A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pré e Pós-Operatório: Bases Fundamentais Princípios da Antibioticoprofilaxia Cirúrgica Prof. Dr. Fernando Bellissimo Rodrigues.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pré e Pós-Operatório: Bases Fundamentais Princípios da Antibioticoprofilaxia Cirúrgica Prof. Dr. Fernando Bellissimo Rodrigues."— Transcrição da apresentação:

1

2 Pré e Pós-Operatório: Bases Fundamentais Princípios da Antibioticoprofilaxia Cirúrgica Prof. Dr. Fernando Bellissimo Rodrigues

3 IMPACTO CLÍNICO DAS INFECÇÕES DO SÍTIO CIRÚRGICO Clinical Infectious Diseases 2001; 33 (suppl. 2):S84-S93

4 IMPACTO CLÍNICO DAS INFECÇÕES DO SÍTIO CIRÚRGICO

5 Clinical Infectious Diseases 2001; 33 (suppl. 2):S84-S93 IMPACTO CLÍNICO DAS INFECÇÕES DO SÍTIO CIRÚRGICO

6 Clinical Infectious Diseases 2001; 33 (suppl. 2):S84-S93 IMPACTO CLÍNICO DAS INFECÇÕES DO SÍTIO CIRÚRGICO

7 Clinical Infectious Diseases 2001; 33 (suppl. 2):S84-S93 IMPACTO CLÍNICO DAS INFECÇÕES DO SÍTIO CIRÚRGICO

8 Infection Control and Hospital Epidemiology 2008 Jul;29(7):623-9 IMPACTO FINANCEIRO DAS INFECÇÕES DO SÍTIO CIRÚRGICO

9

10 ANTIBIOTICOPROFILAXIA CIRÚRGICA

11 zA antibioticoprofilaxia cirúrgica está indicada nas situações em que ela efetivamente reduz a incidência de infecções. zPrincipais indicações: Cirurgias contaminadas, exceto orificiais; Cirurgias potencialmente contaminadas; Cirurgias limpas de grande porte e/ou com implante de prótese e/ou realizados em situações de emergência e/ou realizados em pacientes de maior risco. zPara cirurgias infectadas, o uso do antibiótico se dará em caráter terapêutico. Antibioticoprofilaxia: Quando indicar?

12 z Espectro de ação : deve incluir a microbiota do sítio operatório. Lembrar que ela pode se modificar em pacientes com internação prolongada; z Farmacocinética: disponibilidade preferencial pela via endovenosa, meia-vida prolongada, boa penetração tissular; z Farmacodinâmica: preferência para drogas bactericidas; z Toxicidade: a mais baixa possível; z Custo: acessível; zBaixo potencial de indução de resistência bacteriana. Antibioticoprofilaxia: Que droga(s) escolher?

13 Antibioticoprofilaxia: Que droga(s) escolher? Droga Dose inicialRepique intra-operatórioRepique pós-operatório Amicacina 10 a 15mg/Kg (EV) em 1h 7,5mg/Kg (EV) somente se grande sangramento não indicado Amoxicilina/ clavulanato 1g (EV) em bolus 500mg (EV) 4/4h em bolus 500mg (EV) 8h e 16h após última dose Cefazolina 2g (EV) em bolus1g (EV) 3/3h em bolus 1g (EV) 8h e 16h após última dose Ceftriaxona 2g (EV) em bolus1g (EV) 6/6h em bolus1g (EV) 12h após última dose Clindamicina 600mg (EV) em 1h 300mg (EV) 4/4h em 30 min 300mg (EV) 6/6h Gentamicina 3 a 5mg/Kg em 1h 1mg/Kg (EV) em 30 min somente se sangramento > 1litro não indicado Metronidazol 1,5g (EV) em 1h 500mg (EV) em 30 min somente se sangramento > 1litro não indicado Vancomicina 1g (EV) em 1h 500mg (EV) 6/6h em 30min 1g (EV) 12h após última dose

14 Antibioticoprofilaxia: Quando iniciar?

15 Antibioticoprofilaxia: Quando repicar a dose no intra-operatório?

16 Antibioticoprofilaxia: Quando repicar a dose no pós-operatório?

17 Inf Cont Hosp Epidemiol october 2008, vol. 29, supplement 1 SHEA/IDSA practice recommendation Antibioticoprofilaxia: Quando repicar a dose no pós-operatório? zPara a maioria das cirurgias, dose única pré-op. é suficiente; zCirurgias com prótese, ou de grande porte, 24h é adequado; zNunca além disso! Nunca mesmo!!!

18 CONSIDERAÇÕES FINAIS zOs antimicrobianos não são inócuos e seu uso inspira cautela. zOs antimicrobianos não substituem nenhum dos demais cuidados preventivos da ISC, incluindo a boa técnica cirúrgica. zAs condutas de antibioticoprofilaxia podem variar entre hospitais e serviços, mas estes princípios gerais devem ser seguidos sempre.

19 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS xFERRAZ, E. M. e col. "Antibioticoprofilaxia em Cirurgia". Programa de Atualização do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, xBRAVO NETO, G. P. "Antibioticoprofilaxia no Trauma". Programa de Atualização do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, xFERNANDES, A.T. "Infecção Hospitalar e suas Interfaces na Área da Saúde". Editora Arheneu, 1ª edição, xWENZEL, R. "Prevention and Control of Nosocomial Infections". Ed. Williams & Wilkins, 3ª edição, xTAVARES, W. "Manual de Antibióticos e Quimioterápicos Antiinfecciosos". Editora Arheneu, 3ª edição, 2001.

20 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

21 O plantio é livre a colheita obrigatória!


Carregar ppt "Pré e Pós-Operatório: Bases Fundamentais Princípios da Antibioticoprofilaxia Cirúrgica Prof. Dr. Fernando Bellissimo Rodrigues."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google