A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os diferentes benefícios do reino vegetal A Planta e a Cura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os diferentes benefícios do reino vegetal A Planta e a Cura."— Transcrição da apresentação:

1 Os diferentes benefícios do reino vegetal A Planta e a Cura

2 Desde que o homem surgiu na Terra, o reino vegetal estava pronto para protegê-lo, alimentá-lo, curá-lo. No campo da cura, a planta foi seu primeiro remédio. Neste campo, são muitas as formas que os benefícios do reino vegetal têm sido utilizados pela humanidade e é importante saber diferenciá-los, até para aproveitá-los melhor.

3 Quais são as diferenças e semelhanças entre estes vários usos? Em que situação devem ser indicados? Qual é a história de nossa relação com as plantas? Quais têm sido os diferentes caminhos da fitoterapia?

4 O homem e sua relação com a Natureza A visão da Ciência contemporânea A visão das tradições da humanidade A visão alternativa

5 A visão tradicional Existe, na maioria dos povos, um saber tradicional que é recebido e transmitido, criteriosamente, por uma linhagem de homens ou mulheres que possuem a condição necessária para essa tarefa. Esse saber regula a ordem social, a vida familiar, a confecção de utensílios, a medicina, as festividades, a relação com a Natureza, etc. Existem inúmeras tradições, com mitos e símbolos particulares, mas que apresentam similaridades essenciais. Ou seja, todas as tradições funcionam como um jogo de espelhos, refletindo, em suas linguagens particulares, a verdade absoluta e transcendente.

6 O homem como microcosmo MacrocosmoMicrocosmo Spiritus MundiEspírito Anima MundiAlma Universo tangívelCorpo

7 Relação do homem com a Natureza Segundo a sabedoria tradicional, o homem deve seguir os passos da Natureza. O que não significa observação superficial e imitação. (Biomimética). Significa a observação dos princípios que operam por meio dela.

8 Uso tradicional das plantas para a cura Nas sociedades regidas pelos princípios tradicionais, a relação com a Natureza é de integração e respeito As plantas são concebidas em sua totalidade, seus aspectos sutis, além de seus aspectos materiais. A saúde é considerada um estado de harmonia e as plantas, instrumentos reguladores dos desequilíbrios humanos em todos os níveis. O conhecimento do poder curativo das plantas é transmitido, de geração em geração, por uma linhagem tradicional.

9 Uso tradicional das plantas para a cura Uso mágico-religioso Uso curativo Proteção Restabelecimento da ordem interior Evocam princípios superiores Cura do corpo Reequilíbrio emocional/mental (não há separação estanque entre o uso mágico-religioso e o curativo)

10 Caminhos da Fitoterapia Uso popular Com o passar do tempo, as cosmovisões tradicionais foram esquecidas. Parte do saber acerca das propriedades das plantas foi preservado como conhecimento popular Com a perda de sua pureza tradicional, outros elementos foram agregados. O que pode gerar confusão, desorientação e dúvidas sobre a fundamentação dos tratamentos.

11 Caminhos da Fitoterapia A Ciência e a Fitoterapia Científica

12 Caminhos da Fitoterapia Com o passar do tempo, no Ocidente, aconteceu uma grande decepção com os representantes da religião, que já se distanciara em grande parte do espírito tradicional, o que levou a uma busca do entendimento dos fenômenos e das coisas fundamentada apenas nos aspectos materiais. Assim nasce o espírito da Ciência Moderna, culminando com o mecanicismo de Descartes e o extremo racionalismo positivista. Isto influenciou profundamente a visão de homem, da relação com a Natureza e o uso das plantas para a cura. As concepções tradicionais passaram a ser consideradas puro infantilismo.

13 Ciência Latim - Scientia Toda forma de conhecimento e sabedoria Grego - Epistheme Conhecimento sistematicamente elaborado Atualmente A palavra Ciência tem dois significados: Área do conhecimento sistematicamente elaborado. (intuído e logicamente construído) Exemplos: Direito, Psicanálise, etc. Área do conhecimento experimentalmente verificado (rigorosamente lógico e metodológico no sentido positivista - século XIX) Exemplos: Física, Antropologia física, etc.

