A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SÃO PAULO, JUNHO DE 2011 SCD SISTEMA CONSULT DE DIREÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SÃO PAULO, JUNHO DE 2011 SCD SISTEMA CONSULT DE DIREÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 SÃO PAULO, JUNHO DE 2011 SCD SISTEMA CONSULT DE DIREÇÃO

2 DIREÇÃO SEGURA PROBLEMÁTICA Enorme número de acidentes rodoviários causados pela falta de conhecimento, habilidade ou consciência dos usuários do sistema de trânsito, tendo como consequência fatalidades, lesões graves, danos materiais e danos ao meio ambiente.

3 DIREÇÃO SEGURA VANTAGEM DO MÉTODO CONSULT Os acidentes não acontecem por acaso, azar ou obra do destino.

4 AVALIAÇÃO DE RISCO

5 DIREÇÃO SEGURA É a condução do seu veículo, identificando os riscos e ameaças presentes e tomando ações que os eliminem ou controlem, tendo como resultado a prevenção de acidentes; Estar em boas condições físicas; Respeitar as leis de trânsito, principalmente o limite de velocidade (pista seca: 80 km/h; pista molhada: 60 Km/h); Ser responsável pelas vidas que podem estar envolvidas e contribuem para a direção segura. VÍDEO DE CAMPANHA VOLVO

6 DIREÇÃO SEGURA – MODELO CONSULT Elementos geradores de Acidentes Velocidade Ambiente Estradas Falta de Espaço Falta de Atenção Fadiga Alcool & Drogas Atitude Como você pode identificar, são muitos os elementos que estão diretamente ligados aos acidentes e todos estes são podem ser evitados ou controlados pelo motorista. Apresentaremos agora, os 04 Pilares para uma Direção Segura.

7 DIREÇÃO SEGURA – MODELO CONSULT PILARES DA DIREÇÃO SEGURA PILAR 1: Antecipe os Perigos PILAR 2: Observe o Ambiente PILAR 3: Garanta seu Espaço PILAR 4: Seja Visto

8 1. ANTECIPE OS PERIGOS Este pilar exige que você veja o futuro, olhe á frente procurando os obstáculos que poderão interferir na sua conduta de Direção. Requer que o motorista veja o mais longe possível avaliando os riscos eminentes do seu trajeto para que você possa tomar as ações necessárias para não se envolver em acidentes. A identificação prematura dos objetos á sua frente, permite que o motorista possa também ajustar sua velocidade, adequando-a as situações identificadas. É importante que o motorista adquira este hábito, pois proporciona aos motoristas tempo hábil para que ele tome as decisões certas diante do perigo.

9 1. ANTECIPE OS PERIGOS Velocidade Compatível Velocidade adequada para se trafegar de acordo com as condições do motorista, do veículo e do ambiente, de modo que você tenha o domínio do veículo mesmo na ocorrência de situações de emergência. Quando todas as condições forem as ideais, a Velocidade Compatível será igual a Velocidade Máxima. REGRA PRÁTICA: OBSERVE 15s A FRENTE VELOCIDADE COMPATÍVEL <= VELOCIDADE MÁXIMA

10 2. OBSERVE O AMBIENTE O Ambiente é tudo o que está a sua volta, isto é, á sua frente, aos lados e na parte traseira. Para que o motorista tenha o campo de visão adequado e completo, é necessário que cheque seus espelhos retrovisores constantemente. O hábito da busca contínua do campo de visão de 360º, ajuda o motorista a não se distrair, mas para isso, ele deve estar concentrado nas coisas relevantes para a boa direção. Procure evitar andar colado nos veículos a sua frente, eles podem ser uma barreira que diminui seu campo de visão. Para isso utilize uma adequada distância de segmento. Só podemos seguir adiante se pudermos olhar o caminho. Saber usar os olhos adequadamente enquanto dirigimos, é o mais importante de todos os pilares, pois são os nossos olhos que nos permitem rastrear todas informações ao nosso redor.

11 2. OBSERVE O AMBIENTE Para que você obtenha uma visão de 360º do seu ambiente, o motorista precisa movimentar seus olhos freqüentemente evitando ponto fixo; A movimentação dos olhos nos permite identificar os objetos mais rapidamente, pois nossos olhos reagem aos movimentos, luzes e cores. REGRA PRÁTICA: MOVIMENTAR OS OLHOS A CADA 2s CHECAR OS ESPELHOS RETROVISORES NA FREQUÊNCIA 5 A 8s DISTÂNCIA DE SEGMENTO DE 4s (VÍDEO)

12 3. GARANTA SEU ESPAÇO Na direção segura, é necessário que tenhamos espaço para o nosso veículo, trabalhando os espaços corretamente, diminuiremos em muito o potencial de colisão; Procure andar nas faixas com menor fluxo de veículos; Não ande colado nos veículo á sua frente e procure fugir dos que ficam colados na traseira do seu veículo; Mantenha uma distância segura dos veículos á sua volta e garanta que pelo menos 1 espaço livre para o seu veículo. REGRA PRÁTICA: SENDO DIFÍCIL ESPAÇO AO REDOR DO VEÍCULO, GARANTA PELO MENOS A DISTÂNCIA DE SEGMENTO.

13 4. SEJA VISTO Uma colisão ocorre quando 2 corpos tentam ocupar o mesmo lugar ao mesmo tempo no espaço. Se formos vistos, a possibilidade de uma colisão diminui; É preciso que sinalizemos nossas intenções com antecedência; Devemos estabelecer contatos com os outros condutores do trânsito, quer seja por sinais ou mesmo através dos olhos; Procure detectar com antecedência problemas de emergências e use os dispositivos necessários para enviar sinais de aviso como: luz, setas, buzina e etc. REGRA PRÁTICA: TRAFEGUE SEMPRE COM FARÓIS ACESSOS, MESMO DURANTE O DIA; SINALIZE SUAS INTENÇÕES COM PELO MENOS 5s DE ANTECEDÊNCIA.

14 MANOBRE COM CUIDADOS A RÉ Muitos acidentes acontecem quando dirigimos em marcha a ré. Até mesmo motoristas experientes se envolvem neste tipo de acidente. Ré desnecessárias, pontos cegos, locais de pouco espaço, dentre outros são as principais causas deste tipo de acidente. Por isso algumas medidas são necessárias: Evite dar marcha ré Se for necessária, avalie o espaço e planeje a manobra Solicite ajuda de uma outra pessoa Mova seu veículo lentamente, checando tudo ao redor; Veja e seja visto durante a manobra

15 MENSAGEM FINAL Chegamos ao Final da parte teórica e agora, com o auxílio de nosso instrutor, vocês poderão comprovar, bem como aplicar na prática, os conhecimentos aqui aprendidos e/ou reciclados. Deus lhes deu a habilidade de dirigir, e este treinamento oferece um conhecimento técnico único e pioneiro que se bem utilizado, provavelmente o afastará de situações de risco. Agora que estão capacitados para atuar com segurança nas cidades e estradas, fica nas suas mãos a decisão de fazer o certo ou o errado. Em nome da CONSULT, desejamos muitas felicidades e que com a ajuda do CDS vocês possam ter a melhor e mais segura experiência de direção de suas vidas. Muito obrigado e Deus os acompanhe! Flávio Batista Diretor Executivo


Carregar ppt "SÃO PAULO, JUNHO DE 2011 SCD SISTEMA CONSULT DE DIREÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google