A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Secretaria de Gestão - SEGES Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública Oficina para elaboração da Autoavaliação da Gestão Pública.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Secretaria de Gestão - SEGES Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública Oficina para elaboração da Autoavaliação da Gestão Pública."— Transcrição da apresentação:

1 Secretaria de Gestão - SEGES Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública Oficina para elaboração da Autoavaliação da Gestão Pública. IAGP 250 Pontos

2 Secretaria de Gestão - SEGES Respeitar os horários Manter o celular no modo silencioso Utilizar os intervalos para contatos externos Acordos

3 Secretaria de Gestão - SEGES - Autoavaliar a gestão de uma organização pública; - Capacitar as pessoas dessa organização para atuarem como Facilitadores Internos do processo de avaliação e melhoria contínua da gestão. Objetivos da Oficina:

4 Secretaria de Gestão - SEGES - Organização Autoavaliada; - Pessoas capacitadas para atuarem como Facilitadores Internos de avaliação e melhoria contínua da gestão. Resultados Esperados

5 Secretaria de Gestão - SEGES - Perfil da organização definido; -- Autoavaliação realizada; -- Oportunidades de Melhorias priorizadas; - Plano de Melhoria da Gestão elaborado; Produtos Esperados

6 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

7 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

8 Secretaria de Gestão - SEGES O que é o GesPública? Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização. Criado pelo Decreto nº de 23 de fevereiro de Evolução histórica de iniciativas. Missão e Visão de Futuro

9 Secretaria de Gestão - SEGES Contando a História Realinhamento do Modelo de Excelência em Gestão Pública - MEGP GesPública Programa de Qualidade no Serviço Público - PQSP Programa de Qualidade e Participação na Administração Pública - PQAP Sub programa da Qualidade e Produtividade na Administração Pública - PBQP Programa Nacional de Desburocratização Comissão de Simplificação Burocrática 2008

10 Secretaria de Gestão - SEGES MISSÃO Promover a gestão pública de excelência, visando contribuir para a qualidade dos serviços públicos prestados ao cidadão e para o aumento da competitividade do País. VISÃO Até 2015, a excelência em gestão pública deverá ser um valor preservado pelas instituições públicas e requerido pelo cidadão.

11 Secretaria de Gestão - SEGES GesPública como política pública Modelo de Excelência em Gestão Pública – MEGP. Público – orientado ao cidadão e respeitando os princípios constitucionais. Contemporâneo – estado-da-arte em gestão. Resultados para a sociedade – qualidade de vida e bem comum. Federativo – todos os poderes e esferas da Administração.

12 Secretaria de Gestão - SEGES Gestão Pública focada em resultados e orientada para o cidadão Contribuição à Competitividade do país Melhoria da qualidade dos serviços públicos Administração Pública GANHO SOCIAL Criar valor público para o cidadão GesPública Políticas Públicas Excelência em Gestão Pública ORGANIZAÇÕES Diagrama de atuação GesPública

13 Secretaria de Gestão - SEGES O Modelo de Excelência em Gestão Pública Principal referência do GesPública. Concebido a partir da premissa de que a administração pública tem que ser excelente sem deixar de considerar as particularidades inerentes à sua natureza pública. Diretrizes (critérios de excelência gerencial). Técnicas e tecnologias (ex: Carta de Serviços, Pesquisa de Satisfação, Gestão de Processos, Autoavaliação). Experiências práticas. Indicadores para gestão e tomada de decisão.

14 Secretaria de Gestão - SEGES Modelo de Gestão Pública (Critérios de Excelência ) Princípios constitucionais Fundamentos Bases do Modelo de Excelência em Gestão Pública MEGP

15 Secretaria de Gestão - SEGES Princípios Constitucionais do GesPública Ser Público Moralidade PublicidadeImpessoalidade Eficiência Legalidade

16 Secretaria de Gestão - SEGES Princípios Constitucionais 1- Publicidade Todos os atos e fatos da administração pública são públicos. Este princípio é crítico para indução do Controle Social. 2- Impessoalidade A excelência em gestão pública é para todos. A cortesia, a rapidez no atendimento, a confiabilidade e o conforto são valores a serem agregados a todos os cidadãos indistintamente. 3- Eficiência Se aplica a ações e atividades que gerem ou contribuam para o bem comum. Não trata a redução do custo a qualquer custo, ou qualidade a qualquer custo. Avalia a qualidade do resultado e a qualidade do gasto para o processo de produção. 4- Legalidade Estrita obediência à lei. Não é possível ser excelente à revelia da lei. 5- Moralidade Pautar a gestão pública por um código moral - (Princípios morais de aceitação pública).

