A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bem-vindos à TNS!. Apresentação TNS para a APED 14 de Julho de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bem-vindos à TNS!. Apresentação TNS para a APED 14 de Julho de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 Bem-vindos à TNS!

2 Apresentação TNS para a APED 14 de Julho de 2008

3 3 3 Agenda TNS em Portugal Worldpanel Distribuição FMCG Produtos Frescos Fashion Petrol Estudo Retail Tracking

4 4 TNS? quem é a

5 5 Líder Mundial em Estudos de Mercado sobre o Consumidor Faz estudos de mercado em 110 países Receitas de $1.4billiões uro Com escritórios em 80 países 14,000 full time colaboradores Líder mundial em estudos de mercado sobre o consumidor

6 6 Custom Research quantitativos qualitativos Worldpanel TNS euroteste Serviços e Soluções em Portugal 2 Direcções; 100 colaboradores FMCG Retail Fashion Petrol

7 7 Sala para Focus Groups Técnicas Projectivas Inovadoras; Utilização de Capacidades Interactivas para Focus Groups; Entrevistas em Profundidade TNS Custom Research em Portugal Abordagem Quantitativa Soluções simples de Research ou Modelos State-of-Art Omnibus Mensal Capacidade própria de Recolha de Informação. em: CATI – entrevistas telefónicas assistidas por computador CAPI – entrevistas presenciais assistidas por computador CAWI - entrevistas on-Line; painel nacional e internacional PASI – entrevistas por correio e auto-preenchidas PAPI – entrevistas pessoais pen & paper Mystery Client – auditorias de serviço; cliente mistério Painel de Lares – Worldpanel (FMCG; Retail; Petrol; Fashion) Network TNS worldwide Dados para análises Benchmark Desk Research Abordagem Qualitativa

8 Worldpanel Painel de Consumidores PORTUGAL

9 Worldpanel Petrol combustíveis & estações serviço Worldpanel fmcg & retail grande consumo e distribuição Worldpanel Fashion roupa, lingerie & calçado

10 TNS Worldpanel Principais Objectivos do Painel de Lares CONHECIMENTO SOBRE O CONSUMIDOR - INSIGHTS TRACKING DO MERCADO, NO SEGMENTO LARES GESTÃO DE CATEGORIAS E DE MARCAS NEGOCIAÇÃO FABRICANTE / DISTRIBUIÇÃO

11 Worldpanel division of TNS Amostra representativa dos Lares de Portugal Continental Um PDA Palm Scanner instalado em cada lar. Todos os membros do lar introduzem as compras que fazem (Permite conhecer TODAS as categorias). As compras de produtos sem código de barras são recolhidas através de um livro de códigos (Codebook). Os dados são transmitidos à divisão WP via modem diariamente. TNS Worldpanel Resumo da Metodologia FMCG

12 Worldpanel division of TNS Amostra de 2500 lares, totalmente aleatória, representativa dos Lares do Continente, de acordo com o INE. Dispersão em mais de 500 Pontos de Sondagem * Controle de 2160 células de amostragem 5 Regiões Classe Social Idades : 50 Tamanho familia ; 1&2, 3, >=4 Habitat : , Metropolitanas Presença criança ; sem, ate 6 anos (15%), de 6 a 15 anos (14%)* Recolha sistemática do preço por EAN para todos os canais* de compra, em igualdade de circunstâncias. Rotatividade de 15% ao ano Qualidade da Amostra Worldpanel Portugal Factores diferenciadores * Exclusividade TNS Worldpanel

13 Worldpanel division of TNS Mais de 30 soluções de análise para entregar insights.

14 Worldpanel division of TNS Novas Segmentações Worldpanel Novas Potencialidades USAGE (Novidade) SHOPPER vip Life STYLES Body Mass Index Life CYCLES Shopping Missions

15 Worldpanel division of TNS Profissionais especializados e dedicados ao Worldpanel para um Client Service World Class

16 Worldpanel Fashion Apresentação de Resultados

17 © Worldpanel division of TNS 2008 Quais as Tendências ? do Mercado de Têxtil WP Fashion em 2007

