A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

4T13 - Isaías - O Evangelho no Antigo Testamento Estudo 01 Os meus olhos viram o Senhor Isaías e sua vocação profética Texto bíblico - Isaías 1 a 6 Texto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "4T13 - Isaías - O Evangelho no Antigo Testamento Estudo 01 Os meus olhos viram o Senhor Isaías e sua vocação profética Texto bíblico - Isaías 1 a 6 Texto."— Transcrição da apresentação:

1 4T13 - Isaías - O Evangelho no Antigo Testamento Estudo 01 Os meus olhos viram o Senhor Isaías e sua vocação profética Texto bíblico - Isaías 1 a 6 Texto áureo - Isaías 6.5 Ai de mim... Porque sou um homem de lábios impuros... E habito no meio de um povo de impuros lábios... E os meus olhos viram o rei, o Senhor dos exércitos A leitura dos profetas da Bíblia é algo instigante e desafiador para todos nós. Há necessidade de estudá-los? Aliás, isto tudo começa por uma pergunta que pode estar presente em nossas mentes:

2 - Por que ler sobre alguém que viveu há tanto tempo, num contexto totalmente diferente do nosso, escrevendo para um povo que não aceitou a sua mensagem, mensagem esta que nada tem a ver diretamente comigo ou com o meu povo, e com os tempos que atravessamos? Além do mais, a vida de alguns deles foi também tão perturbadora e problemática que ficamos sem saber como retirar delas os ensinamentos que representem algo significativo para nós, que vivemos sob a égide de Cristo milhares de anos depois. (Visão de Jerusalém antiga)

3 Diante de questões como essas é que a EBD nos convida a compartilhar o estudo do livro do profeta Isaías. Sem dúvida, uma oportunidade única de presenciar como um homem, como qualquer um de nós, pode ter sido retirado por Deus de suas limitações de príncipe no Reino de Judá, para levá-lo a ser um dos maiores profetas de sua revelação, apontando para fatos que iriam ocorrer 700 anos depois de sua passagem sobre a terra, e que se perpetuaram para sempre, pois são válidos para nós hoje ainda. Imagem de Isaías pregando pelas ruas de Jerusalém Venha penetrar nesta caminhada. Venha partilhar desta aventura. Venha ler o Evangelho no Antigo Testamento. Afinal de contas, uma profecia para hoje!

4 Para que se tenha uma ideia da importância deste profeta para a história do povo hebreu, basta registrar que o único livro praticamente encontrado completo nos manuscritos do Mar Morto, foi o deste profeta. No museu histórico de Jerusalém os fragmentos dos pergaminhos encontrados juntos ao Mar Morto, comprovam isto Isaías, teria vivido entre 765 e 681 a.C, durante os reinados de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, sendo contemporâneo à destruição de Samaria pela Assíria e ao cerco de Jerusalém pelas tropas de Senaqueribe com um exército de 185 mil homens em 701 a..C.

5 O Império Assírio era localizado na região leste da Alta Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates. Seus domínios se estenderam de Elam até as fronteiras do Egito. Seu ápice foi com o rei Sargão II (722/705 a.C.). Com seus exércitos dominou os hebreus, babilônios e egípcios. Sua hegemonia cessou quando os medo-persas, tomaram a capital Nínive e a destruíram. Os assírios formaram o maior império, até então criado, antes do surgimento do Império Romano. Isaías, cujo nome significa "Jahveh ajuda" ou "Jahveh é auxílio" exerceu o seu ministério no reino de Judá, tendo se casado com uma esposa conhecida como a profetisa que foi mãe de dois filhos: Sear-Jasube e Maer-Salal-Hás-Baz. Mapa geográfico que demonstra a expansão do Reino Assírio

6 A Assíria foi o maior poder no Oriente Médio, com o Egito se opondo algumas vezes. As enfraquecidas Judá e Israel foram frequentemente vítimas dessas lutas. Enquanto isto acontecia naquela região, em Atenas, os gregos experimentavam uma primeira forma de democracia, e na Europa, em 753 era fundada uma pequena cidade que veio a chamar- se Roma. Por sua vez no Extremo Oriente, os chineses registravam a passagem de um cometa (o Halley). A profecia de Isaías é de tremenda atualidade. Embora esteja ele escrevendo para o povo de Deus e a sua liderança religiosa de quase 3 séculos, a grande verdade é que muito do que aponta como erro e desvio moral, bem como do que acusa como pecado contra Deus, está plenamente presente em nossos tempos. Idealização da grande cidade de Nínive aos tempos de seu maior esplendor