17 Secretaria de Gestão - SEGES São características e valores organizacionais praticados por empresas de sucesso, através dos seus líderes e profissionais, em todos os níveis, e que servem de referencial para o desenvolvimento dos Critérios de Excelência Fundamentos da Excelência Alicerce do Modelo de Gestão O que são os Fundamentos da gestão pública?

18 Secretaria de Gestão - SEGES PensamentoSistêmico Ser Contemporâneo Cultura da Inovação Comprometimento com as pessoas Foco no cidadão e na sociedade Gestão Participativa Controle Social AprendizadoOrganizacional Visão de Futuro Orientação por processos e informações e informações Liderança e Constância de Propósitos Geração de Valor Desenvolvimento de Parcerias Responsabilidade Social Fundamentos do GesPública

19 Secretaria de Gestão - SEGES Fundamentos 1- Pensamento sistêmico Pressupõe que as pessoas da organização entendem o seu papel no todo e as inter-relações entre os elementos que compõem a organização. 2- Aprendizado organizacional O aprendizado deve ser internalizado na cultura organizacional tornando-se parte do trabalho diário. 3- Cultura da inovação Promoção de um ambiente favorável à criatividade, experimentação e implementação de novas idéias. 4- Liderança e constância de propósitos É o elemento promotor da gestão, no estímulo às pessoas em todos os níveis, na busca do melhor desempenho e resultados 5- Orientação por processos e informações Compreensão do conjunto de atividades e processos da organização. 6- Visão de FuturoA intenção de continuidade. 7- Geração de Valor Enfatiza o acompanhamento dos resultados em relação às suas finalidades e metas.

20 Secretaria de Gestão - SEGES 8- Comprometimento com as Pessoas conhecimento, habilidades, criatividade e motivação O sucesso de uma organização depende cada vez mais do conhecimento, habilidades, criatividade e motivação de sua força de trabalho. 9- Foco no cidadão e na sociedade Alinhamento das ações e resultados às necessidades e expectativas dos cidadãos e da sociedade. 10- Desenvolvimento de Parcerias Atividades em conjunto com outras organizações. 11- Responsabilidade Social Atuação voltada para assegurar às pessoas a condição de cidadania com garantia de acesso aos bens e serviços essenciais. 12- Controle Social transparência e a participação social. A transparência e a participação social. 13- Gestão Participativa Gestão que determina uma atitude gerencial da alta administração e busca o máximo de cooperação das pessoas. Fundamentos

21 Secretaria de Gestão - SEGES 6 Pessoas 8 Resultados Modelo de Excelência em Gestão Pública - MEGP

22 Secretaria de Gestão - SEGES A estratégia do GesPública Mobilização de pessoas e organizações voluntárias – agentes transformadores. Atuação em rede (núcleos regionais, estaduais e setoriais) – RNGP. Ciclos anuais do Prêmio Nacional da Gestão Pública – PQGF. Essência GesPública: ciclo de melhoria contínua. Melhorias nas organizações se refletem para o cidadão.

23 Secretaria de Gestão - SEGES Atuar em rede nacional: núcleos estaduais e setoriais A atuação voluntária das pessoas é considerada serviço público relevante, não remunerado. Cumprir o Código de Ética Estratégia do GesPública:

24 Secretaria de Gestão - SEGES Prêmio Nacional da Gestão Pública Modelo de Excelência em Gestão Pública Melhoria Autoavaliação Melhoria Carta de Serviços Excelência em gestão Simplificação de processos Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação Melhoria contínua do sistema de gestão Gestão de processos

25 Secretaria de Gestão - SEGES Resultados obtidos pelo GesPública Cultura de gestão na Administração Pública. Prêmio Nacional da Gestão Pública – 12 anos / 11 ciclos realizados. RNGP – usuários participantes. Tecnologias de gestão – ferramentas consolidadas. Pessoas Carteira de produtos

