A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Bioética – Fundamentos Básicos Projeto de Ensino Profª. Maria Elizabeth Urtiaga.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Bioética – Fundamentos Básicos Projeto de Ensino Profª. Maria Elizabeth Urtiaga."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Bioética – Fundamentos Básicos Projeto de Ensino Profª. Maria Elizabeth Urtiaga

2 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Eu proponho o termo Bioética como forma de enfatizar os dois componentes mais importantes para se atingir uma nova sabedoria: e os valores humanos o conhecimento biológico Livro: Bioethics: Bridge to the Future Hilldale Professor Emeritus of Oncology Van Rensselaer Potter

3 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Bioética Emerge como uma reflexão sobre tudo o que interfira no respeito à qualidade e dignidade da vida. Representa, assim: o resgate da ética, da condição plena de cidadania e do respeito às diferenças.

4 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de A ética exige percepção de conflitos da vida psíquica. Emoção Razão Ética

5 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Se fundamenta em três pré-requisitos: Consciência Autonomia Coerência Ética

6 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de A pessoa não nasce ética. Ética Individua l Ética Sua estruturação ética vai ocorrendo juntamente com seu desenvolvimento. A humanização (socialização) constrói a ética individual. Desenvolvimento Socialização Ø

7 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de ÉticaMoral Ética Moral Precisa ser imposta. É externa ao indivíduo. É apreendida. Expressa-se a partir do interior do indivíduo. A ética não é estanque. Está sempre em evolução

8 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Por esse motivo muitos autores consideram problemas éticos como conflitos que devem ser vivenciados pessoalmente, dependendo da cabeça do indivíduo, fruto de conceitos e idéias sociais internalizados e processados ao longo da vida. Ética

9 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Ética Ser ético: Significa a capacidade de percepção dos conflitos entre o que o coração diz e o que a cabeça pensa. Pode-se percorrer o caminho entre a emoção e a razão, posicionando-se na parte desse percurso que se considere mais adequada.

10 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Esses conflitos existem! Agente do Governo Dinheiro Público Razão

11 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Esses conflitos existem! Agente do Governo Dinheiro Público Emoção

12 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Esses conflitos existem!

13 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Que atitude consideras como a mais ética? Esses conflitos existem!

14 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Ética Respeito ao outro como ser humano com sua inerente dignidade. A Ética tem em seu princípio fundamental: Alteridade

15 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Conflito Atual Paradigma Técnico Paradigma Ético Na Modernidade, os benefícios dos avanços da ciência foram incontestáveis até a metade do século XX, com progressos que apontavam para a perspectiva de domínio da razão sobre a emoção. Prevalecendo: a objetividade a individualidade o poder científico a fragmentação do conhecimento

16 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Conflito Atual Paradigma Técnico Paradigma Ético O ser humano conquistou a possibilidade de manipulação sobre a natureza e sobre si mesmo. *Projetos Espaciais *Energia Nuclear *Identificação do DNA abrindo espaço para Projeto Genoma Humano *Medicina Preditiva *Transplantes - Pioneiro Dr. Christian Barnard- África do Sul - (Coração)

17 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Conflito Atual Paradigma Técnico Paradigma Ético Reflexão sobre a ciência e seus avanços frente aos acontecimentos da II Grande Guerra, principalmente pelas pesquisas em grupos vulneráveis e, atualmente, pelos progressos da tecnologia genética.

18 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Esta reflexão resultou na criação de Órgãos e Conselhos de proteção aos direitos fundamentais. *ONU - Declaração Universal dos Direitos Humanos *UNESCO – Declaração Universal sobre o Genoma Humano e os Direitos Humanos *COMISSÃO BELMONT - Relatório criando Princípios Bioéticos, que representavam o resgate do respeito à diferença e da proteção à vulnerabilidade. Paradigma Ético Paradigma Técnico Conflito Atual

19 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Beneficência Não - Maleficência Autonomia Justiça Distributiva Alguns autores não distinguem estes dois princípios, mas há diferença em fazer o bem e não fazer o mal.

20 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Beneficência Não - Maleficência Autonomia Justiça Distributiva São princípios que evidenciam o resgate da subjetividade, da alteridade, da solidariedade e do conhecimento interdisciplinar São princípios que evidenciam o resgate da subjetividade, da alteridade, da solidariedade e do conhecimento interdisciplinar

21 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Início de Vida Direito à Saúde Direitos dos Pacientes Pesquisa em Seres Humanos e Animais Deveres para com as Gerações Futuras Final de Vida Aborto, Reprodução Assistida (eliminação de embriões), Papel da Mulher/Feminismo, Direito da Criança - ECA

22 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Início de Vida Direito à Saúde Direitos dos Pacientes Pesquisa em Seres Humanos e Animais Deveres para com as Gerações Futuras Final de Vida Transplantes, Obstinação em Tratar Ignorando Qualidade de Vida, Terceira Idade - Estatuto do Idoso

23 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Início de Vida Direito à Saúde Direitos dos Pacientes Pesquisa em Seres Humanos e Animais Deveres para com as Gerações Futuras Final de Vida Alocação de Recursos com Equidade

24 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Início de Vida Direito à Saúde Direitos dos Pacientes Pesquisa em Seres Humanos e Animais Deveres para com as Gerações Futuras Final de Vida Preservação do Meio Ambiente

25 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Bioética nada mais é do que os deveres do ser humano para com o outro ser humano e de todos para com a humanidade. André Comte-Sponville* * filósofo francês

26 Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de


Carregar ppt "Grupo de Estudos da É tica na Educa çã o em Sa ú de Bioética – Fundamentos Básicos Projeto de Ensino Profª. Maria Elizabeth Urtiaga."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google