A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lc 16,19-31. "Havia um homem rico, que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e que todos os dias se regalava esplendidamente. Havia também certo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lc 16,19-31. "Havia um homem rico, que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e que todos os dias se regalava esplendidamente. Havia também certo."— Transcrição da apresentação:

1 Lc 16,19-31

2 "Havia um homem rico, que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e que todos os dias se regalava esplendidamente. Havia também certo mendigo, chamado Lázaro, coberto de chagas, que estava deitado ao seu portão, desejoso de fartar-se com migalhas que caiam da mesa do rico, mas ninguém lhe dava nem os restos, só os cães vinham lamber- lhe as úlceras. "Morreu o mendigo, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico, e foi sepultado. "No inferno, estando em tormentos, o rico levantou os olhos e viu ao longe Abraão e a Lázaro no céu. "E exclamou: - Pai Abraão, tem compaixão de mim! Manda que Lázaro molhe a ponta do seu dedo, e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama!

3 "Mas Abraão respondeu: - Filho, lembre-se de que recebeu os seus bens na sua vida e Lázaro do mesmo modo os males; agora, porém, ele está consolado, e você em tormentos. Porém, entre nós e você há um grande abismo, de modo que, os que querem passar daqui para onde você está, não podem ir, nem os daí, passar para nós aqui no céu. "Ele replicou: Pai, eu te rogo, então, que os mandes à casa de meu pai (pois tenho cinco irmãos) para avisá-los a fim que não aconteça com eles o mesmo que sucedeu comigo. Mas Abraão disse: Eles têm Moisés e os profetas; que os ouçam. Então ele respondeu: Não, Pai Abraão, mas se alguém dentre os mortos for ter com eles, hão de se arrepender. Replicou-lhe Abraão: se não ouvem a Moisés e aos profetas tampouco se deixarão persuadir, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos. Lucas 16,19-31

4

5 Esta parábola não é um tratado sobre caridade e falta de caridade. Não diz que o rico negava esmolas a Lázaro. Talvez até ignorasse a presença dele junto de sua casa, fechado como estava em seu bem- estar, que não lhe permitia perceber problemas alheios. Esta parábola não quer ensinar que a questão do inferno é, de fato, um lugar de fogo para onde vão as almas daqueles que não aceitam o projeto de Jesus. Apenas é um modo de falar semita para mostrar que após a morte existe mesmo a Outra Vida.

6 Este Lázaro é apenas um nome, não tem nada a ver com o Lázaro irmão de Marta e Maria. È apenas um personagem da estória. Quanto ao rico, não significa que todo rico que não ajuda um pobre, que lhe bate à porta, vá para o inferno, ou não se salvará. O rico, apenas, corre mais risco de se perder. Não supõe, também, que todo pobre vá para o Céu, só porque é pobre. Nem todo pobre é bom.

7 A relação do pobre-rico, que a Parábola descreve, é para chamar bem a atenção dos ouvintes. São os extremos que se chocam.Há muita gente, nem rico, nem pobre, que terá também vida após a morte. Não sugere, também, que pode haver comunicação com os que já morreram. Há religiões que acreditam nesta comunicação, porém, o Cristianismo não tem em sua Doutrina, essa prática.

8 Então, o que significa esta Parábola ?

9 Esta estória de Jesus, é essencialmente didática. O que significa didática? -É a arte de ensinar. É aquele jeito próprio de se transmitir uma teoria para diversos tipos de pessoas. Assim, existe a didática para crianças, para índios, para adultos, para as tribos da África, para analfabetos. É um método que aquele que ensina aplica, para que os ouvintes entendam de modo mais fácil. Por exemplo: usar desenhos, músicas, a natureza, filmes, o próprio corpo, os objetos, histórias e estórias, como fez Jesus. Veja: - a Cinderela tem a rainha que se transforma em bruxa. Bruxa não existe. Então, por que a bruxa? Para ensinar às crianças que existe o mal e que o mal é feio.

10 A parábola do rico e do pobre Lázaro, é uma crítica à sociedade de classes, onde o rico vive em abundância e no luxo, enquanto o pobre vive e morre na miséria. Há um abismo de separação entre essas duas classes. Há países, como o Brasil, onde existem ricos, bilionários e pobres que comem uma refeição por dia e sem os nutrientes necessários. É muito difícil lutar contra isso, pois os ricos são muito gananciosos e em geral têm o poder com eles. É preciso muita luta para que um rico reparta um pouco dos seus bens.

11

12 Converter-se é abrir o coração para a Palavra de Deus e isso vai fazer com que ele se volte para os pobres, pois é isso que Jesus fazia e nos ensina. Isso nada mais é que amar o próximo como a si mesmo.

13 As mortes do homem rico e do pobre Lázaro - igualmente simbólicas - representariam uma mudança de situação. Assim, o pobre menosprezado recebe os favores de Deus(seio de Abraão), e o rico favorecido foi rejeitado por Deus.

14 É possível viver assim. Ajudar os mais necessitados, não se trata somente de caridade, mas de uma atitude semelhante à de Jesus:- Ele foi pobre, viveu com os pobres, fez o que pôde pelos pobres, embora tenha morrido por todos. E nos mostrou que o cristianismo é uma religião que tem como primeiro mandamento o amor aos irmãos.

15 Feliz o homem cujos pecados foram perdoados, Cujas culpas foram apagadas. Feliz ele é, pois o Senhor deixou de considerar sua infidelidade, e Ele mesmo acabou por se reconhecer um pecador. - Vou reconhecer minha infidelidade diante do Senhor e Tu me perdoarás. (Sl.31) Hoje a salvação entrou nesta casa – Zaqueu recebe Jesus em sua casa e na conversa se CONVERTE e promete a Jesus devolver com juros, tudo que roubou nas cobranças de impostos. Lc.19,1-10

16 Texto – Bíblia popular francesa Curso de Fr. Gorgulho Imagens – Internet Formatação – I. Eunice Wolff

17

18

19

20

21

22

23


Carregar ppt "Lc 16,19-31. "Havia um homem rico, que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e que todos os dias se regalava esplendidamente. Havia também certo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google