26 Secretaria de Gestão - SEGES CARTEIRA DE PRODUTOS Dependendo da ação de melhoria priorizada pela organização pública, o GesPública oferece apoio técnico, sem ônus, mediante oficinas de trabalho para utilização de ferramentas disponibilizadas: Carta de Serviços: documento a ser elaborado por uma organização pública, visando informar aos cidadãos como acessar e obter um ou mais serviços prestados por ela e/ou suas unidades. Simplificação de Processos: atua com o objetivo de eliminar exigência desnecessárias na simplificação e eliminação de processos e rotinas que não agregam valor aos serviços prestados pelo Estado ao cidadão. Instrumento Padrão de Pesquisa de Satisfação – IPPS: a avaliação da satisfação visa garantir a participação efetiva do cidadão na avaliação do desempenho da organização, permitindo identificar as lacunas entre o que os cidadãos-usuários esperam e o nível dos serviços que realmente recebem. Instrumento de Avaliação da Gestão Pública – IAGP – 1000, 500 e 250 pontos: reúne um conjunto de orientações e de parâmetros para avaliar e melhorar a gestão, e tem como referencia o Modelo de Excelência em Gestão Pública – MEGP, e os conceitos e fundamentos preconizados pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização – GesPública.

27 Secretaria de Gestão - SEGES Diretrizes da Gestão Pública Carta de Brasília / Agenda Nacional da Gestão Pública / Fórum Nacional da Gestão Pública – GesPública. Comitê Gestor do GesPública – Resolução nr. 1/2009 Ampliação do Prêmio Nacional da Gestão Pública Estratégias para adesão de novas instituições públicas. Atenção a setores voltados ao cidadão (Saúde, Saneamento, Segurança, Educação). Troca de experiências com modelos internacionais. Instalação do Ambiente Virtual do GesPública (integração das tecnologias de gestão) Apoio à Cadeia de Suprimento de Petróleo e Gás Promoção da gestão do conhecimento em gestão pública.

28 Secretaria de Gestão - SEGES Gerência Executiva Secretaria de Gestão - MP Gerência Executiva Secretaria de Gestão - MP Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Conselho do PQGF Comitê Gestor do GesPública Comitê Gestor do GesPública Núcleos Estaduais Núcleos Estaduais GESPÚBLICAGESPÚBLICA Órgãos e entidades públicos brasileiros REDE NACIONAL DE GESTÃO PÚBLICA - RNGP Núcleos Setoriais Núcleos Setoriais PESSOAS E ORGANIZAÇÕES VOLUNTÁRIAS CIDADÃOS E SOCIEDADE Contexto do GesPública no MP

29 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

30 Secretaria de Gestão - SEGES Código de Ética Código de Ética Orientar a conduta de todos os que participam e atuam no contexto do Programa GesPública.

31 Secretaria de Gestão - SEGES É vedado a todos que participam do GesPública: Tornar públicas informações internas de organizações obtidas em decorrência de atuação em nome do GesPública, a não ser com autorização expressa; Utilizar informações obtidas em decorrência da atuação no GesPública para vender produtos ou serviços - uso indevido de informação privilegiada; Cobrar por serviços de consultoria ou aceitar honorários, comissão, doação ou vantagem de qualquer espécie para si ou para outrem em decorrência da atuação como membro da Rede Nacional da Gestão Pública. Código de Ética Código de Ética

32 Secretaria de Gestão - SEGES É vedado a todos que participam do GesPública: Fazer uso de material do GesPública sem a devida referência da fonte; Vender produtos do GesPública (cursos, material impresso, softwares, metodologias, entre outros) ou utilizar material oficial do Programa para distribuição em eventos de consultoria ou prestação de serviços, fora do âmbito do programa ; Patrocinar interesses pessoais ou de terceiros. Código de Ética Código de Ética

33 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

34 Secretaria de Gestão - SEGES Conceitos Fundamentais Gestão; Sistema de Gestão; Prática de Gestão; Ciclo PDCA; Ciclo PDCA do Modelo de Excelência em Gestão Pública; Processo; Ciclo de avaliação e melhoria.

35 Secretaria de Gestão - SEGES Gestão Gestão é a capacidade de fazer o que precisa ser feito. Alta capacidade de gestão é obter a melhor relação entre recurso, ação e resultado. PlanejarDirigirOrganizarControlar Quanto maior for a demanda e mais escassos os recursos, maior capacidade de gestão será exigida.