7 Focando em Jerusalém, a profecia de Isaías, em sua primeira metade, transmite mensagens de punição e juízo para os pecados de Israel, Judá e das nações vizinhas, tratando de alguns eventos ocorridos durante o reinado de Ezequias, o que se verifica até o final do capítulo 39. A outra metade do livro (do capítulo 40 ao final) contém palavras de perdão, conforto e esperança. Pode-se afirmar que Isaías é o profeta que mais fala sobre a vinda do Messias, descrevendo-o ao mesmo tempo como um servo sofredor" que morreria pelos pecados da humanidade e como um príncipe soberano que governará com justiça. Imagem de Isaías no templo recebendo a visão de Deus e o seu chamado para o ministério profético

8 O capítulo 6 do livro informa sobre o chamado de Isaías para tornar-se profeta através de uma visão do trono de Deus no templo, acompanhado por serafins, em que um desses seres angelicais teria voado até ele trazendo brasas vivas do altar para purificar seus lábios a fim de purificá-lo de seu pecado. Então, depois disto, Isaías ouve uma voz de Deus determinando que levasse ao povo sua mensagem. Segundo um livro apócrifo do século I d.C. Vidas dos Profetas, escrito por um anônimo judeu da Palestina, o rei Manassés, o cruel filho de Ezequias, o pior rei de Israel em todos os tempos, teria mandado serrar Isaías ao meio, em 681 a.C. Imagem de Isaías tendo os seus lábios purificados para ser o intérprete da profecia divina.

9 Conclusão Sem dúvida, vamos presenciar como um homem, como qualquer um de nós, pode ser retirado por Deus de suas limitações físicas e sociais, para levá-lo a ser um dos maiores profetas de sua revelação, apontando para fatos que iriam ocorrer 700 anos depois de sua passagem sobre a terra, e que se perpetuaram para sempre, pois são válidos para nós hoje

10 Vamos abrir as nossas Bíblias. São muitos capítulos. Alguns com textos muitos longos. Vamos realçar aqueles que de uma forma ou outra podem falar mais alto ao nosso coração. Que o Senhor nos abra o entendimento para isto! No domingo de hoje, os seis primeiros capítulos do livro de Isaías. Esta conclusão deve levar-nos a pensar se o Senhor Deus não nos está chamando para algo em especial?

11 Isaías 1 – O clamor do Senhor Deus contra Israel O perfil traçado pelo profeta é de uma nação ímpia. É o retrato da maioria das nações hoje, infelizmente! 1 A visão de Isaías, filho de Amoz, que ele teve a respeito de Judá e Jerusalém, nos dias de Uzias, Jotão, Acaz, e Ezequias, reis de Judá. 2 Ouvi, ó céus, e dá ouvidos, ó terra, porque falou o Senhor: Criei filhos, e os engrandeci, mas eles se rebelaram contra mim. 3 O boi conhece o seu possuidor, e o jumento a manjedoura do seu dono; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende. 4 Ah, nação pecadora, povo carregado de iniqüidade, descendência de malfeitores, filhos que praticam a corrupção! Deixaram o Senhor, desprezaram o Santo de Israel, voltaram para trás. 7 O vosso país está assolado; as vossas cidades abrasadas pelo fogo; a vossa terra os estranhos a devoram em vossa presença, e está devastada, como por uma pilhagem de estrangeiros. 11 De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios? diz o Senhor. Estou farto dos holocaustos de carneiros, e da gordura de animais cevados; e não me agrado do sangue de novilhos, nem de cordeiros, nem de bodes. 12 Quando vindes para comparecerdes perante mim, quem requereu de vós isto, que viésseis pisar os meus átrios?

12 Isaías 2 – O domínio espiritual de Sião. Os juízos de Deus A predominância moral, social e espiritual do Israel de Deus sobre o mundo. Os juízos de Deus sobre os que praticam o mal 1 A visão que teve Isaías, filho de Amoz, a respeito de Judá e de Jerusalém. 2 Acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do Senhor, será estabelecido como o mais alto dos montes e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. 3 Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor. 4 E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra. 5 Vinde, ó casa de Jacó, e andemos na luz do Senhor. 11 Os olhos altivos do homem serão abatidos, e a altivez dos varerá humilhada, e só o Senhor será exaltado naquele dia. 12 Pois o Senhor dos exércitos tem um dia contra todo soberbo e altivo, e contra todo o que se exalta, para que seja abatido;

