A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS TÉCNICOS. I- FOCO DE ATENÇÃOI- FOCO DE ATENÇÃO 1. A Escola Média deve garantir o acesso aos conhecimentos socialmente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS TÉCNICOS. I- FOCO DE ATENÇÃOI- FOCO DE ATENÇÃO 1. A Escola Média deve garantir o acesso aos conhecimentos socialmente."— Transcrição da apresentação:

1 REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS TÉCNICOS

2 I- FOCO DE ATENÇÃOI- FOCO DE ATENÇÃO 1. A Escola Média deve garantir o acesso aos conhecimentos socialmente construídos, tomados em sua historicidade, sobre uma base unitária que sintetize humanismo e tecnologia.1. A Escola Média deve garantir o acesso aos conhecimentos socialmente construídos, tomados em sua historicidade, sobre uma base unitária que sintetize humanismo e tecnologia. 2. O preparo para o exercício de profissões técnicas se dá garantindo a iniciação científica, e a compreensão dos determinantes sócio-históricos da cultura que o jovem está imerso.2. O preparo para o exercício de profissões técnicas se dá garantindo a iniciação científica, e a compreensão dos determinantes sócio-históricos da cultura que o jovem está imerso.

3 II- PRESSUPOSTO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 1. Articulação com a educação básica: currículo integrado; currículo integrado; 2. Trabalho como princípio educativo: relações historicamente construídas; relações historicamente construídas; 3.Articulação entre ciência, tecnologia, cultura e educação profissional: 3.Articulação entre ciência, tecnologia, cultura e educação profissional: formação integral. formação integral.

4 III-CURRÍCULO INTEGRADO A Educação Profissional inscreve-se no âmbito da educação escolar, articulada à formação básica;A Educação Profissional inscreve-se no âmbito da educação escolar, articulada à formação básica; Deve ser comum a todos;Deve ser comum a todos; Garantir a formação indispensável ao exercício da cidadania, a participação nos processos sociais e produtivos e a continuidade dos estudos.Garantir a formação indispensável ao exercício da cidadania, a participação nos processos sociais e produtivos e a continuidade dos estudos.

5 IV- Mundo do trabalho Ciência e tecnologia Modo de produção e regime de acumulação Organização das relações sociais e do Estado. Cultura

6 4.1.TRABALHO:Princípio educativo Direções: O grau de desenvolvimento social atingido historicamente determina o modo de se ser da educação em seu conjunto: modos distintos de produzir correspondem as modos distintos de educar. O trabalho coloca exigências específicas que o processo educativo deve preencher com vista a participação direta dos membros da sociedade no trabalho socialmente produtivo. Determina a educação como uma modalidade específica e diferenciada de trabalho: trabalho pedagógico.

7 Trabalho como princípio educativo “A finalidade da escola que unifica cultura e trabalho é a formação de homens desenvolvidos multilateralmente, que articulem à sua capacidade produtiva as capacidades de pensar, de estudar, de dirigir ou de controlar quem dirige”. (Kuenzer, 1988).“A finalidade da escola que unifica cultura e trabalho é a formação de homens desenvolvidos multilateralmente, que articulem à sua capacidade produtiva as capacidades de pensar, de estudar, de dirigir ou de controlar quem dirige”. (Kuenzer, 1988).

8 4.2-TRABALHO: Dimensão ontológica: o homem transforma a natureza e se relaciona com outros homens para a produzir a própria existência.Dimensão ontológica: o homem transforma a natureza e se relaciona com outros homens para a produzir a própria existência. Dimensão econômica: a forma específica que se dão as relações de trabalho em condições historicamente construídas.Dimensão econômica: a forma específica que se dão as relações de trabalho em condições historicamente construídas.

9 4.3. COMO ENTENDER O TRABALHO Trabalho como princípio.Trabalho como princípio. Trabalho como mediação.Trabalho como mediação. Trabalho comoTrabalho como práxis humana práxis humana Trabalho como contexto Trabalho como fim. Trabalho como práxis produtiva

10 4.4. ESCOLA E TRABALHO4.4. ESCOLA E TRABALHO A superação da dualidade estrutural que separa escola dos trabalhadores da escola dos dirigentes impõem o desenvolvimento de um percurso educativo em que estejam articuladas as dimensões teórica e prática.A superação da dualidade estrutural que separa escola dos trabalhadores da escola dos dirigentes impõem o desenvolvimento de um percurso educativo em que estejam articuladas as dimensões teórica e prática. Garantindo a formação científica e a formação tecnológica.Garantindo a formação científica e a formação tecnológica. Garantindo a apropriação das linguagens e dos conhecimentos sócio-históricos.Garantindo a apropriação das linguagens e dos conhecimentos sócio-históricos.

11 5.O TRABALHO COMO PRINCÍPIO EDUCATIVO Superação da visão utilitarista e reducionista do trabalho.Superação da visão utilitarista e reducionista do trabalho. Tomar todos os homens como sujeitos de seu devir.Tomar todos os homens como sujeitos de seu devir.

