A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO PAULO OLIVEIRA. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO Criança X Adulto X Idoso Criança X Adulto X Idoso Homem X Mulher Homem X Mulher.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO PAULO OLIVEIRA. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO Criança X Adulto X Idoso Criança X Adulto X Idoso Homem X Mulher Homem X Mulher."— Transcrição da apresentação:

1 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO PAULO OLIVEIRA

2 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO Criança X Adulto X Idoso Criança X Adulto X Idoso Homem X Mulher Homem X Mulher Complicada X Não-Complicada Complicada X Não-Complicada

3 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO CISTITE CISTITE PIELONEFRITE AGUDA PIELONEFRITE AGUDA

4 CISTITE –CONCEITO Infecção bacteriana aguda da bexiga Infecção bacteriana aguda da bexiga Flora semelhante de outras ITU – enterobactérias Flora semelhante de outras ITU – enterobactérias –Escherichia coli –Proteus sp –Enterobacter –Klebsiella pneumoniae –Pseudomonas aeruginosa –Staphylococcus saprophyticus

5 CISTITE –Fatores predisponentes Obstipação crônica Obstipação crônica Baixa ingesta hídrica Baixa ingesta hídrica Vida sexual ativa Vida sexual ativa Hipoestrogenismo Hipoestrogenismo Retardar demasiadamente a micção Retardar demasiadamente a micção Distopias genitais (cistocele, enterocele...) Distopias genitais (cistocele, enterocele...) Bexiga neurogênica Bexiga neurogênica Litíase Litíase

6 CISTITE 11% das mulheres/ano 11% das mulheres/ano 50% de todas as mulheres 50% de todas as mulheres 3,6 milhões de consultas/ano nos EUA entre mulheres de 18 a 75 anos 3,6 milhões de consultas/ano nos EUA entre mulheres de 18 a 75 anos Custos diretos de U$ 1,6 Bi Custos diretos de U$ 1,6 Bi Afeta principalmente mulheres jovens Afeta principalmente mulheres jovens Fihn S, NEJM, Jul 2003,

7 CISTITE

8 CISTITE –Causa mais comum de ITU na Unidade de Emergência –Sintomas muito intensos –Rápida evolução

9 CISTITE –DIAGNÓSTICO História Clínica História Clínica Sumário de Urina Sumário de Urina USG USG Urocultura (situações especiais) Urocultura (situações especiais) Cistoscopia (diagnóstico diferencial) após a fase aguda, quando necessário. Cistoscopia (diagnóstico diferencial) após a fase aguda, quando necessário.

10 CISTITE –QUADRO CLÍNICO Disúria / polaciúria / nictúria Sensação de esvaziamento incompleto Sensação de esvaziamento incompletoHematúria Urgência miccional Desconforto supra-púbico Dor pélvica Dor pélvica

11 CISTITE DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL

12 CISTITE Urinalysis: A Comprehensive Review. Am Fam Physician 2005;71: JEFF A. SIMERVILLE, WILLIAM C. MAXTED, and JOHN J. PAHIRA.

13 CISTITE –TRATAMENTO Antibioticoterapia (dose única, 3 – 7 dias) Antiespasmódicos / Analgésicos / AINH

14 CISTITE TRATAMENTO Sulfametoxazol + Trimetropin ( mg, 7dias; mg, 3 dias ) Sulfametoxazol + Trimetropin ( mg, 7dias; mg, 3 dias ) Norfloxacina 400 mg 12/12 h, 3 dias Norfloxacina 400 mg 12/12 h, 3 dias Ciprofloxacina 250 mg 12/12h, 3 dias Ciprofloxacina 250 mg 12/12h, 3 dias Levofloxacina 250 mg 1x/dia, por 3 dias Levofloxacina 250 mg 1x/dia, por 3 dias Gatifloxacina 400 mg, dose única Gatifloxacina 400 mg, dose única Amoxacilina + Ac. Clavulanico mg, 8/8h, 3 dias Amoxacilina + Ac. Clavulanico mg, 8/8h, 3 dias Nitrofurantoína 100 mg 6/6h, 7 dias Nitrofurantoína 100 mg 6/6h, 7 dias Ampicilina 500 mg 6/6h, 7 dias Ampicilina 500 mg 6/6h, 7 dias Fosfomicina trimetamina 3g, dose única. Fosfomicina trimetamina 3g, dose única.

15

16 PIELONEFRITE AGUDA hospitalizações/ano nos EUA hospitalizações/ano nos EUA Mortalidade de 10 a 20%/internados Mortalidade de 10 a 20%/internados Incidência 5 Mulheres:1 Homem Incidência 5 Mulheres:1 Homem 1 a 2% das gestantes 1 a 2% das gestantes Foxman B, Klemstine KL, Brown PD. Acute pyelonephritis in US hospitals in 1997: hospitalization and in-hospital mortality. Ann Epidemiol. 2003;13: Ramakrishnan K, et al. Diagnosis and Management of Acute Pyelonephritis in Adults Am Fam Physician 2005;71:

17 PIELONEFRITE AGUDA –CONCEITO Invasão microbiana do parênquima e pelve renal levando a sintomatologia característica Invasão microbiana do parênquima e pelve renal levando a sintomatologia característica

18 PIELONEFRITE AGUDA Ann Intern Med. 2005; 142: Frequency of sexual intercourse in the previous 30 days (odds ratio, 5.6 for >3 times per week), recent urinary tract infection (UTI) (odds ratio, 4.4), diabetes (odds ratio, 4.1), recent incontinence (odds ratio, 3.9), new sexual partner in the previous year (odds ratio, 2.2), recent spermicide use (odds ratio, 1.7), UTI history in the participants mother (odds ratio, 1.6).

