A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Demanda e fundamentos abrem nova era de mercado e novo patamar de preços das commodities agrícolas Jack Scoville Price Futures Group Jun/1st.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Demanda e fundamentos abrem nova era de mercado e novo patamar de preços das commodities agrícolas Jack Scoville Price Futures Group Jun/1st."— Transcrição da apresentação:

1 Demanda e fundamentos abrem nova era de mercado e novo patamar de preços das commodities agrícolas Jack Scoville Price Futures Group Jun/1st

2 Produção Agrícola, Fundamentos e Preços Primeiramente, muito obrigado pela oportunidade de estar aqui apresentando algumas idéias sobre o que está acontecendo nos mercados agrícolas aqui no Brasil, nos Estados Unidos, minha terra natal, e também mundialmente. O mundo tem observado várias mudanças nos últimos 30 (trinta) anos e eu acredito que mais ainda está por vir. Nós temos visto várias mudanças políticas. Por exemplo, o Muro de Berlim caiu e a Rússia afastou-se do modelo comunista para um modelo mais capitalista. A China retém o modelo político comunista, mas também pratica o capitalismo em alta escala. Potências regionais se desenvolveram e a arena política mundial do leste competindo contra o oeste tem diminuído. O Brasil é um dos países cuja estatura política tem aumentado em grande escala nos últimos 20 (vinte) ou 30 (trinta) anos.

3 Grandes mudanças também aconteceram no cenário econômico nos últimos 30 (trinta) anos. O índice industrial Dow Jones fechou em 1981 (mil novecentos e oitenta e um) a 879 (oitocentos e setenta e nove). Atualmente, o mesmo é negociado bem acima de 12,000 (doze mil)! O petróleo que era negociado entre $20.00 (vinte) e $30.00 (trinta) por barril entre 1981 (mil novecentos e oitenta e um) e 2000 (dois mil), começou a sofrer aumento nos preços após este período. A soja era frequentemente cotada aproximadamente em $5.00 (cinco) por bushel há 30 (trinta) anos atrás, o trigo trabalhava em uma média de $3.50 (três e cinquenta) por bushel, o milho atuava entre $ 2.00 (dois) e $2.50 (dois e cinquenta) por bushel, ao menos que acontecesse algum problema climático ou algo relacionado. Eu lembro que uma ótima safra brasileira de soja era entre 16 (dezesseis) e 18 (dezoito) milhões de toneladas e a CONAB este ano, estimou a produção acima de 73 (setenta e três) milhões de toneladas. Uma excelente safra de milho nos Estados Unidos era de talvez 7 (sete) ou 8 (oito) bilhões de bushels, agora nós esperamos produzir acima de 13 (treze) bilhões neste ano. Lembrando que toda esta produção pode ainda não ser suficiente para satisfazer os requerimentos de demanda.

4 Informação e comunicação são outros dois fatores que mudaram drasticamente. Há 30 (trinta) anos atrás eu comecei a efetuar ligações para o Brasil dos telefones do pregão de negociação da bolsa de valores de Chicago. Eu tinha que gritar o mais alto possível para poder ser ouvido do outro lado da linha. Porém, isto acontecia apenas quando eu tinha sorte de conseguir a ligação. Frequentemente, levava meia hora ou mais para conseguir falar com alguém em São Paulo e então, eu precisava ser otimista e esperar que a ligação durasse tempo suficiente para eu passar as informações necessárias e conseguir pegar as ordens. Agora eu não preciso mais me preocupar com isso! A qualidade da ligação é tão boa quanto as ligações domésticas que eu faço para os meus amigos e clientes americanos! Eu posso conseguir comunicação com qualquer pessoa em praticamente todo o mundo através do celular. Contudo, eu talvez nem precise ligar, afinal eu posso apenas enviar uma mensagem através da internet em uma sala de chat que não custa nada ou quase nada para usar.

5 Os computadores já existiam há 30 (trinta) anos atrás, mas eram super caros e grandes. A capacidade de armazenamento e as ferramentas dos computadores aumentaram expressivamente. O que tomava o espaço inteiro de uma sala, especialmente equipada com ar condicionado para manter o equipamento em condições ideais, levando vários dias para efetuar cálculos, agora pode ser feito em uma fração de segundos em um lap top. Este mesmo lap top me fornece acesso instantâneo mundial, algo que eu podia apenas sonhar há 30 (trinta) anos atrás. O computador revolucionou totalmente nosso mundo e nossa capacidade de comunicação. E isso é extremamente importante de ser entendido, já que nós procuramos entender o passado recente para entender o que possivelmente acontecerá no futuro.

