A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A HISTÓRIA E AS FASES DO CAPITALISMO: DO MERCANTILISMO AO NEOLIBERALISMO CAPITALISMO Origens, caracterísitcas Século XV Renascimento 1. Mercantil 2. Revoluções.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A HISTÓRIA E AS FASES DO CAPITALISMO: DO MERCANTILISMO AO NEOLIBERALISMO CAPITALISMO Origens, caracterísitcas Século XV Renascimento 1. Mercantil 2. Revoluções."— Transcrição da apresentação:

1 A HISTÓRIA E AS FASES DO CAPITALISMO: DO MERCANTILISMO AO NEOLIBERALISMO CAPITALISMO Origens, caracterísitcas Século XV Renascimento 1. Mercantil 2. Revoluções (industriais) 3. Tecnológico LIBERALISMO Político : John Locke Econômico: A. Smith WELFARE STATEJohn M. Keynes Estado de Bem-Estar Social – Europa New Deal EUA VELHA ORDEM MUNDIAL – BIPOLARIDADE NEOLIBERALISMO Friedrich W. Hayek No BrasilCollor de MelloFHC IILula EUA EM GUERRA: Nova crise do capitalismo Unipolaridade militar Consenso de Washington Guerra contra o Iraque Multipolaridade Econômica: Europa China

2 Sistema Capitalista: V século de história Séc. XV-XVI Renascimento: Tecnologia: bússula e pólvora Navegações – descobrimento de novos mundos Mercantilismo – troca de produtos Enriquecimento da classe burguesa Formação dos Estado Nacionais Do absolutismo ao liberalismo 1689 – Revolução Gloriosa (Inglaterra) Século XVIII – Iluminismo (razão instrumental) 1776 – Emancipação Política dos EUA 1789 – Revolução Francesa Século XIX – Rev. Industrial (1850) Burguesia (DMP) x Proletariado (trabalhadores) Terra, indústria riqueza Força de trabalho

3 Capitalismo comercial Capitalismo industrial Capitalismo financeiro Séc. XV- Séc. XVIIISé. XIX Revolução Industrial Guerras Mundiais Expansão colonial Imperialismo Europeu Descolonização Colônia de exploração Colônias de povoamento Congresso de Berlim Partilha da África e da Ásia Neocolonialismo Neo imperialismo

4 REVOLUÇÃO INDUSTRIAL Primeira Revolução Século XVIII Inglaterra Indústria têxtil Combustível (carvão) Máquina à vapor Segunda Revolução Séc. XIX Inglaterra, França, Alemanha, Itália, Bélgica, EUA e Japão Petróleo e Siderúrgica Fordismo e o taylorismo Terceira Revolução Pós – II Guerra Mundial Guerra-Fria (EUA X URSS) transnacionais Tecnologia de Ponta (eletrônica Aviação) Quarta Revolução Unipolarismo Político-militar dos EUA Multipolarismo comercial: China, Europa… Globalização neoliberal Informática e genética Internet, especulação, Capitalismo de cassino

5 LIBERALISMO CLÁSSICOSéc. XVII Origens John Locke Teoria clássica de sustentação do sistema capitalista Inglaterra Defesa dos Direitos Naturais: Livre associação vida Liberdade Propriedade Conceito Teóricos Adam Smith Poder legal do Estado Livre-iniciativa Lei da oferta e da procura Livre-concorrência Estado mínimo PolíticoEconômico Lucro Laissez-faire

6 VELHA ORDEM MUNDIAL – – A era do ouro do capitalismo – Quebra da bolsa de valores de NY Capitalismo monopolista nacional – Fim da II Guerra Mundial Crise do capitalismo liberal Velha Ordem Mundial EUAURSS Mundo Bipolar Guerra-Fria Corrida armamentista CAPITALISTA SOCIALISTA New Deal - Roosevelt Exploração do 3ë Mundo Propaganda ideológica Estado planificador Estado interventor Militarismo Welfare State – teoria de Keynes O Estado intervém na economia Economia - infra-estrutura: siderurgia, energia, transporte, comunicação.. Relações Sociais: saúde, educação, pleno emprego, CLT, previdência, auxílio funeral.. Origens: 1942 – Relatório BENVERIDGE - Inglaterra Programa de distribuição de renda Educação Seguro Nacional Saúde Modelo de produção: fordista

