A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EMPRESAS BENEFICIADORAS DE FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EMPRESAS BENEFICIADORAS DE FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES"— Transcrição da apresentação:

1 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES

2 CONTROLE DE PRAGAS CONTROLE DE PRAGAS
CONTROLE DE PRAGAS X EXTERMÍNIO DE PRAGAS AÇÃO RESIDUAL DOS PRODUTOS REIFESTAÇÃO X RESISTÊNCIA QUÍMICA

3 NECESSIDADE DO CONTROLE
CONTROLE DE PRAGAS NECESSIDADE DO CONTROLE Segurança Alimentar VIGILÂNCIA SANITÁRIA – ANVISA E CVS COMPRADOR EMPRESAS CERTIFICADORAS

4 UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS
CONTROLE DE PRAGAS UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS SVS/MS 326/97 “Aplicados sob a supervisão direta de profissional que conheça os riscos que o uso destes agentes possam acarretar para a saúde, especialmente os riscos que possam originar resíduos a serem retidos no produto.”

5 CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS AUTORIZADAS REGULAMENTADAS PELA CVS 009
DE 16 DE NOVEMBRO DE 2000 DO ESTADO DE S.PAULO

6 CONTROLE DE PRAGAS DETERMINAÇÃO CVS 009/00 Responsável Técnico
Item 7.1 “Ter Responsável Técnico, legalmente habilitado, para o exercício das funções relativas aos aspectos técnicos do Serviço de Controle de Vetores e Pragas Urbanas, podendo ser os seguintes profissionais: biólogo, farmacêutico, químico, engenheiro químico, engenheiro agrônomo, engenheiro florestal, médico veterinário e outros profissionais que possuam nas atribuições do conselho de classe respectivo, competência para exercer tal função.”

7 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 VISTORIA PRÉVIA AO LOCAL TRATADO Item 11.1 “Deverá ser realizada uma avaliação prévia, que determinará as pragas a serem controladas, bem como o trabalho a ser realizado, os produtos a serem empregados e os métodos de aplicação a serem utilizados. Esta avaliação dará origem a elaboração de uma proposta de serviço que deverá ser formalizada através de um documento denominado Proposta de Serviço, ou Proposta Técnica, conforme modelo”

8 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 MEDIDAS DE SEGURANÇA Verso do Anexo I ANTES – DURANTE – DEPOIS

9 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 APLICAÇÃO DE PRODUTOS AUTORIZADOS Item 8.1 “As empresas Controladoras de Vetores e Pragas Urbanas somente poderão utilizar produtos desinfestantes domissanitários com registro junto ao órgão competente do Ministério da Saúde, observada a técnica de aplicação e concentração máxima especificada, atendendo as instruções do fabricante, contidas no rótulo e obedecendo a legislação pertinente.”

10 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 FORNECIMENTO DE CERTIFICADO Item 11.10 “As empresas serão obrigadas a fornecer um CERTIFICADO OU COMPROVANTE DE EXECUÇÃO DO SERVIÇO, imediatamente após a execução do serviço, contendo todas as informações constantes do modelo proposto”

11 4727-2350 - desinseto@uol.com.br - www.desinseto.com.br

12 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 PRAZO DE VALIDADE DOS SERVIÇOS Item “O prazo de garantia do serviço prestado dependerá da avaliação técnica, efetuada pela empresa e poderá constar no CERTIFICADO OU COMPROVANTE DE EXECUÇÃO DO SERVIÇO ou em documento à parte. “

13 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 INDICAÇÃO DE TELEFONES DE EMERGÊNCIA Anexo 18 Conforme Verso do Certificado Modelo

14 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DETERMINAÇÃO CVS 009/00 INDICAÇÃO DE MEDIDAS PREVENTIVAS LOGISTICA DO PROCESSO

15 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES CONTRATAÇÃO DE EMPRESAS CÓPIAS: ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO ANVISA ART DO CONSELHO DA CATEGORIA 

