A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Jeferson C. de Souza. três mundos num só. O primeiro seria o mundo tal como nos fazem vê- lo: a globalização como fábula; O segundo seria o mundo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Jeferson C. de Souza. três mundos num só. O primeiro seria o mundo tal como nos fazem vê- lo: a globalização como fábula; O segundo seria o mundo."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Jeferson C. de Souza

2 três mundos num só. O primeiro seria o mundo tal como nos fazem vê- lo: a globalização como fábula; O segundo seria o mundo tal como ele é: a globalização como perversidade; E o terceiro, o mundo como ele pode ser: uma outra globalização.

3 ...é a atitude do aliciador de enganar ou coagir a vítima, apropriando-se da sua liberdade por dívida ou outro meio......redes internacionais de prostituição, muitas vezes ligadas a roteiros de turismo sexual

4 ...suspeita de que o jovem vendia os animais a redes de biopirataria internacionais...

5 Os verdadeiros chefes do narcotráfico no Rio de Janeiro são ligados à rede do crime organizado transnacional que movimenta no sistema bancário internacional cerca de 400 bilhões de dólares por ano.

6 I. proteger suas culturas e valores nacionais, inibindo o contato com culturas de outras nações. II. controlar o acesso a informações sobre a situação política interna e a questão dos direitos humanos.

7 Aldeia global MacLuhan / comunicação Eventos globais; Cultura universal; Indústria cultural Imposição de costumes; Visões do mundo dos poderosos; Cultura de massas; p. 16 e 17

8 1. refere a sua forma, a sua materialidade, toda infraestrutura... O meio técnico 2. trata de seu conteúdo, de sua essência. Assim, a rede é também social, financeira... O meio tecnocientífico Exemplo! Início da Primavera Árabe... Tunísia (p. 18)

9 é uma combinação de elementos da natureza, do meio técnico e do meio tecnocientífico O espaço é formado por um conjunto indissociável, solidário e também contraditório, de sistemas de objetos e sistemas de ações, não considerados isoladamente, mas como o quadro único no qual a história se dá.

10 A cultura é um elemento diferenciador entre os povos, mas sofre influência... O tempo cronológico/ distância é redimensionada com o meio técnico-científico-informacional... Sistemas de comunicações tornaram possível a instantaneidade da informação...

11 Página (22) de abertura do capítulo

12 Intercâmbio de produtos, técnicas e culturas

13 Produção gerou excedentes... Lucro... A acumulação do lucro (capital)...donos dos meios... Baseada na propriedade privada... Trabalhadores vendem mão de obra... Divisão de classes...

14 1ª fase: capitalismo comercial/mercanti- lismo; 2ª fase: capitalismo industrial; 3ª fase: capitalismo financeiro.

15 Busca por mercados e matéria- Prima. Consequente aper- feiçoamento das Técnicas... p. 24 Doutrina econômica: MERCANTILISMO Intervenção do estado na economia; Balança comercial...

16 Consequências!!! Consolidação da DIT; Esgotamento de recursos naturais nas colônias; Acumulação de capital na metrópole.

17 Colônias- vendiam a baixos preços e compravam a altos preços... Povos dominantes controlavam as técnicas e o que deveria ser produzido... Escravidão, por quê? Com o acúmulo de capital, metrópoles investiram onde?

18 1ª e 2ª Rev. Industrial; Salário - consumidor... Trabalho como mercadoria- MAIS VALIA; Independência americana - consumidores Busca por matéria prima, onde? Partilha da África e Ásia Imperialismo (Expansão e conquista)

19 Produção em série-padronização; Divisão da produção- especialização; Produção para as massas; Manchete! Em 1905, a Ford tinha 33 fábricas nos Estados Unidos e 19 no estrangeiro. Todas produziam o mesmo carro negro, o Ford T – o carro de todo o mundo –, fabricando quinze milhões de exemplares de maneira Padronizada.

20 Tempo cronometrado; Fixação do trabalhador- esteira Ritmo das máquinas... Motivos?

21 Adam Smith ( ); O mercado regula a economia; Estado: segurança e ordem. Obras de infraestrutura... Pouca mudança na DIT Regime fordista: Divisão da produção- cada trabalhador realiza apenas uma tarefa... Regime taylorista: Tempo cronometrado; fixação de posto; e esteira...

22 Empresas se associaram a instituições bancárias (...) Bolsas de Valores... Ações; Processo de concentração de capitais (...) fusões e incorporações – monopolização; Com a crise de Busca de novos mercados.