6 O computador está causando uma revolução da mesma magnitude que a Revolução Industrial teve no início de 1900 (mil e novecentos). A Revolução Industrial criou deslocamentos de pessoas que foram obrigadas a mudar do campo para encontrar trabalho nas fábricas das indústrias recém-criadas nas cidades. Agora, o computador também está criando deslocamentos, já que robôs e computadores substituem alguns trabalhadores de fábricas e escritórios. Todavia, o mesmo está criando novas indústrias, da mesma forma que a Revolução Industrial fez. Adicionalmente, novos caminhos de estudo para nossos estudantes universitários em programas de ciência da computação, o que não existia antes.

7 A Revolução Industrial criou o excesso da estrondosa década de 20 (vinte) e a depressão de 1930 (mil novecentos e trinta). Da mesma maneira, a revolução do computador criou o excesso dos anos 2000 (dois mil) e a depressão que estamos apenas tentando nos livrar agora. O excesso financeiro visto em Wall Street nos últimos dez anos é quase o mesmo que aconteceu em 1920 (mil novecentos e vinte) e até mesmo alguns dos participantes são praticamente os mesmos. Os magnatas ladrões e gananciosos da Wall Street e os banqueiros nunca sairam de cena! E nós deixamos isso acontecer! Todas as proteções e regras instituídas em resposta ao colapso e depressão de 1930 (mil novecentos e trinta) foram sistematicamente desmanteladas, começando com o presidente Ronald Reagan e continuando com os presidentes de ambos os partidos (democrata e republicano) até final dos anos de George Bush II (segundo). Então, nós tornamos isso mais fácil de acontecer.

8 A Revolução Industrial criou novas demandas para a agricultura, já que as pessoas mudaram-se para as cidades. Os supermercados precisaram fornecer mais alimentos para atender as pessoas agora morando nas cidades em crescimento e não mais produzindo sua própria comida no campo. E então, mais pessoas vieram para promover novos serviços e consequentemente a demanda por alimentos cresceu novamente. Um detalhe que nós americanos, tivemos a precaução de tomar durante a depressão dos anos 30 (trinta), foi de dizer aos nossos agricultores para produzir e que nós, como uma sociedade, iríamos nos certificar que eles tivessem subsistência. Nós subsidiamos nossos agricultores e mantivemos os preços baixos. Nós fomos capazes de pegar o dinheiro salvo com a agricultura e usá-lo para reconstruir nossa economia. Ultimamente, nós, Estados Unidos e grande parte do mundo estamos e continuamos a nos mover para fora dos subsídios para a agricultura. Então agora, fica a nosso critério como participantes do mercado, mostrar o lucro aos agricultores de todas as partes do mundo. Talvez não um grande lucro ou lucro durante grande parte do ano, mas lucro em certo ponto e outro. Isto não era necessário no passado.

9 Eu lembro que há alguns anos atrás os futuros de grãos e oleaginosas e o mercado físico nos Estados Unidos, apenas eram negociados nos níveis ou levemente acima dos níveis de suporte dos preços. Havia fornecimento mais que suficiente nos Estados Unidos, com os futuros sendo fixados contra o preço de suporte. Os futuros não podiam trabalhar com grande diferença negativa ou ninguém vendia mais. Entretanto, não havia razão para negociar mais do que alguns centavos acima do suporte, já que todo mundo venderia e tomaria o dinheiro extra. Os níveis de suporte ainda existem, mas muito abaixo dos valores atuais e não são altamente relevantes no momento.

10 O colapso das economias comunistas e o final da Guerra Fria promoveu várias alterações mundiais políticas e econômicas. Novos poderes econômicos surgiram para competir com os Estados Unidos e Europa. Várias pessoas atualmente têm mais dinheiro para gastar, em setores como por exemplo o alimentício, e estão comendo melhor. Elas conseguem comprar carros novos ou carros pela primeira vez na vida e consomem mais energia, já que demandam mais produtos. Produtores de todos os bens, incluindo produtos agrícolas, têm respondido ao desafio da demanda, mas existem dificuldades extremas. Por exemplo, o clima está muito instável, pois os ciclos climáticos saem de uma era e entram em outra. Apenas nos Estados Unidos nós temos visto furacões destruirem safras de arroz, algodão e açúcar. Enchentes históricas neste ano no Centro-Sul, temperaturas baixas e excesso de chuvas em outra áreas e seca terrível no sul das Grandes Planícies (Great Plains) americanas. Outras partes do mundo também tiveram problemas climáticos. As culturas na Colômbia e Austrália têm sofrido com o excesso de chuvas, culturas na Rússia e Austrália têm sofrido com a seca. Deste modo, a produção mundial teve crescimento de problemas, mesmo com produtores tentando aumentar a produção para atender a demanda.

