A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIRETRIZES CURRICULARES DO ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDI0 PROF. BURIM ANO 2009 –

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIRETRIZES CURRICULARES DO ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDI0 PROF. BURIM ANO 2009 –"— Transcrição da apresentação:

1 DIRETRIZES CURRICULARES DO ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDI0 PROF. BURIM ANO 2009 –

2 LEGISLAÇÃO LDB: Art. 36:... dominar os conhecimentos de filosofia e sociologia necessários ao exercício da cidadania... LDB: Art. 36:... dominar os conhecimentos de filosofia e sociologia necessários ao exercício da cidadania... CNE Parecer 38/2006 a filosofia e a sociologia são disciplinas obrigatórias no ensino médio CNE Parecer 38/2006 a filosofia e a sociologia são disciplinas obrigatórias no ensino médio LEI Estadual Nº /07/2006 Obrigatoriedade da filosofia e sociologia no ensino médio LEI Estadual Nº /07/2006 Obrigatoriedade da filosofia e sociologia no ensino médio CEE: deliberação (novembro) CEE: deliberação (novembro) SEED Instrução normativa : novembro SEED Instrução normativa : novembro

3 CONCEPÇÃO Não há verdade absoluta, definitiva Não há verdade absoluta, definitiva Existem conteúdos que são discutidos mais propriamente pela filosofia Existem conteúdos que são discutidos mais propriamente pela filosofia Os conteúdos da filosofia constituíram-se historicamente Os conteúdos da filosofia constituíram-se historicamente Pensada a partir do pluralismo filosófico, da Filosofia Antiga, Medieval, Moderna e Contemporânea Pensada a partir do pluralismo filosófico, da Filosofia Antiga, Medieval, Moderna e Contemporânea Conteúdos estruturantes: Mito e Filosofia, Teoria do Conhecimento, Ética, Filosofia Política, Filosofia da Ciência, Estética Conteúdos estruturantes: Mito e Filosofia, Teoria do Conhecimento, Ética, Filosofia Política, Filosofia da Ciência, Estética

4 CONCEPÇÃO Opera por questionamentos, conceitos e categorias de pensamento Opera por questionamentos, conceitos e categorias de pensamento Busca a totalidade espaço-temporal e sócio-histórica Busca a totalidade espaço-temporal e sócio-histórica Busca significação, estrutura, origem, sentido, razões, finalidade Busca significação, estrutura, origem, sentido, razões, finalidade O que? Como? Por quê? O que? Como? Por quê?

5 OBJETO DE ESTUDO PENSAMENTO Problemas Problemas Conceitos Conceitos Idéias IdéiasPresentes Na realidade e nos textos clássicos da filosofia Na realidade e nos textos clássicos da filosofia

6 CONCEPÇÃO DE ENSINO Oferecer aos estudantes uma possibilidade de compreensão das complexidades do mundo contemporâneo, com suas múltiplas particularidades e especializações, e que se manifesta quase sempre de forma fragmentada Oferecer aos estudantes uma possibilidade de compreensão das complexidades do mundo contemporâneo, com suas múltiplas particularidades e especializações, e que se manifesta quase sempre de forma fragmentada Viabilizar interfaces com outras disciplinas na busca da compreensão do mundo da linguagem, da literatura, da história, das ciências e da arte Viabilizar interfaces com outras disciplinas na busca da compreensão do mundo da linguagem, da literatura, da história, das ciências e da arte Possibilitar aos estudantes o acesso ao saber filosófico produzido historicamente como fundamento do pensamento Possibilitar aos estudantes o acesso ao saber filosófico produzido historicamente como fundamento do pensamento

7 CONTEÚDOS ESTRUTURANTES Recorte a partir da tradição filosófica Recorte a partir da tradição filosófica Organizam o ensino mas não esgotam o conhecimento filosófico Organizam o ensino mas não esgotam o conhecimento filosófico Devem ser trabalhados na perspectiva de pensar os problemas da vida, com significado histórico e social para os estudantes Devem ser trabalhados na perspectiva de pensar os problemas da vida, com significado histórico e social para os estudantes

