A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RELAÇÃO DE SENTIDO Professora Lúcia Brasil. Conectivos são conjunções que ligam as orações, estabelecem a conexão entre as orações nos períodos compostos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RELAÇÃO DE SENTIDO Professora Lúcia Brasil. Conectivos são conjunções que ligam as orações, estabelecem a conexão entre as orações nos períodos compostos."— Transcrição da apresentação:

1 RELAÇÃO DE SENTIDO Professora Lúcia Brasil

2 Conectivos são conjunções que ligam as orações, estabelecem a conexão entre as orações nos períodos compostos e também as preposições, que ligam um vocábulo a outro. O período composto é formado de duas ou mais orações. Quando essas orações são independentes umas das outras, chamamos de período composto por coordenação. Essas orações podem estar justapostas (sem conectivos) ou ligadas por conjunções (= conectivos).

3 CONECTIVOS coordenativos são as seguintes conjunções coordenadas:conjunções coordenadas ADITIVAS (adicionam, acrescentam): e, nem (e não),também, que; e as locuções: mas também, senão também, como também… Ela estuda e trabalha.estuda ADVERSATIVAS (oposição, contraste): mas, porém, todavia, contudo, entretanto, senão, que. Também as locuções: no entanto, não obstante, ainda assim, apesar disso. Ela estuda, no entanto não trabalha. ALTERNATIVAS (alternância): ou. Também as locuções ou…ou, ora…ora, já…já, quer…quer… Ou ela estuda ou trabalha.

4 EXPLICATIVAS (justificam a proposição da oração anterior): que, porque, porquanto… Vamos estudar, que as provas começam amanhã.estudar CONCLUSIVAS (sentido de conclusão em relação à oração anterior): logo, portanto, pois (posposto ao verbo).Também as locuções: por isso, por conseguinte, pelo que… Ela estudou com dedicação, logo deverá ser aprovada. Era, pois, um homem de grande caráter e foi, pois, também um grande estilista. (J. RIBEIRO)

5 Quando as orações dependem sintaticamente umas das outras, chamamos período composto por subordinação. Esses períodos compõem-se de uma ou mais orações principais e uma ou mais orações subordinadas. CONECTIVOS subordinativos são as seguintes conjunções e locuções subordinadas: CAUSAIS (iniciam a oração subordinada denotando causa.): que, como, pois, porque, porquanto. Também as locuções: por isso que, pois que, já que, visto que… Ela deverá ser aprovada, pois estudou com dedicação.

6 COMPARATIVAS (estabelecem comparação): que, do que (depois de mais, maior, melhor ou menos, menor, pior), como…Também as locuções: tão…como, tanto…como, mais…do que, menos…do que, assim como, bem como, que nem… Ela é mais estudiosa do que a maioria dos alunos.estudiosa CONCESSIVAS (iniciam oração que contraria a oração principal, sem impedir a ação declarada): que, embora, conquanto. Também as locuções: ainda que, mesmo que, bem que, se bem que, nem que, apesar de que, por mais que, por menos que… Ela não foi aprovada, embora tenha estudado com dedicação.estudado

7 CONDICIONAIS (indicam condição): se, caso. Também as locuções: contanto que, desde que, dado que, a menos que, a não ser que, exceto se… Ela pode ser aprovada, se estudar com dedicação. Finais (indicam finalidade): As locuções para que, a fim de que, por que… É necessário estudar com dedicação,para que se obtenha aprovação. TEMPORAIS (indicam circunstância de tempo): quando, apenas, enquanto…Também as locuções: antes que, depois que, logo que, assim que, desde que, sempre que… Ela deixou de estudar com dedicação,quando foi aprovada.

8 CONSECUTIVAS (indicam consequência): que (precedido de tão, tanto, tal) e também as locuções: de modo que, de forma que, de sorte que, de maneira que… Ela estudava tanto, que pouco tempo tinha para dedicar-se à família. INTEGRANTES (introduzem uma oração): se, que. Ela sabe que é importante estudar com dedicação. Afirmo que sou estudante. Não sei se existe ou se dói.

