A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mocidade Espírita Leopoldo Machado www.melm.org.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mocidade Espírita Leopoldo Machado www.melm.org.br."— Transcrição da apresentação:

1 Mocidade Espírita Leopoldo Machado

2 A Morte O Desencarne Medo Da Morte Desencarne Massivo Suicídio

3 O Desencarne Mecanismos Motivos Perturbação Pós Desencarne Sentimento No Momento Da Morte

4 O Desencarne Q.68-LE Qual a causa da morte entre os seres orgânicos? -O esgotamento dos órgãos Poder-se-ia comparar a morte á cessação do movimento de determinada máquina desorganizada? - Sim; se a máquina está mal montada,a atividade cessa;se o corpo adoece,a vida se extingue.

5 O Desencarne Q.149-LE Em que se torna a alma no instante da morte? -Volta a ser espírito,quer dizer,retorna ao mundo dos espíritos,que deixou momentaneamente.

6 Motivos Por que morremos? Temos que morrer? Isso é uma lei?

7 Motivos Q.728-LE A destruição é uma lei da Natureza? -É preciso que tudo se destrua para renascer e se regenerar,porque o que chamais destruição não é senão uma transformação que tem por objetivo a renovação e melhoramento dos seres vivos

8 Motivos Q.729-LE Se a destruição é necessária para a regeneração dos seres,por que a Natureza os cerca de meios de preservação e de conservação? -Para que a destruição não chegue antes da época necessária.Toda destruição antecipada entrava o desenvolvimento do princípio inteligente.Por isso,Deus deu a cada se a necessidade de viver e de se reproduzir.

9 Motivos Q.731-LE Porque,ao lado dos meios de conservação,a Natureza,ao mesmo tempo,colocou os agentes destruidores? - O remédio ao lado do mal.Já o dissemos,é para manter o equilíbrio e servir de contrapeso Q.733-LE A necessidade de destruição é a mesma em todos os mundos? -Ela é proporcional ao estado mais ou menos material dos mundos,e cessa com um estado físico e moral mais depurado.Nos mundos mais avançados que o vosso,as condições de existências são outras

10 Mecanismos Como se opera a morte? É dolorosa? É um procedimento brusco?

11 Mecanismos Q.155-LE Como se opera a separação da alma e do corpo? -Rompidos os laços que a retinham,ela se liberta.

12 A separação se opera instantaneamente e por uma transição brusca?Há uma linha de demarcação bem nítida entre a vida e a morte? -Não,a vida se liberta gradualmente e não se escapa como um pássaro cativo que ganha subitamente a liberdade.Esses dois estados se tocam e se confundem;assim o Espírito se liberta pouco a pouco de seus laços:os laços se desatam,não se quebram

13 Perturbação Pós Desencarne Por quanto tempo ela se prolonga? Todos os Espíritos experimentam o mesmo nível de perturbação?

14 Perturbação Pós Desencarne Q.163 A alma,deixando o corpo tem imediata consciência de si mesma? -Consciência imediata não é bem o termo.Ela passa algum tempo em estado de perturbação

15 Perturbação Pós Desencarne Q.164-LE Todos os Espíritos experimentam,no mesmo grau e durante o mesmo tempo,a perturbação que se segue á separação da alma e do corpo? -Não,isso depende da elevação de cada um.Aquele que já está purificado se reconhece quase imediatamente,visto que já se libertou da matéria durante a vida física,enquanto que o homem carnal,aquele cuja consciência não é pura,conserva por tempo mais longo a impressão dessa matéria.

16 Sentimento No Momento Da Morte Qual é sensação que temos no momento da morte? Como é? É boa? Ficamos tristes? Ficamos felizes ? #Partiu BuscarJão

17 Sentimento No Momento Da Morte Q.961-LE No momento da morte,qual é o sentimento que domina na maioria dos homens:a dúvida,o medo ou a esperança? -A dúvida para os céticos endurecidos,o medo para os culpados e a esperança para os homens de bem.

