A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIREITO DO TRABALHO Profa. Dra. Grasiele A. Ferreira Nascimento

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIREITO DO TRABALHO Profa. Dra. Grasiele A. Ferreira Nascimento"— Transcrição da apresentação:

1 DIREITO DO TRABALHO Profa. Dra. Grasiele A. Ferreira Nascimento
Aula 1: História, fontes e princípios do Direito do Trabalho 2009

2 Bibliografia recomendada:
MARTINS, Sérgio Pinto. Direito do Trabalho. Ed. Atlas NASCIMENTO, Amauri Mascaro. Iniciação ao Direito do Trabalho. Ed. LTr.

3 Evolução mundial Escravidão: primeira forma de trabalho
Platão e Aristóteles (Grécia): sentido pejorativo do trabalho - força física Servidão: Feudalismo - os servos entregavam parte da produção aos senhores feudais em troca da proteção militar e política e do uso da terra Trabalho = castigo.

4 Evolução mundial Corporações de ofício:
(mestres - companheiros - aprendizes) mestres: proprietários das oficinas companheiros: trabalhadores “assalariados” aprendizes: menores que recebiam ensino metódico do ofício. (castigos corporais)

5 Evolução mundial Características das corporações:
a) estabelecer uma estrutura hierárquica; b) regular a capacidade produtiva; c) regulamentar a técnica de produção.

6 Evolução mundial Jornada de trabalho - 12/14 h/d
- lampião a gás (1792) As corporações de ofício foram suprimidas com a Revolução Francesa, em 1789, por serem incompatíveis com o ideal de liberdade do homem.

7 Evolução mundial Revolução Industrial:
- transformou o trabalho em emprego; - a força humana é substituída pela máquina; - surge o trabalhador assalariado (operadores dás máquinas) e as reivindicações de melhores condições de trabalho e de salário; - liberdade contratual;

8 Evolução mundial - O Estado passa a ser intervencionista, interferindo nas relações de trabalho; “Deve-se assegurar uma superioridade jurídica ao empregado em função de sua inferioridade econômica” (Galart Folch)

9 Evolução mundial Primeiras normas de proteção:
- Lei de Peel (1802) - Inglaterra; - Encíclica “rerum novarum” (1891); - Constituição do México (1917); - Constituição de Weimar (1919); - Tratado de Versalhes (1919) - OIT; - “Carta del Lavoro” (1927) - Itália; - Declaração dos Dir. do Homem (1948).

10 Evolução no Brasil Primeiras Constituições - versavam apenas sobre a forma de Estado C aboliu as corporações de ofício - liberdade profissional Lei do Ventre Livre (1871) Lei Saraiva-Cotegipe (1885) - lei dos sexagenários Lei Áurea (1888) - ass. pela Princesa Isabel

11 Evolução no Brasil C reconheceu a liberdade de associação e reunião (livremente e sem armas) Leis ordinárias - trabalho de menores (1891); organização dos sindicatos rurais (1903) e urbanos (1907), etc. Surge a política trabalhista de Getúlio Vargas (1a Grande Guerra e OIT)

12 Evolução no Brasil Criação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio C primeira ref. Direito do Trabalho. Garantia: liberdade sindical, isonomia salarial, salário mínimo, jornada de 8h/d, proteção ao trabalho das mulheres e dos menores, repouso semanal, férias anuais remuneradas.

13 Evolução no Brasil Carta Const fase intervencionista do Estado, decorrente do Golpe de Getúlio Vargas. “O liberalismo econômico era incapaz de preservar a ordem social, daí a necessidade de intervenção do Estado para regular tais situações” (Oliveira Viana)

14 Evolução no Brasil - instituiu o sindicato único, imposto por lei, vinculado ao Estado; - foi criado o imposto sindical; - proibição da greve e do “lockout” CLT (1943) - Decreto-lei n. 5452, de 1/5/43 C norma democrática que rompe com o corporativismo. Direitos: partic. nos lucros, dsr, estabilidade, greve, etc.

15 Evolução no Brasil C e EC n. 1/69 - mantém os direitos trabalhistas C arts. 7 a 11

16 FONTES DO DIREITO DO TRABALHO
Constituição Federal Leis ordinárias Atos do Poder Executivo Sentença Normativa Convenções e acordos coletivos Regulamento de empresa Contrato de trabalho Usos e costumes

17 APLICAÇÃO DAS NORMAS DE DIREITO DO TRABALHO
Os problemas decorrentes da multiplicidade de fontes e de normas podem ser resolvidos pela hierarquia, afastando as antinomias, pela integração de lacunas, quando não há norma específica, e pela interpretação, isto é, a compreensão do significado da norma.

18 I- HIERARQUIA ·        Kelsen – pirâmide/CF = fundamentos e validade das normas inferiores. ·        Princípio da norma mais favorável ao trabalhador = hierarquia dinâmica das normas, salvo disposições estatais imperativas ou de ordem pública.

19 II - INTERPRETAÇÃO II – Análise da norma jurídica que vai ser aplicada aos casos concretos. ·        Técnicas : A)   Gramatical ou literal = verificação gramatical do sentido do texto. B)   Lógica = estabelece conexão entre vários textos legais. C)   Teleológica ou finalística = fim objetivado pelo legislador

20 II - INTERPRETAÇÃO D)   Sistemática = com base no sistema no qual está inserido, sem se ater à interpretação isolada de um dispositivo, mas a seu conjunto. E)   Extensiva ou ampliativa = em que se dá um sentido mais amplo à norma a ser interpretada do que ela normalmente teria F)   Restritiva ou limitativa = sentido mais restrito à interpretação G)   Histórica = evolução histórica dos fatos H)   Autêntica (legal ou legislativa) = do próprio órgão que editou a norma.

21 III - INTEGRAÇÃO Para suprir lacunas existentes na norma jurídica
·        Técnicas: A)   Analogia B)   Equidade C)   Princípios gerais do Direito D)   Doutrina

22 PRINCÍPIOS ·   “Princípios são as proposições básicas que fundamentam as ciências. Para o Direito, princípio é seu fundamento, a base que irá informar e inspirar as normas jurídicas.” (Sergio P. Martins)

23 FUNÇÕES DOS PRINCÍPIOS
Informadora = fundamentação da norma jurídica Normativa = fonte supletiva nas lacunas ou omissões Interpretativa = critério orientador para o intérprete

24 PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO
GERAIS ESPECÍFICOS = Américo Plá Rodrigues (autor uruguaio) elenca seis princípios : - Princípio da primazia da realidade - Princípio da irrenunciabilidade dos direitos - Princípio da continuidade do trabalho - Princípio da razoabilidade - Princípio protecionista - Princípio da boa-fé

25 Princípio Protecionista
Interpretação mais benéfica Prevalência da norma mais favorável da condição


Carregar ppt "DIREITO DO TRABALHO Profa. Dra. Grasiele A. Ferreira Nascimento"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google