11 Eu lembro ter sentado no escritório de um meteorologista de classe mundial, em Boston, há 20 (vinte) anos atrás. Ele é a pessoa que basicamente inventou a previsão do clima para os interesses agrícolas nos Estados Unidos e a empresa que ele fundou ainda fornece para grande parte do mundo, as previsões de safra e informações relevantes. Ele me explicou que o clima funciona em ciclos. O clima mostra um período de estabilidade por talvez 60 (sessenta) ou 70 (setenta) anos e então, passa para um período de mudanças antes de voltar para outro período estável. Ele observou que o clima americano e mundial foi extremamente estável desde os períodos de 1920´2 (mil novecentos e vinte, vinte e dois) e 30´s (trinta), quando os Estados Unidos entraram nos anos de tempestade de pó, com seca extrema nas Planícies, bem como clima extremo em outras áreas. Ele percebeu que um outro período estava a caminho, mas que o mesmo não iria restar por muito tempo, até que o mundo entrasse em um novo regime de clima estável.

12 Em outras palavras, ele estava descrevendo o período de tempo que nós estamos vivendo no momento, o período de transição. Isto implica que o clima irá em breve começar a acalmar-se. Ninguém consegue dizer se estas modificações finais irão se concretizar neste ano ou em alguns anos, mas o período que estamos vivendo irá passar. O mundo ficará mais frio ou mais quente? Ninguém consegue afirmar com certeza. Nós podemos dizer, contudo, que o clima será mais estável e nós iremos viver e produzir, o que ocasionará um tempo melhor para modificar processos e insumos para atender as mudanças finais. A produção de mercadorias, especialmente agrícolas, irá se tornar muito mais fácil para se prever e a precificação ficará mais fácil.

13 Economias capitalistas também trabalham em ciclos. O capitalismo vai de uma base até o topo, com longos períodos de relativa estabilidade entre eles. Por exemplo, as economias do mundo entraram em um período de rápida modificação na Revolução Industrial. Isto criou um período de grande boom nos anos de 1920 (mil novecentos e vinte), então a depressão dos anos 30´s (trinta) e posteriormente, um longo período de maior estabilidade com crescimento consistente até os anos de 1990 (mil novecentos e noventa). Estudos econômicos históricos podem comprovar o mesmo ciclo se repetindo de volta até a Idade Média. O resultado final do último período de grandes ciclos econômicos, terminou com os Estados Unidos como potência econômica mundial dominante em detrimento da Europa e também cada vez mais importante no cenário político mundial.

14 O mundo vem passando por um ciclo semelhante nos últimos 15 anos. Tivemos a revolução do computador em vez da Revolução Industrial. Tivemos um aumento muito grande na média do índice industrial Dow Jones, então um colapso e depois uma recuperação. O mercado de ações entrou em colapso em 1929 (mil novecentos e vinte e nove), criando várias dificuldades econômicas. O colapso do mercado de ações há alguns anos atrás fez a mesma coisa. Adicionalmente, o desenvolvimento de novas potências econômicas desafia os Estados Unidos e a Europa. Os maiores competidores são os chamados países do BRIC, que são Brasil, Rússia, Índia e China. Isso está acontecendo quase da mesma maneira que os Estados Unidos cresceram para desafiar a Europa há quase um século atrás.

15 Esses países em desenvolvimento estão submetidos a períodos de crescimento explosivo, com o crescimento da China sendo o mais conhecido e documentado. O crescimento não vai desaparecer, mas vai começar a abrandar, já que todos esses países terão que consolidar todo esse crescimento e fazer algumas alterações em infra-estrutura e setores afins, para conseguirem manter-se em equilíbrio. Isto implica que a demanda por produtos também vai começar a estabilizar-se. Mas os preços não voltarão aos níveis vistos há 15 (quinze) ou 20 (vinte) anos atrás. Eles vão ficar em um nível mais elevado, porque os preços de produtos básicos precisam encontrar novamente a relação entre os mercados financeiros e mercados de commodities. Significa dizer que os preços dos produtos básicos, incluindo produtos agrícolas, precisam alcançar um novo patamar, devido aos novos níveis vistos nos mercados de ações e nos preços dos produtos acabados. É missão do mercado continuar a desenvolver estas relações de preços mais uma vez.