18 Sentimento No Momento Da Morte No momento da morte tudo,a princípio,é confuso.A alma necessita de algum tempo para se reconhecer.Ela se acha como aturdia e no estado de um homem que despertando de m sono profundo procura orientar-se sobre sua situação.A lucidez da idéias e a memória do passado lhe voltam á medida que se apaga a influência da matéria da qual se libertou,e se dissipe a espécie de neblina que obscurece seus pensamentos.

19 Medo Da Morte Por que o temor da morte? Ela faz algum mal? Eu devo temê-la? Por que alguns a temem mais que os outros?

20 Medo Da Morte Q.730-LE Visto que a morte deve nos conduzir para uma vida melhor,que nos livra dos males desta,e que,assim,ela está mais para ser deseja que temida,por que o homem tem dela um horror instintivo que o faz temê-la? -Já o dissemos,o homem deve procurar prolongar sua vida para cumprir sua tarefa.Por isso Deus lhe deu o instinto de conservação que o sustém nas provas,e sem o qual se deixaria,muito frequentemente,levar o desencorajamento.A voz secreta que o faz repelir a morte,lhe diz que ele pode ainda fazer alguma coisa pelo seu adiantamento.Quando um perigo o ameaça,é uma advertência para que aproveite a moratória que Deus lhe concede.Mas,ingrato!rende,mais frequentemente,graças a sua estrela que ao seu Criador.

21 Medo Da Morte A morte não inspira ao justo nenhum medo,porque com a fé ele tem certeza do futuro;a esperança lhe faz esperar uma vida melhor,e a caridade,da qual praticou a lei,dá lhe a certeza de que não reencontrará,no mundo em que vai entrar nenhum ser do qual deva temer o olhar.

22 Medo Da Morte Q.858-LE Porque que aqueles que pressentem sua morte a temem,geralmente menos que os outros? -É o homem que teme a morte,não o espírito.Aquele que a pressente,pensa mais como Espírito que como homem;compreende sua libertação e a espera.

23 Medo Da Morte O homem carnal,mais ligado á vida corporal que á vida espiritual,tem,sobre a Terra,penas e gozos materiais;sua felicidade está na satisfação fugidia de todos os seus desejos.Sua alma,constantemente preocupada e afetada pelas vicissitudes da vida,permanece numa ansiedade e numa tortura perpétuas.A morte o assusta,porque ele duvida do seu futuro,e acredita que deixa sobre a Terra todas as suas afeições e todas as suas esperanças.

24 Desencarne Massivo O que é? É planejado? E os que se vão injustamente?

25 Desencarne Massivo Incêndio na boate kiss

26 Desencarne Massivo O Aviso

27 Desencarnes Massivo Pessoas arriscaram a própria vida para salvar as dos outros na boate...

28 Desencarne Massivo Famílias das vítimas totalmente desconsoladas...

29 Desencarnes Massivo Estudantes,pessoas com uma vida inteira pela frente,alguns se formando na faculdade......teria Deus,errado?Teria ele culpa do que houve?Teria ele sido injusto ao permitir que estudantes e pessoas de bem morressem junto a outras que talvez não estivessem nem ai com a vida?Então Mocidade Espírita Leopoldo Machado?Deus teria então errado conosco?

30 Desencarne Massivo Q.737-LE Com que objetivo Deus atinge a Humanidade por meio de flagelos destruidores? -Para fazê-la avançar mais depressa.Não vos dissemos que a destruição é necessária para a regeneração moral dos Espíritos,que o adquirem,a cada nova existência um novo grau de perfeição?É preciso ver o fim para lhe apreciar os resultados.Vós não os julgais senão sob o vosso ponto de vista pessoal e os chamais de flagelos por causa do prejuízo que vos ocasionam.Mas esses transtornos são,freqüentemente,necessários para fazer alcançar,mais prontamente,uma ordem melhor de coisas,e em alguns anos,o que exigiria séculos.

31 Desencarne Massivo Q.738-LE Deus não poderia empregar,para o aprimoramento da Humanidade,outros meios senão os flagelos destruidores? -Sim,e o emprega todos dia,visto que deu a cada um os meios de progredir pelo conhecimento do bem e do mal.É que o homem não o aproveita;é preciso castigá-lo em seu orgulho e fazê-lo sentir sua fraqueza.

