A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RELATÓRIO LEE P. BROWN NYPD - 1991 Aspectos de NYC F Capital da mídia do mundo e Centro financeiro dos EUA F 75 Distritos policiais, 936 eventos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RELATÓRIO LEE P. BROWN NYPD - 1991 Aspectos de NYC F Capital da mídia do mundo e Centro financeiro dos EUA F 75 Distritos policiais, 936 eventos."— Transcrição da apresentação:

1

2 RELATÓRIO LEE P. BROWN NYPD

3

4

5 Aspectos de NYC F Capital da mídia do mundo e Centro financeiro dos EUA F 75 Distritos policiais, 936 eventos anuais e escoltas de dignitários da ONU F pessoas por milha quadrada F de habitantes de várias etnias F Os Bairros são organizados em tábuas da comunidade, conselhos, associações, instituições e vários grupos de pressão.

6 Que relatório é este? F Padrões de crime não são estáticos F Guia para implementar o policiamento comunitário F policiais trabalhando de forma cooperativa com os residentes F Compromisso de recursos para alcançar a qualidade e os resultados F Reforma e mudança comportamental

7 REFORMA F Condições da comunidade em relação a: –Crime, drogas, violência, qualidade de vida nos bairros e organização do Departamento F Quatro níveis de revisão: –revisão da agência –perfis da comunidade –revisão do governo da cidade –revisão histórica

8 Assuntos críticos F do que se precisa? F como podemos melhorar? F Como podemos unir a patr mtz c/ pol com? F o que pode ser feito para envolver as unidades? F como a informação torna mais eficiente a polícia? F que tipo de apoio tecnológico? F que tipo de pesquisa? F como podemos melhorar o feedback?

9 Assuntos críticos F que estratégias contra o crime são sugeridas? F o Departamento precisa ativar mais 911? F como podemos tornar mais consistente a nossa imagem? F como podemos reduzir o atrito - civis e fardados? F como podemos aumentar a participação? F como melhorar a relação interpessoal? F como o Departamento pode ser reorganizado? F como podemos promover o pol comunitário?

10 Conclusões iniciais F Departamento especializado com muitas unidades pequenas p/ lidar com problemas particulares. F Pessoal fardado usado p/ tarefas civis F Nenhum padrão de execução F Unidades centralizadas.

11 ...é ter toda seção da cidade, todo bairro e toda rua, mantida por policiais que trabalham dentro da filosofia do policiamento comunitário. A meta principal do Departamento

12 Princípios para guiar as decisões F Atividade descentralizada F Sistema 911 integrado F Solucionar problemas ao invés de simplesmente responder incidentes F Os bairros serão encorajados e treinados p/ agirem como informantes e colaboradores F Policiais visíveis e conhecendo os residentes F Os civis executarão atividades que não requeiram treinamento ou força policial

13 Policing New York in 1990s é o vínculo entre nossos indicadores: onde estamos agora e quais as nossas metas para o futuro. Ele descreve como vamos alcançar o policiamento comunitário e quais as tarefas que devemos realizar para isto acontecer. Este relatório é um padrão para o futuro e nosso compromisso para com as pessoas de Nova Iorque. Lee P. Brown Como este relatório será usado?

14 A nova estratégia F Mudança básica nos valores, orientação e compromisso; F O Departamento atuará block-by-block F Policiais nomeados para os bairros, para resolver os problemas e se responsabilizarem pelos assuntos do bairro. F Caminham, falam e aprendem as necessidades F PRR para prestar o apoio sem o compromisso da solução que é do policial de bairro

15 A nova estratégia F A burocracia será apertada F Orientação: prover os bairros de pessoal F Enfocar os aspectos externos (Comunidade) ao invés do interno (Organização) F Fardados no policiamento F Investir na capacidade de solução de problemas e análise de crime. F O Departamento compartilha com os bairros a responsabilidade.

16 Ao Policial de bairro serão dirigidas a responsabilidade de achar soluções para as causas subjacentes do problema. O Departamento terá como compromisso uma resposta rápida para o atendimento de emergência 911 quando uma vida está em perigo, há uma possibilidade forte de ocorrer um dano ou para prender um violador da Lei. Ao Policial de bairro serão dirigidas a responsabilidade de achar soluções para as causas subjacentes do problema.

17 Qualificação dos Policiais F O treinamento constará a intervenção em crise, investigação de crimes e desordens e ajuda às pessoas em dificuldades; F organizar a comunidade para a prevenção do crime, análise de problemas e comunicaçào interpessoal; F habilidade para orientar o bairro a contruir a sua própria capacidade para resistir ao crime F Sinergia com o bairro para resolver problemas de crime,desordem e medo.