36 Secretaria de Gestão - SEGES Conjunto de Práticas de planejamento, organização, direção e controle integradas e interatuantes que concorrem para o cumprimento da missão de uma organização Sistema de Gestão

37 Secretaria de Gestão - SEGES Práticas de Gestão As células do processo de Autoavaliação da Gestão PlanejamentoPlanejamento ClimaOrganizacionalClimaOrganizacional DesempenhoGlobalDesempenhoGlobal Disseminação de Valores Disseminação SugestõesReclamaçõesSugestõesReclamações Monitora-mentoMonitora-mentoDecisãoDecisão AvaliaçãoSatisfaçãoAvaliaçãoSatisfação AnáliseCriticaAnáliseCritica São atividades executadas sistematicamente com a finalidade de gerenciar uma organização, consubstanciadas nos padrões de trabalho. São também Chamadas de processos, métodos ou metodologias de gestão.

38 Secretaria de Gestão - SEGES São regras que orientam o funcionamento das práticas de gestão e podem estar na forma de diretrizes organizacionais, procedimentos, rotinas de trabalho, normas administrativas, fluxogramas, quantificação dos níveis que se pretende atingir ou qualquer meio que permita orientar a execução das práticas. Padrões de Trabalho

39 Secretaria de Gestão - SEGES PARTES INTERESSADAS Cidadãos-usuários Servidores Fornecedores ou parceiros Sociedade Comunidade Órgãos Financiadores São as pessoas físicas ou jurídicas envolvidas ativa ou passivamente no processo de definição, elaboração, implementação e prestação de serviços e produtos da organização, na qualidade de cidadãos, agentes, fornecedores ou parceiros. A quantidade e a denominação das partes interessadas podem variar em função do perfil da organização.

40 Secretaria de Gestão - SEGES Cidadãos-usuários São pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas, que demandam ou utilizam diretamente serviços prestados por órgãos ou entidades públicos ou que atendem a exigências legais decorrentes do exercício do poder de Estado inerente a determinadas funções da administração pública. Nas empresas públicas e nas sociedades de economia mista, os usuários são chamados clientes.

41 Secretaria de Gestão - SEGES Descreve-se uma prática de gestão respondendo objetivamente a pergunta como a organização executa esta ou aquela ação de gestão? Descrição das práticas de gestão

42 Secretaria de Gestão - SEGES Descrição das práticas de gestão Prática de Gestão (O que faz) COMO: Significado da palavra COMO: Padrões de trabalho organizacionais - relacionar as principais regras / diretrizes organizacionais que orientam a prática. Grau de disseminação - citar as áreas, processos, produtos e/ou partes interessadas em que as práticas estão implementadas. Continuidade - identificar início da utilização (desde quando) e com que periodicidade ocorre. Integração - descrever a coerência com as estratégias e objetivos; inter-relação com as outras práticas de gestão, quando apropriado; e cooperação entre as áreas e demais partes interessadas pertinentes. Métodos utilizados para o controle - descrever de maneira sucinta os métodos utilizados para verificação do cumprimento dos padrões de trabalho.

43 Secretaria de Gestão - SEGES Exemplo do relato de uma prática de gestão Organização: HEMORIO – Critério Liderança, alínea E As Reuniões do Comitê Gestor (Prática de Gestão) têm como foco principal o acompanhamento e a aprovação de ações de melhoria relacionadas à análise crítica do desempenho, as atas destas reuniões são padronizadas com registro das ações e prazos (Padrões de Trabalho). Ocorrem mensalmente desde 2001 (Continuidade) e reúnem o colegiado formado pela Alta Administração e a Assessoria da Qualidade. O acompanhamento das ações é realizado pela Assessoria da Qualidade e as pendências são incluídas nas pautas de reuniões posteriores (Controle) todos os assuntos e decisões tomadas neste evento são repassadas para as demais gerências técnicas e administrativas por meio eletrônico no dia seguinte à reunião quando são pactuadas ações integradas (Disseminação e Integração) quando necessário.

44 Secretaria de Gestão - SEGES PPlanejar DEducar/Fazer AAgir C Verificar VerificarAprender Ciclo PDCA

45 Secretaria de Gestão - SEGES 2 Estratégias e Planos 1 Liderança 4 Sociedade 7 Processos 6 Pessoas 8 Resultados 5. Informação e conhecimento 3 Cidadãos PLANEJAMENTOEXECUÇÃOCONTROLE INTELIGÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO O PDCA DO MEGP

46 Secretaria de Gestão - SEGES 3 Cidadãos 3 Cidadãos 1 Liderança 1 Liderança 4 Sociedade 4 Sociedade 2 Estratégias e Planos 2 Estratégias e Planos Este bloco representa o PLANEJAMENTO. PLANEJAMENTO. Por meio da liderança, os serviços/produtos e os processos são planejados e as estratégias traçadas, atendendo as necessidades e expectativas dos Cidadãos e da Sociedade A P CD Ciclo PDCA do Modelo de Excelência m Gestão Pública

