A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Paulo: seu passado e seu chamado 11 “O Senhor lhe disse: Vai, porque este é para Mim um instrumento escolhido para levar o Meu nome perante os gentios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Paulo: seu passado e seu chamado 11 “O Senhor lhe disse: Vai, porque este é para Mim um instrumento escolhido para levar o Meu nome perante os gentios."— Transcrição da apresentação:

1

2 Paulo: seu passado e seu chamado 11

3 “O Senhor lhe disse: Vai, porque este é para Mim um instrumento escolhido para levar o Meu nome perante os gentios e reis, bem Como perante os filhos de Israel; pois Eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo Meu nome” (At 9:15, 16).

4 1.Entender que Paulo é uma das figuras principais do Novo Testamento, originalmente Saulo de Tarso. Paulo foi para a igreja cristã primitiva o que Moisés foi para os filhos de Israel. 2.Aprender como as pessoas se relacionam com a verdade nos dias de Paulo. 3.Entender que todo ser humano comete erro, que precisamos aprender a perdoar aqueles cujos erros no magoaram. E nos dias de Paulo não foi diferente.

5 A vida cristã é como uma batalha, uma corrida, termos diversas dificuldades, mas todo ser humano pode ter acesso a uma vida melhor e a salvação se descobrir que Jesus esta a nos oferecer isso a cada momento, mas precisamos trabalhar para melhorar cada dia nosso caráter e personalidade sendo semelhantes a Cristo.

6  Saulo nasceu em Tarso, uma importante cidade localizada junto à rota comercial entre a Síria e a Ásia ocidental (At 22:3).  Os pais de Saulo eram judeus da diáspora (isto é, judeus que não estavam morando na terra de Israel), originários da tribo de Benjamin.  A experiência de Paulo como fariseu foi um importante elemento em sua obra missionária bem- sucedida em favor dos judeus e dos gentios. Você acha que a teologia do Novo Testamento seria como é sem os princípios de Paulo? Saulo de Tarso

7  Paulo era claramente um homem de grande convicção e zelo. Antes de sua experiência do novo nascimento, ele usava seu zelo para perseguir a igreja primitiva.  Ao mesmo tempo, também, podemos ver como seu zelo e fervor foram usados para o bem quando ele dedicou a vida à pregação do evangelho, apesar de incríveis dificuldades e desafios.  Paulo também era humilde. Sem dúvida, em parte devido à culpa que sentia por ter perseguido os cristãos no passado, ele se via como indigno de seu alto chamado. Leia Atos 9:1; Filipenses 3:6, 8; 1 Coríntios 15:9, 10; 1 Timóteo 1:16; Gálatas 1:14 e 2 Coríntios 11:23-33. O que essas passagens nos dizem sobre o caráter e a personalidade de Paulo? Paulo, o homem

8  Desde o princípio estava claro que o Senhor planejava usar Paulo para alcançar tanto judeus quanto pagãos.  Nenhum evento na preparação de Paulo como missionário e teólogo se comparou, em importância, à sua conversão; na verdade, em seu testemunho ele falava frequentemente sobre essa experiência.  Paulo não podia pregar nem ensinar sobre o que não sabia. Como a conversão de Paulo está relacionada a seu chamado missionário? At 9:1-22; 26:16-18 De Saulo para Paulo

9  A respeito dos esforços missionários de Paulo, uma coisa é certa: não importava onde ele fosse, a pregação de Cristo e Este crucificado era o centro de sua mensagem.  Paulo, no entanto, não pregava Jesus simplesmente como um tipo de verdade objetiva e depois seguia seu caminho alegremente.  Assim, podemos ver pelo menos três elementos centrais na atividade missionária de Paulo: proclamar Jesus, plantar igrejas e conservar as igrejas estabelecidas. “Desde Jerusalém e circunvizinhanças até ao Ilírico, tenho divulgado o evangelho de Cristo” (Rm 15:19). Que elemento crucial para todo trabalho missionário encontramos nesse texto? 1Co 1:23; 2:2; Gl 6:14; Fp 1:15-18 Paulo no campo missionário

10  Quando Pedro, posteriormente, visitou Antioquia, conquistou a confiança de muitos por sua conduta prudente para com os conversos gentios.  Paulo enfrentou a questão com Pedro e tomou firme posição em favor daquilo que hoje poderia ser chamado de uma igreja multicultural.  O passado complicado de Paulo como devoto fariseu, discípulo do rabi Gamaliel, cidadão romano, zelote fundamentalista perseguidor e, finalmente, converso e apóstolo de Jesus Cristo. Leia Gálatas 2:1-17. O que aconteceu ali e como esse relato ilustra o desafio do “multiculturalismo” na evangelização e na missão? A missão e o multiculturalismo

11 1.A missiologia moderna aplica o termo “contextualização” aos métodos missionários de Paulo mencionados ali. 2.Os cristãos judeus, vivendo próximos do templo, naturalmente permitiam que sua mente se voltasse aos privilégios peculiares dos judeus como nação. 3.Mesmo os discípulos não estavam todos preparados para aceitar de boa vontade a decisão do concílio. 4.Alguns eram zelosos pela lei cerimonial, e consideravam Paulo com desfavor, pois pensavam que seus princípios referentes às obrigações da lei judaica fossem frouxos” (Ellen G. White, Atos dos Apostolos, p. 197).

12 COORDENAÇÃO: Escola Sabatina USB/2015 usb.adventistas.org www.maisumdiscipulo.com TEXTO: Etelvino Ricardo Da Silva Distrito Paranaguá Oeste - Paranaguá - PR Associação Sul Paranaense - USB PROJETO GRÁFICO: Marcos Castro Designer gráfico marcosgularte@gmail.com

13 O Conteúdo de alguns slides foi resumido para otimizar a apresentação. O texto completo em Word encontra-se disponível para download neste site


Carregar ppt "Paulo: seu passado e seu chamado 11 “O Senhor lhe disse: Vai, porque este é para Mim um instrumento escolhido para levar o Meu nome perante os gentios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google