A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prescrição de exercícios físicos para pessoas com doença vascular periférica Gustavo D. Magliocca Medicina Esportiva - HCFMUSP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prescrição de exercícios físicos para pessoas com doença vascular periférica Gustavo D. Magliocca Medicina Esportiva - HCFMUSP."— Transcrição da apresentação:

1 Prescrição de exercícios físicos para pessoas com doença vascular periférica Gustavo D. Magliocca Medicina Esportiva - HCFMUSP

2 As Doenças Vasculares Periféricas A prevalência das DVPS esta diretamente associada ao aumento da expectativa de vida e, representam atualmente, importante causa de incapacidade e morbidade para as pessoas acima de 50 anos.

3 Caracterização das DVPS As DVPS caracterizam-se por um estreitamento ou uma obstrução dos vasos que conduzem sangue ou linfa, prejudicando o fluxo normal do sistema vascular periférico. Epidemiologia das DVPS: -18% da população mundial acima de 55 anos apresenta alguma forma de DVP - as mulheres são mais suscetíveis às doenças vasculares inflamatórias e às TVPs -As DVPS apresentam baixo valor estatístico por serem em grande parte assintomáticas Epidemiologia das DVPS: -18% da população mundial acima de 55 anos apresenta alguma forma de DVP - as mulheres são mais suscetíveis às doenças vasculares inflamatórias e às TVPs -As DVPS apresentam baixo valor estatístico por serem em grande parte assintomáticas Circulation, 2000; 101 (9): 1007-1012

4 DAPS x DVePS Doenças Arteriais Periféricas Claudicação intermitente ( tensão, câimbra, cansaço e intolerância ao exercicio) Dor ao repouso Alteração de coloração e temperatura da pele Lesões tróficas

5 DAPS x DVePS Doenças Venosas Periféricas Varizes e nódulos venosos Dor localizada Edema Lesões tróficas (mais comuns em MMII) Tromboses Venosas

6 Fatores de Risco para o desenvolvimento das DVPS: Idade (idosos) Sexo (mulheres em climatério) Hereditariedade Fatores de Risco Modificáveis: Tabagismo (principal pro ter ação endotelial e nos outros fatores de risco) Sedentarismo Obesidade (fluxo e outros FR) Dislipidemias (aterosclerose) Hipertensão (aterosclerose) Diabetes Mellitus (3-4x risco) Outras doenças vasculares Fatores de Risco Fixos:

7 Diagnóstico das DVPS Procedimentos mais sensíveis e específicos: História pessoal História Familiar Índice de pressão sistólica tornozelo-braço USG Doppler Exames de análises laboratoriais (perfil lipídico e glicemia) Índices de Desempenhos Físicos

8 Formas de Tratamento: Principais Formas de Intervenção Terapêutica: Drogas (vasodilatadores, trombolíticos, anticoagulantes, antiagregantes plaquetários) Cirurgias (angioplastias e enxertos de “bypass”) Atividade Física (estratégia simples e promissora – Gardner e Poehlman) Principais Formas de Intervenção Terapêutica: Drogas (vasodilatadores, trombolíticos, anticoagulantes, antiagregantes plaquetários) Cirurgias (angioplastias e enxertos de “bypass”) Atividade Física (estratégia simples e promissora – Gardner e Poehlman)

9 Terapia do Exercício “ A prescrição de exercícios para pessoas com doenças crônicas, visa aumentar o desempenho físico, reduzir fatores de risco, promover saúde e melhorar a qualidade de vida.”

10 Benefícios da Atividade Física para Pessoas com DVPS: Aumenta capacidade motora Melhora o fluxo periférico (circulação colateral, redução da viscosidade e RVP) Melhora do Metabolismo ME Reduz sintomas álgicos e de claudicação Reduz grande parte dos Fatores de Risco CV Melhora Percepção de Bem-Estar

11 Antes de Iniciar o Treinamento 1.Avaliar o grau da Doença 2.Identificar Fatores de Riscos 3.Questionar sobre uso de medicações que interferem no treinamento (beta- bloqueadores p.e.) 1.Avaliar o grau da Doença 2.Identificar Fatores de Riscos 3.Questionar sobre uso de medicações que interferem no treinamento (beta- bloqueadores p.e.)

12 Testes de Pré-Participação em Portadores de DVPS Índice de Pressão Sistólica Tornozelo-Braço (ABI): ≤ 0,9: risco; entre 0,91 – 1,0: limítrofe; > 1,0: fora de risco Testes de Esforço em Esteira (correlacionando velocidade e tempo com surgimento de sintomas de claudicação)

13 Composição dos Programas de Exercícios para Portadores de DVPS “ Fazem parte da prescrição de exercícios componentes essenciais, como tipo, a duração, a intensidade, a freqüência semanal e a progressão das atividades.” Considerações Especiais do Portador de DVPS: 1. Cuidado redobrado quanto existirem fatores de risco que possam limitar a tolerância ao exercício 2. O aumento da intensidade e da duração deve ser feita de forma mais lenta e gradual quando comparado ao paciente saudável, observando sempre possíveis queixas 3. Deve-se permanecer mais tempo nas atividades de aquecimento em dias mais frios, em função da vasoconstrição periférica. Considerações Especiais do Portador de DVPS: 1. Cuidado redobrado quanto existirem fatores de risco que possam limitar a tolerância ao exercício 2. O aumento da intensidade e da duração deve ser feita de forma mais lenta e gradual quando comparado ao paciente saudável, observando sempre possíveis queixas 3. Deve-se permanecer mais tempo nas atividades de aquecimento em dias mais frios, em função da vasoconstrição periférica. GARDNER, A. W. Peripheral arterial disease. In: ACSM´s exercise management for persons with chronic disease and disabilities/American College of Sports Medicine

14 Composição dos Programas de Exercícios para Portadores de DVPS

15 Considerações Finais Os exercícios aeróbicos são os mais recomendados e que oferecem maiores benefícios aos portadores de DVPS. Não existem recomendações estabelecidas quanto a progressão dos exercícios O EF pode atuar tanto na prevenção quanto no tratamento das DVPS, desde que praticados de forma regular por toda vida Os exercícios aeróbicos são os mais recomendados e que oferecem maiores benefícios aos portadores de DVPS. Não existem recomendações estabelecidas quanto a progressão dos exercícios O EF pode atuar tanto na prevenção quanto no tratamento das DVPS, desde que praticados de forma regular por toda vida


Carregar ppt "Prescrição de exercícios físicos para pessoas com doença vascular periférica Gustavo D. Magliocca Medicina Esportiva - HCFMUSP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google