A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Opinião Prestando Contas Projeto no município de Santana do Livramento, RS p. 04 Pró-Reitor de Extensão fala da importância de ações de extensão e a atuação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Opinião Prestando Contas Projeto no município de Santana do Livramento, RS p. 04 Pró-Reitor de Extensão fala da importância de ações de extensão e a atuação."— Transcrição da apresentação:

1 Opinião Prestando Contas Projeto no município de Santana do Livramento, RS p. 04 Pró-Reitor de Extensão fala da importância de ações de extensão e a atuação da UFSM no cenário acadêmico nos seus 50 anos p. 02 N º 1 – maio 2010 p. 03

2 Opinião Prof. Dr. João Rodolpho Amaral Flôres Pró-Reitor de Extensão da UFSM A extensão universitária propugna a interação, parceirização e ações pró-ativas com a Sociedade. De acordo com a Política Nacional de Extensão, pactuada pelas Instituições Públicas de Ensino Superior do Brasil, embasada no Plano Nacional de Extensão emanado do FORPROEX, documento que define as diretrizes para a extensão universitária no país, a Extensão Universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre Universidade e Sociedade. A síntese de tais diretrizes apontam a missão da extensão universitária como ação transformadora, consubstanciadas em estratégias de desenvolvimento regional e afirmadas através de políticas públicas. Bem como, para realizar a interação dialógica com os diferentes atores, através de práticas valorativas da troca de saberes e como forma superadora do discurso da hegemonia acadêmica, o que se faz através da interdisciplinaridade entre as várias áreas de conhecimento da Universidade e a interação com a Comunidade. Sempre atenta ao previsto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a extensão universitária tem trabalhado intensamente para promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação. Assim, meios como a REVISTA BEM CULTURAL são sempre significativos, permitindo que a Universidade publicize parte do seu enorme potencial acadêmico e científico. Como Instituição Federal de Ensino Superior, pública e gratuita, a atuação da UFSM no cenário regional do Rio Grande do Sul, no Brasil e, mais recentemente, junto aos países do Cone Sul, valendo-se dos aportes de seus qualificados recursos humanos e NEP-UFSM Expediente Bem Cultural é um informativo experimental do Núcleo de Estudos do Patrimônio e Memória – NEP, projeto Institucional da Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. Coordenação: Prof. Dr. André Luis Ramos Soares Pró-Reitor de Extensão: Prof. Dr. João Rodolpho Amaral Flôres Equipe: Acadêmicos: Alexon M. da Rocha; Aline Krause; Aline Linhares; Ana Carla Cravo; Felipe Girardi; Felipe R. Pereira; Gabriel Vieira; Humberto Alagia Júnior; João Davi O. Minuzzi; Paula Rochele S. Becher; Rayssa A. Wolf; Renata B. Maciel; Thiago O. Petry 2 Contato: (55) Bem Cultural Prédio da Reitoria da Universidade Federal de Santa Maria, RS. Fonte: naval_27.html produtos científicos gerados, tem difundido conhecimentos e se coadunado aos grandes interesses de desenvolvimento e do bem estar da Sociedade, através de parcerias que se efetivaram ao longo dos 50 anos da sua profícua existência institucional.

3 3 UFSM: Patrimônio de Santa Maria Breve Histórico: Fundada em 14 de dezembro de 1960, a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) conta atualmente com alunos (primeiro semestre), distribuídos nos cursos de graduação, pós-graduação e ensino médio e tecnológico. Ela foi a primeira universidade no país a localizar-se fora de uma capital, descentralizando o acesso ao ensino superior, dando assim o primeiro passo para a democratização educacional em nível superior. Em agosto de 1969 expandiu-se, formando o primeiro campus avançado de ensino superior na Amazônia, o qual deu origem ao que hoje é a Universidade Federal de Roraima. Sua área territorial total é de 1.837,36 hectares, nos quais as edificações perfazem ,92 m² de área construída no campus, além de ,41 m² em edificações no centro do município. Estende-se ainda aos municípios de Frederico Westphalen, Palmeira das Missões e Silveira Martins. Com o objetivo de promover uma ampla rede de ações, o Núcleo de estudo do Patrimônio e Memória (NEP-UFSM), está desenvolvendo o projeto Memória da UFSM: valorização da universidade como patrimônio da cidade de Santa Maria, o qual visa relembrar à comunidade a importância da UFSM para o desenvolvimento da cidade. Assim, pretende-se a valorização da instituição como pólo educacional e cultural, projetada no cenário nacional e internacional. Bem Cultural NEP-UFSM ticias.public/imagens/noticia_257.jpg

4 4 Realizado em parceria entre o Centro de Ensino e Pesquisas Arqueológicas (CEPA-UNISC) e o Núcleo de Estudos do Patrimônio e Memória (NEP-UFSM), o projetoEducação Patrimonial no município de Santana do Livramento, RS: Resgate da história da casa de David Canabarro e a inserção do tema no currículo escolar teve como objetivo a conscientização da sociedade santanense sobre a necessidade em conhecer e resgatar os bens históricos e culturais da cidade, dando ênfase à antiga casa de David Canabarro. Concluídas em 2005, as atividades contaram com o apoio da Prefeitura Municipal de Santana do Livramento e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). As escavações arqueológicas, bem como o projeto de Educação Patrimonial, foram o ponto de partida para um projeto maior, evidenciado pelo IPHAN, para o estabelecimento do Museu do Pampa, no local onde se encontra a antiga casa de David Canabarro. Neste projeto reunimos atividades de arqueologia com as ações educativas, estimulando professores e a comunidade a valorizar o patrimônio cultural da cidade. Imagens do processo de escavação realizado em Santana do Livramento Bem Cultural Prestando Contas Projeto desenvolvido no município de Santana do Livramento, NEP-UFSM Esperando a vez Na cidade de Santa Maria, destaca-se a presença peculiar de uma intensa formação de ventos, popularmente conhecido como Vento Norte. Vento forte que pode chegar a 60 km/h, caracteriza- se pela sensação de calor que provoca. Gera controvérsias nas opiniões, mas certamente é uma marca da cidade de Santa Maria. Fonte: QjgXn7lI/AAAAAAAAABc/TUbsLnxJA18/s320/ vento%2Bnorte%2B-%2Bcratera.JPG Escultura Vento Norte (1996), da artística plástica Ana Norogrando, localizada no largo da biblioteca municipal da cidade.


Carregar ppt "Opinião Prestando Contas Projeto no município de Santana do Livramento, RS p. 04 Pró-Reitor de Extensão fala da importância de ações de extensão e a atuação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google