A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 12 de Junho Analistas consultados: 29 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 12 de Junho Analistas consultados: 29 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO."— Transcrição da apresentação:

1 Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 12 de Junho Analistas consultados: 29 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO Rubens Sardenberg Economista-chefe 14 de Junho de 2012

2 Apresentação ao Senado 2 Pesquisa reforça cenário de menores pressões inflacionárias nos índices ao consumidor em 2012, com recuo na previsão do IPCA para 5%, de 5,1% na pesquisa anterior e de 6,5% observado em Patamar esperado ainda é maior que o previsto nos cenário do BC, mas tem convergindo gradualmente. Recuperação gradual da atividade interna e agravamento do quadro internacional reduzem projeções de crescimento do PIB em 2012 para 2,5%, pela primeira vez abaixo do ritmo de 2011, de 2,7%. Menor pressão inflacionária e crescimento reduzem previsão para a taxa Selic; Mediana das projeções indica mais dois cortes na taxa básica Selic, para 8% a.a. em julho, quase unanimidade, e 7,75% a.a. em agosto, permanecendo nesse patamar até dezembro. Todavia, cresce o porcentual dos que preveem que a taxa poderá atingir patamares ainda menores ao longo do ano, de até 7,25% a.a.. Percepção é de que uma aceleração dos cortes da Selic se daria apenas em evento de ruptura no cenário internacional; Para 2013, cenário é de recuperação mais forte da economia doméstica, com crescimento esperado para o PIB mantido em 4,3%, efeito das medidas de estímulo adotadas; Recuperação tende a elevar as pressões inflacionárias, com a projeção para o IPCA de 2013 mantida em 5,5%, mas sem ameaçar a meta e taxa Selic prevista para 2013 caiu de 10% a.a. na pesquisa de abril para 9% a.a. na atual; Pesquisa FEBRABAN de Projeções e Expectativas de Mercado

3 Apresentação ao Senado Variáveis Macroeconômicas Efetivos Pesquisas anterioresPesquisa atual mar/12abr/12 jun/ Crescimento do PIB Total (var. %) 7,52,73,33,24,22,54,3 Crescimento do PIB Agropecuário (var.%) 6,53,93,33,54,21,14,3 Crescimento do PIB Industrial (var.%) 10,11,62,62,54,21,84,2 Crescimento do PIB Serviços (var.%) 5,42,73,63,54,13,04,1 Produção Industrial (variação anual %) 10,50,32,1 4,11,04,1 IPCA (%) 5,96,55,35,15,55,05,5 IGP-M (%) 11,35,14,65,25,05,75,1 Taxa Selic Meta 1 (fim de período) 10,7511,009,008,5010,007,759,00 Notas: 1 Mediana PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Pesquisa de Projeções Macroeconômicas (Taxas de crescimento esperadas – médias) (%)

4 Apresentação ao Senado Expectativa de Mercado – Resultados Obtidos PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Dados Anteriores Nota: * Mediana ** Média. Reuniões Ocorridas 20/7/1131/8/1119/10/1130/11/1118/1/127/3/1218/4/1230/5/12 Taxa Selic 12,5012,0011,5011,0010,509,759,008,50 Taxa de Câmbio 1,571,591,761,811,781,771,872,01 Expectativas para 2012 dez/ dez/12 Taxa Selic* 8,007,75 9,00 Taxa de Câmbio** 2,001,991,961,941,911,89

5 Apresentação ao Senado 5 Após certa estabilidade, taxa de Câmbio sofre maior revisão nas projeções nessa pesquisa, possivelmente refletindo valorização recente do dólar ante o real e também ante demais moedas internacionais. Desvalorização do real favorece previsões de superávit balança comercial e menor déficit em conta corrente em 2012 e Quadro de financiamento não muda, sendo mais de 80% financiado por investimento diretos e com acúmulo importante de reservas internacionais em 2012 e em 2013; Permanece quadro fiscal positivo de cumprimento integral da meta de superávit primário em 2012 e 2013 e de recuo na relação Dívida Líquida /PIB nos dois anos; Expansão prevista para a atividade econômica (PIB) nos EUA segue em ligeira moderação, sendo reduzida em 0,1 p.p. para 2012 e 2013, para 2,2% e 2,4%, respectivamente, possivelmente reflexo dos últimos indicadores divulgados e do agravamento do quadro internacional. Contudo, patamar é maior que a expansão observada em 2011, de 1,7%; Percepção entre os economistas é de piora no cenário internacional, mas maioria considera o quadro de incerteza muito elevado e evento extremo é de difícil previsão; Pesquisa FEBRABAN de Projeções e Expectativas de Mercado

6 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Pesquisa de Projeções Macroeconômicas (Taxas de crescimento esperadas – médias) (%) Variáveis Macroeconômicas Efetivos Pesquisas anterioresPesquisa atual mar/12abr/12 jun/ Taxa de Câmbio (R$ / US$ - fim de período) 1,671,881,761,8 1,911,89 Balança Comercial (US$ bilhões) 20,329,819,219,314,920,215,3 Saldo em transações correntes (US$ bilhões) -47,5-52, ,7-73,5-65,8-72,2 Investimento direto estrangeiro (US$ bilhões) 33,166,65556,455,855,259,3 Reservas Internacionais (US$ bilhões) 297,7352,0377,2381,3398,1380,0396,3 Risco Brasil - EMBI (pontos) 186,0205,0183,4180,6170,9184,3171,0 Resultado Primário (% do PIB) 2,83,13,0 2,93,13,0 Dívida Líquida do Setor Público (% do PIB) 40,236,536,136,234,735,834,2 Crescimento do PIB – EUA (var.%) 2,91,72,22,32,52,22,4 CPI – EUA (var.%) 1,53,22,32,42,12,22,0 Taxa do fed funds - EUA (fim de período) 0,25 0,3