18 © Worldpanel TM division of TNS 2008 …Menor frequência de compra… (11,5 vezes ao ano vs. 13,1 vezes em 2006) …menos Quatro artigos (36 artigos vs 40 em 2006) … 16 menos vs (415 vs 431 em 2006) Mudam os nossos Hábitos compra…… Menor penetração (69,6% vs 75,9% em 2006) Total Têxtil - Indicadores de consumo Fonte: TNS Worldpanel Fashion

19 © Worldpanel TM division of TNS ,5 Fonte: TNS Worldpanel Fashion 11,513,1 Freq. Compra (Dias) Gasto Médio () 36,339,8 Compra Média (Uds.) 38,6 Compradores visitam pelo menos 1 vez por períodoloja 69,675,9 Penetração (%) ANO 2007ANO 2006 Compramos Menos A redução das visitas às lojas provoca menores oportunidades de compra. Total Têxtil - Indicadores de consumo

20 © Worldpanel TM division of TNS 2008 Fonte: TNS Worldpanel Fashion Roupa Interior é o segmento que tem mais compradores, logo seguido de Knitwear. Blusas e Calças já conseguem atingir cerca de 30% dos indivíduos. Knitwear: Pullovers, Sweatshirts, Cardigans, T-Shirts e Polos %Penetração Segmentos – Total Têxtil – 2007

21 © Worldpanel TM division of TNS 2008 Que CANAIS lideram o mercado?

22 © Worldpanel TM division of TNS 2008 % Peso Volume das Insígnias – Roupa Exterior 2007 % Peso Valor das Insígnias – Roupa Exterior 2007 Ranking % Quota de Mercado das Cadeias de Lojas Roupa Exterior – 2007 Na Roupa Exterior, Zara é líder de mercado tanto em volume com em valor. Continente, apesar de não ser a 1ª cadeia continua posicionada nos primeiros lugares do ranking. Fonte: TNS Worldpanel Fashion

23 Worldpanel division of TNS A nossa metodologia Worlpanel Petrol

24 Worldpanel division of TNS TNS Worldpanel Petrol Panel 1000 viaturas Analise & Insights Envio por Correio Talões e Questionário

25 Galp BP Repsol Cepsa Total Esso As Insígnias da DM: Mosqueteiros Jumbo Feira Nova Carrefour Outras Insígnias Outras Marcas TNS Worldpanel As Marcas de Estações Serviço / Combustíveis

26 Indicadores chave Worldpanel petrol Combustíveis (dados p/ quadrisemanas) Perfis de Consumo e de Consumidores Formas de pagamento Uso de Cartões de Cliente/Fidelidade Frequência de Compra Quantidade comprada por acto de compra Gasto por Acto de Compra Preço Médio por Litro Compra Media Gasto Médio Quota de Mercado – Volume e Valor

27 Indicadores chave Worldpanel petrol Loja de Conveniência (dados trimestrais) GÁS ALIMENTAÇÃO Batatas frias a snacks salgados Pão e Bolos Pastilhas/Gomas/Guloseimas Chocolates Fruta & Legumes frescos Gelados Gelo Iogurtes e Outros refrigerados Sandes Congelados BEBIDAS Água Cerveja Leite Refrigerantes e Sumos Bebidas Alcoólicas TABACO OUTROS PRODUTOS Nota Importante: Informação só sobre 2008.

28 Worldpanel division of TNS WP Petrol Segmento de Particulares 2º Semestre 2007

29 Worldpanel division of TNS Como se caracteriza Segmento Particulares em Portugal ? o consumo do

30 Worldpanel division of TNS Total Mercado Combustíveis – Segmento Particulares Measures Tree * Base: Carros que abasteceram pelo menos uma vez no período P07 a P O preço médio de cada Lt. é de 1,220 Em média cada carro abasteceu 23,90 Lts por abastecimento Em média cada carro gastou por abastecimento 29,60 2º Sem 2007 Cada automóvel particular abasteceu, em média, por mês pouco mais de 65 lt. e gastou, em média, cerca de 80 em combustível.