14 Rupturas Religião Corpo Alma Espírito Medicina Homem / Cosmo Micro / Macro

15 Caminhos da Fitoterapia Na Medicina, além de se perder a visão da totalidade humana, o rápido desenvolvimento de drogas sintetizadas em laboratório, no início do século XX, fez com que o tratamento com plantas começasse a ser olhado com desdém. Os médicos e farmacólogos estavam se esquecendo de dois fatos importantes: Até o início do século XX, os remédios vegetais ocupavam um lugar predominante em todas as farmacopéias do mundo. Grande parte das drogas mais potentes da Medicina atual derivam das plantas. Há algumas décadas, retomou-se o interesse pela Fitoterapia e aconteceu um considerável desenvolvimento da Fitoterapia Científica, com a pesquisa de princípios ativos e a busca de comprovação da ação terapêutica de plantas indicadas popularmente.

16 Atendeu uma anciã com hidropisia Surpreso com a melhora Infusão de ervas dedaleira (Digitalis purpurea) Passou a estudá-la Caminhos da Fitoterapia Dr. William Withering ( ) Inglaterra 1785 – Publicou um livro relatando detalhadamente 163 casos tratados com a dedaleira, comprovando sua eficácia no tratamento de afecções cardíacas.

17 Caminhos da Fitoterapia As plantas sempre estiveram presentes no campo da cura Conhecimento e uso tradicional Distanciamento do saber tradicional Uso popular Ciência Fitoterapia científica Etnofarmacologia

18 Caminhos da Fitoterapia A posição da Organização Mundial de Saúde (OMS) Estratégia da OMS sobre Medicina Tradicional 2002 – 2005 Propostas: Política: Criação de mecanismos normativos e legais que ofereçam uma base sólida para a definição da MT na Saúde Pública. Segurança, eficácia e qualidade: Crucial para a divulgação da MT. Acesso: Fazer com que a MT esteja disponível e acessível. Uso racional: Assegurar a conveniência e o custo- efetividade

19 Outros usos das plantas para a cura Espagiria Do grego: spáō = extrair + agéir ō = reunir Palavra usada por Paracelso para designar a área da Alquimia relacionada à elaboração de remédios. O processo consistia, grosso modo, em separar das plantas, por meio de várias destilações, seus três elementos constituintes e, posteriormente, através de um elaborado processo, voltar a reuní-los. Paracelso ( ) Suíça Este processo visava potencializar o efeito curativo das plantas.

20 NomeSubstância Correspondência Simbólica Enxofre Substância Oleosa Espírito Mercúrio Líquido bastante fluido Alma SalCinzaCorpo Outros usos das plantas para a cura Espagiria

21 Homeopatia Do grego: hómoios = semelhante + páthos = doença A cura pelo semelhante Christian Frederick Samuel Hahnemann ( ) Alemanha Princípios Básicos da Homeopatia Lei dos Semelhantes Lei dos Semelhantes Experimentação no Homem São Experimentação no Homem São Doses Mínimas e Medicamento Dinamizado Doses Mínimas e Medicamento Dinamizado Conceito de Força ou Energia Vital Conceito de Força ou Energia Vital Medicamento Único Medicamento Único

22 Para curar as doenças, segundo a Homeopatia, usaremos medicamentos dinamizados, que produzem, na pessoa sadia, sintomas semelhantes à totalidade da doença daquele indivíduo e que levarão a sua força vital desequilibrada a se reequilibrar, retornando ao estado de saúde, com o desaparecimento dos sintomas. Outros usos das plantas para a cura Homeopatia Exemplos do uso de plantas na Homeopatia Café efeito estimulante em pessoas sensíveis Coffea cruda excelente para insônia Cannabis sativa medicamento homeopático útil em uretrites uretrites de fumantes crônicos de maconha