47 Secretaria de Gestão - SEGES 7 Processos 7 Processos 6 Pessoas 6 Pessoas Neste espaço se concretiza a ação que transforma os objetivos da organização e as metas dos planos em resultados. P D A C Este bloco representa a EXECUÇÃO. Ciclo PDCA do Modelo de Excelência em Gestão Pública

48 Secretaria de Gestão - SEGES PESSOAS Criar um ambiente flexível e estimulante à geração de conhecimento, disseminando os valores e as crenças da organização. Assegurar um fluxo aberto e contínuo de informações é fundamental para que as pessoas se motivem e atuem com autonomia.

49 Secretaria de Gestão - SEGES Conjunto de recursos e atividades inter-relacionadas ou interativas que transformam insumos (entradas) em serviços/produtos (saídas). Esses processos são geralmente planejados e realizados para agregar valor aos serviços/produtos. Processos Insumos (Fornecedor) Processo (Organização) Produtos / Serviços (Clientes / Cidadãos-usuários)

50 Secretaria de Gestão - SEGES Processos Finalísticos Processo associado às atividades-fim da organização ou diretamente envolvido no atendimento às necessidades dos seus cidadãos. Processos de Apoio Processos que dão suporte a alguma atividade-fim da organização, tais como: a gestão de pessoas, a gestão de material, o planejamento e o acompanhamento das ações institucionais, entre outras. Processos

51 Secretaria de Gestão - SEGES Neste espaço é possível avaliar o desempenho da organização: No atendimento ao cidadão; Na qualidade do serviço; No uso dos recursos; Na gestão das pessoas; No relacionamento com a sociedade. 8 Resultados 8 Resultados A C P D Este bloco representa o CONTROLE. Ciclo PDCA do Modelo de Excelência em Gestão Pública

52 Secretaria de Gestão - SEGES 5. Informações e conhecimento Este bloco representa o APRENDER para AGIR Neste espaço a organização age para corrigir e melhorar suas práticas de gestão e, conseqüentemente, o seu desempenho. P D A C Ciclo PDCA do Modelo de Excelência em Gestão Pública

53 Secretaria de Gestão - SEGES Avaliar a gestão consiste em identificar e analisar as práticas de gestão e os resultados de uma organização, tendo por referência o Modelo de Excelência em Gestão Pública. O Sistema de Avaliação Continuada da Gestão Pública

54 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

55 Secretaria de Gestão - SEGES APRESENTAÇÃO DO PERFIL DA ORGANIZAÇÃO POR UM REPRESENTANTE.

56 Secretaria de Gestão - SEGES INFORMAÇÕES BÁSICAS DA ORGANIZAÇÃO Nome da Organização Cidade / U.F. Vinculação Poder Esfera ou Nível de Governo Natureza Jurídica Competências básicas Principais clientes ou cidadãos-usuários Principais produtos e serviços Processos finalísticos Principais processos de apoio Principais insumos e fornecedores Perfil do quadro de pessoal Parcerias institucionais relacionadas com os processos finalísticos Principais instalações e localidades Organograma (Estrutura Organizacional) Histórico da busca da excelência

57 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

58 Secretaria de Gestão - SEGES Autoavaliação Estrutura dos critérios Sistema de pontuação

59 Secretaria de Gestão - SEGES Exemplo: Critério 1 – Liderança Alínea A – Como a Alta Administração exerce a liderança, interagindo e promovendo o comprometimento com todas as partes interessadas. Todas as alíneas possuem na planilha um texto correspondente com descrição da finalidade; As notas ao final da planilha contém esclarecimentos adicionais sobre as alíneas dos critérios. Os Critérios de Processos Gerenciais são constituídos de Alíneas. Estrutura dos Critérios - IAGP 250

60 Secretaria de Gestão - SEGES Sistema de pontuação – Critérios de 1 a 7 Dimensão de avaliação Fatores de pontuação Subfatores de pontuação Processos Gerenciais Enfoque Adequação Proatividade AplicaçãoDisseminação Continuidade AprendizadoRefinamento Integração Coerência Interrelacionamento Cooperação

