A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXPECTATIVA DE CONSUMO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2009 RECIFE PESQ. Nº 028/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXPECTATIVA DE CONSUMO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2009 RECIFE PESQ. Nº 028/2009."— Transcrição da apresentação:

1 EXPECTATIVA DE CONSUMO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2009 RECIFE PESQ. Nº 028/2009

2 ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA ÁREA DE ABRANGÊNCIA : Cidade do Recife. DATA DA COLETA: 14 e 15 de julho de UNIVERSO: População residente na cidade do Recife. AMOSTRA: A amostra foi selecionada a partir de um plano de amostragem estratificada de conglomerados em dois estágios. No primeiro estágio foram sorteados os setores censitários. No segundo estágio é realizado um número fixo de 12 entrevistas em cada setor selecionado. CONFIABILIDADE: O número de entrevistas foi estabelecido com base em uma amostragem aleatória simples com um nível estimado de 95% de confiança e uma margem de erro de 3,5 pontos percentuais. NÚMERO DE ENTREVISTAS: O tamanho da amostra foi de 809 entrevistas.

3 Perfil dos entrevistados: Sexo

4 Perfil dos entrevistados: Faixa etária

5 Perfil dos entrevistados: Classe sócio-econômica

6 Perfil dos entrevistados: Grau de Instrução

7 Perfil dos entrevistados: Renda individual

8 Perfil dos entrevistados: Renda familiar

9 Perfil dos entrevistados: Situação empregatícia

10 [P. 03] Nestes últimos meses ocorreu crise econômica no Brasil?

11 [P. 04] Se SIM, esta crise econômica afetou você:

12 [P. 05] A sua vida irá melhorar neste segundo semestre?

13 [P. 06a] Você pretende comprar neste segundo semestre Eletrodoméstico ? Qual?

14 [P. 06c] Você pretende comprar neste segundo semestre Eletroeletrônico ? Qual?

15 [P. 06e] Você pretende comprar neste segundo semestre Produto de lazer/cultura ? Qual?

16 [P. 06g] Você pretende comprar neste segundo semestre Produto de informática ? Qual?

17 [P. 06i] Você pretende comprar neste segundo semestre Outros ? Qual?

18 [P. 07] Em sua maioria, como você pretende pagar por esses bens?

19 [P. 08] Você, neste instante, possui dívidas? Se SIM, com o quê?

20 Classe versus Dívidas:

21 [P. 09] O total de todas as suas dívidas representa:

22 [P. 10] Neste semestre, você priorizará o pagamento de dívidas ou a compra de bens?

23 [P. 11] Você possui casa própria?

24 Classe versus Casa própria:

25 [P. 12] Você pretende comprar um imóvel? Se SIM, daqui a quantos anos:

26 [P. 13] Você pretende comprar o seu imóvel:

27 [P. 14] Você tem carro próprio?

28 [P. 15] Você pretende adquirir um carro próprio? Se sim, em quanto tempo:

29 Classe versus Carro próprio:

30 [P. 16] Você pretende comprar o seu carro:

31 [P. 17] Você já fez compra de produtos e/ou contratos de serviços pela internet?

32 [P. 18] Você sentiu no seu dia a dia o efeito da redução da taxa de juros por parte do Governo Federal?

33 [P. 19a] Você pretende presentear o seu pai no Dia dos Pais?

34 [P. 19b] Você pretende presentear o seu pai no Dia dos Pais? [Com o quê?]

35 CONCLUSÕES 1. A pesquisa evidencia o predomínio da classe C no Recife – 53,4%. Isto explica diversos resultados encontrados diante desta pesquisa. 2. A pesquisa revela que 11,9 % dos recifenses estão desempregados. Sendo que 8,9% a mais de um ano. E 3% a menos de um ano. Os dados revelam a presença de trabalhadores informais – 28,8% dos entrevistados estão empregados, mas sem carteira assinada. A pesquisa mostra também que 33,7% dos inquiridos estão empregados com carteira assinada. 3. Os recifenses tomaram conhecimento da crise – 61,3% afirmaram que ocorreu crise nos últimos meses no Brasil. Porém, destacamos que 23,9% não ficaram sabendo da crise. Ou porque não perceberam, já que a crise não interferiu em seu dia a dia, ou em razão de baixo nível de informação. A crise afetou mais o nível de consumo dos pesquisados – 60% afirmaram que a crise afetou o nível de consumo. Contudo, 52,6% frisaram que a crise afetou a vida familiar. De que modo a vida familiar foi afetada? Vislumbramos um efeito, o qual precisa ser verificado: a crise pode ter aumentado o número de separações entre casais? A crise afetou a vida profissional para 49,7% dos pesquisados. Neste caso, temos como hipótese de que muitos destes podem ter perdido o emprego ou não tiveram aumento de salário. De acordo com os entrevistados, a área educacional foi afetada pela crise – 33% afirmaram que a crise afetou na educação escolar ou universitária dos seus filhos. E 27,2% no pagamento das mensalidades da sua faculdade.

