A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2º SEMINÁRIO NACIONAL DO COMITÊ NACIONAL DE MONITORAMENTO DO PACTO NACIONAL PELA ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO EXPERIÊNCIA, PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2º SEMINÁRIO NACIONAL DO COMITÊ NACIONAL DE MONITORAMENTO DO PACTO NACIONAL PELA ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO EXPERIÊNCIA, PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM."— Transcrição da apresentação:

1

2 2º SEMINÁRIO NACIONAL DO COMITÊ NACIONAL DE MONITORAMENTO DO PACTO NACIONAL PELA ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO EXPERIÊNCIA, PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM DO GRUPO ANDRÉ MAGGI

3 38 armazéns, 10 fazendas 3 indústrias e 2 portos Produtor Agrícola e Trading colaboradores Uma empresa 100% brasileira

4 MISSÃO E VISÃO NOSSA MISSÃO Contribuir para o desenvolvimento do agronegócio, agregando valores, respeitando o meio ambiente e melhorando a vida das comunidades. NOSSA VISÃO Ser uma empresa referência no desenvolvimento sustentável. NOSSOS VALORES Integridade: ser ético, justo e coerente com o que pensa, fala e faz.

5 RESPEITO AO PÚBLICO INTERNO

6 ISO Fazenda Tucunaré - primeira fazenda produtora de soja certificada no Brasil. A certificação também se estende aos armazéns, portos e fábrica localizados no Corredor Noroeste de Exportação. PRO TERRA Responsabilidade socioambiental específicos para atividades relacionadas ao agronegócio. Esta norma também garante aos consumidores que o produto agrícola é GMO-free. AMAGGI RESPONSIBLE PROTOCOL Criado e desenvolvido pelo Grupo André Maggi para qualificar a cadeia de fornecimento da soja. MORATÓRIA DA SOJA FÓRUM GLOBAL SOBRE SOJA RESPONSÁVEL

7 RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL NA CADEIA PRODUTIVA DE FORNECIMENTO DA SOJA Práticas de sustentabilidade, questões ambientais, trabalhistas e sociais devem ser também preocupação daqueles que integram nossa cadeia produtiva. O programa de qualificação busca promover a produção agrícola responsável estimulando os produtores a manejarem suas lavouras tendo os conceitos de boas práticas agrícolas e de sustentabilidade como referência. Objetivo do programa: interagir com os produtores cuja produção é comercializada pelo Grupo André Maggi induzindo uma melhoria gradativa nos níveis de enquadramento legal e nos padrões de desempenho socioambiental. PRODUTORES PARCEIROS

8 DIRETRIZES ESTRATÉGICAS Veto à utilização de trabalho degradante. Veto à utilização de trabalho infantil. Compromisso de não interferência com áreas indígenas. Compromisso de não interferência com Unidades de Conservação. Compromisso de não produzir em áreas embargadas (SEMA/MT e IBAMA). Compromisso de não produzir em áreas desmatadas após Julho/2006 no bioma amazônico (Moratória da Soja). PRODUTORES PARCEIROS

9 ETAPAS DO PROGRAMA Cadastramento da propriedade (coleta de informações e dados da propriedade, das práticas de conservação do solo e da água, da tecnologia agrícola empregada, da gestão social, da segurança do trabalho, das áreas de proteção ambiental, da infraestrutura da propriedade e da conformidade legal) Visita socioambiental da propriedade (verificação in-loco) Mapeamento do uso do solo por satélite Relatório fotográfico Recomendações socioambientais Elaboração do diagnóstico anual Acompanhamento da evolução do desempenho socioambiental PRODUTORES PARCEIROS

10 ALGUNS RESULTADOS Propriedades Com equipamentos de combate a incêndios9%62% Com depósito de agrotóxico adequado24%68% Com depósito de embalagens de agrotóxico adequadas13%62% Optam por agrotóxicos com menor toxicidade64%95% Fornecem e monitoram o uso de EPI67%90%

11 ALGUNS RESULTADOS Propriedades Disponibilizam estrutura habitacional adequada99% Todas as crianças e adolescentes freqüentam a escola95%96% Fornecem alimentação e água adequadamente99%99% Não tiveram processos trabalhistas nos últimos 5 anos99%99% Não tiveram processos ambientais nos últimos 5 anos 99% Registram todos os trabalhadores contratados95%

12 ALGUMAS MARCAS EM 2008 Propriedades Localizadas dentro de área indígena ou unidade de conservação0% Inscrita na lista suja do MTE0% Utilizam trabalho infantil0% Possuem menores ou lactantes lidando com agrotóxicos0% Desmatou após 2006 no bioma amazônico0% Utilizam fogo para a limpeza dos restos vegetais0%

13 Produtores mercado spot Fornecedores de insumos (especialmente biomassa, uniformes, sementes, …) Prestadores de serviços (reflorestadores, madeireiros, empreiteiras/construtoras, …) DESDOBRAMENTOS DO PROGRAMA

14 "O trabalho é a melhor e a pior das coisas: a melhor, se for livre; a pior, se for escravo (Émile-Auguste Chartier, Alain) Então, temos que fazer com que seja sempre a melhor, SEMPRE! Juliana de Lavor Lopes Supervisora de Desenvolvimento Social João Shimada Supervisor de Meio Ambiente


Carregar ppt "2º SEMINÁRIO NACIONAL DO COMITÊ NACIONAL DE MONITORAMENTO DO PACTO NACIONAL PELA ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO EXPERIÊNCIA, PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google