A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Marketing Mix dos Serviços Complementação Trabalho Processo de Serviços Perfil (Physsical Evidence)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Marketing Mix dos Serviços Complementação Trabalho Processo de Serviços Perfil (Physsical Evidence)"— Transcrição da apresentação:

1 O Marketing Mix dos Serviços Complementação Trabalho Processo de Serviços Perfil (Physsical Evidence)

2 Marketing de Produtos 4 Ps: Produto, Preço, Praça e Promoção. Marketing de Serviços 8 Ps O que difere os serviços dos produtos é, além do envolvimento dos clientes, o fator tempo que exige estratégias específicas de marketing de serviços.

3 1.produto – elementos de produto (todos os componentes do desempenho de serviço que criam valor para os clientes); 2.praça – lugar e tempo (quando, onde e como oferecer serviços aos clientes); 3.processo – (o método e a seqüência em que um sistema operacional funciona); 4.produtividade – (o grau de eficácia com que os insumos de serviço são transformados em valor adicionado a produtos e qualidade – o grau no qual as necessidades, os desejos e as satisfações do cliente se equilibram); 5.pessoas – (os clientes e empregados envolvidos na produção de serviços); 6.promoção e educação - (todas as atividades de comunicações e incentivos projetados para aumentar a preferência do cliente); 7.percepção / perfil – evidência física (sinais tangíveis que dêem evidência de qualidade de serviço); 8.preço e outros custos de serviço (dinheiro, tempo e esforço gastos pelos clientes).

4 Produto. Aos serviços básicos deve somar serviços suplementares para agregar valor e atender as necessidades dos consumidores. Realizar serviços que contribuam para a criação de mais valor para os consumidores.

5 Praça Momento e lugar onde os serviços são entregues, canais e métodos utilizados. Podem existir canais físicos e/ou eletrônicos, dependendo do tipo de serviço. A rapidez e a conveniência do momento e lugar é um dos fatores mais importantes na estratégia de entrega dos serviços.

6 Processo (Procedimento). Método e sequência de ações para realização dos serviços. Processos inadequados incomodarão os consumidores e os resultados não serão satisfatórios. Processos adequados produzirão o melhor desempenho das tarefas e resultarão em maior produtividade e redução de falhas.

7 Processo. Operações, séries de ações ou passos dados em uma seqüência definida. Criação e entrega de elementos do produto aos clientes exigem o projeto e implementação de processos eficazes. O processo descreve o método e a seqüência dos sistemas operacionais de serviços. Processos deficientes dificultam, baixam produtividade e a possibilidade de falhas nos serviços.

8 Processo de Serviço básico laboratório Paciente chega no laboratório e dirige-se ao atendimento. A atendente pergunta-lhe o tipo de exame que deseja e recolhe a guia do médico. Não sendo paciente antigo, o cadastra no sistema informatizado e registra o exame a ser realizado conforme o código. Posteriormente, a atendente pergunta qual o plano de saúde e solicita o cartão do plano. Se for atendimento particular dá as opções entre pagar neste momento ou na entrega dos resultados. Se for realizar o exame no laboratório, solicita que o paciente aguarde a sua vez. Se for realizado em casa, fornece os meios de cultura e a lista de recomendações.

9 Melhoria contínua Diversas são as formas de inserir a melhoria contínua nos processos. Ela deve se tornar cultura. Fila Falta de clientes Retaguarda auxiliar (proativamente) Linha de frente auxiliar nos serviços internos

10 Processo de melhoria Satisfação do cliente Gerenciamento item Objetivo de todos Coleta de dados e análise estatística Respeito às pessoas Considerar as pessoas e suas idéias PROCESSO PDCA –Planejar –Fazer –Checar –Agir

11 Processo de melhoria –Planejar –Fazer –Checar –Agir Escolha do problema: - Indicadores de desempenho. - Análise de causa-raiz. - Planeja a ação.

