A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONTROLE DO DÉBITO CARDÍACO Freqüência cardíaca Contratilidade Pré-carga Pós-carga FATORES CARDÍACOS FATORES DE ACOPLAMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONTROLE DO DÉBITO CARDÍACO Freqüência cardíaca Contratilidade Pré-carga Pós-carga FATORES CARDÍACOS FATORES DE ACOPLAMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 CONTROLE DO DÉBITO CARDÍACO Freqüência cardíaca Contratilidade Pré-carga Pós-carga FATORES CARDÍACOS FATORES DE ACOPLAMENTO

2 CURVA DE FUNÇÃO VASCULAR A curva de função vascular define as alterações na pressão venosa central (P atrial direita) que são causadas por alterações no débito cardíaco; Quando a P atrial direita é negativa o retorno venoso fica constante porque as veias estão colapsadas; A RPT determina a inclinação da curva;

3 CURVA DE FUNÇÃO VASCULAR Fatores que influenciam: a)Dependência da pressão venosa – quando débito cai, a Parterial cai e a Pvenosa aumenta b)Volume sangüíneo – para uma determinada complacência vascular, a pressão circulatória média é aumentada quando o volume de sangue é expandido c)Tônus venomotor – a pressão circulatória média eleva-se com o tônus venomotor aumentado e cai quando este diminui.

4

5

6

7 CURVA DE FUNÇÃO VASCULAR Fatores que influenciam: d) Resistência periférica – como apenas cerca de 3% do volume sangue total está nas arteríolas, alterações na contratilidade destes vasos não mudam significativamente a P circulatória média. Aumento da RPT promove redução da P venosa

8

9

10

11


Carregar ppt "CONTROLE DO DÉBITO CARDÍACO Freqüência cardíaca Contratilidade Pré-carga Pós-carga FATORES CARDÍACOS FATORES DE ACOPLAMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google