8 CONTEÚDOS ESPECÍFICOS O recorte deve ser feito a partir dos grandes problemas presentes nos conteúdos estruturante e sua relação com o cotidiano dos estudantes O recorte deve ser feito a partir dos grandes problemas presentes nos conteúdos estruturante e sua relação com o cotidiano dos estudantes O recorte será realizado pelo professor a partir de sua formação docente, sua especialização, suas leituras O recorte será realizado pelo professor a partir de sua formação docente, sua especialização, suas leituras O recorte não pode distanciar-se do referencial da História da Filosofia O recorte não pode distanciar-se do referencial da História da Filosofia

9 MITO E FILOSOFIA Os recortes podem buscar problematizar a superação, a permanência e as formas de experiência mítica e filosófica no passado e na atualidade Os recortes podem buscar problematizar a superação, a permanência e as formas de experiência mítica e filosófica no passado e na atualidade LDP: Mito e Filosofia, O deserto do real, Ironia e Maiêutica LDP: Mito e Filosofia, O deserto do real, Ironia e Maiêutica

10 TEORIA DO CONHECIMENTO O recorte de conteúdo básico pode problematizar o sentido, os fundamentos, a possibilidade e a validade do conhecimento O recorte de conteúdo básico pode problematizar o sentido, os fundamentos, a possibilidade e a validade do conhecimento LDP: O problema do conhecimento, Filosofia e Método, Perspectivas do conhecimento LDP: O problema do conhecimento, Filosofia e Método, Perspectivas do conhecimento

11 ÉTICA O recorte pode se dar a partir da busca dos fundamentos da ação humana e dos valores que permeiam as relações intersubjetivas. Podem ser problematizados temas como: valores, virtude, felicidade, liberdade, consciência, vontade, autonomia etc. O recorte pode se dar a partir da busca dos fundamentos da ação humana e dos valores que permeiam as relações intersubjetivas. Podem ser problematizados temas como: valores, virtude, felicidade, liberdade, consciência, vontade, autonomia etc. LDP: A virtude em Aristóteles e Sêneca, Amizade, Liberdade, Liberdade em Sartre LDP: A virtude em Aristóteles e Sêneca, Amizade, Liberdade, Liberdade em Sartre

12 FILOSOFIA POLÍTICA O recorte pode se dar a partir da discussão das relações de poder e da busca de compreensão dos mecanismos que estruturam e legitimam os sistemas políticos O recorte pode se dar a partir da discussão das relações de poder e da busca de compreensão dos mecanismos que estruturam e legitimam os sistemas políticos LDP: Em busca da essência do político, A política em Maquiavel, Política e violência, A democracia em questão LDP: Em busca da essência do político, A política em Maquiavel, Política e violência, A democracia em questão

13 FILOSOFIA DA CIÊNCIA O recorte pode ser a partir das principais hipóteses e resultados obtidos pela Ciência, como também as questões relativas ao conhecimento e ao processo de produção científica O recorte pode ser a partir das principais hipóteses e resultados obtidos pela Ciência, como também as questões relativas ao conhecimento e ao processo de produção científica LDP: O Progresso da Ciência, Pensar a Ciência, Bioética LDP: O Progresso da Ciência, Pensar a Ciência, Bioética

14 ESTÉTICA O recorte deve buscar a compreensão da sensibilidade, representação criativa, a apreensão intuitiva do mundo concreto e a forma como ela determina as relações do homem com o mundo e consigo mesmo O recorte deve buscar a compreensão da sensibilidade, representação criativa, a apreensão intuitiva do mundo concreto e a forma como ela determina as relações do homem com o mundo e consigo mesmo LDP: Pensar a Beleza, A universalidade do gosto, Necessidade ou fim da Arte? O Cinema e uma nova percepção LDP: Pensar a Beleza, A universalidade do gosto, Necessidade ou fim da Arte? O Cinema e uma nova percepção

