A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ORALIDADE E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL São João Del Rei 13 de março de 2015 Fernanda Rohlfs.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ORALIDADE E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL São João Del Rei 13 de março de 2015 Fernanda Rohlfs."— Transcrição da apresentação:

1 ORALIDADE E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL São João Del Rei 13 de março de 2015 Fernanda Rohlfs

2 Principal questionamento: É adequado trabalhar aspectos relacionados à leitura e a escrita com crianças menores de 7 anos? Principal questionamento: É adequado trabalhar aspectos relacionados à leitura e a escrita com crianças menores de 7 anos? LEITURA E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL HOJE - Exigências (famílias, gestores, políticos) -Comparações -- Ausência de referencias teóricos

3 Alguns pressupostos para o trabalho com a linguagem escrita na Educação Infantil, devem ser considerados: A Educação Infantil possui uma identidade própria constituída a partir das características das crianças. -Na forma de se relacionar com o mundo - Na forma de construir sentido para o que experimentam O trabalho co a linguagem escrita na Educação Infantil deve respeitar a criança como produtora de cultura.

4 BRINCADEIRA 1 Elemento central da ação educacional. 2 Fonte de conhecimento da criança sobre o seu processo de apropriação. 3 Forma privilegiada de a criança manifestar e produzir cultura.

5 CRIANÇA: SUJEITO DE DIREITOS CRIANÇA: SUJEITO DE DIREITOS Cria cultura Brinca Dá sentido ao mundo Produz história Recria a ordem das coisas

6 Enfrente o desafio de compreender os complexos sistemas de representação que circulam socialmente. A criança Exerce forte influência sobre a cultura infantil. As crianças vão criando estratégias para descrever o mundo, compreendê-lo e com ele interagir. A escrita Surge quando a criança desde muito cedo se interessa pelo fenômeno da linguagem escrita. O interesse

7 A escrita é um elemento importante desse cultura com a qual a criança interage e demonstra interesse em compreendê-lo e dele se apropriar. O trabalho com a leitura e a escrita na Educação Infantil deve estar comprometido com o direito da criança em expandir o seu conhecimento. Por que é importante realizar o trabalho com a linguagem escrita na Educação Infantil ?

8 Utiliza-se a expressão “linguagem escrita” para designar um trabalho educacional mais amplo do que desenvolver competências para a escrita. A criança, ao desenvolver aspectos relacionados à leitura e à escrita, desenvolvem também aspectos da oralidade e vice- versa. As duas modalidades de linguagem verbal, tanto a oral quanto a escrita, estão em constante interação. O trabalho pedagógico deve desenvolver situações em que a linguagem escrita seja fonte das interações e deve promover a reflexão sobre a própria linguagem.

9 Linguagem escrita na Educação Infantil Deve ser pensado à luz das especificidades da infância, considerando sua forma peculiar de se relacionar com o mundo Imaginação Brincadeira

10 Durante a brincadeira a criança não aprende apenas a brincar, ela se desenvolve socialmente, adquirindo novas aptidões que são requisitos fundamentais para o convívio social. Para a brincadeira ser satisfatória, é fundamental que os participantes empreendam esforços no sentido de estabelecer e cumprir regras. A brincadeira promove a interação da criança com o mundo.

11 Vigotsky: estabelece relação entre a brincadeira e a imaginação A criança acumula materiais para a sua criação a partir do que vê e do que ouve. Para uma base suficientemente sólida para a sua atividade criadora, devemos ampliar sua experiência. Quanto mais a criança: ver, ouvir, experimentar, aprender, assimilar, mais ampla será a sua atividade criadora.

12 OBS: A imaginação depende das experiências vividas. Quanto maior a experiência, maior a imaginação Vigotsky: A imaginação necessita de uma base de realidade. Só é possível imaginar quando se tem experiências reais anteriores. Quanto mais memória, mais criatividade na imaginação. Vigotsky: A imaginação necessita de uma base de realidade. Só é possível imaginar quando se tem experiências reais anteriores. Quanto mais memória, mais criatividade na imaginação.

13 As práticas educativas devem assegurar às crianças o direito a uma educação que reconheça a infância como uma construção da qual ela participa como ATOR SOCIAL. COMO? Considerar a literatura infantil como ARTE 1

14 É preciso promover no cotidiano: Atividades de leitura;Manipulação de textos literários;Conversa sobre os textos; Considerar a literatura como fonte de prazer e de experiências estéticas.

15 Ensinar aquilo que a criança deseja saber é incentivá-la a saber mais sobre a linguagem. 2 A Professora ao: -Mostrar desenhos - Fotografias - Ilustrações - Objetos - Imitar sons de animais - Contar histórias - Cantar músicas - Recitar poesias Está inserindo a criança no universo simbólico. É preciso promover situações de aprendizagem que mostrem para a criança funções da escrita. Está inserindo a criança no universo simbólico. É preciso promover situações de aprendizagem que mostrem para a criança funções da escrita.

16 Muito antes de dominar a escrita ortográfica convencional, a criança pode e deve familiarizar-se com os usos e funções da escrita. É importante assegurar grande diversidade de gêneros e suportes para que as crianças possam manusear e perceber suas características gráficas. É também muito importante, valorizar os conhecimentos prévios durante a exploração desses materiais. É importante assegurar grande diversidade de gêneros e suportes para que as crianças possam manusear e perceber suas características gráficas. É também muito importante, valorizar os conhecimentos prévios durante a exploração desses materiais.

17 Quanto maior o contato da criança com situações em que a escrita é empregada como objeto de mediação das interações sociais, maior será a sua chance de pensar sobre esse objeto, de levantar hipóteses sobre o seu funcionamento e testá-las. Na Educação Infantil é preciso apropriar-se de conhecimentos da tecnologia da escrita: O aprendizado desses saberes deve ocorrer concomitantemente ao desenvolvimento de outros saberes e não como condição ou pré- requisito. - Manusear livros -Usar cadernos - Conhecer os resultados a partir do uso de: - Lápis - Caneta - Giz de cera - Esses materiais aplicados em diferentes tipos de papel -Cuidado com livros e revistas.

18 Assegurar as condições materiais adequadas 3 O ambiente deve estimular a leitura e a escrita, a imaginação e a criatividade das crianças. -Espaços organizados para a leitura - Livros, revistas e outros materiais - Estante de livros acessíveis para as crianças - Variedade de materiais - Ilustrações, figuras, sequências de imagens na sala de aula.

19 Resumindo: 1 O direito de ter acesso ao mundo da linguagem escrita não pode descuidar do direito de ser criança. 2 Não é na Educação Infantil que a criança inicia sua alfabetização.Esse processo se inicia fora das instituições escolares. 3 Não é nessa etapa educativa que a alfabetização se completará. 4 A Educação Infantil tem como principal contribuição para esse processo fazer com que a criança se interesse pela leitura e pela escrita. 5 Fazer com que a criança deseje a aprender a ler e a escrever e fazer com que ela acredite que é capaz de fazê-lo.


Carregar ppt "ORALIDADE E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL São João Del Rei 13 de março de 2015 Fernanda Rohlfs."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google