31 Worldpanel division of TNS Como se posicionam os Principais Players do Mercado ?

32 Worldpanel division of TNS A Gasolina sem chumbo 95 e o Diesel normal são os principais tipos de combustível, com cada um cerca de ½ do mercado. Peso dos Tipos de Combustível – Volume e Valor % P07 a P13 de 2007

33 Worldpanel division of TNS Galp lidera o mercado e é também a marca com maior cobertura nacional. Repsol apresenta estabilidade ao longo do 2º semestre do ano Peso das Marcas e Tipo de Combustível - Volume % P7 a P13 de 2007 Base: Carros que abasteceram pelo menos uma vez P07 a P

34 Worldpanel division of TNS Lisboa e Porto são as regiões onde a Repsol se encontra melhor desenvolvida, já a Galp encontra no Litoral e Metrópoles os seus locais de maior desenvolvimento Peso das Marcas por Região – Volume% P07 a P13 de 2007 Base: Carros que abasteceram pelo menos uma vez P07 a P

35 Worldpanel division of TNS Análise do perfil dos Consumidores ?

36 Worldpanel division of TNS Galp é a marca com mais penetração no mercado. No final do ano, Repsol consegue atrai mais clientes Total Combustível – Penetração Relativa % % Clientes por Marcas de Combustível P07 a P13 de 2007 Base: Carros que abasteceram pelo menos uma vez P07 a P ,2 Galp 39,1 Hipers 40,5 BP 36,9 Repsol 20,6 M.B.

37 Worldpanel division of TNS Mapping das Marcas – Total Combustíveis P07 a P13 de 2007 Base: Carros que abasteceram pelo menos uma vez P07 a P Penetração relativa das marcas Fidelidade das marcas QDM volume Marcas /Total Combustível – 2º Sem 2007 Repsol não está a conseguir desenvolver a fidelidade. A fidelidade é um dos eixos estratégicos para o desenvolvimento das marcas

38 Worldpanel division of TNS Repsol é a que tem a fidelidade mais baixa dos principais players Índice de Fidelidade em Volume - % P07 a P13 de 2007 Base: Carros que abasteceram pelo menos uma vez P07 a P Indica a % do consumo efectuado pelos clientes da marca na própria marca. Ex: da totalidade de clientes que efectuou actos de compra na Repsol (no período em análise), 26,4% dos seus gastos foram efectuados na Repsol

39 Worldpanel division of TNS Galp e Hipers reforçam o seu posicionamento contrariando a queda da BP Peso das Marcas no total combustíveis - Volume % P4.07 a P5.08

40 Worldpanel fmcg & retail grande consumo e distribuição

41 Worldpanel division of TNS 2007Worldpanel division of TNS 2008 Compradores Distribuição 1º Trim 2008 A luta pela Fidelidade

42 42 Worldpanel division of TNS Objectivo: Analisar as movimentações do 1º Trimestre 2008 na Distribuição Moderna

43 43 Worldpanel division of TNS Em Janeiro Carrefour despediu-se de Portugal Qual o primeiro impacto do Novo Continente Agenda Mais e mais Pingo Doce Forte entrada em 2008 alimenta a especulação ( 24% crescimento) Modelo remete Intermarché para o 3º lugar Fusão e Cartão, os trunfos da Sonae Depois da Tempestade a Bonança Discounts, Lidl e Minipreço retomam crescimento

44 Worldpanel division of TNS Modelo remete Intermarché para o 3º lugar

45 Worldpanel division of TNS Modelo ultrapassa Intermarché no segundo lugar, enquanto Continente lidera FMCG – Peso em Valor das Insígnias (%) SONAE representa 23,2% do mercado ContinenteJumboCarrefourFeira NovaModeloMinipreçoPingo DoceIntermarchéE.LeclercPlus Continente + Carrefour Lidl -5,2% 8,9%-5,5%24,4%11,8%12,2%-6,1% 8,6% Bola – Evolução em valor absoluto 1ºTrim 08 Vs 1ºTrim 07 +5,4% FMCG

46 Worldpanel division of TNS Pingo Doce Minipreço Feira Nova ModeloIntermarché Jumbo E.Leclerc Plus Lidl Dif. Penetração Relativa (pp) Dif Fidelidade ( pp) Bola : QDM Valor 1ºTrim 08 Mapping Evolução das Cadeias 1ºTrim 08 Vs 1ºTrim 07 Pingo Doce e Lidl mais uma vez a tocarem os extremos no desenvolvimento em penetração, no entanto apenas os Discounts ganham fidelidade