15 ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS O ensino de filosofia não se confunde apenas com o ensino de conteúdos O ensino de filosofia não se confunde apenas com o ensino de conteúdos Os conteúdos são elementos mediadores fundamentais para que se possa desenvolver o ensino de filosofia Os conteúdos são elementos mediadores fundamentais para que se possa desenvolver o ensino de filosofia O ensino se dará por meio da sensibilização, da problematização, da investigação e da criação/recriação de conceitos O ensino se dará por meio da sensibilização, da problematização, da investigação e da criação/recriação de conceitos

16 SENSIBILIZAÇÃO Não é ainda uma atividade propriamente filosófica Não é ainda uma atividade propriamente filosófica Utiliza-se de diversos recursos: filme, obras de arte, texto jornalístico ou literário, música, charges, trabalho de campo, etc Utiliza-se de diversos recursos: filme, obras de arte, texto jornalístico ou literário, música, charges, trabalho de campo, etc Deve instigar, provocar, desafiar, sensibilizar para pensar o problema Deve instigar, provocar, desafiar, sensibilizar para pensar o problema Não pode ser confundida com provocar emoções, sentimentos de pena, culpa, piedade Não pode ser confundida com provocar emoções, sentimentos de pena, culpa, piedade

17 PROBLEMATIZAÇÃO Os problemas filosóficos estão presentes na atualidade e nos textos filosóficos Os problemas filosóficos estão presentes na atualidade e nos textos filosóficos Problematizar significa formular questões sobre a significação, a estrutura, a razão, a intenção, a finalidade e o sentido do pensamento sobre a realidade Problematizar significa formular questões sobre a significação, a estrutura, a razão, a intenção, a finalidade e o sentido do pensamento sobre a realidade

18 INVESTIGAÇÃO FILOSÓFICA Investigar é exercitar o pensamento de forma metódica buscando elementos, informações, conhecimentos para discutir o problema posto Investigar é exercitar o pensamento de forma metódica buscando elementos, informações, conhecimentos para discutir o problema posto A investigação deverá recorrer à História da Filosofia e aos clássicos, seus problemas e possíveis soluções sem perder de vista a realidade onde o problema está inserido A investigação deverá recorrer à História da Filosofia e aos clássicos, seus problemas e possíveis soluções sem perder de vista a realidade onde o problema está inserido

19 CRIAÇÃO/RECRIAÇÃO DE CONCEITO É o processo pelo qual o estudante se apropria, pensa e repensa os conceitos problematizados e investigados da tradição filosófica É o processo pelo qual o estudante se apropria, pensa e repensa os conceitos problematizados e investigados da tradição filosófica Espera-se que o estudante possa argumentar de forma verbal e escrita utilizando os conceitos apropriados de forma lógica, coerente e original (criação de conceitos) Espera-se que o estudante possa argumentar de forma verbal e escrita utilizando os conceitos apropriados de forma lógica, coerente e original (criação de conceitos)

20 AVALIAÇÃO Função diagnóstica (não para medir) Função diagnóstica (não para medir) Subsidiar, redimensionar a ação Subsidiar, redimensionar a ação Respeito ao estudante, suas posições e argumentações Respeito ao estudante, suas posições e argumentações Avaliar a capacidade de argumentação, identificando os limites da suas idéias, apresentando disposição para rever suas posições Avaliar a capacidade de argumentação, identificando os limites da suas idéias, apresentando disposição para rever suas posições Pressupõe: leitura, debate, produção de textos, pesquisa, atividades investigativas e de fixação Pressupõe: leitura, debate, produção de textos, pesquisa, atividades investigativas e de fixação

21 REFERÊNCIAS Deve ter como referência a História da Filosofia, seus clássicos e comentadores Deve ter como referência a História da Filosofia, seus clássicos e comentadores Biblioteca do professor Biblioteca do professor Livro Didático público Livro Didático público Textos clássicos na Internet Textos clássicos na Internet DCE de Filosofia DCE de Filosofia Página de Filosofia do Prof. Burim: Página de Filosofia do Prof. Burim:


Carregar ppt "DIRETRIZES CURRICULARES DO ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDI0 PROF. BURIM ANO 2009 –"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google