7 Modelo fordista de produção

8 VELHA ORDEM MUNDIAL – PERÍODO HISTÓRICO 1970 Crise do Welfare State Crise do petróleo: 1973, 75, 79 Guerra do Vietnã Crise do capitalismo 1989 Queda do Muro de Berlim Fim do regime Socialista de Estado 1980 Neoliberalismo: Re-estruturação do capitalismo Teoria de Hayek – obra: O caminho da servidão Crítica teórica ao Estado Keynesiano Destruir os sindicatos Tecnicismo – Toyotismo - desemprego Corte dos gastos sociais Implementação: - Chile 73 - Inglaterra 79 - EUA : Hegemonia dos EUA Unipolarismo militar Multilateralismo econômico Blocos econômicos NAFTA União Européia MercosulTigres asiáticos

9 NEOLIBERALISMO 1989 Consenso de Washington Nova re-estruturação do capitalismo Rigoroso esforço de equilíbrio fiscal Programa de reformas administrativas, previdenciárias e fiscais Corte violento no gasto público Desonerar fiscalmente o capital Flexibilização das relações de trabalho Abertura de mercado Desmonte radical do modelo anterior (Estado interventor Neoliberalismo no Brasil Collor de Mello o Salvador da Pátria Surpreendente reforma do Estado Reforma Constitucional Desregulamentação econômica Negociações com o FMI Planificação econômica – controle da inflação

10 FHC Impeachment Collor Assume o vice-presidente Itamar Franco Voltado para a política interna Nacionalismo FHC – ministro das relações internacionais Ministro da Fazenda Plano real: estabilização Monetária (07-94) Câmbio artificial Defasagem da balança comercial Aumento do consumo: Loja de 1,99 Contenção da inflação Aumento da dívida externa Propaganda: galinha, iogurte, dentadura FHC - Vitória nas eleições 1994 Continuidade das reformas neoliberais Abertura de Mercado Privatizações Abuso das Medidas Provisórias FHC promulgou 5299 MP Lema do PSDB: Somente internacionalizando o Brasil é que seremos nacionais

11 FHC 1998 – 2002 Re-eleição de FHC Desvalorização do real 15/01/1999 Ajuste fiscal - Equilíbrio nas contas públicas – cortes no orçamento Crescimento econômico pífio – 2,2% média Desemprego Aumento dos juros Privatizações: continuidade… Flexibilização dos contratos de trabalho Abertura comercial Desregulamentação da economia: liberdade ao capital 2 minutos é uma aplicação de longo prazo para os investidores Terceirização O capital não têm pátria, mas têm moradia

12 PT 1980: origens, doutrinas, programas Trabalhadores, metalúrgicos, funcionários públicos, intelectuais Luta contra a burguesia, o capital, o mercado Favorável à Reforma Agrária Luta pelos direitos dos trabalhadores Sonho da revolução/ruptura Ruptura com as instituições internacionais: FMI. Lula fundador e figura carismática do partido De líder metalúrgico – parlamentar - Presidente Participação nas eleições de 1989, 1994, 1998 até a vitória em 2002 Mudança no discurso: da esquerda para o centro/direita? Aliança com setores tradicionais da política: PMDB, PTB, PL Aliança com a mídia conservadora nacional Eleições 2002: Lula candidato Especulação financeira Queda da bolsa de valores Risco Brasil foi às nuvens Lula compromete-se Com o FMI; cumprirá os contratos Lula ligth, lulinha paz e amor Assustou o mercado

13 Vitória esmagadora nas eleições 61,27% dos votos = Continuidade do modelo político econômico anterior Cumprimento dos contratos Lula Paz e amor veio para ficar Pagamento em dia das dívidas: 10 bilhões por mês Autonomia do Banco Central Manutenção da taxa de juros em 26,5% Reforma Agrária e Reforma da Educação – não estão sendo implementadas Aumento do desemprego: 5 maiores regiões metropolitanas do país 474 novos desempregados (2,6 milhões) Lula está devendo mais 1,04 milhões de empregos Reformas compensatórias: desvirtuar as reformas estruturais silêncio e apagamento dos Movimentos sociais Tensões com os radicais Corte no orçamento 4,25% do PIB - 25 bilhões foram retidos dos gastos orçamentários do governo p e redirecionados para pagar juros Reforma do Estado a toque de caixa – sem discussão com a sociedade civil GOVERNO LULA


Carregar ppt "A HISTÓRIA E AS FASES DO CAPITALISMO: DO MERCANTILISMO AO NEOLIBERALISMO CAPITALISMO Origens, caracterísitcas Século XV Renascimento 1. Mercantil 2. Revoluções."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google