47 Worldpanel division of TNS Um Modelo de Loja....de 5º lugar para a vice liderança 8,1 Continente Modelo Minipreço Lidl Intermarché Modelo Continente Intermarché 8,7 9,2 9,4 10,8 Modelo Continente Intermarché Pingo Doce 8,2 8, ,7 11,1 8,7 8, ,3 12,9 Jumbo 1º Trim 06 1º Trim 071º Trim 08 FMCG – Peso em Valor das Insígnias (%) Lidl

48 Worldpanel division of TNS JumboMinipreçoIntermarchéE.Leclerc T.Portugal FMCG – % Ocasiões utilização Cartão Fidelidade Em apenas um ano o Cartão Sonae consegue ser uma das principais referências a nível nacional

49 Worldpanel division of TNS Em 2 anos, Modelo passa de 5º cadeia mais importante para vice líder Sonae coloca os seus dois players na liderança e representa + 23% do mercado Fusão e Cartão foram em 2007 os trunfos, quais as cartas para 2008? Aproveitar mais as compras da sua clientela será um dos principais objectivos da Sonae ( Desenvolver Fidelidade) Rumo à liderança

50 Worldpanel division of TNS Depois da Tempestade a Bonança…

51 Worldpanel division of TNS ,1 1º Trim 071º Trim 08 Minipreço 8,2 1º Trim 071º Trim 08 7,6 8,7 Discounts retomam crescimento em 2008 conquistando 0,5pp face ao período homólogo, no entanto Lidl continua a perder compradores + 0,5pp Dif. Penetração Relativa (pp) Dif Fidelidade ( pp) Bola : QDM Valor 1ºTrim 08 Mapping Evolução das Cadeias 1ºTrim 08 Vs 1ºTrim 07 Quota Mercado Valor % Lidl

52 Worldpanel division of TNS % Contribuição Crescimento em Valor 1º Trim 08 vs. 1º Trim 06 % Contribuição Crescimento em Valor 1º Trim 08 vs. 1º Trim 06 Minipreço Lácteos e Mercearias são responsáveis por mais de 50% do crescimento dos Discounts 11% crescimento 12% crescimento Lidl

53 Worldpanel division of TNS Minipreço LácteosMerceariasLácteosMercearias +13,9% - 4,5% M.Fabricantes MDD´S +16.7% - 4,9% M.Fabricantes MDD´S +13,1% - 10,4% M.Fabricantes MDD´S +12,4% - 6,8% M.Fabricantes MDD´S O aumento do Mix sortido através da redução das MDD é a chave para o crescimento dos Discounts % Evolução em valor 1º Trim 08 Vs. 1º Trim 07 Lidl

54 Worldpanel division of TNS A categoria dos Frescos continua a ser o ponto fraco para estes players A aposta nas Marcas de Fabricante e o aumento do mix sortido começam a dar frutos Discounts voltam a estar na moda, contudo Pingo Doce será o grande entrave a este crescimento Como se podem defender os Discounts do Novo Pingo Doce? Que categorias a defender Que targets a desenvolver Discounts voltam a estar na Moda

55 Worldpanel division of TNS O Adeus do Carrefour Janeiro foi o mês da Transição para Continente

56 Worldpanel division of TNS Milhões euros é o valor que o Continente não aproveitou durante a Fusão Valor gasto no Carrefour no 1º Trim 07 que não foi gasto no Novo Continente no 1º Trim 08

57 Worldpanel division of TNS Novo Continente não consegue a soma das quotas FMCG – Peso em Valor (%) 1,5pp é quanto o Novo Continente não aproveita durante a fusão ContinenteCarrefour Continente + Carrefour 14,4 % 12,9 %

58 Worldpanel division of TNS ,8% é o crescimento em valor do Continente com a fusão Dados 1º Trimestre 2008 Vs 1º Trimestre 2007 Valor absoluto Novo Continente Vs. Continente

59 Worldpanel division of TNS Uma fidelidade inferior do Carrefour puxa a Média deste novo Continente para baixo Mapping Evolução da Fusão 1ºTrim 08 Vs. 1ºTrim 07 Penetração Relativa Fidelidade Bola : QDM Valor % Novo Continente Penetração Relativa Fidelidade Bola : QDM Valor % Mapping Sonae 1ºTrim 08 e 1ºTrim 07 Continente Carrefour