18 Informação F O Departamento obterá informação da melhor qualidade... –sobre os crimes que acontecem no bairro e –quem são os violadores F Porque os policiais... –permanecem nos setores de bairro –aumentam o contato com os residentes e as pessoas de negócio e –estão comprometidos com o local de trabalho.

19 O papel dos supervisores F Os Sgt saberão ajudar os policiais comunitários a terem sucesso nos seus objetivos; F Os Tenentes assumirão responsabilidades de adm para tornar mais enxuto o Departamento e assegurar o pol com com o apoio dos Sgt adequadamente treinados. F O policiamento comunitário é prioritário, com responsabilidades também p/ Capitães e Chefes de Departamentos.

20 Valores do Departamento Nossos padrões de excelência F Valores organizacionais F Valores dos servidores F Valores da Comunidade F Valores atuais do Departamento e da Comunidade: –O que a comunidade espera da polícia e o que a polícia espera da comunidade? u Gera sempre um conflito.

21 Valores organizacionais F São uma declaração oficial do Departamento; F Dita como o trabalho será feito; F O que é mais importante e mais sério; F Vinculados à comunidade para a qual presta seus serviços; F Método de lidar com as situações.

22 Valores dos Servidores F Como os servidores enxergam o mundo no qual trabalham; F Quais as suas percepções como servidores e empregados de um sistema; F O que eles acreditam; F O que é importante e não importante; F Como tratam as pessoas que abordam.

23 Valores da comunidade F O que os residentes esperam do Departamento Policial; F Que expectativa os residentes esperam nas ações do Departamento; F Que tipo de relação acreditam que o Departamento deve ter com os residentes. F O que se espera da Polícia!

24 A comunidade espera da polícia... F Honestidade e integridade F Respeito F Imparcialidade F Justiça F profissionalismo F Sensibilidade F Obediência à lei F Dignidade de vida F Responsabilidade F Isenção F Respeito às culturas F Participação da comunidade F Direitos humanos F Meio ambiente F Seleção, treinamento e equipamento.

25 Valores chaves F Preocupação com a qualidade de vida F Respeito ao aspecto étnico,culturas,religioso, sexual. F Comprometimento p/ a presença real F Reconhecer a confiança da comunidade F Manter o mais alto nível de integridade F A vida humana é a prioridade mais alta F Os servidores são seu maior recurso F Compromisso em prender os violadores F Ajudar as vítimas

26 Avaliação do Departamento F Criada oficialmente em 1844 com 800 pessoas F Controle de multidão F Corrupção no governo e na polícia F Reforma em 1895 por Roosevelt F Em 1914, Woods implementou padrões drásticos e intensificou o treinamento. F Em 1960, iniciou a aplicação de tecnologia F Em 1970, houve um crescimento no NYPD

27 F De 1970 a 1990, o NYPD emergiu na vanguarda de uma adm policial progressista. F Modelo tradicional paramilitar c/ forte controle central permaneceu F Melhorou o uso de estratégias verbais F Programas de multa e equipe de negociadores de conflitos com reféns F Recrutamento de Policiais femininos F Restrições em uso de armas de fogo

28 NYPD de 1970 a 1990 F reconhecimento ao crescente uso injustificado de força mortal F monitoração psicológica ao pessoal com início de strees emocional F sistemas de advertência F treinamento ético F completamento de armas com as armas não letais

29 Harmonia com as metas F Avaliação do desempenho F promoções F recompensas F estilo de administração F serviços psicológicos

30 Programa Social F Se a polícia trabalha com as pessoas, as pessoas trabalharão com a polícia; F Clientes satisfeitos manterão informados das condições locais e sujeitos ruins; F A aproximação pessoal é a melhor prevenção ao crime; F Evolução para o profissionalismo Educação contínua, decidir-fazer, análise do trabalho, revisão e agindo em benefício da pessoa do cliente.

