A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Normalização Aula 3. Normalização Contexto deste Modulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Normalização Aula 3. Normalização Contexto deste Modulo."— Transcrição da apresentação:

1 Normalização Aula 3

2 Normalização Contexto deste Modulo

3 Normalização é o processo de desagregar um corpo de dados em conjuntos de dados. A desagregação acontece pela remoção de: 1) repetição de dados 2) dependências de dados não chave em parte de um dado chave composto (dependências parciais) 3) dependências de dados não-chave em outros dado não-chave (dependências transitivas) 4) seleção da chave apropriado dentro das chaves candidatas. Ao final, cada conjunto representa um objeto ou evento descrito no sistema. Enquanto cada conjunto é logicamente independente dos outros em sua representação, todos eles estão relacionadas logicamente por dados chaves.

4 Dados, Meta-dados e Chaves # do Prontuário Nome Data de Nasc. Peso Altura Sexo Nome da Mãe Nome do Pai Dados - fatos sobre coisas ou eventos (82 Kg) Meta-Dados - Dados que descrevem dados (Peso) Chave Primária - Meta-dado (# do prontuário) ou meta-dados (nome e data de nascimento) cujo dado ( ) ou dados (João da Silva e que identifique UNICAMENTE um instância (o João) de um objeto (paciente) ou evento. Chave Secundaria - Meta dado ou dados que fazem parte da chave primária (data de nascimento) cujos dados (11/6/1967) identificam um grupo de instâncias (todos que nasceram em 11/6/1967) de um objeto (paciente) ou evento. Chave Estrangeira - Meta dado ou dados que NÃO fazem parte da chave primária (nome da mãe) cujos dados (Maria da Silva) identificam um grupo de instâncias (os filhos da Maria) de um objetos (paciente) ou evento. Chave Candidata - Podemos usar # do prontuário OU nome e data de nascimento como a chave primaria. Então são "candidatos" para o papel de chave primária.

5 1 a Forma Normal (1FN) Corpo de dados desagrega em conjuntos sem: 1.repetição de dados Corpo de meta-dados não normalizada # do Prontuário Nome_pac DDN_pac Sexo_pac Data_cons Med_cons Fon_med Prob1_cons Prob2_cons Prob3_cons Prob4_cons Corpo de meta-dados em primeira forma # do Prontuário Nome_pac DDN_pac Sexo_pac Data_cons Med_cons Fon_med # do Prontuário Data_cons Prob_cons

6 2 a Forma Normal (2FN) Corpo de dados desagrega em conjuntos sem: 1.repetição de dados 2.dependências parciais Corpo de meta-dados em segunda forma # do Prontuário Data_cons Med_cons Fon_med # do Prontuário Nome_pac DDN_pac Sexo_pac # do Prontuário Data_cons Prob_cons

7 3 a Forma Normal (3FN) Corpo de dados desagrega em conjuntos sem: 1.repetição de dados 2.dependências parciais 3.dependências transitivas Corpo de meta-dados em terceira forma # do Prontuário Data_cons Med_cons Med_cons Fon_med # do Prontuário Nome_pac DDN_pac Sexo_pac # do Prontuário Data_cons Prob_cons

8 Normalização - Estudo de Caso 1 Descrição Normalização é o processo de quebrar um conjunto de dados do nivel "exterior" en subconjuntos de dados no nível "conceitual" para minimizar repetição de dados e eliminar dependencias atrapalhantes entre subconjuntos de dados. O produto do processo, os conjunto normailzado vai ser mapeado para as tabelas na etapa de desenvolvimento (programação) da base de dados

9 Chave Primária Precisamos identificar uma chave primária (cp) para nos conjunto não normalizado. O conjunto de dados é um modelo de uma instância de um objeto ou evento na realidade. A chave primária é o dado ou os dados que indentifica esta instância unicamente na população de todos as instâncias do objeto ou evento. Por exemplo o número de passaporte indentifica unicamente um cidadão na população de um pais.

