A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Supervisora Sílvia Martins Rodrigues RETOMADA DO 1º ENCONTRO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Supervisora Sílvia Martins Rodrigues RETOMADA DO 1º ENCONTRO."— Transcrição da apresentação:

1 Supervisora Sílvia Martins Rodrigues RETOMADA DO 1º ENCONTRO

2 NÃO ADIANTA NOS ENCONTRARMOS PARA :  Falar que ganhamos pouco....  Trocar “mazelas”...  Falar mal dos outros...  Procurar soluções que não dependem de nós.

3 PARA QUE NOS ENCONTRAMOS?  Para unir nossos esforços para: Que os alunos aprendam mais e melhor; Para encontrar formas de auxiliar o professor!

4 DOCUMENTOS OFICIAIS  CURRÍCULO OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO  CADERNO DO PROFESSOR  CADERNO DO ALUNO  LIVRO DIDÁTICO

5 CURRÍCULO conteúdos Situações de aprendizagem – seqüência didática Competências e habilidades

6 DIÁRIO DE CLASSE RESUMO DE CONTEÚDOS E ATIVIDADESRESUMO DE CONTEÚDOS E ATIVID. 06/03-Preparação coletiva de um roteiro de observação do jardim da escola para identificação de seres vivos e fatores não vivos 06/03 - Condições necessárias para a existência de seres vivos 07/03 – Observação do jardim da escola e preenchimento do roteiro em grupo de 5 alunos 07/03 – continuação 08/03 – Confecção de relatórios em grupo. ( Avaliação 1: Relatório = 1ponto) 08/03 – questionário 09/03 – Leitura individual e silenciosa do texto “.....” (Caderno do Aluno – págs. 6 e 7) e questionário - correção do quest. 09/03 – correção do questionário

7 OBRIGATORIEDADE DO USO  CURRÍCULO OFICIAL DO ESTADO DE SP  ESTATUTO DO FUNCIONÁRIO PÚBLICO  RESOLUÇÃO SOBRE O CURRÍCULO  LDB

8 MOTIVOS PARA USAR O CADERNO DO PROFESSOR  OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DO PROFESSOR As seqüências didáticas já estão prontas;  MAIOR MOTIVAÇÃO DOS ALUNOS O uso de estratégias e ambientes de aprendizagem diferentes torna o aluno mais participativo e aumenta sua chance de aprendizagem;  BASE PARA O SARESP O sucesso do aluno no SARESP independente de bônus melhora a auto-estima da equipe escolar;

9 ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO É saber o que está acontecendo dentro das salas de aula:  como  por que  quando  aspectos positivos;  aspectos negativos

10 PARA QUE Para identificar:  Pontos positivos que devem e precisam ser disseminados, valorizados, parabenizados.  Pontos negativos que precisam ser contidos ou ao menos, minimizados: Com competência, Com tranqüilidade, Com entusiasmo.

11 QUANDO? Sempre.

12 O ACOMPANHAMENTO DO CURRÍCULO  Precisa ser feito levando em consideração todas as dificuldades dos professores.  É preciso pedir, mas também é preciso OFERECER algo para ele:  Auxílio: “Como eu posso te ajudar?”  Compreensão: “Eu sei que é difícil...”  Entusiasmo: “ Vamos tentar juntos?”

13 OBJETIVO  FACILITAR  MELHORAR  ENRIQUECER A RELAÇÃO PROFESSOR – ALUNO

14 COMO O NÚCLEO PEDAGÓGICO PODE AJUDAR:  Encontros: trocar idéias para o HTPC, para o acompanhamento do currículo e para  Visitas: olhar do especialista sobre o currículo: SUGESTÕES IDEIAS

15 COMO ESTIMULAR O USO DO CADERNO DO PROFESSOR  HTPC:  estudo de situações de aprendizagem existentes no caderno do professor;  revisão do Plano de Aulas de acordo com o Caderno do Professor  preparação de simulados do SARESP baseados no caderno do professor – matriz de referência do SARESP.

16 O PROFESSOR COORDENADOR: É O ARTICULADOR FUNDAMENTAL PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO CURRÍCULO


Carregar ppt "Supervisora Sílvia Martins Rodrigues RETOMADA DO 1º ENCONTRO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google