A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROPOSTA DE USO DE RBC NA GESTÃO DE RISCO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO NA MALHA VIÁRIA CATARINENSE Evilásio Garcia Rogério Cid Bastos Lilian Elizabeth Diesel.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROPOSTA DE USO DE RBC NA GESTÃO DE RISCO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO NA MALHA VIÁRIA CATARINENSE Evilásio Garcia Rogério Cid Bastos Lilian Elizabeth Diesel."— Transcrição da apresentação:

1 PROPOSTA DE USO DE RBC NA GESTÃO DE RISCO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO NA MALHA VIÁRIA CATARINENSE Evilásio Garcia Rogério Cid Bastos Lilian Elizabeth Diesel Novembro

2 RESUMO O principal objetivo deste artigo foi validar a aderência do Raciocínio Baseado em Casos (RBC) ao contexto da gestão de risco de acidentes de trânsito ocorridos na malha rodoviária catarinense. A proposta foi a utilização desta ferramenta para analisar de maneira automática e sistemática, todos os quilômetros da malha, sugerindo ações de prevenção à acidentes. Aqui foi avaliada a acurácia entre os resultados sugeridos pelo RBC e os resultados esperados por especialistas humanos. PALAVRAS-CHAVE RBC, Gestão de Risco e Geo-inteligência.

3 INTRODUÇÃO Acidentes de trânsito no Brasil são responsáveis por grandes custos sociais e econômicos. Todo e qualquer acidente em via de alta velocidade gera danos, que podem ir desde somente perdas materiais até perdas humanas. A complexidade e a gravidade dependem de múltiplos fatores. As perdas por morte e a invalidez temporária ou permanente dos feridos são os produtos mais trágicos dos acidentes de trânsito.

4 A magnitude dos danos pode ser estimada pelo indicador de saúde, mortalidade por causas externas, onde acidentes de trânsito são a principal causa quando se analisa o indicador de anos potenciais de vida perdidos. Monitorar, gerenciar e prever situações de risco, mais do que exeqüível é a maneira mais correta de prevenir esses acontecimentos, e essa é a questão central da pesquisa apresentada neste artigo.

5 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA Afim de que se possa aplicar de maneira satisfatória o uso de Raciocínio Baseado em Casos (RBC) para a gestão de risco na malha viária catarinense é necessário, conhecer o ambiente onde esse se aplicará. Após o entendimento do problema a ser tratado, passa-se então objetivamente ao estudo do que é RBC e como este foi efetivamente utilizado.

6 Situação problema A redução dos acidentes de trânsito requer um conjunto de intervenções que vão desde a construção de passarelas, redutores de velocidade até a aplicação rigorosa do Código de Trânsito Brasileiro (OLIVEIRA et. al., 2008). Devemos esperar uma redução dos acidentes de trânsito quando compreendermos os verdadeiros fatores que influenciam sua ocorrência e então adotarmos medidas que os evitem total ou parcialmente (CARDOSO, 2006).

7 O entendimento multicausal das ocorrências dos acidentes passa pela identificação do risco, servindo de base para o processo de intervenções, que é aprofundada com as análises epidemiológicas; estas são as avaliações mais precisas para determinar o risco (OLIVEIRA, 2007). Analisar causas (naturais ou não) de acidentes de trânsito, e propor ações de prevenção a fim de reduzir o seu volume ou até mesmo eliminá-lo é uma tarefa bastante complexa, a qual envolve peritos de diversas áreas (trânsito, engenharia de tráfego, policiais, psicólogos e outros). Simplificar e sistematizar essa análise, é algo bastante ambicioso, porém, o aumento vertiginoso de acidentes e o número vasto de rodovias de nosso país, faz com que o desejo de automatizar essa análise seja cada vez mais pungente.

8 Raciocínio Baseado em Casos - RBC A técnica de RBC, teve origem em 1977 em uma pesquisa na área da ciência cognitiva. Raciocínio Baseado em Casos é um enfoque para a solução de problemas e o aprendizado é baseado em experiência passadas. O RBC resolve problemas ao recuperar e adaptar experiências passadas armazenadas em uma base de casos. Um novo problema é resolvido com base na adaptação de soluções de problemas similares já conhecidos.

9 Contrução do sistema e resultados A elaboração da proposta de gestão de risco de acidentes de trânsito na malha viária catarinense através do uso de RBC, gera resultados para o auxílio à tomada de decisão. A base de casos é composta de ocorrências de acidentes de trânsito referentes aos anos de 2007 e 2008, ocorridos nas rodovias federais do Estado de Santa Catarina. Foram transformadas em casos do RBC, 7367 ocorrências de acidentes.

10 As variáveis utilizadas foram identificadas por um grupo multidisciplinar de especialistas em riscos viários. O grupo multidisciplinar é composto por um médico com mestrado em saúde pública, um estatístico e advogado com mestrado e doutorado em engenharia de produção, uma arquiteta com mestrado e doutorado em geografia na UNIVERSITÉ NANCY II– França, uma geógrafa com mestrado e doutorado em engenharia civil em acidentes de trânsito e desastres, um cientista da computação com especialização em banco de dados e desenvolvimento de sistemas em liguagem C++, e policiais rodoviários.

11 Tabela 1. Tabela das variáveis e valores do RBC - Vocabulário. As variáveis foram devidamente classificadas em um conjunto de valores finitos, aqui definido como vocabulário do RBC. (apresentado na tabela 1)

12 Tomando-se por base as variáveis supracitadas, o mecanismo de consulta do RBC foi concebido. Levantou-se quais as variáveis necessárias para se fazer uma boa indexação e os seus respectivos graus de importância (pesos). Também se verificou junto ao grupo de especialistas multidisciplinar qual o número de soluções mínimas (aqui chamadas de ações sugeridas) para avaliar a eficiência do sistema.

