A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Epidemiologia das Dependências Químicas Prof. Osvaldo Luiz Saide Livre- Docente e Prof. Adjunto de Psiquiatria - UERJ.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Epidemiologia das Dependências Químicas Prof. Osvaldo Luiz Saide Livre- Docente e Prof. Adjunto de Psiquiatria - UERJ."— Transcrição da apresentação:

1 1 Epidemiologia das Dependências Químicas Prof. Osvaldo Luiz Saide Livre- Docente e Prof. Adjunto de Psiquiatria - UERJ

2 2 Tabagismo: Epidemiologia No mundo: 1,1 bilhão de fumantes (1/3 da população atual). 300 milhões 800 milhões mulheres Países desenvolvidos em desenvolvimento adolescentes A cada 2 fumantes de longa data, um morrerá A cada 2 fumantes de longa data, um morrerá pelo fumo ! Brasil: 120 mil mortes / ano por tabagismo: 1 morte a cada 5 min

3 3 11% da população aproximadamente é de alcoolista ou está em algum estágio dele. 60% dos trabalhadores consomem bebidas alcoólicas. 60% dos trabalhadores consomem bebidas alcoólicas. 30% da capacidade de trabalho reduzida com alcoolismo. 30% da capacidade de trabalho reduzida com alcoolismo. 54% de acidentes de trabalho. 54% de acidentes de trabalho. 60% das ocorrências policiais. 60% das ocorrências policiais. 20% de pedidos de separação 20% de pedidos de separação 80% de menores abandonados são filhos de pais alcoolistas. 80% de menores abandonados são filhos de pais alcoolistas. ESTATÍSTICA - ALCOOLISMO

4 4 46% de consumo de cachaça. 46% de consumo de cachaça. 51% de acidentes de trânsito. 3ª maior causa de faltas no trabalho, 5 x maior em alcoolistas. 1ª maior causa de auxílio – doença, pela psiquiatria. 3 x mais acidentes no alcoolistas. O maior consumo de bebidas destiladas do mundo. ESTATÍSTICA - ALCOOLISMO

5 5 Alcoolismo - Epidemiologia EUA: prevalência – 13,8% ( ECA – DSMIII 1980 ) Sexo masc < 5% Uso do álcool (NHSDA) na vida84% 1994 no ano67% no mês54% Prevalência de abuso decresce com o envelhecimento. Mulheres : problemas físicos maiores e início tardio.

6 6 Consumo de droga entre estudantes- Brasil - -Álcool e tabaco superam todas as demais drogas - -Mulheres utilizam + freqüentemente sedativos e anfetaminas. - -O contato com drogas lícitas é iniciado em casa - -Das drogas ilícitas as principais são maconha e inalantes quanto ao contato inicial. - -Uso frequente: 1% inalantes; 2% maconha ( ) - -Cocaína (uso na vida) Andrade e col. 6% - - Magalhães e col 10% - - Seivolelto e col. 14,2%

7 7 Estudos Populacionais: Álcool / Drogas Brasil - Almeida Filho, Coutinho (1991): morbidade psiquiátrica em 3 capitais. Brasília, S. Paulo, P. Alegre ( 1º lugar: abuso/ dep. álcool) Prevalência 7,6% 8% 8,7% na vida Prevalência entre homens e mulheres: 11:1 Tabagismo: 32% ( Moreira,1995)

8 8 Domicílio Faixa etária Sexo CAGE Positivo % 1* % 2* % 1* % 2* REGIÃO URBANA 15 a 19 anosM F10,5 63, a 29 anosM F18,2 6,29,561,5 30 a 49 anosM F22,9 6,612,351,3 50 ou maisM F24,911,28,731,1 REGIÃO RURAL 15 a 19 anosM F16,8 2,54,660,32 20 a 29 anosM F20,711,510,411,47 30 a 49 anosM F27,3 1414,41,63 50 ou maisM F33,623,212,42,13 Saide e cols.IBGE, * percentual de dep. entre os que afirmam beber 2* percentual de dep. na população total entrevistada

9 9 Taxa de Prevalência na vida, no ano e mês anterior Prevalência % Prevalência % Substância Psicoativa Na vidaNo ano anteriorNo mês anterior Tabaco Álcool Maconha 3195 Cocaína 101,70,7 Crack 1,90,60,2 Inalantes 5,81,10,4 Alucinógenos 8,71,30,5 Uso não médico de psicotrópicos 102,91,2 NHSDA, 1996

10 10 Osvaldo Luiz Saide. Intervalo: Obrigado !


Carregar ppt "1 Epidemiologia das Dependências Químicas Prof. Osvaldo Luiz Saide Livre- Docente e Prof. Adjunto de Psiquiatria - UERJ."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google