19 PIELONEFRITE AGUDA –DIAGNOSTICO História Clínica Exame Físico Leucograma / SU / Urocultura RX simples de Abdomen USG (afastar uropatia obstrutiva) TC (abcesso perinefrético, pielonefrite focal, litíase)

20 PIELONEFRITE AGUDA QUADRO CLINICO QUADRO CLINICO Dor Lombar (ângulo costovertebral) Febre e calafrios Polaciúria / disúria Náusea e vômitos Giordano +

21

22 PIELONEFRITE AGUDA

23

24 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO

25 Pionefrose

26 PIELONEFRITE AGUDA ABSOLUTAS Sepse Sepse Vômitos persistentes Vômitos persistentes Obstrução do trato urinário Obstrução do trato urinário Diagnóstico incerto Diagnóstico incerto Progressão de ITU não complicada Progressão de ITU não complicadaRELATIVAS Idade > 60 anos Imunodeprimidos Anormalidade do trato urinário Condições sociais e econômicas Leucograma INDICAÇÕES PARA INTERNAMENTO

27 PIELONEFRITE AGUDA TRATAMENTO AMBULATORIAL Analgésicos Analgésicos Antibióticos (7 a 14 dias) Antibióticos (7 a 14 dias) Quinolonas (p.ex. Ciprofloxacina 500 mg 12/12h) Quinolonas (p.ex. Ciprofloxacina 500 mg 12/12h) SMZ+TMP SMZ+TMP Cefalosporinas 1a. e 2a. Geração Cefalosporinas 1a. e 2a. Geração Ampicilina-Sulbactan Ampicilina-Sulbactan Amoxacilina+Clavulanato Amoxacilina+Clavulanato

28 PIELONEFRITE AGUDA TRATAMENTO HOSPITALAR Quinolonas Quinolonas Aminoglicosídeos Aminoglicosídeos Cefalosporinas de 2a. Ou 3a. Geração Cefalosporinas de 2a. Ou 3a. Geração Ampicilina+Sulbactan Ampicilina+Sulbactan Amoxacilina+Clavulanato Amoxacilina+Clavulanato Ampicilina + Aminoglicosídeo Ampicilina + Aminoglicosídeo

29 PIELONEFRITE AGUDA TRATAMENTO HOSPITALAR Quinolonas Quinolonas Aminoglicosídeos Aminoglicosídeos Cefalosporinas de 2a. Ou 3a. Geração Cefalosporinas de 2a. Ou 3a. Geração CRITÉRIOS PARA ALTA: CRITÉRIOS PARA ALTA: Afebril > 48 h + Leuco normal Afebril > 48 h + Leuco normal

30

31 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO PIELONEFRITE AGUDA PIELONEFRITE AGUDA –TRATAMENTO CIRÚRGICO Obstrução do trato urinário Obstrução do trato urinário Pionefrose Pionefrose Abscesso renal Abscesso renal

32

33 American Family Physician Paulo Oliveira Ita Heilberg, Nestor Schor. Rev Assoc Med Bras 2003, 49(1):

34

35 INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO ITU NA GESTAÇÃO ITU NA GESTAÇÃO

36 INFECÇÃO URINÁRIA NA GESTAÇÃO IMPORTÂNCIA CLÍNICA ITU Aumenta os riscos ITU Aumenta os riscos Feto Feto Gestante Gestante Gestação Gestação

37 INFECÇÃO URINÁRIA NA GESTAÇÃO EVOLUÇÃO Prematuridade Prematuridade Mortalidade fetal Mortalidade fetal 2,4 X (McGrady et al, Am J Epidemiol 1985) 2,4 X (McGrady et al, Am J Epidemiol 1985) Baixo peso Baixo peso Crescimento retardado da placenta Crescimento retardado da placenta Óbito Óbito Millar LK, Cox SM. Infect Dis Clin North Am 1997; 11: Schieve LA et al. Urinary tract infection during pregnancy: its association with maternal morbidity and perinatal outcome. Am J Public Health 1994; 84: Duarte G, Cunha SP, Mauad Filho F, Berezowski AT, Baruffi I. Feto morto. I. Aspectos conceituais e etiopatogênicos. Rev Bras Ginecol Obstet 1985; 7:115-8.

38 INFECÇÃO URINÁRIA NA GESTAÇÃO TRATAMENTO Não tratar com dose única Não tratar com dose única Não aguardar cultura p/ iniciar atb Não aguardar cultura p/ iniciar atb Iniciar tratamento empírico com derivados de penicilina Iniciar tratamento empírico com derivados de penicilina Se não houver resposta em 2-3 dias, trocar atb Se não houver resposta em 2-3 dias, trocar atb INTERNAR OS CASOS DE PIELONEFRITE INTERNAR OS CASOS DE PIELONEFRITE SEMPRE fazer cultura de controle SEMPRE fazer cultura de controle

39 INFECÇÃO URINÁRIA NA GESTAÇÃO TRATAMENTO DROGAS SEGURAS PENICILINAS PENICILINAS Ampicilina Ampicilina Amoxacilina Amoxacilina Penicilina V Penicilina V CEFALOSPORINAS CEFALOSPORINAS Cefalexina Cefalexina Cefalotina e cefazolina Cefalotina e cefazolina Cefuroxima Cefuroxima Ceftriaxona Ceftriaxona Adaptado de Anthony J Schaeffer Campbells Urology, 2002

40

41


Carregar ppt "INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO PAULO OLIVEIRA. INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO Criança X Adulto X Idoso Criança X Adulto X Idoso Homem X Mulher Homem X Mulher."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google