61 Secretaria de Gestão - SEGES Refere-se ao grau em que as práticas de gestão da organização apresentam: Atendimento aos requisitos do critério, incluindo os métodos de controle, de forma apropriada ao perfil da organização. Adequação Capacidade de se antecipar aos fatos, a fim de prevenir a ocorrência de situações potencialmente indesejáveis e aumentar a confiança e a previsibilidade das práticas. Proatividade Enfoque

62 Secretaria de Gestão - SEGES Refere-se ao grau em que as práticas de gestão da organização apresentam: Implementação, horizontal e verticalmente, pelas áreas, processos, produtos e/ou partes interessadas, conforme pertinente ao critério, considerando-se o perfil da organização. Disseminação Utilização periódica e ininterrupta das práticas de gestão considerando pelo menos, um ciclo completo realizado. Continuidade Aplicação

63 Secretaria de Gestão - SEGES Refere-se ao grau em que as práticas de gestão da organização apresentam: Refinamento Aperfeiçoamentos decorrentes do processo de melhorias, o que inclui eventuais inovações, tanto incrementais quanto de ruptura. Aprendizado

64 Secretaria de Gestão - SEGES Relevância Implementação de modo complementar com outras práticas de gestão da organização, onde apropriado. Relação harmônica com as estratégias e objetivos da organização. Cooperação Colaboração entre as áreas da organização e entre a organização e suas partes interessadas, quando pertinentes na implementação das práticas de gestão. Inter- relacionamento Coerência Refere-se ao grau em que as práticas de gestão da organização apresentam: Integração

65 Secretaria de Gestão - SEGES (4) Abordagem integrada As práticas de gestão são coerentes com as estratégias e objetivos da organização, mas não há inter-relacionamento entre as mesmas e não há cooperação entre as áreas e com as partes interessadas. (1) Abordagem não integrada (2) Abordagem em início de integração (3) Abordagem quase integrada Estratégias e objetivos As práticas de gestão são coerentes com as estratégias e objetivos da organização e estão inter-relacionadas, há cooperação entre as áreas e com as partes interessadas, produzindo elevada sinergia. As práticas de gestão são coerentes com as estratégias e objetivos da organização e estão inter-relacionadas, mas não há cooperação entre as áreas e com as partes interessadas. Fonte: adaptação Baldrige, 2006 (Baldrige National Quality Programa, EUA) Estágios da integração das práticas de gestão

66 Secretaria de Gestão - SEGES Práticas de Gestão – Processos Gerenciais – 250 Pontos Critério: Alínea: A - Descrição objetiva das práticas de gestão relativa à alínea Análise e enquadramento da prática descrita na Tabela de Pontuação FATORES DE AVALIAÇÃO EnfoqueAplicaçãoAprendizadoIntegração SUBFATORES DE AVALIAÇÃO AdequaçãoProatividadeDisseminaçãoContinuidadeMelhoriasCoerênciaInter-relaçãoCooperação AdequadaProativaPlenaSistemática Sistemática ou casual Existente InadequadaReativaParcialUso esporádico Inexistente Lacunas no atendimento dos requisitos da Alínea - Oportunidades para Melhoria (OM)

67 Secretaria de Gestão - SEGES CRITÉRIO: Análise e enquadramento da prática descrita - CRITÉRIO na Tabela de Pontuação – 250 pontos FATORES DE AVALIAÇÃO EnfoqueAplicaçãoAprendizadoIntegração SUBFATORES DE AVALIAÇÃO AdequaçãoProatividadeDisseminaçãoContinuidadeMelhoriasCoerênciaInter-relaçãoCooperação TodosMaioriaTodas MaioriaTodas Quase todas Quase todosMuitosQuase todas MuitasTodasQuase todas Maioria Algum(ns)Maioria Alguma(s)TodasMaioriaNenhuma MuitosInexistenteMuitas Há em implem.TodasNenhuma Algum(ns)Alguma(s) Não há em impl.Quase todos InadequadasNenhumaNão relatado Não há mecan.Nenhuma %%%% Enfoque %Aplicação % Aprendizado % Integração % % TOTAL DO CRITÉRIO FORMULÁRIO PARA APOIAR A PONTUAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE GESTÃO