23 Outros usos das plantas para a cura Fitoterapia Antroposófica Rudolf Steiner ( ) Áustria Cosmovisão própria, levando em conta os aspectos físico, anímico e espiritual do ser humano. Antroposofia Medicamentos antroposóficos A partir de materiais naturais: minerais, plantas e animais. Processo de potenciação especial. Seu uso se fundamenta no reconhecimento de certas propriedades que são conceituadas dentro da cosmovisão antroposófica. As plantas utilizadas nestes medicamentos são cultivadas organicamente e, algumas vezes, o solo é tratado com determinadas substâncias que são "dinamizadas" pela planta. Exemplo: Chamomilla D2 Cupro culta.

24 Outros usos das plantas para a cura Essências Florais Dr. Edward Bach ( ) Inglaterra São preparadas, geralmente, a partir de uma infusão solar de flores silvestres, em um recipiente com água pura de fonte e conservadas em conhaque. Medicamentos que utilizam padrões energéticos sutis das plantas para trazer equilíbrio e bem-estar através de um trabalho de harmonização da alma.

25 Outros usos das plantas para a cura Essências Florais "A ação desses remédios é elevar nossas vibrações e abrir canais para a recepção de nosso Eu Espiritual, inundando nossas naturezas com aquela virtude que necessitamos para eliminar a falha que está causando a desarmonia. Tais remédios, como a mais bela música, ou qualquer coisa gloriosamente exaltadora, podem elevar nossas naturezas, aproximando-nos de nossas Almas e, através disso, trazer paz e alívio para o nosso sofrimento. Eles curam, não pelo ataque à doença, mas por inundar nossos corpos com as belas vibrações de nossa Natureza Superior, na presença da qual a doença se dissolve como a neve sob a luz do sol. "Heal Thyself" - Edward Bach

26 Outros usos das plantas para a cura Aromaterapia Tratamento pelos óleos essenciais, substâncias extremamente concentradas e voláteis, de origem vegetal. Na planta, os óleos essenciais têm várias funções, desde a proteção contra pragas, até a polinização, e são especialmente responsáveis pelo seu aroma característico. Estes óleos contêm vitaminas, hormônios, antibióticos naturais e vários outros componentes, responsáveis por suas propriedades terapêuticas.

27 Aromaterapia Outros usos das plantas para a cura Acima de tudo, nestes óleos, a energia mais pura e concentrada da planta carrega consigo os padrões harmonizadores da mesma, que podem trazer equilíbrio à nossa alma. Atuam profundamente através do olfato, produzindo seus efeitos terapêuticos de harmonização de emoções e de equilíbrio físico.

28 Outros usos das plantas para a cura Alimentos funcionais São alimentos que, além de suas propriedades nutritivas, possuem ação fisiológica que beneficia a saúde, seja na sua manutenção, na prevenção de doenças ou na reversão de desequilíbrios do metabolismo. A pesquisa de alimentos funcionais teve início no Japão por volta de Na década de 90, o Brasil passou a investir na pesquisa e produção dos mesmos.

29 Outros usos das plantas para a cura Alimentos funcionais Grande parte dos alimentos funcionais são do reino vegetal. Exemplos: Soja - isoflavona (menopausa, oteoporose, prevenção de câncer de mama e do útero) Tomate e goiaba - licopeno (prevenção e controle de câncer de próstata, combate de radicais livres, etc.) Repolho, couve, brócolis, etc. - glicosinolatos (prevenção e tratamento de câncer de mama) Alho e cebola - alicina (estimulante do sistema imunológico, redução do colesterol, etc.) F.O.S. - fruto oligo sacarídeos - açúcar retirado de frutas (correção da função intestinal pelo favorecimento das bifidobactérias)

30 Parceria: Palestra proferida por: Amélia Vasconcelos Maia Colaboração e Slides: Thiago Maia Verdum Campinas – 13 a 16 de maio/2004 II Semana Municipal de Fitoterapia


Carregar ppt "Os diferentes benefícios do reino vegetal A Planta e a Cura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google