10 No caso seguinte, vamos usar o "nome" e o "cidade de nasc." como um chave composto (quando precisa mais que um dado para indentificar uma instância de um objeto) para indentificar um gravidez. Estamos assumindo que, enquanto "nome" e " cidade de nasc." não são únicos, a combinação dos dois é. Conjunto não dormalizado nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco grav. # grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai

11 1 a Forma (1FN) Para ir de um conjunto não normalizada para conjuntos em primeira forma precisa tirar os conjuntos que se repetem no conjunto original. Em nosso exemplo "gravidez" pode ser repetido para a mesma mulher. Então: Conjunto não NormalizadoConjunto em 1 a FN nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco grav. # grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco nome(cp)(cs) cidade de nasc.(cp)(cs) grav. #(cp) grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai O conjunto repetindo sobre a gravidez foi removado com a chave primária do co n junto original. Mas, enquanto esta chave identifica um pessoa unicamente, ela não identifica um gravidez unicamente. Portanto precisamos adicionar mais um dado do conjunto de gravidez para criar uma nova chave compost para este conjunto. Neste caso vamos adicionar o "grav. #" para criar nossa nova chave. A chave composto original se torna em chave secudaria (cs) para preservar a ligação logica com a chave primária do outro conjunto.

12 2 a Forma Normal (2FN) Para ir de um conjuntos em primeira forma para conjuntos em segunda forma precisa tirar os subconjuntos que têm dependência parcial. Uma dependência parcial acontece quando há um ou mais dados não chave que são atributos de parte de uma chave composto e não a chave composto completo. Neste caso "estado de nasc." só é um atributo de "cidade de nasc." e não a combinação de "nome" e "cidade de nasc.". Então: Conjunto não normalizadoConjunto em 1 a FNConjunto em 2 a FN nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco grav. # grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco nome(cp)(cs) cidade de nasc.(cp)(cs) grav. #(cp) grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp)(cs) endereco cidade de nasc.(cp) estado de nasc. nome(cp) cidade de nasc.(cp) grav. #(cp) grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai

13 3 a Forma Normal (3FN) Para ir de um conjuntos em segunda forma para conjuntos em terceira forma precisa tirar os subconjuntos que têm dependência transativo. Uma dependência transativo acontece quando há um ou mais dados não chave que são atributos de um outro dado não chave. Neste caso "fone do pai" só é um atributo de "nome do pai". Então: Conjunto não normalizado Conjunto em 1 a FNConjunto em 2 a FNConjunto em 3 a FN nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco grav. # grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp) estado de nasc. endereco nome(cp)(cs) cidade de nasc.(cp)(cs) grav. #(cp) grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp)(cs) endereco cidade de nasc.(cp) estado de nasc. nome(cp) cidade de nasc.(cp) grav. #(cp) grav. # data do parto grav. # nome do pai grav. # fone do pai nome(cp) data de nasc. cidade de nasc.(cp)(cs) endereco cidade de nasc.(cp) estado de nasc. nome(cp) cidade de nasc.(cp) grav. #(cp) grav. # data do parto grav. # nome do pai(cs) grav. # nome do pai(cp) grav. # fone do pai

14 Normalização - Estudo de Caso 2 Formulários : Pedido / Laudo Nome do Paciente: N o. de Ident.: Data de Nascimento:Fone: Endereço:Cidade:CEP: Pedido feito por Dr.:N o. de Ident.: Endereço:Cidade:CEP: Fone:Fax: Perg. Diag.:Código do Perg. Diag. (CDI-10):Perg. Diag. Data: N o. de Ident. do Proc.:Código do Proc. (CDI-10):Data do Proc.: Tipo Procedimento:Resultado: Data do Laudo:Radiologista:

15 Formulários : Fatura N o. da Fatura:Data da Fatura: Nome do Paciente:N o. de Ident.: Endereço:Cidade:CEP: N o. de Ident. do Proc.:Código do Proc. (CDI-10):Data do Proc.:Custo do Proc.: Total:

16 Sumário do Paciente Nome do Paciente: N o. de Ident.:Data de Nascimento: Endereço:Cidade:CEP: Tipo de Proc.:N o. de Ident. do Proc.:Data do Proc.: Código do Proc. (CDI-10):Radiologista: Resultado: Tipo de Proc.:N o. de Ident. do Proc.:Data do Proc.: Código do Proc. (CDI-10):Radiologista: Resultado: Tipo de Proc.:N o. de Ident. do Proc.:Data do Proc.: Código do Proc. (CDI-10):Radiologista: Resultado: Tipo de Proc.:N o. de Ident. do Proc.:Data do Proc.: Código do Proc. (CDI-10):Radiologista: Resultado:

17 Normalização Pedido / Laudo Normalização Pedido / Laudo Conjunto de dados não normalizado Pac. Nome, # Pac., Pac. Data Nasc., Pac. Fone, Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP, Med. Nome, # Med., Med. End., Med. Cid., Med. CEP, Med. Fone, Med. Fax, Perg. Diag., Perg. Diag. Código, Perg. Diag. Data, # Proc., Proc. Código, Proc. Data, Proc. Tipo, Resultado, Data do Laudo, Radiologista, 1 st Normal Form Pac. Nome, # Pac., Pac. Data Nasc., Pac. Fone, Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP, Med. Nome, # Med., Med. End., Med. Cid., Med. CEP, Med. Fone, Med. Fax, Perg. Diag., Perg. Diag. Código, Perg. Diag. Data, # Proc., Proc. Código, Proc. Data, Proc. Tipo, Resultado, Data do Laudo, Radiologista, 2 a Forma Normal (2NF) Pac. Nome, # Pac., Pac. Data Nasc., Pac. Fone, Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP, Med. Nome, # Med., Med. End., Med. Cid., Med. CEP, Med. Fone, Med. Fax, Perg. Diag., Perg. Diag. Código, Perg. Diag. Data, # Proc., Proc. Código, Proc. Data, Proc. Tipo, Resultado, Data do Laudo, Radiologista, 3 a Forma Normal (3NF) # Pac., # Med., Perg. Diag. Código, Perg. Diag. Data, # Proc., Proc. Data, Proc. Código, Resultado, Data do Laudo, Radiologista Pac. Nome, # Pac., Pac. Data Nasc., Pac. Fone, Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP Med. Nome, # Med., Med. End., Med. Cid., Med. CEP, Med. Fone, Med. Fax Perg. Diag. Código, Perg. Diag. Proc. Código, Proc. Tipo

18 Fatura Conjunto de dados não normalizado N o. da Fatura, Data da Fatura, Pac. Nome, # Pac., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP, # Proc. (R), Proc. Código (R), Proc. Data (R), Custo do Proc. (R), Total (calculated) 1 a Forma Normal (1NF) N o. da Fatura, Data da Fatura, Pac. Nome, # Pac., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP N o. da Fatura, # Proc., Proc. Código, Proc. Data, Custo do Proc. 2 a Forma Normal (2NF) N o. da Fatura, Data da Fatura, Pac. Nome, # Pac., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP N o. da Fatura, # Proc. # Proc., Proc. Código, Proc. Data, Custo do Proc. 3 a Forma Normal (3NF) N o. da Fatura, Data da Fatura, # Pac. # Pac., Pac. Nome, Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP N o. da Fatura, # Proc. # Proc., Proc. Código, Proc. Data Proc. Código, Cost

19 Sumário do Paciente Conjunto de dados não normalizado Pac. Nome, # Pac., Pac. Data Nasc., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP, Proc. Tipo (R), # Proc. (R), Proc. Data (R), Proc. Código (R), Radiologista (R), Resultado (R) 1 a Forma Normal (1NF) (1FN) # Pac., Pac. Nome, Pac. Data Nasc., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP # Pac., # Proc., Proc. Tipo, Proc. Data, Proc. Código, Radiologista, Resultado 2 a Forma Normal (2NF) (2FN) # Pac., Pac. Nome, Pac. Data Nasc., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP # Pac., # Proc.# Proc., Proc. Tipo, Proc. Data, Proc. Código, Radiologista, Resultado 3 a Forma Normal (3NF) (3FN) # Pac., Pac. Nome, Pac. Data Nasc., Pac. End., Pac. Cid., Pac. CEP # Pac., # Proc.# Proc., Proc. Data, Proc. Código, Radiologista, Resultado Proc. Código, Proc. Tipo


Carregar ppt "Normalização Aula 3. Normalização Contexto deste Modulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google