13 Isaías 3 – Clamor contra Jerusalém – Juízo de Deus sobre ela As consequências do pecado se fazem presentes na vida de Israel. A decadência moral atinge a todos. 1 Porque eis que o Senhor Deus dos exércitos está tirando de Jerusalém e de Judá o bordão e o cajado, isto é, todo o recurso de pão, e todo o recurso de água; 2 o valente e o soldado, o juiz e o profeta, o adivinho e o ancião; 3o capitão de cinqüenta e o respeitável, o conselheiro, o artífice hábil e o encantador perito; 4 e dar-lhes-ei meninos por príncipes, e crianças governarão sobre eles. 5 O povo será oprimido; um será contra o outro, e cada um contra o seu próximo; o menino se atreverá contra o ancião, e o vil contra o nobre. 8 Pois Jerusalém tropeçou, e Judá caiu; porque a sua língua e as suas obras são contra o Senhor, para afrontarem a sua gloriosa presença. 14 O Senhor entra em juízo contra os anciãos do seu povo, e contra os seus príncipes; sois vós que consumistes a vinha; o espólio do pobre está em vossas casas. 17 o Senhor fará tinhosa a cabeça das filhas de Sião, e o Senhor porá a descoberto a sua nudez.

14 Isaías 4 – A glória do Senhor desaparece de Sião O estado de calamidade moral e social é profundo. Não sobrará um santo em Israel. 1 Sete mulheres naquele dia lançarão mão dum só homem, dizendo: Nós comeremos do nosso pão, e nos vestiremos de nossos vestidos; tão somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opróbrio. 2 Naquele dia o renovo do Senhor será cheio de beleza e de glória, e o fruto da terra excelente e formoso para os que escaparem de Israel. 3 E será que aquele que ficar em Sião e permanecer em Jerusalém, será chamado santo, isto é, todo aquele que estiver inscrito entre os vivos em Jerusalém; 4 Quando o Senhor tiver lavado a imundícia das filhas de Sião, e tiver limpado o sangue de Jerusalém do meio dela com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor. 5 E criará o Senhor sobre toda a extensão do monte Sião, e sobre as assembléias dela, uma nuvem de dia, e uma fumaça, e um resplendor de fogo flamejante de noite; porque sobre toda a glória se estenderá um dossel. 6 Também haverá de dia um pavilhão para sombra contra o calor, e para refúgio e esconderijo contra a tempestade e a chuva.

15 Isaías 5 – A parábola de Israel como uma vinha. Os cuidados de Deus para com o seu povo. A decadência moral e espiritual que dele se apossou. O castigo diante de tal procedimento 1Ora, seja-me permitido cantar para o meu bem amado uma canção de amor a respeito da sua vinha. O meu amado possuía uma vinha num outeiro fertilíssimo. E, revolvendo-a com enxada e limpando-a das pedras, plantou-a de excelentes vides, e edificou no meio dela uma torre, e também construiu nela um lagar; e esperava que desse uvas, mas deu uvas bravas. Agora, pois, ó moradores de Jerusalém, e homens de Judá, julgai, vos peço, entre mim e a minha vinha. Que mais se podia fazer à minha vinha, que eu lhe não tenha feito? e por que, esperando eu que desse uvas, veio a produzir uvas bravas? 13 Portanto o meu povo é levado cativo, por falta de entendimento; e os seus nobres estão morrendo de fome, e a sua multidão está seca de sede. 15 O homem se abate, e o varão se humilha, e os olhos dos altivos se abaixam. 16 Mas o Senhor dos exércitos é exaltado pelo juízo, e Deus, o Santo, é santificado em justiça. 20 Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que põem as trevas por luz, e a luz por trevas, e o amargo por doce, e o doce por amargo!

16 Isaías 6 – A vocação profética de Isaías A necessária purificação para a tarefa profética. O chamado de Deus. A consciência do coração empedernido do povo. 1 No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as orlas do seu manto enchiam o templo. 2 Ao seu redor havia serafins; cada um tinha seis asas; com duas cobria o rosto, e com duas cobria os pés e com duas voava. 3. E clamavam uns para os outros, dizendo: Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; a terra toda está cheia da sua glória. 4 E as bases dos limiares moveram-se à voz do que clamava, e a casa se enchia de fumaça. 5 Então disse eu: Ai de mim! pois estou perdido; porque sou homem de lábios impuros, e habito no meio dum povo de impuros lábios; e os meus olhos viram o rei, o Senhor dos exércitos! 6 Então voou para mim um dos serafins, trazendo na mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; 7 e com a brasa tocou-me a boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e perdoado o teu pecado. 8 Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.


Carregar ppt "4T13 - Isaías - O Evangelho no Antigo Testamento Estudo 01 Os meus olhos viram o Senhor Isaías e sua vocação profética Texto bíblico - Isaías 1 a 6 Texto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google