60 Worldpanel division of TNS Mais e mais Pingo Doce

61 Worldpanel division of TNS ,1 5,8 5,9 6,7 8 8,3 8,9 1º Trim 062º Trim 063º Trim 064º Trim 061º Trim 072º Trim 073º Trim 074º Trim 071º Trim º Trim 09 ? FMCG – Evolução da quota por Trimestre do Pingo Doce em Valor % Em 2 anos, Pingo Doce conquista 2,8pp em FMCG, sem dúvida um percurso de sucesso, onde irá parar este crescimento? + 2,8pp + 1,4pp + 7pp M.Fabricantes MDD´S FMCG 7,5

62 Worldpanel division of TNS % Contribuição Crescimento em Valor 1º Trim 08 vs. 1º Trim 07 Dif. Penetração Relativa (pp) Dif Fidelidade ( pp) Bola : QDM Valor 1ºTrim 08 Mapping Evolução das Cadeias 1ºTrim 08 Vs 1ºTrim 07 Mesmo sem a aquisição do Plus e o ganho de Feira Nova, Pingo Doce revela-se um fenómeno de conquista de novos lares ( + 8pp face homólogo) 24% crescimento

63 Worldpanel division of TNS Recrutar lares é a bandeira deste Pingo Doce, face ao trimestre homólogo conquistou + 1 milhão consumidores ( +8pp penetração) Retirando o efeito da fusão do Continente, Pingo Doce é a insígnia que mais cresce neste trimestre, +24% face o período homólogo Mais de Meio Milhão de Lares irão movimentar-se com as Fusões Qual a penetração do Novo Pingo Doce ( + Plus e Feira Nova) no final do 1º semestre? Quais os eixos para desenvolver a fidelidade? Frescos ( driver gerador de tráfego e fidelizador ?) Mais e mais Pingo Doce

64 Worldpanel division of TNS Conclusões A procura de preço provoca uma maior movimentação dos compradores que se traduz na redução da fidelidade A explosão e o incremento dos preços irá originar mudanças nas Cestas de Compras

65 Worldpanel division of TNS Tendências As Fusões na Jerónimo Martins irão movimentar mais de meio milhão de lares A Crise de preços irá provocar mudanças no Mix das categorias e obrigar os Fabricantes a analisar a elasticidade dos preços (absolutos e relativos) Nas Categorias Secundárias poderá haver redução de consumo, enquanto que nos Bens essenciais o consumo deverá manter-se com maior sensibilidade ao preço

66 Worldpanel division of TNS 2007Worldpanel division of TNS 2008 Os Frescos 1º Trimestre de 2008 e a Distribuição Moderna

67 67 Worldpanel division of TNS 2008 Objectivo: Analisar a importância dos Frescos como eixo de Desenvolvimento das cadeias e o posicionamento da Sonae nos Frescos. O poder dos Frescos nas mãos da Distribuição Moderna

68 68 Worldpanel division of TNS 2008 A importância dos Frescos para a Distribuição Moderna Frescos como eixo de desenvolvimento Agenda Pingo Doce e Continente desenvolvem-se bem Forte crescimento dos players portugueses Hábitos de Compra de Produtos Frescos Supermercados aproveitam melhor as missões de Compra Eixos de Crescimento da Sonae e perda do ITMI Intermarché apenas se desenvolve em Peixe e Marisco Fresco

69 69 Worldpanel division of TNS Hábitos de Compra

70 70 Worldpanel division of TNS 2008 Em média, o Continente recebe mais que uma compra mensal de Frescos com um gasto médio por visita de Gasto Médio por lar Gasto médio por visita por lar Frequência de compra por lar Caracterização Global T.Frescos – 1º Trim T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

71 71 Worldpanel division of TNS 2008 % Peso em Valor do Tipo de Cesta < 3 categorias Cada 1-2 dias 3 a 8 categorias 1 vez por semana 9 a 14 categorias Cada 15 dias > 15 categorias 1 vez por mês As compras de Frescos são regra geral cestas pequenas mas muito valiosas T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

