A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CRESCIMENTO BACTERIANO. INTRODUÇÃO Aumento de todos os constituintes de um org.; aumento de n o de cel. com a multiplicação (em unicelulares - no bacts.;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CRESCIMENTO BACTERIANO. INTRODUÇÃO Aumento de todos os constituintes de um org.; aumento de n o de cel. com a multiplicação (em unicelulares - no bacts.;"— Transcrição da apresentação:

1 CRESCIMENTO BACTERIANO

2 INTRODUÇÃO Aumento de todos os constituintes de um org.; aumento de n o de cel. com a multiplicação (em unicelulares - no bacts.; pluri. - tamanho de cél.). Divisão Binária: uma cél. dá origem a duas outras pela separação do material celular em duas metades equivalentes. (T 20min). Exceção: Mycobacterium tuberculosis - 12 h. Cultivo Bacteriano: meios líquidos (turvamento) e sólidos (colônias). Tempo de geração: tempo que uma população leva para se dividir. Em média leva 20 minutos.

3 Métodos de medidas do crescimento bacteriano: Determinação da Massa Celular (a turbidez, a quantidade de luz absorvida e dispersa pela suspensão, é proporcional a massa celular e dá uma estimativa do total de microrg. presentes na população). –Espectrofotômetro: mede a quantidade de luz que passa através da suspensão. –Colorímetro: mede a quantidade de luz que passa através da suspensão. –Nefelômetro: mede diretamente a quantidade de luz dispersa. MÉTODOS

4 Contagem de células totais: Câmara de Newbauer (n o total de cél./unidade de volume). Contagem de células viáveis: cada bact. viável dará origem a uma colônia; no de células viáveis (UFC).

5 Curva de crescimento (cultura descontínua) Desenvolvimento da cultura em sist.fechado. Há diferentes etapas: lag, log, estacionária e de declínio.

6 Lag: período variável, não há aumento significativo da população. Esta fase é observada quando o inóculo inicial é proveniente de culturas mais antigas, ou as células sofrem traumas físicos (choque térmico, radiações) ou químicos (produtos tóxicos), ou quando são transferidas de um meio rico para outro de composição mais pobre. Log ou exponencial: as células estão adaptadas, absorvendo os nutrientes, sintetizando seus constituintes, crescendo e se duplicando. Se realiza as medidas de tempo de geração. Estacionária: os nutrientes estão escasseando e os produtos tóxicos estão tornando-se mais abundantes. Não há um crescimento da população, são sintetizados vários metabólitos secundários (antibióticos e algumas enzimas), ocorre a esporulação. Declínio: muitas células em processo de morte, embora outras ainda estejam se dividindo. Em alguns casos há a lise celular.

7 FISIOLOGIA BACTERIANA

8 EFEITO DOS FATORES AMBIENTAIS Temperatura: um dos principais fatores ambientais que influenciam o desenvolvimento bacteriano. Quando há aumento da temperatura, as reações químicas e enzimáticas são mais rápidas, acelerando a taxa de crescimento. Em determinadas temperaturas inicia-se o processo de desnaturação de proteínas e ácidos nucléicos, inviabilizando a sobrevivência celular. Todos os microrg. tem uma faixa de temperatura onde desenvolvem-se plenamente.

9

10 TEMPERATURA Psicrófilos (0 a 20°C, 15°C - Flavobacterium) Mesófilos (12 a 45°C, 37°C - E. coli) Termófilos (42 a 68°C, 62°C - Thermococcus) Hipertermófilos (80 a 113°C, 105°C - Pyrodictium brockii).

11 pH Ambientes naturais - pH de 5 a 9 Bacts - entre 7, com algumas acidófilas (Thiobacillus de 0,5 a 6,0 com ótimo entre 2 e 3,5) e outras alcalifílicas (Bacillus e Archaea). Fungos - mais acidófilos que as bactérias (pH <5).

12 TENSÃO DE O 2 Aeróbias: precisam de O2 para crescer (gênero Pseudomonas). Anaeróbias facultativas: tanto faz a presença de O2 (enterobact.). Anaeróbias estritas: na ausência de O2, utiliza recipiente para retirar O2 e colocar CO2 (gênero Clostridium). Microaerófilas: crescem em tensão O2 menor do que o ar atmosférico (precisa reduzir a tensão de O2) (Neisseria meningitides).

13 Aer Ana obri Ana facult Microaer Anaer.aerotol

14 Água: Essencial; Em ambientes onde a disponibilidade de água é baixa - desenvolvem mecanismos para extrair água do ambiente (aumento da concentração de solutos internos) Pressão osmótica: Archaea - vários membros deste domínio requerem altas concentrações de sais para seu desenvolvimento. Meio isotônico: quant. soluto do meio a cél. (equilíbrio) Meio hipertônico: quant. soluto fora do meio é que dentro da cél.(efeitos bacterostático e bactericida) Meio hipotônico: quant. soluto do meio é que dentro da cél. (entra H 2 O e rompe a parede celular). Fatores adicionais: Fonte luminosa, para fototróficos autotróficos Pressão atmosférica, os vivem em profundidades.

15 FIM


Carregar ppt "CRESCIMENTO BACTERIANO. INTRODUÇÃO Aumento de todos os constituintes de um org.; aumento de n o de cel. com a multiplicação (em unicelulares - no bacts.;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google