A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MIOPATIAS MITOCONDRIAIS Carolina Fischinger Moura de Souza

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MIOPATIAS MITOCONDRIAIS Carolina Fischinger Moura de Souza"— Transcrição da apresentação:

1 MIOPATIAS MITOCONDRIAIS Carolina Fischinger Moura de Souza

2 A MITOCÔNDRIA Glicose Responsável pela energia celular Possui seu próprio DNA mtDNA Local de várias rotas metabólicas

3 A MITOCONDRIA Glicose Responsável pela energia celular Possui seu próprio DNA mtDNA Local de várias rotas metabólicas Espaço intermembranas Matriz: diversas proteínas e ciclo de Krebs e o mtDNA Membrana interna: CRM Membrana externa crista

4 Subunidades codif.pelo mtDNA Subunidades codif.pelo nDNA = = 75 CADEIA RESPIRATÓRIA MITOCONDRIAL complexo I complexo II complexo III complexo IV complexo V Succinato fumarato

5 gordura carboidrato proteínas Digestão e absorção Ácidos graxos + glicerol glicose amino ácidos MITOCÔNDRIA Acetil CoA Ciclo de Krebs 2H Beta -oxidação ADP ATP O2O2 H2OH2O CRM

6 v OXOPHOS: requer uma ação orquestrada de 5 complexos enzimáticos com transferência de elétrons pelos carreadores NADH e FADH 2 para a molécula de oxigênio gradiente eletroquímico que converte ADP em ATP Produção aeróbia de energia:

7 AS DOENÇAS MITOCONDRIAIS Patologias de expressão clínica heterogênea caracterizadas por uma disfunção na produção de energia CERÉBROMÚSCULOCORAÇÃO MULTISSISTÊMICAS

8 MIOPATIA INSUF. MEDULA ÓSSEA INSUF. HEPATICA TUBULOPATIA RENAL CARDIOMIOPATIA HIPERTRÓFICA OU DILATADA DEFEITO DE CONDUÇÃO CARDÍACO ALTERAÇÕES NA FIBRA MUSCULAR FRAQUEZA FADIGA INTOLERÂNCIA AO EXERCÍCIO NEUROPATIA PERIFÉRICA ALT. TIREÓIDE DIABETE MELITUS BAIXA ESTATURA ENCEFALOPATIA CONVULSÕES RETINITE PIGMENTAR DEMÊNCIA DEPRESSÃO ATAXIA ENXAQUECA AVC SURDEZ NEUROSSENSORIAL

9 HERANÇA MITOCONDRIAL

10 A herança materna: Cada célula humana contém 100 mitocôndrias e cada uma contém 2 a 10 cópias de mtDNA

11 37 genes: 2 RNAs ribossômicos 22 RNAs transportadores 13 RNAs mensageiros = 13 genes que codificam para as proteínas da CRM mtDNA

12 DOENÇAS MITOCONDRIAIS Devido ao número variável de mitocôndrias e de mtDNA nos diferentes tecidos co-existência de mtDNA normal e mutado Heteroplasmia. Mesma mutação diferentes manifestações clínicas. Diferentes mutações manifestação clínica igual. Crianças X adultos. Elevada freqüência: 1/ nascidos vivos (McFarland R. et al, 2002). Causadas por mutações que envolvem o genoma mitocondrial e nuclear.

13 deleções e duplicações de larga escala esporádico CLASSIFICAÇÃO Mutações do mtDNA Mutações do DNA nuclear

14 CPEO - Oftalmoplegia Externa Crônica Progressiva KSS - Síndrome de Kearns Sayre – alterações cardíacas, proteínorraquia elevada, oftalmoplegia PS – Síndrome de Pearson – alterações na medula óssea – pancitopenia, anemia sideroblástica DOENÇA MULTISSISTÊMICA PADRÃO MIOPÁTICO

