A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

População negra brasileira e as doenças genéticas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "População negra brasileira e as doenças genéticas."— Transcrição da apresentação:

1 População negra brasileira e as doenças genéticas

2 A população negra brasileira Escola Estadual Profª Joelina de Almeida Xavier. Campo Grande, 20 de setembro de Disciplina: Biologia Professora: Simony Professor STE: Luis Antonio Alunos: Diana, Marta, Regina, Elcio, Joilson 2ª fase

3 Brasileiros da etnia Negra

4 População total Negros": , 6,9% da população brasileiraRegiões com população significativaBrasil, principalmente nas regiões Sudeste e NordesteLínguasPortuguêsThalianesgatoReligiõesPredominantemente Cristianismo (maioria Igreja Católica) e uma pequena parcela pratica Religiões afro- americanasGrupos étnicos relacionadosBrasileiros, Pardos, Afro- americanos, Afro-argentinos, Afro-chilenos, Afro-cubanos, Afro-equatorianos, Afro-latino-americanos, Afro-mexicanos, Afro-peruanos, Afro-trinidadianos,BrasilSudeste NordestePortuguês CristianismoIgreja CatólicaReligiões afro- americanasBrasileirosPardosAfro- americanosAfro-argentinosAfro-chilenosAfro-cubanosAfro-equatorianos Afro-latino-americanosAfro-mexicanosAfro-peruanosAfro-trinidadianos População Total

5 No Brasil, oficialmente, os termos preto, negro ou afro-brasileiro designam racialmente e de acordo com a cor as pessoas que se definem como pertencentes a esse grupo. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística usa o nome preto como nome oficial para essa cor/raça, sendo ela uma das cinco definições oficiais usadas pelo povo brasileiro para se definir, junto com branco, pardo, amarelo e indígena. De acordo com o IBGE, os brasileiros que se definiam como pertencentes a esse grupo em 2009 somavam pessoas, 6,9% da população.pretonegroafrobrasileiroInstituto Brasileiro de Geografia e Estatísticabrancopardo amareloindígena

6

7 Miscigenação Além da imigração européia do final do século XIX e início do século XX, um dos fatores que causaram a diminuição estatística relativa da população preta no Brasil nos últimos dois séculos foi a intensa miscigenação ocorrida.século XIXséculo XX miscigenação

8 Pesquisas genéticas Uma recente pesquisa genética, encomendada pela BBC Brasil, analisou a ancestralidade de 120 brasileiros auto-declarados pretos que vivem em São Paulo.[32] Foram analisados o cromossomo Y, herdado do pai, e o DNA mitocondrial, herdado da mãe. Ambos permanecem intactos através de gerações porque não se misturam com outros materiais genéticos provenientes do pai ou da mãe, salvo as raras mutações que podem ocorrer. O DNA mitocondrial de cada pessoa é herdado da sua mãe, e esta o herdou do ancestral materno mais distante (a mãe da mãe da mãe etc). Já o cromossomo Y, presente apenas nos homens, é herdado do pai, e este o herdou do ancestral paterno mais distante (o pai do pai do pai etc).genéticaBBC BrasilSão Paulo[32]cromossomo YDNA mitocondrialmutaçõesDNA mitocondrial cromossomo Y

9 Miscigenação racial dos brasileiros Valores arredondados provenientes de duas pesquisas independentes feitas respectivamente com brasileiros pretos e com brasileiros brancos LadoOrigem Negros Porc.(%) [33 ] [33 ] Brancos Porc.(%) [34 ] [34 ] Materno (DNAmt)DNAmt África subsaariana85%29% Européia2,5%38% Ameríndia12,5%33% Paterno (Cromossomo Y)Cromossomo Y África subsaariana48%2% Européia50%98% Ameríndia1,6%0%

10 Esta pesquisa mostrou proporções quase iguais de pessoas com cromossomo Y provenientes da Europa (50%) e da África subsaariana (48%) no grupo de brasileiros pretos que foi analisado. Com segurança pode-se afirmar que metade (50%) desta amostra de pretos brasileiros são descendentes de pelo menos um europeu homem. Por outro lado, esta pesquisa mostrou que no grupo de brasileiros e brasileiras pretos analisados, cerca de 85% das pessoas tinham DNA mitocondrial originado de uma antepassada da África subsaariana e 12,5% de uma índia.cromossomo YEuropa África subsaarianaDNA mitocondrialÁfrica subsaarianaíndia

11 Outros estudos, vieram a demonstrar a predominância da ancestralidade Européia, na população Brasileira. O que não quer dizer que ela seja Européia, já que a contribuição Africana é imensa, e a Indígena, significativa. O povo Brasileiro é, em verdade, o resultado do encontro de Europeus, Africanos e Indígenas

12 FATORES BIOLÓGICOS OU GENÉTICOS A população negra brasileira, devido à miscigenação de negros procedentes de várias regiões africanas com características genéticas e culturais peculiares e, posteriormente, pela miscigenação entre negros e brancos ocorridas no país, apresenta uma especificidade genética que a distingue do resto do mundo. A atual freqüência, distribuição e causalidade das doenças mais incidentes na população brasileira afro descendente é influenciada por estas características de ordem genética e ainda fortemente por fatores socioeconômicos que incluem o regime de escravatura vivido até o final do século XIX e a posterior situação de exclusão social, presente até nossos dias, de grande parcela da população. Principais doenças dos Afro – brasileiros: Anemia Falciforme Diabetes Melites Deficiência hepática Hipertensão e doenças cardíacas Hipertensão na gravidez

13 Conclusão A etnia negra, desde os primórdios da colonização brasileira, tem contribuído com sua mão de obra, cultura, alimentos, danças, religiões, palavras, entre outros. Sua participação na cultura brasileira tem sido preponderante e riquíssima, colaborando com o crescimento do folclore do nosso pais Fonte:


Carregar ppt "População negra brasileira e as doenças genéticas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google