9 Observações gerais Em geral, cada categoria tem uma conjunção típica. Assim é que, para classificar uma conjunção ou locução conjuntiva, é preciso que ela seja substituível, sem mudar o sentido do período, pela conjunção típica. Por exemplo, o "que" somente será conjunção coordenativa aditiva, se for substituível pela conjunção típica "e". Veja o exemplo: "Dize-me com quem andas, que eu te direi quem és." "Dize-me com quem andas, e eu te direi quem és." A diferença entre as conjunções coordenativas explicativas e as subordinativas causais é o verbo: se este estiver no imperativo, a conjunção será coordenativa explicativa: "Fecha a janela, porque faz frio." O "que" e o "se" serão integrantes se a oração por eles iniciada responder à pergunta "Qual é a coisa que…?", formulada com o verbo da oração anterior. Veja o exemplo: Não sei se morre de amor. (Qual é a coisa que não sei? Se se morre de amor.)

10 Observe as seguintes questões retiradas de concursos públicos que envolvem as conjunções. (FCC) No período Essa situação ocorrerá, pois, desde amanhã. A conjunção sublinhada exerce função de: a) conclusiva b) explicativa c) proporcional d) temporal e) condicional

11 (FCC) A situação está precária, não obstante conseguiremos resolvê-la. Pode-se substituir o termo sublinhado com um de igual sentido por: a) a fim de que b) enquanto c) ao passo que d) visto que e) entretanto

12 (FCC) No período Os salários sairão em folha de pagamento, contanto que os adicionais sejam pagos (l.4), pode-se substituir a expressão sublinhada, mantendo-se o mesmo sentido e correção gramatical, por: a) à proporção que b) embora c) mesmo que d) desde que e) à medida que

13 (FCC) Sairemos depois que Juliana chegar. O termo depois que : a) exprime concessão b) exprime condição ou hipótese c) exprime conformidade d) exprime finalidade e) indica tempo

14 (FCC)...o Brasil está com níveis mais baixos do que os países da América Latina. A expressão em destaque expressa: a) comparação b) finalidade c) proporção d) condição e) concessão

15 (FCC)... a pobreza nos países africanos está ridícula, já que algo poderia ser feito. A expressão em destaque exprime ideia de: a) causa b) condição c) Consequência d) proporção e) tempo

16 EU TERIA MARCADO A MINHA PRESENÇA TIVESSEM ME CONVIDADO

17 RELAÇÃO DE CONDICIONALIDADE CASO/ DESDE QUE EU TERIA MARCADO A MINHA PRESENÇA SE TIVESSEM ME CONVIDADO

18 NÃO MARQUEI A MINHA PRESENÇA NA FESTA NÃO ME CONVIDARAM

19 NÃO MARQUEI A MINHA PRESENÇA NA FESTA PORQUE NÃO ME CONVIDARAM RELAÇÃO DE CAUSALIDADE VISTO QUE/POIS

20 ESTUDASSE MUITO NÃO TIRAVA BOAS NOTAS

21 EMBORA ESTUDASSE MUITO NÃO TIRAVA BOAS NOTAS RELAÇÃO DE CONCESSÃO/ OPOSIÇÃO EMBORA / POSTO QUE

22 ESTAVA TAO TENSO NÃO CONSEGUIA FALAR

23 ESTAVA TAO TENSO QUE NÃO CONSEGUIA FALAR RELAÇÃO DECONSEQUÊNCIA A TODA CAUSA CORRESPONDE UMA CONSEQUÊNCIA E A TODA CONSEQUÊNCIA CORRESPONDE UMA CAUSA