68 Secretaria de Gestão - SEGES Notas: (1) Abrangência: "algum (as)" (>0 e 1/4); "maioria" (= ou >1/2); "quase todas" (. = ou >3/4); "todas" (=100%). (2) Para determinação da abrangência do atendimento (alguns, muitas, etc.), considerar que cada pergunta dos itens de processos gerenciais contempla um ou mais requisitos. (3) Nota zero em "enfoque" implica em nota igualmente zero em "aplicação", "aprendizado" e "integração". (4) Nota zero em "aplicação" implica em nota igualmente zero em "aprendizado" 30% TABELA DE PONTUAÇÃO (%) - PROCESSOS GERENCIAIS(250 Pontos) TABELA DE PONTUAÇÃO (%) - PROCESSOS GERENCIAIS (250 Pontos) 40%

69 Secretaria de Gestão - SEGES Sistema de pontuação – Critério 8 Dimensão de avaliação Fatores de pontuação Resultados organizacionais Relevância Tendência Nível atual

70 Secretaria de Gestão - SEGES Tendência Comportamento ao longo do tempo. Relevância Importância do resultado para determinação do alcance dos objetivos estratégicos e operacionais da organização. Nível Atual Nível Atual Comparação do valor atual em relação às informações comparativas pertinentes. Fatores de Avaliação dos Resultados Organizacionais

71 Secretaria de Gestão - SEGES FORMULÁRIO PARA APOIAR A ANÁLISE DOS RESULTADOS ORGANIZACIONAIS (CRITÉRIO 8) Resultados Organizacionais – 250 pontos Critério: 8 ResultadosAlínea Apresentação objetiva dos resultados em relação às práticas do critério 4 - Sociedade Análise e enquadramento dos Resultados do Item na Tabela de Pontuação FATORES DE AVALIAÇÃO RelevânciaTendênciaNível atual Todos – 100%Quase todos – 100% Quase todos – 80%Maioria – 80% Maioria – 60%Muitos – 60% Muitos – 40%Mais de 1 – 40%Mais de um – 40% Alguns – 20%Um – 20% Não Apresentados – 0%Nenhum - 0%Nenhum ou não apresentado – 0% O valor percentual da alínea é igual ao fator de menor avaliação, acrescido de 10 pontos percentuais caso os outros dois fatores estejam em estágio superior. % TOTAL DA ALÍNEA

72 Secretaria de Gestão - SEGES Notas: (1) Abrangência dos fatores Relevância, Tendência e Nível Atual: "algum (ns)" (>0 e 1/4); "maioria" (= ou >1/2); "quase todos" (= ou >3/4); "todos" (=1/1). (2) Para avaliar os fatores "tendência e "nível atual considerar somente os resultados relevantes apresentados. (3) Nota zero em "relevância" implica em nota igualmente zero nos demais fatores. (4) Para avaliação da tendência, considerar resultados dos três últimos ciclos de avaliação ou planejamento. 10% TABELA DE PONTUAÇÃO (%) – RESULTADOS ORGANIZACIONAIS (250 pontos)

73 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

74 Secretaria de Gestão - SEGES Autoavaliação preenchimento do caderno de trabalho Descrição das práticas; Análise e enquadramento das práticas; Identificação das oportunidades de melhorias. Divisão dos participantes em grupos de trabalho, por critérios.

75 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

76 Secretaria de Gestão - SEGES Priorizar as Oportunidades para Melhorias – GUT Selecionar um conjunto de oportunidades de melhoria dentre as identificadas na autoavaliação. Estabelecemos prioridades porque não podemos fazer tudo ao mesmo tempo.

77 Secretaria de Gestão - SEGES MATRIZ GUT PONTOS G GRAVIDADE U URGÊNCIA T TENDÊNCIA CALCULO DOS PONTOS 5 Os prejuízos ou dificuldades são extremamente graves. É necessária uma ação imediata. Se nada for feito, a situação irá piorar rapidamente 3 Os prejuízos ou dificuldades são Graves É necessária uma ação o mais cedo possível Se nada for feito, a situação Vai piorar a médio prazo. 1 Os prejuízos ou dificuldades são Sem gravidade Não tem pressa Se nada for feito, a situação Não vai piorar e pode até melhorar.

78 Secretaria de Gestão - SEGES MATRIZ GUT VALORG GRAVIDADE U URGÊNCIA T TENDÊNCIA G x U x T 5 Os prejuízos ou dificuldades são extremamente graves. É necessária uma ação imediata. Se nada for feito, a situação irá piorar rapidamente. 4 Os prejuízos ou dificuldades são muito graves É necessária uma ação com alguma urgência. Se nada for feito, a situação Vai piorar em pouco tempo. 3 Os prejuízos ou dificuldades são graves É necessária uma ação o mais cedo possível Se nada for feito, a situação Vai piorar a médio prazo. 2 Os prejuízos ou dificuldades são pouco graves Pode esperar um pouco. Se nada for feito, a situação Vai piorar em longo prazo. 1 Os prejuízos ou dificuldades são sem gravidade Não tem pressaSe nada for feito, a situação Não vai piorar e pode até melhorar.