12 ValorGravidadeUrgênciaTendênciaG x U x T 5 Os prejuízos são gravíssimos É necessário uma ação imediata Se nada for feito pode piorar 5x5 5=125 4 Muito Grave Com alguma urgência Vai piorar em pouco tempo 4x4 4=64 3 Grave O mais cedo possível Vai piorar em médio prazo 3x3 3=27 2 Pouco grave Pode aguardar um pouco Vai piorar num longo prazo 2x2 2=6 1 Sem gravidadeNão há pressaNão vai piorar 1x1 1=1 Seleção dos problemas

13 Processo de melhoria Implementa a mudança no processo. Monitoramento e reunião de informações. –Planejar –Fazer –Checar –Agir

14 Processo de melhoria Planejado x realizado –Planejar –Fazer –Checar –Agir

15 Processo de melhoria Mudanças de sucesso = novo padrão. Problemas (novos e remanescentes) = novo plano –Planejar –Fazer –Checar –Agir

16 Processo de melhoria Tempo Qualidade PD CA –Planejar –Fazer –Checar –Agir

17 5W1H Processo de melhoria

18 SITE CEFET MINAS GERAIS CASE HOTEL VILLA VELHA

19 Produtividade e Qualidade. Produtividade é a forma como a colaboração é transformada em produção, valorizada pelos consumidores. A qualidade refere-se ao nível de satisfação dos consumidores, de acordo com suas necessidades, desejos e expectativas. A qualidade é essencial para diferenciação e lealdade dos clientes. É importante que haja equilíbrio entre produtividade e qualidade.

20 Pessoas. Muitos serviços dependem da interação entre clientes e colaboradores, o que influencia a percepção com relação a qualidade dos serviços. As empresas de serviços de sucesso empregam um esforço significativo ao recrutamento, treino e motivação do seu pessoal, especialmente o de linha de frente.

21 Pessoas - Atendentes diretos Componentes da organização, determinantes da qualidade do serviço para os clientes. Produzem impactos nos setores de atividades responsáveis pelos processos de serviços. Pessoas que lidam com clientes, via telefone ou pessoalmente.

22 Pessoas - Motivadas Equipes competentes e motivadas fazem clientes felizes. Comprometidas com o melhor serviço para os clientes. Selecionadas, recrutadas e bem treinadas de acordo com cada função junto aos clientes. A empresa gozará de importante vantagem competitiva.

23 Pessoas – Diferenciais Treinadas e motivadas, ofertarão um alo nível de suporte e conselho. Pré-venda e pós-venda ocorrem de maneira espontânea. Impacto posiivo no preço, já que os clientes querem serviços confiáveis e de qualidade (Preço justo). Pessoas confiáveis geral uma estrutura de custos maior. Porém, mais resultados e menos erros.

24 Pessoas – Prioridades estratégicas Talento é um recurso estratégico que deve estar no topo da lista. Investir no talento e conhecimento dos funcionários. Talento e conhecimento + relacionamento adequado. Aceitar idéias novas, mesmo que não sejam próprias.

25 Pessoas - Desenvolvimento Alta administração deve ter visão mais ampla quanto à formação dos funcioários. Desenvolver suas capacidades com vista ao crescimento pessoal, gestão da carreira. Educar e ajudar para que alcancem seu potencial pleno.

26 Pessoas - Stakeholders Clientes: identificação, hábitos, cultura, sazonalidade etc. Fornecedores: parceiros do seu negócio, dividem as preocupações, conselheiros etc.

27 Pessoas – Top 10 Serviço Cliente Quando se trata de manter o cliente feliz, há que manter no mais alto escalão de pontuação, quer a qualidade do funcionário quer a eficiência do serviço.

28 Promoção Desempenha três papéis vitais: produção de informação necessária e dicas, persuasão do cliente sobre os benefícios de um serviço e o estímulo para que adotem determinadas ações. No marketing de serviços a comunicação é, essencialmente educacional, especialmente para novos consumidores. A comunicação pode ser individual (força de vendas) ou por mídia de massa (tv, rádio, imprensa, jornais...).

29 Percepção / Perfil ( Physical evidence - Evidência Física ) Local de atendimento, veículos da empresa, serviço em si, equipamentos, colaboradores, papelaria e outros aspectos visíveis fornecem tangibilidade aos serviços. É fator importante e de grande impacto na percepção de qualidade dos clientes.

30 Preço Tem a ver com os custos que os clientes terão na conratação dos serviços. São mais complexos do que os estipulados para os produtos.

31 Projeto do Processo de Serviços – 2ª parte Histórico; Público–alvo; Objetivos: –Aumentar o fluxo de pessoas à loja; –Aumentar tempo médio de permanência dentro da loja. Concorrentes; Diferenciação / Inovação e Valor; Estratégias utilizando os 8Ps do Marketing de Serviços (mínimo 5 ações); Argumentação Estratégica; Orçamentos / planilhas de custos; Verba Total: –R$80.000,00 Conclusão.

