A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TÉCNICA EM PESQUISA Ubiratã Ferreira Freitas. O que é pesquisa? Ato ou efeito de pesquisar, investigação e estudo minuciosos e sistemáticos, com o fim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TÉCNICA EM PESQUISA Ubiratã Ferreira Freitas. O que é pesquisa? Ato ou efeito de pesquisar, investigação e estudo minuciosos e sistemáticos, com o fim."— Transcrição da apresentação:

1 TÉCNICA EM PESQUISA Ubiratã Ferreira Freitas

2 O que é pesquisa? Ato ou efeito de pesquisar, investigação e estudo minuciosos e sistemáticos, com o fim de descobrir fatos relativos a um campo do conhecimento. (FERREIRA, 1993, p. 420)

3 A importância da pesquisa! Não se pesquisam ou acumulam documentos pelo simples prazer de possuir uma quantidade ou não de tais elementos.(...). Não se deve ver a análise como a satisfação de mais um trabalho publicado, mais uma fase definida. A análise deve ser criteriosa, séria, buscando todas as informações e as possibilidades que encerra. ( LA SALVIA, 1989, p.5)

4 Para se fazer uma pesquisa, é necessário um Projeto de Pesquisa. O que é Projeto de Pesquisa? É uma versão preliminar do trabalho que se vai realizar, é um esboço inicial do que se quer fazer. É uma versão preliminar do trabalho que se vai realizar, é um esboço inicial do que se quer fazer. O Projeto de Pesquisa, traz uma apresentação seqüencial, ou seja, os elementos do corpo do trabalho são apresentados em uma seqüência única.

5 O Projeto de Pesquisa e seus elementos. Uma folha de rosto (elementos em seqüência). Dados de identificação. Sumário. Introdução ( para o projeto). Desenvolvimento.

6 Desenvolvimento. Tema. Delimitação do tema. Formulação do problema. Hipóteses. Objetivos: gerais e específicos. Justificativa. Metodologia (tipo de Pesquisa). Fundamentação teórica. Cronograma Referências bibliográficas.

7 Tema, e Delimitação do Tema. Tema: É o assunto escolhido sobre o qual verssará o trabalho. Delimitação do Tema: É a definição de qual ou quais enfoques do tema serão explicitados no decorrer do trabalho.

8 Formulação do Problema, e Hipótese. Problema: É a formulação da problemática que será explorada a partir da delimitação do tema. Devem ser formulados alguns problemas, questionamentos, dúvidas que o trabalho se proporá a resolver. Problema: É a formulação da problemática que será explorada a partir da delimitação do tema. Devem ser formulados alguns problemas, questionamentos, dúvidas que o trabalho se proporá a resolver. Hipótese: dependendo da natureza do trabalho, podem-se estabelecer Hipóteses, ou sejam, possíveis respostas ao problema estabelecido às quais desejamos mostrar. Podem ser subdivididas de acordo com a complexidade do tema.

9 Objetivos Gerais e Específicos Objetivos: É a definição, com precisão e clareza, das metas, propósitos e resultados concretos a que se pode chegar. Objetivo Geral: É o fim que se pretende alcançar, ele pode ser detalhado, desmembrado em outros com os específicos. Objetivo Específicos: São instrumentos para o objetivo geral e dão uma visão embasadora para o próprio tema.

10 Justificativas. Trate-se da apresentação dos motivos que levaram à decisão de se abordar esse tema dentro do universo científico. É preciso que se coloque as razões que levaram à escolha e que sustentam a realização do Trabalho.

11 Metodologia. Definição dos procedimentos técnicos, das modalidades de atividades, dos métodos que serão utilizados. Procura responder as questões: O que? Onde? Como? Quando? Ou outras pertinentes ao conteúdo. Vai depender da natureza do Trabalho, do tipo de pesquisa e dos objetivos proposto.

12 Formulação Teórica. Trata-se da apresentação do embasamento teórico sobre o qual se fundamentará o trabalho. São os pressupostos que darão suporte à abordagem do Trabalho.

13 Recursos, e Referências Bibliográficas. Recursos: É a previsão dos custos que envolvem a realização do Trabalho. É a dotação orçamentária necessária que requer uma justificativa de gastos. Referências Bibliográficas: São as obras que inicialmente serão utilizadas para a pesquisa. Claro que outras obras surgirão no decorrer do trabalho, mas aqui listam-se aquelas que darão início a pesquisa e que trazem a idéia básica dos objetivos propostos. (Furasté, 2005, p. 31,32,33,34).

14 Três itens importantes dentro do Projeto de Pesquisa. Tema. Delimitação do Tema. Fundamentação Teórico.

15 Tema. Proposição que vai ser tratada ou demonstrada a pesquisa. (FERREIRA, 1993, p. 529). O tema é fundamental para a realização do projeto, sendo de suma importância escolher um tema que se tenha uma familiaridade com o assunto, ou no mínimo, um interesse pela realidade empírica que deseja investiga. (BEZZON, 2005, p.18).

16 Delimitação do Tema. Dar um enfoque ao trabalho, delimitar o enfoque no espaço e tempo, viabilidade de material para a pesquisa. A delimitação do tema e suas especificidades: Dimensão, Interface, Abordagem e Domínio.

17 Dimensão. Implica em um tipo de enfoque ou em um modo de ver. ( algo que se pretende ver em primeiro plano). Com a escolha de um tema podemos começar a definir qual dimensão será usada dentro da pesquisa. A delimitação do tema possibilita direcionar a dimensão mais coerente à pesquisa.

18 Exemplo: Tema –Saúde Infantil Delimitação do Tema – As Crianças e Alimentação no Século XXI. Podemos definir a dimensão: Educação Alimentar, com uma interface com a realidade Social,Política e Econômica (BARROS,2004, p. 20).

