A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

X ENEL – Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados Out/2012 – Imperatriz - MA Fazenda Laguna - Ce.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "X ENEL – Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados Out/2012 – Imperatriz - MA Fazenda Laguna - Ce."— Transcrição da apresentação:

1 X ENEL – Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados Out/2012 – Imperatriz - MA Fazenda Laguna - Ce

2 Relato de experiência com bubalinocultura leiteira no litoral do Ceará Objetivo inicial – viabilizar manutenção de propriedade rural Experiência anterior - 10 anos com bovinocultura leiteira como atividade secundária. Experiência anterior - 10 anos com bovinocultura leiteira como atividade secundária. Primeiro contato com búfalos fazenda Paineiras da Ingaí. Primeiro contato com búfalos fazenda Paineiras da Ingaí. Inicio - Abril/1992 chegam 20 matrizes e 2 reprodutores comprados a Paineiras da Ingaí – 3300 km via rodoviária. Inicio - Abril/1992 chegam 20 matrizes e 2 reprodutores comprados a Paineiras da Ingaí – 3300 km via rodoviária. Foco – Continuidade do trabalho de seleção, produção e industrialização de leite de búfala Foco – Continuidade do trabalho de seleção, produção e industrialização de leite de búfala Incentivo, Apoio e Assessoria – Wanderley Bernardes / Otavio Bernardes Incentivo, Apoio e Assessoria – Wanderley Bernardes / Otavio Bernardes

3 NOSSA REALIDADE A Laguna está situada a 90 Km de Fortaleza, no município de Paracuru, litoral oeste do Estado do Ceará - Latitude Sul – 3º 28 – Longitude W – 39º 3 Temperatura media anual : mínima: 23,5º, média : 26,6º, máxima 29,9º Área total – 205 ha Solo – arenoso(97%) Clima - Período chuvoso de fevereiro a maio e seco de junho a janeiro Infra-estrutura: Energia elétrica, rodovias conservadas, telefonia móvel, internet, água de subsolo, distante 5 km da cidade de Paracuru, com escolas, hospitais, comércio etc.

4 MITOS PRÉ EXISTENTES MITOS PRÉ EXISTENTES O búfalo necessita de ambiente com lagoas ou igarapés; O búfalo necessita de ambiente com lagoas ou igarapés; O búfalo é rompedor de cercas; O búfalo é rompedor de cercas; O búfalo degrada pastagens; O búfalo degrada pastagens; O búfalo é bravio; O búfalo é bravio; O búfalo não produz leite economicamente; O búfalo não produz leite economicamente; Mercado difícil para a carne. Mercado difícil para a carne. Naturalmente, sem qualquer dificuldade, os mitos foram sendo quebrados. Naturalmente, sem qualquer dificuldade, os mitos foram sendo quebrados.

5 Generosidade Generosidade O búfalo retribui generosamente ao bom manejo com : O búfalo retribui generosamente ao bom manejo com : Docilidade Docilidade Fertilidade Fertilidade Longevidade produtiva econômica Longevidade produtiva econômica Produção leiteira Produção leiteira Superior qualidade de seu leite Superior qualidade de seu leite

6 DESAFIOS INICIAIS DESAFIOS INICIAIS Espécie totalmente desconhecida na pecuária cearense; Espécie totalmente desconhecida na pecuária cearense; Inexistência de trabalhos sobre bubalinos em ambientes similares ( solos arenosos, sem água para banhos ) ; Inexistência de trabalhos sobre bubalinos em ambientes similares ( solos arenosos, sem água para banhos ) ; Total falta de interesse ou mesmo curiosidade de parte de universidades, Secretaria de Agricultura ou qualquer outra instituição que vez por outra buscam fora do estado ou do pais novas opções para nossa pecuária; Total falta de interesse ou mesmo curiosidade de parte de universidades, Secretaria de Agricultura ou qualquer outra instituição que vez por outra buscam fora do estado ou do pais novas opções para nossa pecuária; Mercado pouco explorado para produtos derivados da atividade; Mercado pouco explorado para produtos derivados da atividade; Falta de mão de obra com conhecimento mínimo sobre manejo de bubalinos leiteiros. Falta de mão de obra com conhecimento mínimo sobre manejo de bubalinos leiteiros.

7 Formado a partir de 165 animais de reconhecido potencial leiteiro, Genética WB, o plantel é hoje de 660 bubalinos Formado a partir de 165 animais de reconhecido potencial leiteiro, Genética WB, o plantel é hoje de 660 bubalinos Rebanho

8 Controles Controles O plantel é mantido sob rigoroso controle zootécnico em continuidade ao importante trabalho iniciado em 1971 pelo criador W.Bernardes, Fazenda Paineiras da Ingaí-Sarapui,S.P.- primo e incentivador, de onde se originou nosso rebanho. As informações coletadas possibilitam: Conhecer valor genético individual dos animais; Conhecer valor genético individual dos animais; Orientar acasalamentos; Orientar acasalamentos; Minimizar risco na utilização de reprodutores jovens; Minimizar risco na utilização de reprodutores jovens; Excluir matrizes de baixa eficiência reprodutiva; Excluir matrizes de baixa eficiência reprodutiva; Apurar a produção leiteira média por dia de vida útil Apurar a produção leiteira média por dia de vida útil da matriz ( a partir do seu 1º parto na Laguna); da matriz ( a partir do seu 1º parto na Laguna); Ajustar manejo nutricional; Ajustar manejo nutricional; Etc., etc., etc. Etc., etc., etc.

9 Manejo Fevereiro a Junho – Em pastejo rotacionado sobre brachiaria e napier com oferta de suplemento para lactantes, suas crias e matrizes pré parto. A propriedade dispõe de 100 ha de forragicultura entre brachiaria, napier e cana de açúcar. 64 ha são cobertos por irrigação por aspersão a partir de poços tubulares de baixa profundidade.

10 Matrizes em pasto de brachiaria

11 Julho a Janeiro – Confinamento total. Áreas com capim napier antes pastejadas passam a ser manejadas como capineiras e o seu produto ofertado aos animais, juntamente com cana e concentrados.

12 Seleção Os altos custos operacionais por conta de limitada disponibilidade de área, Os altos custos operacionais por conta de limitada disponibilidade de área, características de solo e clima exigem severa seleção por resultado onde o características de solo e clima exigem severa seleção por resultado onde o que pesa é a sanidade, a eficiência reprodutiva e a produtividade leiteira. Buscamos desenvolver fêmeas jovens e identificar matrizes de grande potencial econômico que venham a ser mães de reprodutores melhoradores.

13

14 Reprodução Reprodução Variabilidade genética; Variabilidade genética; Acasalamento orientado para não consangüinidade; Acasalamento orientado para não consangüinidade; Uso de reprodutores jovens( novas gerações) de ascendentes de alto potencial leiteiro Uso de reprodutores jovens( novas gerações) de ascendentes de alto potencial leiteiro

15 MATRIZES PASTEJANDO MATRIZES PASTEJANDO

16 INVESTINDO NA FORMAÇÃO DE FUTURAS MATRIZES LEITEIRAS NOVILHAS PASTEJANDO

17 Obrigado pela atenção. Nelson Prado (85) Faz. Laguna- Seleção por resultado


Carregar ppt "X ENEL – Encontro Nordestino do Setor de Leite e Derivados Out/2012 – Imperatriz - MA Fazenda Laguna - Ce."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google