36 CONCLUSÕES 4. Mesmo diante da crise, 53,6% dos entrevistados consideram que a sua vida irá melhorar. Mas 26,1% acreditam que ficarão na mesma situação. Estes percentuais, mais o fato de que há o predomínio da classe C no Recife, explica os seguintes pontos: Reduzido percentual de entrevistados que pretendem comprar eletrodomésticos neste semestre – 23,1%. Reduzido percentual de entrevistados que pretendem comprar eletroeletrônicos neste semestre – 25,2%. Considerável número de indivíduos, 91,4%, que não pretendem comprar produto de lazer/cultura. Baixo percentual de entrevistados que pretendem comprar produtos de informática neste semestre – 19,1%.

37 CONCLUSÕES 5. Dois pontos importantes devem ser considerados: no universo dos indivíduos que pretendem comprar algo, 70% frisam que desejam adquirir o produto de modo parcelado. E 59,2% afirmam que possuem dívidas – para 32,5% as dívidas representam/consomem mais do que a renda total. Portanto, mesmo diante do fato de que 53,6% dos entrevistados consideram que a sua vida melhorará, eles estão receosos em consumir em razão das dívidas e do posicionamento na pirâmide social – predomínio de indivíduos na classe C. 6. Ressalta-se que em todas as classes sociais encontramos percentuais iguais ou a acima de 50% de indivíduos que têm dívidas. 7. Costumeiramente, o recifense usa o cartão de crédito para comprar produtos. Esta afirmação é plausível, já que 69,5% possuem dívidas com cartão de crédito. 8. O pagamento de dívidas será priorizado por 62% dos entrevistados que declararam possuir dívidas. Este indicador mostra o porquê – mais uma variável explicativa – do reduzido percentual de indivíduos que pretendem comprar produtos diversos.

38 CONCLUSÕES 9. Não existe o predomínio de indivíduos sem casa própria – 63,4% afirmam que têm casa própria quitada. E 29,3% estão pagando a casa. Apenas 7,4% declararam não possuir casa própria. Estes dados são coerentes entre si, já que apenas 33,3% pretendem comprar um imóvel. Considerando o universo dos que pretendem comprar um imóvel, 40,9% querem comprar utilizando o financiamento da Caixa Econômica Federal. Este percentual mostra a importância do financiamento público para a compra de imóvel. Ressalta-se que 57% dos indivíduos da classe C e 69% da classe D declararam ter casa própria quitada. 10. A maioria dos indivíduos não possui carro próprio – 74,3%. E 25,7% possuem. Constata-se que 55,7% não pretendem adquirir carro próprio – deve-se considerar a variável tempo. Mas 29,7% pretendem. Só que, neste universo, 70,2% pretendem comprar financiado. Estes dados mostram a importância da oferta de crédito e de juros baixos. Frisa-se que 86% dos indivíduos da classe A e 49% da classe B possuem carro próprio quitado. Por outro lado, 94% dos indivíduos da classe C não possuem carro próprio.

39 CONCLUSÕES 11. É reduzido o percentual de indivíduos que fez compras ou contratou serviços pela INTERNET – 21,2%. A pesquisa mostra que uma das causas que explica este reduzido percentual, é a ausência de confiança, pois 37,7% declararam que não compraram ou contrataram serviços pela INTERNET por não confiar. 12. A redução de juros só será sentida a longo prazo. Esta afirmação é verdadeira, já que mesmo diante da queda continua dos juros nos últimos meses, 57,4% dos entrevistados declararam que não sentiram no seu dia a dia a redução. 13. O Dia dos Pais incentiva o consumo, pois 49,2% afirmaram que irão comprar presente para os seus pais. Quais presentes? Camisa ( 22,2% ), calçados ( 7,8% ) e celular ( 6,5% ) são os principais presentes.

40 INSTITUTO MAURÍCIO DE NASSAU JANGUIÊ DINIZ PRESIDENTE JANYO DINIZ VICE-PRESIDENTE INÁCIO FEITOSA DIRETOR DE EDUCAÇÃO SÉRGIO MURILO JÚNIOR COORDENADOR EXECUTIVO/ADVOGADO PROF. DSc. ADRIANO OLIVEIRA PESQUISADOR/CIENTISTA POLÍTICO PROF. MSc. CARLOS GADELHA JÚNIOR ESTATÍSTICO ROBERTO SANTOS SUPERVISOR DE PESQUISA/CIENTISTA SOCIAL ISABEL FRANÇA ASSESSORA DE IMPRENSA MARIA AMANDA SECRETÁRIA ADMINISTRATIVA Rua Manuel Caetano, 132 – fone (81)


Carregar ppt "EXPECTATIVA DE CONSUMO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2009 RECIFE PESQ. Nº 028/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google