13 Tabela 2. Variáveis e pesos utilizados para indexação de casos. Uso do solo 1= urbano Localidade 1= comercial Condições da pista 1= bom

14 Tabela 3. Ações sugeridas possíveis para um caso

15 Para demonstração da proposta optou-se pelo quilômetro (km) 131 da BR101, que corta o município de Balneário Camboriú. Esse quilômetro foi selecionado devido às grandes ocorrências de acidentes do tipo atropelamento de pedestre, saída de pista e capotamento. Para buscar as soluções dos casos de acidentes ocorridos no km 131 foram utilizadas as variáveis de indexação, e seus respectivos pesos, definidas na Tabela 2. O resultado (caso) recuperado da base de casos é mostrado na Tabela 4.

16 Tabela 4. Caso recuperado pelo sistema de RBC para o km 131 da BR101.

17 A área selecionada para esta demonstração é considera de alta vulnerabilidade, pelo fato de cortar a área urbana de Balneário Camboriú, que possui grande densidade populacional e alto dinamismo econômico. As ações sugeridas se aplicadas poderão diminuir consideravelmente a vulnerabilidade do km 131 da BR101. Sendo assim, a aplicação sistemática de RBC para análise da malha viária catarinense, poderá trazer de maneira rápida é pratica aos gestores possíveis soluções de graves problemas. Pode-se investir mais energia na execução de soluções do que na sua concepção.

18 CONCLUSÃO Analisar causas de acidentes de trânsito, e propor ações de prevenção a fim de reduzir o seu volume ou até mesmo eliminá-lo; simplificar e sistematizar a análise da malha viária; memorizar quilômetros de rodovias onde um grande número de acidentes ocorreram no passado e, evidenciar ocorrências do mesmo problema em outros quilômetros para que se possa aplicar a mesma ação de prevenção de acidente que comprovadamente resolve o problema; trazer de maneira rápida é pratica aos gestores possíveis soluções de graves problemas; investir mais energia na execução de soluções do que na sua concepção, mostram certamente o potencial benéfico do uso de RBC na gestão de riscos de acidentes.

19 Pretende-se estender a base de casos em 100% das ocorrências de acidentes ocorridas nos anos de 2007 e Verificando-se a eficiência do sistema na série de casos acima citada, pretende-se então trabalhar com toda a série histórica de ocorrências de acidentes que se tem disponível (dados entre 1986 à 2009). Após a comprovação da eficiência do sistema, o mesmo será posto para ser testado no Departamento e Policia Rodoviária Federal de Santa Catarina - DPRF/SC.

20 REFERÊNCIAS AAMODT, A.; PLAZA, E. Case-based reasoning: foundational issues, methodological variations and system approaches. Artificial Intelligence Communications, Vol. 7, BEPPLER, F. D. EMPREGO DE RBC PARA RECUPERAÇÃO INTELIGENTE DE INFORMAÇÕES. Florianópolis, Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. BOTELHO, L. J., DIESEL, L.E. Crônicas Mortes Anunciadas. In: Acidentologia Risco e Prevenção: Uma Visão Multidisciplinar. No PRELO CARDOSO, Gilmar. Modelos para previsão de acidentes de trânsito em vias arteriais urbanas. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Achievements in public health, motor-vehicle safety: a 20th century public health achievement. MMWR Recommendations and Reports. Atlanta, 1999; 48(18): Disponível em Acessado 24 janeiro de FERNANDES, A. M. R.; MIRANDA, E. M.; SANTOS, F. G. (2003) Inteligência Artificial – Noções Gerais. Ed. Visual Books. Florianópolis-SC. KOLODNER, Janet. Case-based reasoning. Los Altos, Morgan Kaufmann, MARÍN, L.; QUEIROZ, M. S. Atualidade dos acidentes de trânsito na era da velocidade uma visão geral. Cadernos de Saúde Pública. Rio de Janeiro. 16(1):7-21, jan-mar OLIVEIRA, Zenaide Calazans de; MOTA, Eduardo Luiz Andrade e COSTA, Maria da Conceição N. Evolução dos acidentes de trânsito em um grande centro urbano, Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.2 [citado ], pp Disponível em:. ISSN X. doi: /S X PEIXOTO H. C..G. Redução da Mortalidade por Acidentes e Violências Diagnóstico do Problema em Santa Catarina. Secretaria do Estado de Saúde de Santa Catarina, SCHANK, R. Dynamic memory: a theory of reminding and learning in computers and people. Cambridge University Press, SILVA, J. J. Help Desk com Sistema de RBC para as Gerências de Aplicativos do Banco do Brasil. URGS, Porto Alegre, abril de WEBBER – LEE, Rosina. Intelligent jurisprudence research. Florianópolis: UFSC, 1998 (Tese de doutorado em Engenharia de Produção). ZEFERINO, M. T. Acidentes de trânsito e os estimulantes do tipo anfetaminas: estudo de caso junto às empresas de transporte rodoviário de cargas no estado de Santa Catarina. Florianópolis, f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil


Carregar ppt "PROPOSTA DE USO DE RBC NA GESTÃO DE RISCO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO NA MALHA VIÁRIA CATARINENSE Evilásio Garcia Rogério Cid Bastos Lilian Elizabeth Diesel."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google