72 72 Worldpanel division of TNS 2008 % Peso em Valor por Tipo de Cesta < 3 categorias Cada 1-2 dias 3 a 8 categorias 1 vez por semana Os Supermercados Intermarché, Pingo Doce e Modelo, são quem melhor desenvolvem as missões de compra mais importantes T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

73 Worldpanel division of TNS A importância dos Frescos na Distribuição Moderna

74 Os Frescos* representam 42,2 % do valor gasto pelos lares em FMCG 1º Trimestre 2008 * T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

75 75 Worldpanel division of TNS 2008 O aumento da compra média e do preço explicam este crescimento Total Frescos no Total Portugal – 1ºT 2008 vs 1ºT 2007 T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

76 Worldpanel division of TNS 2008 % Contribuição Crescimento em Valor T.FMCG 1ºT 2008 vs. 1ºT % do crescimento em valor do Mercado deve-se aos Frescos, sendo que a carne contribui com cerca de 27% para esse crescimento. % Contribuição Crescimento em Valor T.Frescos 1ºT 2008 vs. 1ºT 2007 T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

77 Worldpanel division of TNS A força dos players nacionais

78 78 Worldpanel division of TNS 2008 Evolução Quotas de Mercado T.Frescos 1ºT 2008 vs. 1ºT ,7pp 0,2pp1,4pp Os Players portugueses em forte desenvolvimento, destacando-se o Continente que é quem cresce mais em quota, contrastando com a queda dos franceses Intermarché e Auchan. Discounts ficam estáveis -0,5pp 0,1pp -2,0pp T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado 0,0pp 1,2pp

79 79 Worldpanel division of TNS 2008 Nos FRESCOS Pingo Doce conquista a liderança ultrapassando o Intermarché. Modelo e Continente são as grandes ameaças. ContinenteJumboFeira NovaModelo Minipreço Pingo Doce Lidl Intermarché E.Leclerc Outras Frescos – Peso em Valor das Insígnias (%) No 1º Trim 08 Sonae representa 18,4% do mercado T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

80 80 Worldpanel division of TNS 2008 Continente e Pingo Doce conseguem conciliar o aumento geral da penetração sem perder fidelidade Evolução da penetração relativa (Dif pp) Evolução absoluta da taxa fidelidade valor (pp Dif.) Mapping das evoluções de Frescos – 1ºT 2008 vs. 1ºT 2007 Tamanho da bola : QDM das Insígnias no 1ºTrim 08 T. Frescos : Bacalhau Seco, Carne, Peixe e Marisco, Frutas, Legumes, Padaria, Charcutaria e Peixe não preparado Congelado

81 Worldpanel division of TNS Eixos de Crescimento da Sonae e a perda do ITMI

82 Worldpanel division of TNS 2008 Frutas Pingo Doce mantém a sua QDM e posiciona-se na liderança com o Modelo, ultrapassando o Intermarché Peso em Valor das Cadeias % - Frutas 23% do crescimento da Categoria foi realizada pela Sonae

83 Worldpanel division of TNS 2008 Legumes e Verduras Pingo Doce perde a Liderança, sendo ultrapassado pelo Lidl. Intermarché cai na 5ª posição da Distribuição Moderna. Modelo é vice líder Peso em Valor das Cadeias % - Legumes e Verduras Apenas Sonae e Feira Nova não perdem valor absoluto na Categoria 42% do decrescimento da Categoria foi realizado pelo Intermarché

84 84 Worldpanel division of TNS 2008 Carne Minipreço perde posicionamento. Pingo Doce desenvolve-se bem na categoria mais importante de Frescos, e atinge a 2ª posição, em detrimento do Continente. ITMI continua líder. Peso em Valor das Cadeias % 5,6% do crescimento da Categoria foi realizado pela Sonae

85 Worldpanel division of TNS 2008 Peixe e Marisco Modelo mantém a sua liderança e encontra-se a crescer. Intermarché ameaça a 2ª posição do Pingo Doce Peso em Valor das Cadeias % - Peixe e Marisco 30% do crescimento da Categoria foi realizado pelo Modelo

86 Worldpanel division of TNS


Carregar ppt "Bem-vindos à TNS!. Apresentação TNS para a APED 14 de Julho de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google