15 CPEO –17 ANOS KSS –35 ANOS KSS–30 ANOS KSS –35 ANOS CPEO –30 ANOS

16 10 ANOS 8 ANOS 13 ANOS

17 CLASSIFICAÇÃO Mutações do mtDNA mutações de ponto e microdeleção Herança materna > 200 tipos diferentes

18 tRNA: MELAS- Miopatia, Encefalopatia, Acidose Lática e Episódios de Acidente Vascular Cerebral (Mutação A3243G) MERRF- Epilepsia Mioclônica com Fibras Rotas Vermelhas (RRF) (Mutação A8344G) NARP- Neuropatia, Ataxia e Retinopatia Pigmentar (mutação T8993G) Síndrome de LEIGH (DE TRANSMISSÃO MATERNA)- Encefalomiopatia Subaguda Necrotizante mRNA: gene ATPase DOENÇA MULTISSISTÊMICA ENCEFALOPATIA PROGRESSIVA

19 MELAS – PACIENTE 18 ANOS MELAS – PACIENTE 7 ANOS LEIGH – PACIENTE 1 ANORRF

20 CLASSIFICAÇÃO Mutações do mtDNA Mutações do DNA nuclear defeitos bioquímicos na CRM Herança mendeliana

21 CLASSIFICAÇÃO Mutações do mtDNA Mutações do DNA nuclear Defeitos de sinalização intergenômica deleções e duplicações de larga escala

22 DIAGNÓSTICO DAS MIOPATIAS MITOCONDRIAIS Manifestações Clínicas Músculo: CPEO, fraqueza, fadiga SNC: ataxia, surdez, atrofia óptica HF sugestiva Investigação Clínica Sindrome mitocondrial? (MELAS, MERRF,NARP,LHON) SIM Testar mutações comuns no sangue Negativo NÃO BIOQUÍMICA HISTOQUÍMICA MOLECULAR

23 ASPECTOS HISTOQUÍMICOS Corte transversal de tecido muscular: Paciente com S. de Kearns Sayre apresentando hiperatividade (RRF) em SDH e ausência de atividade em Citocromo C Oxidase RRF na coloração de Tricromio de Gomori. RRF representada na reação SDH. Hipoatividade da citocromo C oxidase

24 ASPECTOS BIOQUÍMICOS Medida da atividade das enzimas da CRM por fluorimetria Idealmente com homogeneizado de tecido muscular fresco - Medida dos Complexos I, II, III, IV, V Trabalhoso Custo elevado Difícil padronização Difícil interpretação Defeitos isolados ou mistos

25 ASPECTOS MOLECULARES Mutações de ponto : A3243G, 3271-T, A8344G, T8356C e T8993G PCR e digestão por endonuclease de restrição. Deleção: Extração de DNA (músculo) digestão com a PvuII separação dos fragmentos por eletroforese em gel de agarose 0,8% transferência para membrana de nylon Hybond + hibridização com sonda previamente marcada com o kit ECL TM Direct nucleic acid labelling and detection system auto- radiografia da membrana. Seqüenciamento: método da terminação por fluorescência em seqüenciador automático (ABI PrisM TM Applied Biosystems).

26 Canaleta 1: controle positivo; canaletas 3 e 7: pacientes com uma deleção no DNA mitocondrial; canaletas 2, 4, 5 e 6: pacientes que não apresentam uma deleção no DNA mitocondrial kb kb Auto-radiografia da detecção de deleções no mtDNA

27 Arpa, J. et al. Prevalence and Progression of Mitochondrial Diseases: a study of 50 patients Muscle Nerv 28: , 2003 PROGNÓSTICO

28 TRATAMENTO 1)Acompanhamento multidisciplinar: neuro, oftalmo, endócrino, cardio, nefro, gastro, fisioterapeuta, outros. 2)Exercício físico regular individualizado e respeitando limites 3)Evitar stress físico e mental, frio, calor, uso de alcool, nicotina, medicações como corticóides, ác. Valpróico, barbitúricos, tetraciclina, cloranfenicol, etc. 4)Dieta: regular, evitar jejum prolongado, redução de gorduras e rica em CH.