16 Lembre-se, que os Estados Unidos no passado manteve os preços dos produtos agrícolas muito baixos, em um nível artificialmente baixo. Isso não é o caso agora. É muito possível que as novas relações irão incluir preços mais elevados do que o observado nos últimos 100 anos para os produtos básicos quando comparados aos produtos industriais. Mesmo que isso não seja verdadeiro, os preços dos produtos básicos serão mais altos apenas pelo fato do mundo estar mais rico e ter mais dinheiro para gastar. Isto é mais fácil de visualizar olhando os gráficos históricos dos índices de ações e índices de commodities.

17 O dólar americano irá encontrar o seu fundo e vai começar a desenvolver novas relações comerciais com moedas de outros países. Os Estados Unidos por muitos anos manteve a sua moeda artificialmente elevada para combater a inflação. O dolar artificialmente elevado abriu espaço para países como o Brasil e a China desenvolverem-se e vender à preços inferiores aos dos Estados Unidos. Porém, no final, os Estados Unidos não conseguiram manter o dólar em níveis elevados. Nós não conseguimos exportar muito e muitas empresas enviaram a fabricação e processamento para o exterior, a fim de aproveitar os preços mais baratos dos insumos oferecidos no exterior. Agora, o dólar deve ir demasiadamente para baixo para forçar novos negócios a voltarem para os Estados Unidos ou pelo menos este é o objetivo. A nova variação do dólar contra moedas do mundo encontrará certa estabilidade uma vez que certo equilíbrio seja encontrato na economia mundial. Isso deve provavelmente acontecer nos próximos anos. Tal fato, ajudará a garantir preços mais estáveis nas commodities, uma vez que vai remover uma fonte de incerteza de preços. As commodities são cotadas em dólar, então um dólar mais estável pode promover preços mais estáveis para as commodities em geral.

18 Considerando que meu bom amigo meteorologista esteja certo, o clima também ficará mais estável. Eu não tenho nenhuma razão para pensar que ele não esteja certo. Afinal, as previsões dele até o momento mostram-se absolutamente corretas. Ele passou 50 anos estudando e prevendo o tempo. Então, eu estou certo em confiar no julgamento dele antes de confiar em qualquer um dos demais meteorologistas que entraram em cena apenas nos últimos anos. Adicionalmente, ele tem a história do seu lado. Haverá mudanças para a agricultura, mas, pelo menos um regime de clima mais estável, permitirá à produtores e outros participantes adaptarem-se à estas mudanças. Nós não sabemos ainda o que serão estas mudanças relacionadas com o clima. Mais quente, mais frio, mais umidade, mais seca? Nós não sabemos! No entanto, é possível que um regime de clima mais estável ocasione uma pressão menor sobre os preços, já que o clima mais estável significa uma fonte de risco mais baixa e menor preocupação com a produção.

19 Tudo isso sugere que o atual período de extrema volatilidade vai começar a diminuir em um futuro próximo. Nós vamos ficar com preços mais elevados para todos os produtos agrícolas, mas com mais dinheiro para pagar por eles. Mas os problemas e a necessidade dos produtores analisarem cuidadosamente os custos e retornos de investimentos não vai mudar. Está claro que várias relações serão modificadas. Para os produtores agrícolas isto implica várias coisas. Poderia muito bem significar que os produtores receberão mais a médio prazo pelos seus produtos. Mas, eles terão de investir mais dinheiro em insumos, terra e equipamentos. No fim das contas, a vida vai retornar a um padrão mais estável e o mundo vai começar a crescer novamente de uma forma mais sustentável, embora nem sempre com progresso. Haverá sempre momentos difíceis para se trabalhar, isto faz parte da vida em qualquer nível.

20 Jack Scoville Price Futures Group Trading Investments Advice


Carregar ppt "Demanda e fundamentos abrem nova era de mercado e novo patamar de preços das commodities agrícolas Jack Scoville Price Futures Group Jun/1st."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google