-lhes um Plano de Pastoral e um Plano de Evangelização.Muitas salas fechadas. Existe catequese só para crianças e não há um Plano para iniciação à vida cristã de adultos.Existe catequese só para crianças e não há um Plano para iniciação à vida cristã de adultos. Administração concentrada no Pároco. Leigo sem chance para ajudar a decidir. Conselhos inoperantes.Administração concentrada no Pároco. Leigo sem chance para ajudar a decidir. Conselhos inoperantes. Não tem nenhuma preocupação missionária.Não tem nenhuma preocupação missionária. Quem não procura a Igreja também não é procurado.Quem não procura a Igreja também não é procurado. Evangelização só para quem busca a Paróquia.Evangelização só para quem busca a Paróquia.

14 Por outro lado, uma Paróquia convertida... Tem seu Plano de Pastoral e Plano de Evangelização.Tem seu Plano de Pastoral e Plano de Evangelização. Tem catequese de iniciação para adultos.Tem catequese de iniciação para adultos. Desenvolve uma liturgia viva e participativa.Desenvolve uma liturgia viva e participativa. Preocupam-se e atuam com os jovens.Preocupam-se e atuam com os jovens. Despertam muitos serviços e ministérios entre os leigosDespertam muitos serviços e ministérios entre os leigos Pároco e seus colaboradores desenvolvem uma Pastoral de comunhão e participação.Pároco e seus colaboradores desenvolvem uma Pastoral de comunhão e participação. Ainda lhes falta ampliar a ação evangelizadora, porque ainda não conseguem atingir a todos os paroquianos, especialmente os que moram mais longe.Ainda lhes falta ampliar a ação evangelizadora, porque ainda não conseguem atingir a todos os paroquianos, especialmente os que moram mais longe.

15 A Paróquia como CASA É a experiência de Igreja que acontece ao redor da Casa – DOMUS ECCLESIAE.É a experiência de Igreja que acontece ao redor da Casa – DOMUS ECCLESIAE. A Igreja está lá onde as pessoas se encontram.A Igreja está lá onde as pessoas se encontram. É a casa-comunidade onde as pessoas se encontram, é a igreja, a capela, o salão.É a casa-comunidade onde as pessoas se encontram, é a igreja, a capela, o salão. Lá o cristão está em casa. Ele a mantém com o seu dízimo, ajuda a conservá-la e restaurá-la.Lá o cristão está em casa. Ele a mantém com o seu dízimo, ajuda a conservá-la e restaurá-la. É um referencial para o cristão peregrino. É uma estação ou uma parada no caminho.É um referencial para o cristão peregrino. É uma estação ou uma parada no caminho.

16 A Paróquia é a casa da Palavra É a casa do discípulo que acolhe a Palavra...É a casa do discípulo que acolhe a Palavra... É a Igreja que acolhe o Verbo feito carne, que veio habitar entre nós.É a Igreja que acolhe o Verbo feito carne, que veio habitar entre nós. A Paróquia é a morada de Deus entre nós! É a shekinah, cf. Ex.26, 1.A Paróquia é a morada de Deus entre nós! É a shekinah, cf. Ex.26, 1. Considerando a Igreja como Casa da Palavra, deve antes de tudo dar atenção à Liturgia sagrada.Considerando a Igreja como Casa da Palavra, deve antes de tudo dar atenção à Liturgia sagrada. Ele fala hoje ao seu povo, que escuta e responde.Ele fala hoje ao seu povo, que escuta e responde. Cf Verbum Domini, 52.

17 Paróquia Casa do Pão A Igreja se nutre com o Pão da Eucaristia.A Igreja se nutre com o Pão da Eucaristia. O povo de Deus que caminhou no deserto com o povo de Israel fez sua morada entre nós. Mos- trou-se solidário conosco.O povo de Deus que caminhou no deserto com o povo de Israel fez sua morada entre nós. Mos- trou-se solidário conosco. Nasceu em Belém casa do pão. Ele providen- ciou palavra e pão para o seu povo.Nasceu em Belém casa do pão. Ele providen- ciou palavra e pão para o seu povo. A Igreja precisa acolher os peregrinos, oferecer pão aos que tem fome, dizer uma palavra aos que estão em busca do sentido para a vida.A Igreja precisa acolher os peregrinos, oferecer pão aos que tem fome, dizer uma palavra aos que estão em busca do sentido para a vida.

18 A comunidade cristã vive da Eucaristia A fé da Igreja é essencialmente eucarística.A fé da Igreja é essencialmente eucarística. A fé e os sacramentos são dois aspectos da vida eclesial.A fé e os sacramentos são dois aspectos da vida eclesial. O que mantém a unidade do Povo de Deus, em uma Paróquia, é sempre a Eucaristia.O que mantém a unidade do Povo de Deus, em uma Paróquia, é sempre a Eucaristia. É a presença real de Cristo, o centro de toda a vida paroquial e o que qualifica o Povo de Deus, como o Povo da Eucaristia.É a presença real de Cristo, o centro de toda a vida paroquial e o que qualifica o Povo de Deus, como o Povo da Eucaristia. Participando no corpo e sangue de Cristo, se- jamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.Participando no corpo e sangue de Cristo, se- jamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo. - Na Oração Eucarística II - Na Oração Eucarística II

19 Paróquia casa da amizade. A partir da palavra e da Eucaristia, o cristão é uma nova criatura.A partir da palavra e da Eucaristia, o cristão é uma nova criatura. Vive uma nova relação com Deus e com o próximo.Vive uma nova relação com Deus e com o próximo. Não vos chamo servos, mas amigos Jo 15,15Não vos chamo servos, mas amigos Jo 15,15 Disse o próprio Jesus: Não há maior amor do que dar a vida pelos amigos Jo 15,13.Disse o próprio Jesus: Não há maior amor do que dar a vida pelos amigos Jo 15,13. A amizade torna-se então ágape, o centro da charitas cristã.A amizade torna-se então ágape, o centro da charitas cristã. A partir dali nasce a missão, por amor!A partir dali nasce a missão, por amor!

