A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Por que a expansão do Islã foi tão rápida? Capítulo 3.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Por que a expansão do Islã foi tão rápida? Capítulo 3."— Transcrição da apresentação:

1 Por que a expansão do Islã foi tão rápida? Capítulo 3

2 Península Arábica Divisão geográfica: Região norte e centro: tribos nômades-pastoris, viviam dispersas e se deslocavam constantemente de um oásis para outro em busca de água e pasto para suas ovelhas, cabras, e camelos. Cada grupo com suas leis e chefes. Região sul e litoral: tribos sedentárias, organizadas sob forma de clãs familiares, que desenvolviam a agricultura e comércio. Região mais fértil. Nela surgiram as principais cidades árabes e centros comerciais como Meca e Yatreb (Medina).

3 Oásis

4 Meca

5 Antiga religião Politeístas e fetichistas (deuses incorporavam em árvores e objetos). Meca principal centro de comércio e peregrinação. Tribo dos coraixitas, guardiões de Meca. Controlavam o comércio da região.

6 RELIGIÃO

7 Caaba A Caaba, famoso templo instalado em Meca, local em que as tribos árabes mantinham os seus inúmeros ídolos (mais de 360). Segundo a lenda foi construído por Abraão. Cultuava-se no templo, particularmente, uma pedra negra, a qual, segundo a tradição, originou se do Céu, tendo sido transferida para a Caaba, pelo arcanjo Gabriel. Segundo a lenda, consideravam-na como sendo o centro da Terra, e a sua negritude, provocada pelos homens, em função de seus pecados.

8 Maomé Nasceu em Meca (ano 570). Desde de criança acompanhava caravanas de comércio entrando em contato com religiões monoteístas, como cristianismo. No de 610, recebeu a revelação do anjo Gabriel e passou a pregar a existência de um único deus Alá.

9 MAOMÉ

10 Maomé, o profeta Começou a pregar tentando divulgar sua doutrina. Proclamou-se profeta ou mensageiro de Deus, enviado aos árabes para ensinar-lhes o caminho da salvação. A nova religião chamou-se islamismo (submissão total a Deus). Maomé condenava abertamente o politeísmo. Os ensinamentos de Maomé, todavia, provocaram grande hostilidade entre os comerciante da cidade e os guardiões do templo (Caaba).

11 Hégira Maomé foi tão perseguido que, em 622 (início do calendário islâmico), para fugir de seus inimigos, dirigiu-se para Yatreb (Medina). Os habitantes de Medina receberam Maomé e seus seguidores, aderindo à religião islâmica e divulgando-a entre os beduínos do deserto. Ele conseguiu vencer seus inimigos – os ricos comerciantes de Meca e impor uma única religião, elemento determinante para a unificação política da região. O profeta se tornou um líder religioso e político, rejeitou as leis tribais.

12 Expansão do islamismo Tribos beduínas de toda a Arábia se converteram ao islamismo e aceitaram a autoridade de Maomé como profeta final. Até sua morte, em 632, Maomé tinha conseguido unir a Arábia, transformando-a num só domínio. Após a morte do profeta Maomé, os muçulmanos passaram a ser liderados por califas. Sob o mandato dos primeiros quatro califas, os exércitos muçulmanos conquistaram a Síria, o Egito, a maior parte da Pérsia e a Terra de Israel.

13 Expansão Islâmica

14 A religião islâmica O Alcorão é o livro sagrado do Islã Os muçulmanos têm cinco obrigações religiosas básicas chamadas de “os cinco pilares do Islã: 1.Credo- Aceitar e repetir todos os dias: "Não há outro Deus a não ser Deus e Maomé é o seu profeta”. 2.Oração-Realizar cinco orações diárias, em horários predeterminados, com o rosto voltado para Meca. 3.Esmola- Os muçulmanos devem ser generosos com os mais necessitados.(doar 25% dos ganhos anuais). 4.Jejum - Durante os 40 dias do mês do Ramadan, o nono mês do calendário islâmico, é obrigado jejuar do nascer do sol até o pôr do sol. 5.Peregrinação- Ao menos uma vez na vida, todo muçulmano adulto que dispõe de meios de realizar uma peregrinação a Meca, deve fazê- lo.

15

16 Importância dos muçulmanos na Idade Média Os seguidores de Maomé invadiram toda a Península Arábica, Médio Oriente, Norte de África, Península Ibérica em menos de 100 anos. Criaram um grande Império quer a Oriente(Império Otomano) quer a Ocidente dominando o Norte de África, Península Ibérica e até parte da França. Grandes avanços científicos e tecnológicos Intermediários culturais – Faziam a ligação entre o Oriente (China e Índia) e o Ocidente (Europa) Desenvolveram o Comércio Internacional – Rota da Seda, Rota das Especiarias e a Rota do Ouro

17 FATORES QUE LEVARAM A RÁPIDA EXPANSÃO Unidade religiosa; Pouca resistência dos povos conquistados, povos enfraquecidos; Tolerância dos conquistadores quanto as outras religiões; Poder político e religioso concentrado nos califas.

18 A cultura Árabe Durante a Idade Média, enquanto a Europa Ocidental vivia isolada em feudos e mosteiros, os árabes dominavam o comércio e a navegação no Mediterrâneo e em suas grandes cidades desenvolvia-se intensa atividade científica e cultural. Sua cultura influenciou em áreas como matemática, artes, filosofia, medicina, astronomia. Foi na Península Ibérica que seu conhecimentos foram difundidos.

19 ATIVIDADES P.41 (doc.1/2) P.43 (doc.1/2) P.45 (doc.1/2) P.47(doc) Leitura da Seção Sessão Mais: As muitas faces do Islã


Carregar ppt "Por que a expansão do Islã foi tão rápida? Capítulo 3."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google