7 Apresentação ao Senado 7 Crescimento esperado do crédito volta a ter pequena moderação, mas segue em ritmo importante. Expansão prevista para 2012 é de 15,9% e para 2013 de 15,7%, de 16,2% e 16%, respectivamente, na pesquisa anterior. Medidas de estímulo adotadas são importantes, inclusive redução dos juros, mas efeitos dependem também de reversão no atual quadro de inadimplência/comprometimento da renda; Moderação é vista tanto nos empréstimos com recursos direcionados, como no crédito livre. Crédito direcionado segue com previsão de maior expansão, de 17% para 2012 e 16,5% para 2013, mas teve maior redução do ritmo previsto. Crédito com recursos livres deve crescer 14,8% em 2012 e também em 2013, de 15% anteriormente previsto para os dois anos; No Crédito com recursos livres expansão prevista é uniforme em PF e PJ, em 2012 e 2013, sendo 14,8% nos dois segmentos em 2012 e praticamente igual em 2013; Em Pessoa Física, desempenho esperado para 2012 segue mais forte em crédito pessoal (+15,8% previsto), do que em veículos (+14,6%). Para 2013, é esperada convergência dos ritmos entre essas modalidades; Inadimplência esperada permanece em 5,3% para 2012 e 5% para 2013, embutindo recuo em relação ao patamar atual de 5,8% e dos 5,5% de dezembro de 2011; Pesquisa FEBRABAN de Projeções e Expectativas de Mercado

8 Apresentação ao Senado Variáveis do Setor BancárioEfetivosPesquisas anterioresPesquisa atual (Variação Anual) mar/12abr/12 jun/ Operações de Crédito da Carteira Total (var. %, total do SFN) 20,519,016,616,216,015,915,7 Operações de Crédito com Recursos Direcionados (var. %, total do SFN) 27,523,217,917,516,917,016,5 Operações de Crédito com Recursos Livres (var. %, total do SFN) 17,116,815,615,0 14,8 Operações de Crédito para Pessoas Físicas (var. %, total do SFN com recursos livres) 18,816,415,615,014,914,814,7 Operações de Crédito para Pessoas Físicas - Crédito Pessoal (var. %, incluindo consignado) 25,219,116,416,114,915,814,8 Operações de Crédito para Pessoas Físicas - Aquisição de Veículos (var. %, incluindo leasing) 19,97,915,314,9 14,614,7 Operações de Crédito para Pessoas Jurídicas (var. %, total do SFN com recursos livres) 15,417,115,415,015,114,814,9 Taxa de Inadimplência (acima de 90 dias, em %) 4,65,55,3 5,05,35,0 PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO – Setor Bancário

9 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Perguntas 1-) O BC manteve o mesmo texto que trata da condução da política monetária. Em sua opinião essa postura foi: 74%Dentro do esperado; 15%Mais conservadora que o previsto, tendo em vista a materialização bastante gradual da recuperação da economia brasileira e o recrudescimento da crise internacional; 11%Menos conservadora, já que a Selic já se encontra no menor patamar histórico. 2-) No parágrafo 18º da ata o BC mostra que mesmo com recuo das taxas de juros e a elevação da taxa de câmbio embutidas nos cenários de referência e de mercado, as projeções de inflação recuaram para 2012 (se encontra em torno do valor central da meta) e 2013 (permanece acima do valor central). Contudo, o BC não alterou o parágrafo que trata da parcimônia na redução das taxas de juros. Na sua avaliação: 48%Uma redução mais forte se daria apenas em evento de ruptura no cenário internacional; 26%Essa postura se deve à manutenção da inflação no patamar acima do centro da meta em 2013; 26%Essa postura se deve às medidas de estímulo adotadas recentemente pelo governo.

10 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Perguntas 3-) Com relação às medidas de estímulo da atividade adotadas pelo governo, você acredita que : 41%São importantes, mas a economia brasileira deverá acelerar apenas no próximo ano; 33%Serão suficientes e a economia brasileira crescerá a taxas importantes ao longo do segundo semestre; 26%Não são suficientes, a economia deve manter baixas taxas de crescimento e novas ações serão necessárias. 4-) O BC admite na ata o recrudescimento da crise europeia e o aumento de incerteza política na região, bem como relativiza as avaliações positivas nos EUA e reitera a desaceleração da economia chinesa no segundo trimestre. De todo modo, o BC parece pautar agora a influencia do cenário externo pela observação, ou não, de um evento extremo. Nesse sentido, você acredita que: 22%O cenário internacional piorou significativamente, mas as autoridades serão bem sucedidas em suas políticas e evitarão a ocorrência de eventos extremos; 19%A possibilidade de um evento extremo cresceu substancialmente nas últimas semanas e deveria ser incorporada mais efetivamente ao cenário pelo BC; 59%Não é possível optar por nenhuma das alternativas acima, pois o grau de incerteza permanece muito elevado.

11 Apresentação ao Senado PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO Divulgação da Pesquisa (Após a Ata do Copom) Decisão CopomAta CopomDivulgação Pesquisa 11 de julho/12 29 de agosto/12 10 de outubro/12 28 de novembro/12 19 de julho/12 06 de setembro/12 18 de outubro/12 06 de dezembro/12 25 de julho/12 12 de setembro/12 24 de outubro/12 12 de dezembro/12


Carregar ppt "Apresentação ao Senado Realizada nos dias 08 a 12 de Junho Analistas consultados: 29 PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google