23 A fábrica global instala-se além de toda e qualquer fronteira, articulando capital, tecnologia, força de trabalho, divisão do trabalho social... Ampliando o fluxo de riquezas, de imagens, de poder... Tem algum horário que as bolsas de valores fecham, ou não?...rede financeira, que jamais fecha (...) as cotações de suas ações ainda... p. 27

24 Escreva nos parênteses M se Monopólio ou O se Oligopólio? ( ) Um grupo de empresas dominam o seguimento; ( ) Uma empresa domina o seguimento; Brazil Foods, 10ª maior empresa alimentícia da América... Risco! (...) controle do mercado... p.28

25 Escreva entre os parênteses: A- Truste; B- Cartel; C- Conglomerado; D- Holding. Manchetes!!!! ( ) Associação chinesa pede boicote a mineradoras. 3 grandes empresas de... ( ) A disputa por um império: o Grupo João Santos (...) proveniente de empresas dos setores de cimento, comunicações, agroindústria e celulose. ( ) Criada em 1961 para atuar como (...) do setor elétrico, a Eletrobrás e suas 4 empresas regionais (Chesf, Furnas, Eletrosul e Eletronorte). ( ) quando grandes empresas unem-se a seus concorrentes de mercado menores, criando um monopólio.

26 Com a crise de 1929, liberalismo perde força... Intervenção do estado - garantir pleno emprego. Estado como: Proprietário de empresas- estatais; Planejador. Intervenção pública; Ação social; Políticas protecionistas. Mas, o que é Protecionismo?...governo estabelece entraves à importação de produtos como têxteis, móveis e eletrodomésticos. Restrições ocorrem durante novo período de conflitos comerciais entre Brasil e Argentina; em fevereiro, comércio bilateral caiu 45%. (02 de março de 2012)

27 3ª Rev. Industrial; Ampliação do meio técnico- científico-informacional; Ciclo da informática; Grande expansão das Multinacionais Redução de custos... Incentivos fiscais... Mercado consumidor... Pós- 2ª G. M. p. 31

28 Concepção "enxuta(clean...). Eliminar o estoque (...) JIT - "just in time". Customização; Máquinas de ajuste rápido; Operários polivalentes; Fábricas menores e descentralizadas, por quê?

29 Transnacionais buscam (p.34): Redução de custos... Incentivos fiscais... Mercado consumidor... Nova DIT

30 Surgiu devido aos riscos!!! Inchaço do serviço público; Sindicatos; Gastos sociais. Concordas ou não?

31 Margareth Thatcher, enfrentou os sindicatos (...) leis que lhes limitassem a atividade, privatizou, afrouxou a carga tributária sobre os ricos e empresas, estabilizou a moeda. Em seguida Reagan e Pinochet No final dos anos 90, com as manifestações públicas nos encontros da OCDE, cresceram as análises sobre os movimentos de resistência ao neoliberalismo. Contraponto: o Fórum Social Mundial foi uma proposta ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça.

32 Após 101 anos no mercado, a General Motors, que já foi a maior montadora do mundo, deve pedir hoje concordata na Justiça dos EUA. (01/06/2009) Participação do governo pode superar 57%. CENÁRIO DE CRISES MUNDIAIS!!!

33 Margareth Thatcher, enfrentou os sindicatos (...) leis que lhes limitassem a atividade, privatizou, afrouxou a carga tributária sobre os ricos e empresas, estabilizou a moeda. Em seguida Reagan e Pinochet No final dos anos 90, com as manifestações públicas nos encontros da OCDE, cresceram as análises sobre os movimentos de resistência ao neoliberalismo. Contraponto: o Fórum Social Mundial foi uma proposta ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça.

34 A doutrina econômica a que o texto se refere defende a) o Estado de Bem Estar Social nas nações subdesenvolvidas. b) a prática da estatização dos recursos naturais. c) a intervenção mínima do Estado da economia. d) o desestímulo à livre circulação de capitais internacionais. e) a criação de rígida legislação de proteção ao trabalho.

35 a) a globalização do capital financeiro. b) a intensificação dos monopólios. c) a redução considerável do direito à propriedade privada dos meios de produção. d) o aumento da produtividade do trabalho. e) a competição de oligopólios no mercado internacional.

36 (UNEAL-2011) Leia a frase para responder à questão. Fenômeno decorrente da implementação de novas tecnologias de comunicação e informação, isto é, de novas redes técnicas, que permitem a circulação de ideias, mensagens, pessoas e mercadorias num ritmo acelerado, e que acabaram por criar a interconexão entre os lugares em tempo simultâneo. PCN Geografia. Adaptado A descrição revela o fenômeno da a) conurbação. b) metropolização. c) globalização. d) revolução industrial. e) favelização.

37 Sobre esse fenômeno, é correto afirmar: a) Sua emergência tornou obsoletos os blocos econômicos regionais, pois facilitou o comércio direto de país para país. b) Uma das consequências políticas do fortalecimento desse fenômeno foi a transferência da soberania nacional para organismos supranacionais, a exemplo da ONU. c) As fronteiras nacionais perderam suas funções legais de controle de fluxos. d) A causa da globalização foi a queda do muro de Berlim, dando fim à divisão do mundo conhecida como bipolaridade e iniciando uma nova fase, a multipolaridade. e) O desenvolvimento tecnológico associado às condições políticas mundiais das últimas décadas do século XX intensificou o processo de globalização

38


Carregar ppt "Prof. Jeferson C. de Souza. três mundos num só. O primeiro seria o mundo tal como nos fazem vê- lo: a globalização como fábula; O segundo seria o mundo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google