12 5.EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Desenvolvimento integral da pessoa humana.Desenvolvimento integral da pessoa humana. não está restrita às funções ocupacionais. não está restrita às funções ocupacionais. se dá na articulação do desenvolvimento cognitivo, comportamental e psicomotor. se dá na articulação do desenvolvimento cognitivo, comportamental e psicomotor.

13 5.1.A Educação Profissional é um processo: se dá ao longo da vida; articula experiências e conhecimentos; são construídos nas relações sociais e produtivas não é um processo acabado nem do ponto de vista teórico e nem prático não é resultado de ações individuais.

14 Na Educação Profissional intervêm afetos, valores, percepções e intuições.Na Educação Profissional intervêm afetos, valores, percepções e intuições. Fruto da experiência: o ato de conhecer resulta do desejo de conhecer

15 A Educação profissional deve articular conhecimentos oriundos da prática social (tácitos e populares) e conhecimentos científicos, relacionando ciência, tecnologia, cultura e sociedade nos processos de construção do conhecimento.A Educação profissional deve articular conhecimentos oriundos da prática social (tácitos e populares) e conhecimentos científicos, relacionando ciência, tecnologia, cultura e sociedade nos processos de construção do conhecimento.

16 CURRÍCULOCURRÍCULO 1.A Educação Profissional deve articular conhecimento básico e conhecimento específico a partir dos processos de trabalho e da prática social, pois estes são os lugares de definição de conteúdos que devem compor o programa, contemplando as diversas áreas cujos conhecimentos contribuem para a formação profissional e cidadã e dela deriva o perfil profissional1.A Educação Profissional deve articular conhecimento básico e conhecimento específico a partir dos processos de trabalho e da prática social, pois estes são os lugares de definição de conteúdos que devem compor o programa, contemplando as diversas áreas cujos conhecimentos contribuem para a formação profissional e cidadã e dela deriva o perfil profissional

17 2. A Educação Profissional deve articular conhecimentos que permitam a participação no trabalho e nas relações sociais, privilegiando conteúdos demandados pelo exercício da ética e da cidadania e que se situam no terreno da economia, da política, da história, da filosofia, da ética, etc.2. A Educação Profissional deve articular conhecimentos que permitam a participação no trabalho e nas relações sociais, privilegiando conteúdos demandados pelo exercício da ética e da cidadania e que se situam no terreno da economia, da política, da história, da filosofia, da ética, etc.

18 3. A Educação profissional deve articular conhecimentos do trabalho e conhecimento das formas de gestão e organização do trabalho, preparando o aluno para a participação nas decisões relativas a processos e produtos e para a atuação competente nos espaços político e sindical.3. A Educação profissional deve articular conhecimentos do trabalho e conhecimento das formas de gestão e organização do trabalho, preparando o aluno para a participação nas decisões relativas a processos e produtos e para a atuação competente nos espaços político e sindical.

19 4. A Educação Profissional deve articular conteúdo e método, contemplando os processos através dos quais o conhecimento a ser apropriado foi construído, promovendo o domínio dos processos e dos produtos.4. A Educação Profissional deve articular conteúdo e método, contemplando os processos através dos quais o conhecimento a ser apropriado foi construído, promovendo o domínio dos processos e dos produtos.

20 5. A Educação profissional deve articular diferentes atores para a construção da proposta pedagógica: professores, especialistas, empresários, trabalhadores, poder público, etc.5. A Educação profissional deve articular diferentes atores para a construção da proposta pedagógica: professores, especialistas, empresários, trabalhadores, poder público, etc.

21 PRESSUPOSTOS PARA A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO INTEGRADO NO ENSINO MÉDIO

22 1. CONCEBER O SUJEITO COMO SER HISTÓRICO-SOCIAL CONCRETO, CAPAZ DE TRANSFORMAR A REALIDADE EM QUE VIVE

23 2.Visar a formação humana como síntese de formação básica e formação para o trabalho.2.Visar a formação humana como síntese de formação básica e formação para o trabalho.

24 3. Ter o trabalho como princípio educativo no sentido de que o trabalho permite a compreensão do significado econômico, social, histórico, político e cultural das ciências e das artes.

25 4.Basear-se numa epistemologia que considere a unidade de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos e numa metodologia que permita a identificação das especificidades destes conhecimentos quanto à sua historicidade, finalidade e potencialidades.4.Basear-se numa epistemologia que considere a unidade de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos e numa metodologia que permita a identificação das especificidades destes conhecimentos quanto à sua historicidade, finalidade e potencialidades.

26 5. Ser baseado numa pedagogia que vise à construção conjunta de conhecimentos gerais e específicos, sendo que os primeiros fundamentam os segundos e esses evidenciam o caráter produtivo e concreto dos primeiros.

27 6. Ser centrado nos fundamentos das diferentes técnicas que caracterizam o processo de trabalho moderno, tendo como eixos o trabalho, a ciência e a cultura.6. Ser centrado nos fundamentos das diferentes técnicas que caracterizam o processo de trabalho moderno, tendo como eixos o trabalho, a ciência e a cultura.


Carregar ppt "REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS TÉCNICOS. I- FOCO DE ATENÇÃOI- FOCO DE ATENÇÃO 1. A Escola Média deve garantir o acesso aos conhecimentos socialmente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google