A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CASO CLÍNICO JFR, 71 anos, masculino, com queixa de disfagia de transmissão, associada a deglutição ruidosa, regurgitação, abaulamento cervical esquerdo,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CASO CLÍNICO JFR, 71 anos, masculino, com queixa de disfagia de transmissão, associada a deglutição ruidosa, regurgitação, abaulamento cervical esquerdo,"— Transcrição da apresentação:

1 CASO CLÍNICO JFR, 71 anos, masculino, com queixa de disfagia de transmissão, associada a deglutição ruidosa, regurgitação, abaulamento cervical esquerdo, acessos de tosse e emagrecimento progressivo há três anos.

2 DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL ? DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL ? PROPEDÊUTICA ? PROPEDÊUTICA ?

3 ENDOSCOPIA

4 VOCÊ PEDIRIA OUTRO EXAME? VOCÊ PEDIRIA OUTRO EXAME?

5 ESOFAGOGRAMA

6

7 INTRODUÇÃO O divertículo faringoesofágico é uma herniação da mucosa da parede posterior do hipofaringe e foi descrito inicialmente por Ludlow, há mais de 200 anos, e revisado pelo patologista alemão Zenker

8 EPIDEMIOLOGIA O divertículo de Zenker é o divertículo mais comum do esôfago (90%) Prevalência tem sido relatada como variando entre 0,01% e 0,11%. Laccourreye O, Ménard M, Caucjois R, et al. Esophageal diverticulum: diverticulopexy versus diverticulectomy. Laryngoscope, 1994; 104:

9 EPIDEMIOLOGIA Ocorre em maior número nos indivíduos com mais de 50 anos de idade, predominando em mulheres, segundo alguns estudos, e com maior freqüência em homens, de acordo com outros Laccourreye O, Ménard M, Caucjois R, et al. Esophageal diverticulum: diverticulopexy versus diverticulectomy. Laryngoscope, 1994; 104:

10 DIVERTÍCULO DE ZENKER

11 FISIOPATOLOGIA Não bem estabelecida, mas sugere-se que seja decorrente de altas pressões intraesofágicas sobre áreas frágeis da hipofaringe Cook IJ, Blumbergs P, Cash K, et al. Structural abnormalitics of the cricopharyngeous muscle in patients with pharyngeal (Zenkers) diverticulum. J Gastrenterol Hepatol, 1992; 7:

12 FISIOPATOLOGIA O divertículo de Zenker, divertículo faringoesofágico ou hipofaríngeo, é um falso divertículo, visto que é composto somente de mucosa e de tecido areolar adjacente, herniando-se junto à parede posterior da hipofaringe.

13 FISIOPATOLOGIA Há três sítios frágeis na parede muscular do esôfago: O triângulo de Killian (localizado entre o músculo constritor inferior do faringe e as fibras superiores do músculo cricofaríngeo)

14 FISIOPATOLOGIA A área de Killian- Jamieson (entre fibras oblíquas e as transversas do músculo cricofaríngeo)

15 FISIOPATOLOGIA E o triângulo de Laimer (formado entre o músculo cricofaríngeo e as fibras circulares mais superiores da parede muscular esofagiana).

16 ZENKER-MÉDIO-EPIFRÊNICO FALSO VERDADEIROFALSO

17 QUADRO CLÍNICO disfagia, regurgitação, halitose, emagrecimento, vômitos alimentares, disfonia, tumoração cervical, tosse pós-prandial, odinofagia, sialorréia, pirose dor cervical.

18 DIAGNÓSTICO REED fluoroscopia e/ou manometria ? EDA com outras queixas associadas Laccourreye O, Ménard M, Caucjois R, et al. Esophageal diverticulum: diverticulopexy versus diverticulectomy. Laryngoscope, 1994; 104:

19

20 TRATAMENTO O tratamento do DZ é preferencialmente cirúrgico. Todo divertículo deve ser removido Crescem Ficam mais sintomáticos Complicações potenciais Watemberg S, Landau O, Avrahami R. Zenkers Diverticulum: Reappraisal. Am J Gastr, 1996; 91:

21 TRATAMENTO Os de origem recente são usualmente pequenos e assintomáticos São achados incidentais não requerem tratamento a miotomia não é indicada de rotina a não ser que resulte em acalasia verdadeira do cricofaríngeo. Payne WS, Clagett OT. Pharyngeal and esophageal diverticula. Curr Probl Surg, 1965; 1: 1-31.

22 TRATAMENTO Se o divertículo for pequeno (< 2cm), e sintomáticos só deve ser realizada a miotomia; Se for médio ou grande diverticulectomia associada à miotomia cricofaríngea. Payne WS, Clagett OT. Pharyngeal and esophageal diverticula. Curr Probl Surg, 1965; 1: 1-31.

23 TRATAMENTO Outros defendem a diverticulopexia, alegando que produz melhores resultados, com vantagens como alimentação oral e alta hospitalar precoces Payne WS, Clagett OT. Pharyngeal and esophageal diverticula. Curr Probl Surg, 1965; 1: 1-31.

24 TRATAMENTO CERVICOTOMIA ESQUERDA Andrade et al. Divertículo de Zenker. Rev Col Bras Cir. Vol Nº 3, Mai. / Jun. 2006

25 Diverticulotomia

26 COMPLICAÇÕES aspiração e pneumonia recurrentes, perfuração do divertículo, obstrução esofágica, degeneração neoplásica (incidência em torno de 0,25% - 0,3%), Laccourreye O, Ménard M, Caucjois R, et al. Esophageal diverticulum: diverticulopexy versus diverticulectomy. Laryngoscope, 1994; 104:

27 Artigo Treatment of Zenker's diverticulum through a flexible endoscope with a transparent oblique-end hood attached to the tip and a monopolar forceps Treatment of Zenker's diverticulum through a flexible endoscope with a transparent oblique-end hood attached to the tip and a monopolar forceps Christiaens PChristiaens P, De Roock W, Van Olmen A, Moons V, D'Haens G.De Roock WVan Olmen AMoons VD'Haens G Endoscopy Feb;39(2):154-5.

28 Pacientes e método 21 pacientes 21 pacientes Usado um endoscópio flexível Usado um endoscópio flexível Cap transparente na extremidade Cap transparente na extremidade Cautério monopolar Cautério monopolar Papilótomo de ponta Papilótomo de ponta Disfagia graduada de zero a 4 antes e depois Disfagia graduada de zero a 4 antes e depois Anestesia geral Anestesia geral

29 Resultados Acesso sem problemas ao esôfago em todos Acesso sem problemas ao esôfago em todos Alimentação oral no dia seguinte Alimentação oral no dia seguinte Alívio completo da disfagia em todos, depois de 1 mês Alívio completo da disfagia em todos, depois de 1 mês Recorrência da disfagia em 02 (9,5%) com 1 sessão, re-tratados com sucesso Recorrência da disfagia em 02 (9,5%) com 1 sessão, re-tratados com sucesso Complicações Complicações Enfisema cervical transitório em 1 paciente Enfisema cervical transitório em 1 paciente

30

31

32 Septação com argônio

33

34 STAPLER

35 Stapler

36

37

38

39 FIM


Carregar ppt "CASO CLÍNICO JFR, 71 anos, masculino, com queixa de disfagia de transmissão, associada a deglutição ruidosa, regurgitação, abaulamento cervical esquerdo,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google