31 Armadilhas F Programas isolados e difíceis F Conflitos entre programas simultâneos F Falta de continuidade F Em cima de solicitações especiais

32 Duas (02) metas do NYPD F Capacidades especialistas altamente técnicas; e F Uma presença policial descentralizada nos bairros da cidade

33 Um Departamento altamente especializado, com grande número de unidades organizacionais de pequeno e médio porte para resolver os problemas de interesse local. ESPECIALIZAÇÃO

34 Consertando a burocracia F Foco principal : Policiamento de Bairro –As tarefas adm tendem a tirar o pessoal da rua. F Aumento do pessoal da rua; F Diminuição do pessoal administrativo F Contratar mais policiais F Aumento da tecnologia F Descentralização

35 Ciência e tecnologia F O 1° sistema foi em 1970 (Despacho de patr) F Em 1980, adotou um sistema on-line F O Departamento por causa das restrições, tendeu a ver o uso de mais pessoal p/ o adm F O custo para a aplicação que requer é imenso F Limitada capacidade de aplicação. F Houve um atraso na efetividade do NYPD

36 O Plano Estratégico de Ação Como vamos fazer? Onde queremos ir?

37 Missão O NYPD existe para proteger a vida e a propriedade de acordo com a Lei, para manter a ordem na comunidade e reduzir o crime e o medo de crime nos bairros, com pleno respeito à dignidade humana, e com os padrões mais alto de habilidade profissional, integridade e responsabilidade.

38 Passos específicos F Presença policial em todos os bairros; F Resolver problemas ao invés de responder incidentes; F Novo estilo de gerenciamento; F Policial terá a sua criatividade reconhecida; F Novas medidas de desempenho; F Chamadas 911 controladas; F Revisão na distribuição de pessoal

39 Passos específicos F Pessoal comprometido com a organização; F Seleção mais modernizadas; F Treinamento intensificado; F Feedback constante com a comunidade e com os policiais. F Sistema de recompensas melhorados; F Controle da integridade

40 Policiamento comunitário nos bairros F Análise dos bairros e suas áreas críticas; F Setores com agrupamentos comuns; F Tamanho pode ser coberto a pé ou vtr; F Pelo menos um policial para cada bairro; F Vários policiais para as unidades de resposta rápida, cada uma cobrindo três a quatro setores de bairro. F Policiais especialistas ( SWAT e RMP)

41 Solução de Problemas F Diretrizes para a análise e seleção ; F Mecanismo de registro de informações; F Treinamento dos sargentos p/ ajudar; F O Bureau preparará, a cada mês, seis análises de crime para concentrar esforços; F A ACCO, a cada mês, sobre narcóticos; F O NYPD, a cada mês, a repetição das chamadas 911.

42 Modernizando a estrutura organizacional F Qualquer comando duplo será reduzido; F Membros do Staff assumirão responsabilidade nas áreas que gerenciam; F Contínuo feedback nos setores; F Unidade do Staff revisada contínuamente; F Se a direção não tiver o foco principal será eliminada; F Organização mais enxuta e afetiva.

43 Adotando um novo estilo de administração F Os policiais farão mais que patrulhar; F Soluções criativas para os problemas locais; F Trocar o autoritário pelo participativo; F Encorajar o executor a usar as suas habilidades para solucionar os problemas; F Permitir ao subordinado correr riscos nos seus esforços em solucionar o problema.

44 F Organização vertical e horizontal F A cadeia hierárquica de comando é preservada para responder à situações que exigem o não questionamento de ordens; F Colaboração entre os membros; F Consultas regulares e feedback constante F As diferenças devem ser discutidas e as ordens dadas quando não houver decisão. Adotando um novo estilo de administração

45 F Este estílo só pode ter sucesso se há livre canal de informação; F Visitas do Comando ao pessoal de linha; F Sessões de solução de problemas; F Sugestões com resposta; F Instruções específicas escritas ou vídeo com a política do Departamento. Adotando um novo estilo de administração

46 Comitês F Implementação do pol com; F Estratégia para o controle do crime; F Estratégia para o controle de drogas; F Prevenção de crime na comunidade; F Disciplina; F Informação e Tecnologia; F Incentivo à atividade de patrulha.

47 O envolvimento do pessoal em discussões regulares soma para uma organização que confia, encoraja e apoia os seus membros. Todos são responsáveis pelo que acontece e pelo que fazem.

48 Discrição e responsabilidade F O profissionalismo é o centro do policiamento comunitário; F As quatro características que distinguem profissões de ocupações são: –A discrição, –a revisão periódica, –a advocacia do cliente e –a responsabilidade

49 Caminhos da Responsabilidade F Manter a comunidade informada; F Realizar o feedback em assuntos de polícia; F Dar as respostas que a comunidade pergunta; F Compartilhar responsabilidades com o cidadão para o controle do crime e a solução de problemas.

50 Respondendo a chamadas F Funcionalizar o 911 de modo que as pessoas o utilizem para as verdadeiras emergências; F Dar responsabilidade às RMP para atender; F Atender ao cidadão encaminhando aos policiais de bairro a responsabilidade; F Assegurar que estas chamadas de não emergência sejam dirigidas ao policial de bairro.