19 Interface. Quanto à interface, esse é um elemento que forma o modo de como extrair toda a informação possível dentro do contexto da pesquisa, ou seja, dentro de uma dimensão pode-se usar outras dimensões que formam as interfaces ou uma interdisciplinaridade.

20 Exemplo. Dimensão: História Social. ( Ideologia e Movimentos Sociais). ( Ideologia e Movimentos Sociais). Interface com a História Política. ( Gênero e Minorias). ( Gênero e Minorias). Interface com a História Antropológica. ( Raças e Etnias). Todas as interfaces, são dimensões com suas especificidades.

21 Abordagem. Implica em um modo de fazer, a partir dos materiais com os quais deve trabalhar. (determinadas fontes, determinados métodos, e determinados campos de observação). (BARROS,2004, p. 20 ). Existem subdivisões possíveis(...) que se referem ao campo de observação(...). Existem outras subdivisões que se referem ao tipo de fontes ou ao modo de tratamento das fontes(...). (...), estas divisões(...) referem-se mais aos modos de fazer a pesquisa (...). (BARROS, 2004, p. 132).

22 As abordagens dentro das dimensões, onde subdivisões são possíveis e refere-se ao campo de observação que o projeto se propõe, forma todo o embasamento que possibilitará esclarecer perguntas que surgem no decorrer da pesquisa, e encaminha uma compreensão que, a cada fato esclarecido, possibilita um entendimento de uso de diferentes interfaces.

23 A abordagem é um mecanismo utilizado para pesquisa de um tema escolhido, sendo de suma importância escolher a abordagem correta para a proposta da pesquisa, ou seja, escolher a dimensão que será usada como referencial teórico e usar as interfaces que servirá de abordagem, onde a cada aspecto levantado possibilitará o uso de outra interface que componha um todo no processo de esclarecimento do tema pesquisado.

24 Domínio. Domínio é um entendimento de como se constitui as estruturas dos objetos de estudos, sendo de suma importância a sua compreensão dentro do contexto de pesquisa, pois deflagra todo um entendimento complexo de como ou por que tal objeto se constitui dentro do contexto.

25 Buscar os elementos que compõe cada objeto é formar um todo que fomente as observações que serão feitas, sendo a partir destas observações, que serão formadas as hipóteses que esclarecerão cada objeto de estudo. Desta forma, é que devemos ter em mente como se compõe cada Domínio e como cada objeto se constitui em um elemento de referência para a pesquisa.

26 Exemplo. As práticas de saúde instintivas foram as primeiras formas de prestação de assistência identificadas nos grupos nômades primitivos, marcadas pelos saberes que estavam relacionadas ao cuidado do núcleo familiar. Caracterizadas por ações de assistência,[...]. Tais práticas estavam relacionadas ao cuidado de crianças, velhos e doentes e eram passadas de mãe para filha, caracterizando-se como um saber eminentemente feminino. (Florentino,2006, p.24)

27 Antes do século XVIII, o hospital era um local de assistência social e exclusão, [...] representava fonte de propagação de doenças endêmicas epidêmicas, [...]. (FLORENTINO, 2006, p. 46) O hospital, como ambiente de cura, surgiu a partir do século XVIII. [...] passou a constituir-se num espaço segregado, de morredouro passou a ser um local de cura centrado na figura do médico. [...], além de passar a ser um local de cura, tornou-se um espaço documental, de acúmulo e de formação de saber. (FLORENTINO, 2006, p. 44,45,46)

28 Fundamentação Teórico. Um referencial teórico, é usado para dar um embasamento sobre questões que abrangem uma compreensão complexa, temos que ter em mente, que para entendermos o significado de uma palavra, devemos buscar um pensador que enfatize questões que compreende sua formação, ou seja, que a palavra usada de um entendimento dentro de uma estrutura que possibilite uma compreensão.

29 Palavra chave. Para formular um referencial teórico, é aconselhável definir no mínimo três palavras chave, que a partir da delimitação do tema definido, estabelecerá um referencial complexo para a pesquisa. Saber o que quer pesquisar, para poder usar uma ideologia e sua aplicabilidade.

30 Referencial Bibliográfico. Normalmente esse item causa uma certa confusão, não se usa como referencial teórico as bibliografias que falam sobre o tema definido, pois, essas já tiveram um referencial teórico. Não devemos usar uma bibliografia que já está sendo interpretada, pois poderá ocasionar um outro entendimento sobre a proposta citada. Então, melhor recorrer a um teórico que fale sobre o assunto. Não devemos usar uma bibliografia que já está sendo interpretada, pois poderá ocasionar um outro entendimento sobre a proposta citada. Então, melhor recorrer a um teórico que fale sobre o assunto.

31 Referências. BARROS, José DAssunção. O campo da história: especialidades e abordagens. Petrópolis, RJ: Vozes, FLORENTINO, Fátima Rejane Ayres. Enfermagem e medicina: relação de poder e de saber. Passo Fundo: ed. Universidade de Passo Fundo, FURASTÉ, Pedro Augusto. Normas Técnicas para o Trabalho Cientifico. Explicitação das Normas da ABNT. 13ª. ed. Porto Alegre: Brasul, FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso: Aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de ª. ed. São Paulo: Loyola, LA SALVIA, Fernando; BROCHADO, José Proença. Cerâmica Guarani. 2ª. ed. Porto Alegre: Pensenato Arte e Cultura, NOGUEIRA, Maria Alice; NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins. Bourdieu e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a Educação. 2ª. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

32 Obrigado.


Carregar ppt "TÉCNICA EM PESQUISA Ubiratã Ferreira Freitas. O que é pesquisa? Ato ou efeito de pesquisar, investigação e estudo minuciosos e sistemáticos, com o fim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google