24 AGIU EXATAMENTE IMAGINAVÁMOS

25 AGIU EXATAMENTE COMO IMAGINAVÁMOS RELAÇÃO DE CONFORMIDADE CONFORME / SEGUNDO

26 A TENSÃO CRESCIA, A DATA DAS PROVAS SE APROXIMAVA.

27 A TENSÃO CRESCIA À MEDIDA QUE A DATA DAS PROVAS SE APROXIMAVA RELAÇÃO DE PROPORCIONALIDADE

28 Venha me visitar sentir saudades

29 Venha me visitar quando sentir saudades Enquanto / no momento em que Relação de temporalidade

30 Exercícios retirados de provas de concursos. (FCC) 1- Assinale a opção que preenche, de forma coesa e coerente, as lacunas do texto abaixo. O fenômeno da globalização econômica ocasionou uma série ampla e complexa de mudanças sociais no nível interno e externo da sociedade, afetando, em especial, o poder regulador do Estado. _________________ a estonteante rapidez e abrangência _________ tais mudanças ocorrem, é preciso considerar que em qualquer sociedade, em todos os tempos, a mudança existiu como algo inerente ao sistema social. (Adaptado de texto da Revista do TCU, nº82) a) Não obstante – com que b) Portanto – de que c) De maneira que – a que d) Porquanto – ao que e) Quando – de que

31 2- Marque a sequência que completa corretamente as lacunas para que o trecho a seguir seja coerente. A visão sistêmica exclui o diálogo, de resto necessário numa sociedade ________ forma de codificação das relações sociais encontrou no dinheiro uma linguagem universal. A validade dessa linguagem não precisa ser questionada, ________ o sistema funciona na base de imperativos automáticos que jamais foram objeto de discussão dos interessados. (Barbara Freytag, A Teoria Crítica Ontem e Hoje, pág. 61, com adaptações) a) em que – posto que b) onde – em que c) cuja – já que d) na qual – todavia e) já que - porque

32 Segundo Cegalla (1994, p. 267), as conjunções adversativas exprimem oposição, contraste, ressalva, compensação e englobam os seguintes elementos:mas, porém, todavia, contudo, entretanto, ao passo que, antes (= pelo contrário), no entanto, não obstante (além disso, como se não bastasse, apesar disso, posto que,conquanto, em todo caso).

33 Já os defensores da legalização, entre os quais me incluo, observam que o mundo está longe de ser um lugar perfeito. Drogas existem e tendem a ter efeitos devastadores sobre a vida e a saúde de muitas pessoas; não obstante, substâncias psicoativas acompanham a humanidade desde os seus primórdios e nada indica que deixarão de fazê-lo. Folha de São Paulo, 27/08/2009 Quando ele se aproximara, calaram-se, observando-o de soslaio, com olhos especulativos, enquanto Pietro Rossi o fazia entrar. Vivia entre eles havia vinte anos; não obstante, ainda era um estranho. Naqueles momentos de sua vida tribal ele talvez lhes fosse necessário, mas jamais o recebiam de bom grado. Folha de São Paulo, 17/10/2009

34 Você sabe a diferença entre conquanto e porquanto? São conjunções subordinativas, mas possuem significados diferentes. Conquanto é conjunção concessiva. Pode ser substituído pelo embora. Exemplo: Não demorei na festa, conquanto estivesse muito boa. Porquanto é conjunção causal. Pode ser substituído pelo porque. Exemplo: A menina não estudou para a prova porquanto estava doente.

35 ( FCC) Texto: 1 A sociedade humana, tal como se acha organizada, não é una, nem uniforme e nem está, em seu conjunto, no mesmo estágio de desenvolvimento. 2 Nela coexistem, pois, diferentes comunidades, estabelecidas e organizadas de conformidade com objetivos e interesses específicos. Tais comunidades (nacionais, regionais, municipais e institucionais, por exemplo), relacionam-se necessariamente umas com as outras, direta ou indiretamente. Conforme o caso, intercambiam produtos, ideias, cultura, arte, costumes, tecnologia, conhecimentos e experiências diversas, além do que mais existe, compõe e constitui a sociedade humana e a natureza. 4. Entre o primeiro e o segundo parágrafo do texto, há uma relação de (A) concessão. (B) condição. (C) adição. (D) finalidade. (E)) causa e consequência


Carregar ppt "RELAÇÃO DE SENTIDO Professora Lúcia Brasil. Conectivos são conjunções que ligam as orações, estabelecem a conexão entre as orações nos períodos compostos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google