16 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES DOCUMENTOS COMPLEMENTARES RELATÓRIOS SOLICITADOS POR CLIENTES E EMPRESAS CERTIFICADORAS POP – PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS FICHA TÉCNICA DOS PRODUTOS UTILIZADOS

17 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES CONTROLE DE INSETOS RASTEIROS TIPOS: BARATAS, ESCORPIÕES, ARANHAS E FORMIGAS PROCEDIMENTOS: ATOMIZAÇÃO, ASPERSÃO, POLVILHAMENTO E ISCAGEM PRODUTOS: DESINFESTAÇÃO, CHOQUE E RESIDUAL

18 CONTROLE DE PRAGAS CURIOSIDADES: Baratas: Blatela Germânica
Incubação: de 17dias Adultas: entre 30 e 40 dias Reprodução: 4 a 8 ootecas/ média 30 ovos = 200 indivíduos/semestre Longevidade: entre 4 e 6 meses Habitat: lugares quentes e úmidos Periplaneta Americana Incubação: de 25 a 40 dias Adultas: entre 4 a 5 meses Reprodução: 30 ootecas/ média 20 ovos = 600 indivíduos/ano Longevidade: 250/350 dias Apreciam : Cerveja, Carnes, Gorduras – fontes de proteínas Doenças relacionadas a sua presença: Asma, bronquite, diarréia, alergias de pele, disfunções gastro intestinais, verminoses, micoses, dentre outras

19 EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES
CONTROLE DE PRAGAS EMPRESAS BENEFICIADORAS DE VERDURAS E LEGUMES CONTROLE DE ROEDORES TIPOS: RATOS, RATAZANAS E CAMUNDONGOS PROCEDIMENTOS: ISCAGEM, PÓ DE CONTATO PRODUTOS: PRODUTOS HEMORRÁGICOS DE DOSE ÚNICA

20 CONTROLE DE PRAGAS menor que a ratazana RATTUS RATTUS
corpo esguio, orelhas e olhos grandes em relação à cabeça cauda é afilada e maior que o do corpo maturidade sexual de 60 a 75 dias período de gestação é de 20 a 22 dias ninhadas de 7 a 12 filhotes (4 a 8 ninhadas/ano) vida média é cerca de 18 meses organiza-se em colônias habitam lugares altos como telhados e sótãos caminham sobre fios e galhos de árvores, além de escalar sem dificuldades superfícies verticais  RATTUS RATTUS

21 CONTROLE DE PRAGAS grande porte (pode chegar até 600 gramas)
vive em colônias Abriga-se preferencialmente abaixo do solo, por isso cava tocas e forma túneis, procriando nestes locais. Também em galerias de esgoto ou pluviais, caixas subterrâneas de telefone e margens de córregos Nadam perfeitamente, graças às suas membranas interdigitais Tem olhos e orelhas pequenas em relação à cabeça e cauda grossa com pêlos RATTUS NORVEGICUS “RATAZANAS” maturidade sexual é atingida de 60 a 90 dias gestação é de 22 a 24 dias Agrupam-se em colônias, com divisões hierárquicas (dominados e dominantes) ninhadas de 7 a 12 filhotes (8 a 12 ninhadas/ano) apresentam neofobia

22 “MENOS DEFENSIVOS QUÍMICOS, MAIS QUALIDADE DE VIDA!”
CONTROLE DE PRAGAS “MENOS DEFENSIVOS QUÍMICOS, MAIS QUALIDADE DE VIDA!”

23 CONTROLE DE PRAGAS MEDIDAS PREVENTIVAS “4 As” ÁGUA ALIMENTO ACESSO
ABRIGO

24 CONTROLE DE PRAGAS www.desinseto.com.br/fatec.htm

25 CONTROLE DE PRAGAS www.desinseto.com.br desinseto@uol.com.br 4727-2350


Carregar ppt "EMPRESAS BENEFICIADORAS DE FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google