32 Desencarne Massivo -Mas nesses flagelos,o homem de bem sucumbe como o perverso; isso é justo? -Durante a vida,o homem relaciona tudo com o seu corpo,mas,depois da morte,ele pensa de outra forma e,como já o dissemos:a vida do corpo é pouca coisa.Um século do vosso mundo é um relâmpago na eternidade.Por tanto,os sofrimentos,do que chamais alguns meses ou alguns dias,não são nada,apenas um ensinamento para nós,e que vos servirá no futuro.Os Espíritos,eis o mundo real,preexistentes e sobreviventes a tudo,são os filhos de Deus e o objeto de toda a sua solicitude;os corpos não são senão os trajes com os quais eles aparecem no mundo.

33 Nas grandes calamidades que dizimam os homens é como um exército que,durante a guerra vê seus trajes usados,rasgados ou perdidos.O general tem mais cuidado com seus soldados do que com suas vestes.

34 Desencarne Massivo Mas as vítimas desses flagelos não são menos vítimas? -Se considerasse a vida por aquilo que ela é,e o pouco que é com relação ao infinito,se atribuiria menos importância a isso.Essas vítimas encontrarão,em uma outra existência,uma larga compensação aos seus sofrimentos,se elas sabem suportá-los sem murmurar.

35 Desencarne Massivo Quer chegue a morte por um flagelo ou por uma causa ordinária,não se pode escapar a ela quando soa a hora de partida:a única diferença é que com isso,no primeiro caso,parte um maior número de uma vez. Se pudéssemos nos elevar,pelo pensamento,de maneira a dominar a Humanidade e abrangê-la inteiramente;esse flagelos tão terríveis não nos pareceriam mais que tempestades passageiras no destino do mundo.

36 Desencarne Massivo Q.739-LE Os flagelos destruidores têm uma utilidade sob o ponto de vista físico,malgrado os males que ocasionam? -Sim,eles mudam,algumas vezes,o estado de uma região;mas o bem que disso resulta não é,frequentemente,percebido senão pelas gerações futuras.

37 Desencarne Massivo Q.740-LE Os flagelos não seriam igualmente para o homem provas morais que o submetem ás mais duras necessidades? - Os flagelos são provas que fornecem ao homem a ocasião de exercitar sua inteligência,de mostrar sua paciência e sua resignação a vontade de Deus,e o orientam para demonstrar seus sentimentos de abnegação,de desinteresse e de amor ao próximo,se ele não esta dominado pelo egoísmo.

38 Desencarne Massivo Q.741-LE É dado ao homem conjurar os flagelos que o afligem? -Sim,de uma parte,mas não como se pensa,geralmente.Muitos flagelos são o resultado de sua imprevidência;á medida que ele adquire conhecimentos e experiência,pode conjurá-los,quer dizer,preveni-los se sabe procurar-lhes as causas.Mas,entre os males que afligem a Humanidade,há os gerais que estão nos desígnios da Providência,e dos quais cada indivíduo recebe mais,ou menos,a repercussão.A estes o homem não pode opor senão a resignação á vontade de Deus e,ainda,esse males são agravados frequentemente,pela sua negligência.

39 Desencarne Massivo Entre os flagelos destruidores,naturais e independentes do homem,é preciso incluir na primeira linha a peste,a fome,as inundações,as intempéries fatais á produção da terra.Mas o homem não encontrou na ciência,nos trabalhos de arte,no aperfeiçoamento da agricultura,nos afolhamentos e na irrigação,no estudo das condições higiênicas,os meios de neutralizar,ou pelo menos atenuar,os desastres?Certas regiões,outrora assoladas por terríveis flagelos,não estão preservadas hoje?Que não fará,portanto,o homem por seu bem estar material quando souber aproveitar todos os recursos de sua inteligência e quando ao cuidado de sua conservação pessoal souber aliar o sentimento de uma verdadeira caridade por seus semelhantes?

40 Suicídio Desgosto da vida,suicídio Perturbação espírita Consequências do Suicídio

41 Suicídio Q.944-LE O homem tem o direito de dispor da sua própria vida? -Não,só Deus tem esse direito.O suicídio voluntário é uma transgressão dessa lei. O suicídio não é sempre voluntário? -O louco que se mata não sabe o que faz.