32 PERFIL - Evidência física e o cenário de serviços Local onde o serviço é executado; Ambiente onde a empresa interage com o cliente; Componente tangível que ajude no desempenho ou na comunicação do serviço. Os clientes normalmente buscam sinais tangíveis ou evidências físicas para avaliar o serviço antes de comprá-lo e para que possam avaliar sua satisfação durante e após o consumo.

33 Tipos de ambientes Auto-serviço: onde o cliente realiza a maior parte das atividades e há pouca ou nenhuma participação de funcionários; Serviço a distância: há pouco ou nenhum envolvimento de clientes com o cenário de serviços. Serviços interpessoais: tanto o cliente quanto o funcionário devem estar presentes no cenário de serviços.

34 Papéis do cenário de serviços Embalagem: elementos de evidência física (pacotes, embalagens especiais etc.) Projetadas para representar uma imagem particular ou para provocar uma reação emocional. Facilitador: o cenário de serviços que favorece o desempenho das pessoas. O ambiente projetado pode ampliar ou inibir a eficácia do fluxo de atividades no ambiente em que os serviços são prestados. Socializador: de funcionários e clientes, que auxilia a formar papéis, comportamentos e relacionamentos desejados. Diferenciador: pode diferenciar uma empresa de seus concorrentes e indicar qual o segmento de mercado ao qual o serviço destina.

35 Reações humanas ao cenário de serviços Ambiente e Percepção: a crença de uma pessoa acerca de um lugar pode influenciar sua reação emocional. Ambiente e Emoção: além de influenciar crenças, o cenário de serviços é capaz de gerar reações emocionais que geram comportamentos. Ambiente e Psicologia: pessoas reagem de formas diferentes ao ambiente (humores individuais, propósitos e expectativas). Características pessoais fazem com que certos grupos reajam de modos similarmente previsíveis. Pessoas reagem de forma integrada aos seus ambientes.

36 Condições do ambiente Layout e funcionalidade do espaço: disposição dos equipamentos e móveis, tamanho e a forma e às relações espaciais entre os mesmos. Funcionalidade refere-se à habilidade desses itens para facilitar o atendimento dos objetivos de clientes e funcionários. Sinais símbolos e objetos: sinais explícitos ou implícitos da comunicação no local. Podem ser usados como etiquetas, com propósitos de orientação e para comunicar regras de comportamento.

37 Cenário como condicionante de comportamento A evidência física da empresa usada como uma diferenciação de serviço. A aparência dos funcionários e das instalações têm impacto direto na percepção dos consumidores. Apelos sonoros: definir disposição, chamar a atenção e informa. Musica afeta as vendas, aumenta a percepção do cliente da atmosfera da loja e influencia no aumento da permanência na loja. Música rápida acelera o ritmo das transações. Diminuir o ritmo da música encoraja clientes a passar mais tempo no local.

38 Cenário como condicionante de comportamento Apelos visuais provocam estímulos. Os três estímulos básicos primários que chamam a atenção dos consumidores são tamanho, forma e cores. Tamanho: quanto maior o tamanho da empresa, maior a associação com importância, poder, sucesso, segurança e estabilidade. Quanto maior a empresa, menor o risco. Empresas grandes pode ser percebidas como impessoais e frias. Clientes buscam empresas menores, mais pessoais, íntimas e acolhedoras.

39 Cenário como condicionante de comportamento Forma: prateleiras, espelhos janelas, papel de parede e linhas verticais são percebidas como rígidas, severas e capazes de emprestar um caráter masculino a uma área. Linhas horizontais: relaxamento e tranqüilidade. Linhas diagonais de progressão, proatividade e movimento. Formas e linhas curvas são percebidas como femininas e circulantes.

40 Cenário como condicionante de comportamento Cores: o impacto da cor é o resultado da matiz, brilho e intensidade. Cores quentes: ambientes varejistas, encorajam decisões rápidas e compras com baixo envolvimento. Cores frias: distantes, indiferentes e formais. Favoráveis quando clientes precisam de tempo para tomar decisões, como compras de alto índice de envolvimento. Crianças preferem cores brilhantes. Adultos cores suaves

41

42 Cores mais claras: sensação de grandeza. Ajudam os acessórios a se misturarem com o ambiente.

43 Cores mais escuras: fazem espaços grandes e vazios parecerem menores. Chamam atenção dos consumidores.

44 Cores vivas fazem objetos parecer maiores do que cores mais opacas.

45 Cores opacas fazem objetos parecer menores.


Carregar ppt "O Marketing Mix dos Serviços Complementação Trabalho Processo de Serviços Perfil (Physsical Evidence)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google