29 TRATAMENTO 5)Vitaminas e outras medicações: sem comprovação científica, tto empírico, mínimo benefício: Aceptores de elétrons como a menadiona (vitamina K3) e filoquinona (vitamina K1), e ácido ascórbico (vitamina C) tem sido usados no sentido de melhorar o transporte de elétrons na cadeia respiratória, Riboflavina (vitamina B2), na dose de mg/dia age como cofator dos complexos I e II. Coenzima Q10 (5-15 mg/kg/dia) Creatina mg/kg/dia Dicloroacetato – redução dos níveis de lactato

30 UM ESTUDO CLÍNICO, BIOQUÍMICO, HISTOQUÍMICO E GENÉTICO-MOLECULAR DE PACIENTES COM DOENÇAS DO DNA MITOCONDRIAL

31 VARIÁVEL PROBABILIDADE Alta Combinação de sintomas multisistêmicos patognomônicos de doença mitocondrial, incluindo, no mínimo, 3 sistemas (neurologico, muscular, cardíaco, endócrino, gastrointestinal, renal, hematológico, otológico, oftalmológico ou hepático); Apresentação de síndrome clássica como MELAS, MERRF, Kearns Sayre, Leigh com herança materna; Baixa Crianças com encefalopatia não específica apresentando crises convulsivas, acidose lática e/ou hipotonia; Pacientes com evolução atípica de doença envolvendo SNC sem achados clínicos característicos e em que já foram excluídas outras patologias; Sintomas isolados: AVC em pacientes jovens, cardiomiopatia, manifestações endocrinológica ou neurológicas;

32 RESULTADOS – análise de mutações Mutação no mtDNA: 17 (39,5%)

33 RESULTADOS – comparação dos positivos com negativos Positivo para mutação mtDNA Negativo para mutação mtDNA Valor p Média de idade início dos sintomas29.5*17.1*< Média de idade na avaliação28.8*17.5*0.004 Média do lactato jejum18.4*13.5*NS Média lactato pós-prandial17.9*13.0*NS Diferença do lactato pré e pós prandial 20.1*16.4*NS % (N) Sinais e sintomas clínicos: óbito23.5 (4)11.5 (3)NS alteração EEG52.9 (9)65.4 (17)NS Alteração ENMG (miopatia)46.7 (7)11.5 (3)0.032 Alteração TC ou RNM64.7 (11)42.3 (11)NS Retinopatia pigmentar41.2 (7)3.8 (1)0.007 Oftalmoplegia e ptose palpebral70.6 (12)19.2 (5)0.002 Baixa estatura59.0 (10)23.1 (6)0.04 Atraso no DNPM35.3 (6)53.8 (14)NS Convulsões41.0 (7)65.4 (17)NS Hipotrofismo76.5 (13)38.5 (10)0.033 Acidose lática82.4 (14)34.6 (9)0.006 Herança materna5.9 (1)19.2 (5)NS * Média do Rank

34 RESULTADOS – comparação dos positivos com negativos Positivo para mutação mtDNA Negativo para mutação mtDNA Valor p Média de idade início dos sintomas29.5*17.1*< Média de idade na avaliação28.8*17.5*0.004 Média do lactato jejum18.4*13.5*NS Média lactato pós-prandial17.9*13.0*NS Diferença do lactato pré e pós prandial 20.1*16.4*NS % (N) Sinais e sintomas clínicos: óbito23.5 (4)11.5 (3)NS alteração EEG52.9 (9)65.4 (17)NS Alteração ENMG (miopatia)46.7 (7)11.5 (3)0.032 Alteração TC ou RNM64.7 (11)42.3 (11)NS Retinopatia pigmentar41.2 (7)3.8 (1)0.007 Oftalmoplegia e ptose palpebral70.6 (12)19.2 (5)0.002 Baixa estatura59.0 (10)23.1 (6)0.04 Atraso no DNPM35.3 (6)53.8 (14)NS Convulsões41.0 (7)65.4 (17)NS Hipotrofismo76.5 (13)38.5 (10)0.033 Acidose lática82.4 (14)34.6 (9)0.006 Herança materna5.9 (1)19.2 (5)NS * Média do Rank


Carregar ppt "MIOPATIAS MITOCONDRIAIS Carolina Fischinger Moura de Souza"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google