42 Suicídio Q.945-LE Que pensar do suicídio que tem por causa o desgosto da vida? -Insensatos!Por que não trabalhavam?A existência não lhes seria uma carga!

43 Suicídio Q.936-LE Que pensar do suicídio que tem por objetivo escapar as misérias e as decepções deste mundo? -Pobres espíritos que não têm a coragem de suportar as misérias da existência!Deus ajuda aqueles que sofrem e não aqueles que não tem força nem coragem.As tribulações da vida são provas ou expiações;felizes aqueles que as suportam sem murmurar,porque serão recompensados! Infelizes,ao contrário,os que esperam sua salvação do que,em sua impiedade,chamam de acaso ou fortuna!O acaso ou a fortuna,para me servir de sua linguagem,podem,com efeito,lhes favorecer um instante,mas é pra os fazer sentir mais tarde e mais cruelmente o vazio dessas palavras.

44 Suicídio Os que conduziriam um infeliz a esse ato de desespero,suportarão as consequências? - Oh!ai dele!Porque responderão por homicídio.

45 Suicídio Q.948-LE O suicídio que tem por objetivo escapar á vergonha d uma ação má,é tão repreensivo como o que é causado pelo desespero? - O suicídio não apaga a falta,pelo contrário,haverá duas em lugar de uma.Quando se teve a coragem de fazer o mal,é preciso ter a de suportar suas consequências.Deus julga,e segundo a causa,pode algumas vezes,diminuir seus rigores.

46 Suicídio Aquele que tira a própria vida para fugir a vergonha de uma ação má,prova que se prende mais a estima dos homens que á de Deus,porque ele vai entrar na vida espiritual carregado de sua iniquidades e se tira os meios de as reparar durante a vida.Frequentemente,Deus é menos inexplorável que os homens,perdoa o arrependimento sincero e nos considera a reparação;o suicídio não repara nada.

47 Suicídio Q.950-LE Que pensar daquele que tira a própria vida na esperança de alcançar mais cedo uma vida melhor? -Outra loucura!que ele faça o bem e estará mais seguro de alcançá-la;porque retarda sua entrada num mundo melhor,e ele mesmo pedirá para vir terminar essa vida que cortou por uma falsa ideia.Uma falta,qualquer que seja,não abre jamais o santuário dos eleitos.

48 Suicídio Q.956-LE Os que,não podendo suportar a perda de pessoas que lhes são queridas,se matam na esperança de ir reencontrá- los,atingem seu objetivo? -O resultado,para eles,é diferente do que esperam,e em lugar de estar reunido ao objeto de sua afeição,dele se distanciam por maior tempo,porque Deus não pode recompensar um ato de covardia e o insulto que lhe é feito duvidando de sua providência.Eles pagarão esse instante de loucura por desgostos maiores que aqueles que acreditavam abreviar e não terão para os compensar a satisfação que esperavam.

49 Suicídio Consequências Q.957-LE Quais são,em geral,as consequências do suicídio sobre o estado do espírito? -As consequências do suicídio são muito diversas:não há penas fixadas e,em todos os casos,são sempre relativas ás causas que o provocaram.Mas uma consequência á qual o suicida não pode fugir é o desapontamento.De resto,a sorte não é a mesma para todos:depende das circunstancias.Alguns expiam sua falta imediatamente,outros em uma nova existência que será pior que aquela da qual interromperam o curso.

50 Suicídio Perturbação Espírita

51 Perturbação Espírita Nas mortes violentas por suicídio,suplício,acidente,apoplexia,ferimentos,etc.,o Espírito é surpreendido,espanta-se,e não acredita que morreu,e sustenta essa ideia com obstinação.Entretanto,vê seu corpo,sabe que esse corpo é seu e não compreende porque está separado dele;acerca-se das pessoas a quem estima,fala-lhes e não compreende porque elas não o ouvem.Essa ilusão perdura a inteira libertação do perispírito e,só então,o Espírito se reconhece e compreende que não pertence mais ao número dos vivos.


Carregar ppt "Mocidade Espírita Leopoldo Machado www.melm.org.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google