A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O marco aos voluntários de 32 Alexandre Simão Anelize Vergara Embora presente nos núcleos familiares dos voluntários da Revolução, que atuavam como guardiões.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O marco aos voluntários de 32 Alexandre Simão Anelize Vergara Embora presente nos núcleos familiares dos voluntários da Revolução, que atuavam como guardiões."— Transcrição da apresentação:

1 O marco aos voluntários de 32 Alexandre Simão Anelize Vergara Embora presente nos núcleos familiares dos voluntários da Revolução, que atuavam como guardiões da memória, após a morte destes, o marco material já não possui a mesma imagem simbólica no âmbito social. Chega-se a tal conclusão, ao observarmos o estado atual em que se encontra o local, bem como as respostas obtidas ao realizarmos entrevistas com as pessoas que transitavam em frente ao marco. Ao questionarmos a respeito do significado do monumento, percebemos que a maioria das pessoas desconheciam não só o significado, como muitas vezes acabavam por não notá-lo. Há então, uma perda da memória relativa ao evento na sociedade assisense. Poucas pessoas sabiam o significado da data de 09 de julho, tanto o fato histórico que representa, quanto sua importância na cidade, onde, nem mesmo a administração pública preocupa-se em manter a manutenção do local e da memória nele inserida. Atualmente o marco analisado encontra-se em situação de abandono, em frente a um restaurante no centro da cidade ao lado do trilho da estrada de ferro Sorocabana. Esquecido não somente dos cuidados por parte da administração pública, mas também dos cuidados e da memória de grande parte da população do município. Não sendo apresentado à lembrança durante o feriado de 09 de julho, os signos que este marco representa acabam por permanecer nas pessoas de maior idade, que presenciaram sua inauguração ou tiveram parentes e amigos que o fizeram. Sendo assim, pensamos que não somente o marco em si encontra-se em abandono, bem como sua memória. O marco aos voluntários de 1932 na cidade de Assis foi fundado no ano de 1977, reunindo em praça pública ex-voluntários, figuras políticas e civis para presenciar a homenagem realizada. A instituição do marco, era não somente uma homenagem da cidade aos seus ex-combatentes, como também um mecanismo de retomada da memória construída sobre o evento. Materializava-se entre os fragmentos da memória individual dos homenageados, familiares e amigos, que além desta causa destacavam-se por exercer certa influência no município. Por estas imagens esta exemplificada, a importância que os cidadãos da cidade de Assis davam ao acontecimento na data de fundação do marco e sua intenção em lembrar o papel prestado pelo município na Revolução Constitucionalista de Fundação do Local em 1977 – Acervo pessoal Helena R. Tucunduva Agradecemos: A Sra. Helena R. Tucunduva e sua filha Márcia pela atenção com a qual nos recebeu e por ter cedido as imagens. Ao Sr. David da Casa da Cultura de Assis. A Deise da Estação Parada da Artes, pela atenção e as informações muito utéis que nos forneceu. Enfim, a todos aqueles que participaram direta e indiretamente deste trabalho, Muito obrigado. Bibliografia: CHAUÍ.Marilena. Brasil Mito fundador e sociedade autoritária, São Paulo: Ed. Perseu Abramo, DANTAS, Arruda. Memória do Patrimônio do Assis, São Paulo: Ed. Pannartz, LIPPI, Lúcia. As festas que a República manda guardar. In: Revista eletrônica Estudos Históricos FGV/CPDOC nº04. Rio de Janeiro: SILVA, Leoni F. Minha Terra Assis. Assis, Tipografia Nigro, POLLAK, Michel. Memória, esquecimento e silêncio. In: Revista eletrônica Estudos Históricos FGV/CPDOC nº03. Rio de Janeiro: NORA,Pierre. Entre Memória e História – A problemática dos lugares. In: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História e do Departamento de História da PUC-SP. São Paulo: Fontes Orais: TUCUNDUVA, Helena R. Depoimento concedido no dia 26 de Novembro de 2008 TUCUNDUVA, Marcia R. Depoimento concedido no dia 27 de Novembro de 2008 Recordações materiais das homenagens prestadas ao marido, guardadas por Dona Helena R. Tucunduva.


Carregar ppt "O marco aos voluntários de 32 Alexandre Simão Anelize Vergara Embora presente nos núcleos familiares dos voluntários da Revolução, que atuavam como guardiões."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google