79 Secretaria de Gestão - SEGES Priorização das oportunidades de melhoria Critério _________ Aplicação do GUT AlíneasOportunidade de Melhoria GUTTotal

80 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação Validação em plenária

81 Secretaria de Gestão - SEGES PMG melhoria do sistema de gestão Instrumento de gestão constituído de metas e ações estabelecidas a partir da auto-avaliação, voltado exclusivamente para a melhoria do sistema de gestão. De pouco adianta o esforço para o diagnóstico do sistema gerencial da organização, se as informações levantadas não forem organizadas e analisadas com vistas ao planejamento das ações de melhoria Plano de Melhoria da Gestão Secretaria de Gestão -SEGES

82 PMG A elaboração do Plano de Melhoria da Gestão é a principal finalidade do processo de autoavaliação da gestão. De pouco adianta o esforço para o diagnóstico do sistema gerencial da organização se as informações levantadas não forem organizadas e analisadas com vistas ao planejamento das ações de melhoria. Secretaria de Gestão -SEGES Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão

83 Secretaria de Gestão - SEGES PMG Plano de Melhoria da Gestão PMG Plano de Melhoria da Gestão planejamento estratégico. Não é, não depende, nem substitui o planejamento estratégico. Pode, no entanto, conter metas para implementar ou melhorar o planejamento estratégico enquanto prática de gestão.

84 Secretaria de Gestão - SEGES As Metas são formuladas a partir das oportunidades de melhoria priorizadas. Definir as metas 2 2 Metas são objetivos quantificados. Um objetivo indica uma direção, um estado futuro desejado específico para uma área de atuação da organização. Meta é uma demarcação objetiva em tempo e quantidade dos objetivos estabelecidos.

85 Secretaria de Gestão - SEGES Essencial na definição de uma meta são os seus indicadores, ou seja, que ponteiros o gestor da meta vai utilizar para monitorar a sua execução e, principalmente, os seus resultados. Indicadores para Monitoramento Resultado: Resultado: avaliar se a meta foi alcançada ou não. Alertas: Alertas: avaliar a evolução dos resultados obtidos e orientar o redirecionamento das ações. INDICADORES

86 Secretaria de Gestão - SEGES Exemplo: Meta: atingir 95% de alunos aprovados por ano, até Indicador de resultado: índice de alunos aprovados por ano. Indicador de alerta: percentual de alunos com notas abaixo da media do bimestre. INDICADORES

87 Secretaria de Gestão - SEGES What O Que Why Por quê Who Quem When Prazo Where Local How Como How Much Recursos Critério: Alínea: Oportunidade de Melhoria: Meta: Indicador: 5W2H

88 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Validação em plenária Validação em plenária Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhament o do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação

89 Secretaria de Gestão - SEGES ValidaçãoPLENÁRIAValidaçãoPLENÁRIA

90 É impossível ser proativo sem a prática do monitoramento em tempo de execução. IMPORTANTE

91 Secretaria de Gestão - SEGES Abertura CONCEITOS FUNDAMENTAIS CONCEITOS FUNDAMENTAIS Autoavaliação Perfil da organização Perfil da organização Estruturas dos critérios Sistema de pontuação Estruturas dos critérios Sistema de pontuação IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) IAGP preenchido (Caderno de Trabalho) Fluxograma Simplificado da Oficina de Autoavaliação CÓDIGO DE ÉTICA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Elaboração do Plano de Melhoria da Gestão Apresentação e comentários Apresentação e comentários Priorização das Oportunidades de melhorias Priorização das Oportunidades de melhorias Ferramenta 5W2H Ferramenta 5W2H Validação em plenária Validação em plenária Certificação do Nível de Gestão Certificação do Nível de Gestão Implementação do PMG Implementação do PMG Acompanhamento do PMG Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Conceitos de Gestão Ciclo PDCA Critérios de Excelência Matriz GUT Realização da Autoavaliação

92 Secretaria de Gestão - SEGES


Carregar ppt "Secretaria de Gestão - SEGES Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública Oficina para elaboração da Autoavaliação da Gestão Pública."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google