51 Verdadeira emergência F Quando a presença policial é importante para: 1. Salvar uma vida; 2. Reduzir um dano; 3. Prender um criminoso. F Todas as outras chamadas deverão ser encaminhadas para o fone do Distrito.

52 Controlando o 911 F Campanha na comunidade de uso do 911; F Convencer o cidadão quanto à situação de emergência e não emergência; F Medir quantidade e tempo de resposta, chamadas repetitivas F O policial de bairro assume o compromisso de orientar a comunidade; F Novas opções para reclamações do cidadão.

53 Distribuição dos policiais F Definir o número de bairros F Verificar o número de incidentes que requer uma resposta policial; F O grau de organização do bairro F Densidade da população F Ocorrências de crimes sérios nos bairros

54 Recrutamento F O candidato deve ser: 1. Prestativo e orientador 2. Analítico 3. Educado 4. Ego - motivado. F Habilidades em argumento,ser contra a violência, ter flexibilidade e tolerância contra a frustração.

55 Treinando para solucionar problema F Análise de crime F Análise de situação F Comunicação F Organização da comunidade F Intervenção de crise F Prevenção de crime.

56 Avaliação de desempenho –O 911 é mais fácil de medir que o crime, com o resultado desejado com velocidade da resposta. –A taxa de crime é medida comparando com os indicadores de outras cidades; –A Qualidade do policiamento comunitário esta ausente na maioria das medições. –O medo do crime é um critério de avaliação –quando as pessoas temem o crime é porque a incidência é alta e a qualidade da resposta policial é pequena.

57 Compromissos para o desempenho F Responsabilidade para a comunidade no fornecimento das informações sobre os níveis de desordens e soluções para o crime. F Enfoque na avaliação e nos resultados das ações policiais e não somente na quantidade de ações efetuadas. F Medida de efetividade da organização policial F Medidas de impacto para a solução de problema.

58 Desempenho individual F A qualidade de desempenho é baseada na: 1. Habilidade para resolver problemas e 2. Habilidade em envolver a comunidade verificando os problemas que causam impactos negativos na qualidade de vida.

59 Medidas qualitativas F Pesquisas na comunidade F Feedback nas reuniões com a comunidade F Revisões periódicas F Contatos com o Departamento F Reclamações e cartas de elogio F Mudança visíveis no modo de trabalhar F Redução do medo

60 Medidas quantitativas F Redução dos padrões de crime nas áreas F Redução do crime com o resultado de intervenções específicas F Prisões efetuadas como parte de uma estratégia na solução de problemas

61 Medidas de habilidade F Ser sensível F Ser responsável F Identificar o problema baseado na análise de ocorrências passadas. F Resolver problemas F Colaborar F Aprender F Observar cadeia de trabalho F Identificar recursos F Planejar F Estabelecer prioridade F Juntar, analisar e avaliar a informação F Usar sabiamente a discrição F Manter a transparência F Alcançar as metas e resultados declarados

62 Problemas na avaliação F Problemas na avaliação: –Os informantes relutam de informar os erros e simplesmente informam os acertos –As avaliações não tem conseqüência para a carreira. F Para evitar estas armadilhas deve-se: –Identificar um indicador –Executar uma análise histórica das avaliações deste indicador –Comparar as avaliações com um modelo referencial.

63 As revisões serão usadas para: F Identificar as necessidades de treinamento F Treinar novamente F Promoções F Determinar os caminhos da carreira F Revisar a polícia.

64 A Mídia F Parte importante do processo F As mídias influenciam o programa de trabalho F Aproximação pró-ativa F Serão convidadas para participarem das ações F Cooperar com dados para a divulgação F Atividade de prevenção e para minimizar o impacto do crime na comunidade.

65 Conclusão F Novo estilo de administração F O executor como o elemento principal do planejamento e das ações F A cadeia de comando como orientador, supervisor, treinador, corretor, etc... F A Comunidade como parceiro F A Tecnologia como meio F O Departamento com a missão e valores.

66 COMMUNITY POLICING

67 Este relatório explica de onde nós viemos, como somos hoje, e onde esperamos estar no futuro. O processo de mudança começou. Lee P. Brown Police Commissioner-NYPD 1991


Carregar ppt "RELATÓRIO LEE P. BROWN NYPD - 1991 Aspectos de NYC F Capital da mídia do mundo e Centro financeiro dos EUA F 75 Distritos policiais, 936 eventos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google