20 A Paróquia hoje... É o lugar onde o cristianismo se torna visível em nossa cultura e história!É o lugar onde o cristianismo se torna visível em nossa cultura e história! A Paróquia é casa de acolhida dos peregrinos e comunidade como lar dos cristãos...A Paróquia é casa de acolhida dos peregrinos e comunidade como lar dos cristãos... –Onde se faz a experiência de seguir Jesus Cristo. –Ali se recebem diferentes pessoas, com suas bus- cas e vivências, que pretendem seguir o caminho! Ela reúne os cristãos em grupos que se comprometem em viver sua fé de forma comunitária.Ela reúne os cristãos em grupos que se comprometem em viver sua fé de forma comunitária.

21 A verdadeira paróquia é o lugar onde o Povo de Deus se reúne e celebra A Igreja vive no meio das casas de seus filhos e filhas.A Igreja vive no meio das casas de seus filhos e filhas. A Paróquia é a família de Deus, que vive uma fraternidade animada pelo espírito de unidade.A Paróquia é a família de Deus, que vive uma fraternidade animada pelo espírito de unidade. É uma casa de famílias, fraterna e acolhedora. É a comunidade dos fiéis.É uma casa de famílias, fraterna e acolhedora. É a comunidade dos fiéis. É uma Comunidade Eucarística que celebra a presença de Cristo,Palavra e Eucaristia, esta- belecendo vínculos de comunhão entre os fiéis e remete à missão de testemunhar na caridade a verdade professada..É uma Comunidade Eucarística que celebra a presença de Cristo,Palavra e Eucaristia, esta- belecendo vínculos de comunhão entre os fiéis e remete à missão de testemunhar na caridade a verdade professada..

22 Precisamos descobrir os melhores horários Na Pastoral Rural, os melhores horários esta- vam na manhã de domingo.Na Pastoral Rural, os melhores horários esta- vam na manhã de domingo. Na Cultura Urbana, o melhor momento de cele- bração é em torno do meio-dia e, no final da tarde, de sábado e de domingo.Na Cultura Urbana, o melhor momento de cele- bração é em torno do meio-dia e, no final da tarde, de sábado e de domingo. A missa das 8 horas de domingo não serve pa- ra jovens e crianças da catequese. Serve para atender alguma capela, mas não a matriz.A missa das 8 horas de domingo não serve pa- ra jovens e crianças da catequese. Serve para atender alguma capela, mas não a matriz. Caxias, Passo Fundo e Pelotas falam com entusiasmo das missas das onze ou do meio- dia, de domingo. O santuário tem às 11 horas.Caxias, Passo Fundo e Pelotas falam com entusiasmo das missas das onze ou do meio- dia, de domingo. O santuário tem às 11 horas.

23 Com toda a certeza podemos dizer que: A paróquia é uma escola da fé, da oração, dos valores e dos costumes cristãos.A paróquia é uma escola da fé, da oração, dos valores e dos costumes cristãos. Nela se encontra a comunidade, em torno do Senhor. Ela existe para unir os cristãos e para atrair os acomodados e incomodados. Nela se encontra a comunidade, em torno do Senhor. Ela existe para unir os cristãos e para atrair os acomodados e incomodados. Precisa tornar-se: Sacramento de Salvação.Precisa tornar-se: Sacramento de Salvação. É uma referência para o povo cristão, inclusive para os não praticantes.É uma referência para o povo cristão, inclusive para os não praticantes. Lá, na Paróquia, cada um terá a possibilidade de se encontrar com Jesus Cristo.Lá, na Paróquia, cada um terá a possibilidade de se encontrar com Jesus Cristo.

24 Contudo a Paróquia precisa de uma renovação urgente: Precisa estar articulada em comunidades, para criar vínculos entre pessoas que vivem a mesma fé.Precisa estar articulada em comunidades, para criar vínculos entre pessoas que vivem a mesma fé. Precisa ter ousadia missionária, capaz de fortalecer o testemunho e estimular o anúncio.Precisa ter ousadia missionária, capaz de fortalecer o testemunho e estimular o anúncio. O Pároco precisa ser o pastor e animador do povo, promover a participação dos leigos na vida e nas decisões da comunidade.O Pároco precisa ser o pastor e animador do povo, promover a participação dos leigos na vida e nas decisões da comunidade. A paróquia precisa integrar as comunidades, as associações, ao movimentos, as CEBs, as pastorais sociais, as novas comunidades, etc.A paróquia precisa integrar as comunidades, as associações, ao movimentos, as CEBs, as pastorais sociais, as novas comunidades, etc.

25 Perguntas para os grupos 1.Já Aparecida falava e o documento agora também insiste em estruturas antiquadas que precisam ser superadas. Que estruturas são estas que temos na Paróquia? 2.O que se entende por horários nobres: - Para as missas na Matriz: - Para atendimento na Secretaria Paroquial: - Para os jovens da Paróquia: 3. Onde é que as nossas paróquias tem espaços, pouco ou mal aproveitados?


Carregar ppt "Rede de comunidades: a Nova Paróquia – Documento 104. A partir de Aparecida, a Paróquia passou a ser estudada e refletida em nossa Pastoral.A partir de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google