A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GEDM, ESTAL, 16/04/2004 Gestão Estratégica de Design Multimédia Gestão Estratégica de Design Multimédia Aula 20, 26/03/2004 > Case Study: YDreams > 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GEDM, ESTAL, 16/04/2004 Gestão Estratégica de Design Multimédia Gestão Estratégica de Design Multimédia Aula 20, 26/03/2004 > Case Study: YDreams > 1."— Transcrição da apresentação:

1 GEDM, ESTAL, 16/04/2004 Gestão Estratégica de Design Multimédia Gestão Estratégica de Design Multimédia Aula 20, 26/03/2004 > Case Study: YDreams > 1. Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução > 2.a A envolvente interna e externa da empresa (análise SWOT) > 2.b A carteira de produtos e serviços (modelo BCG) > 2.c O contexto e as competências organizacionais > 2.d As dinâmicas de inovação e a gestão de inovação na empresa > 2.e Esquema resumo com as quatro vertentes do modelo evolucionista ESTAL, Nuno Correia

2 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A YDreams foi criada em Junho de O director-geral e sócio fundador da YDreams é António Câmara. António Câmara licenciou-se em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico. É Doutorado pela Virginia Tec (EUA). Depois do doutoramento, regressou para Portugal, iniciando a sua carreira de professor na Universidade Nova. Esteve ligado ao estudo de impacto ambiental do Alqueva, à reconversão ambiental da Expo 98 e ao Sistema Nacional de Informação Geográfica. Saliente-se que este sistema foi a primeira infra-estrutura de informação geográfica do mundo a estar na Internet (em 1995), tendo sido colocado por uma avaliação recente a par do sistema dos EUA, Canadá e Austrália. António Câmara passou várias temporadas nos Estados Unidos, nomeadamente em 1988/1989, quando foi professor na Universidade de Cornell, e em 1998/1999, quando foi professor visitante do MIT.

3 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Em 1998, durante a sua passagem pelo MIT como professor visitante, António Câmara apercebe-se que tinha no GASA (Grupo de Análise de Sistemas Ambientais) da FCT (Faculdade de Ciências e Tecnologia) da Universidade Nova de Lisboa projectos de qualidade mundial. Comparando os projectos do GASA com as realizações do MIT e das start-ups norte-americanas, concluiu que, nalgumas áreas, a FCT teria os melhores projectos do mundo.

4 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Uma dessas áreas era a das aplicações para navegação e exploração de espaços urbanos através de dispositivos móveis, na qual Eduardo Dias (um dos fundadores da YDreams) trabalhava desde 1995, no âmbito da sua tese de doutoramento. A segunda área de vanguardismo da investigação portuguesa era a da interacção com vídeo, em que trabalhava Edmundo Nobre (outro dos fundadores da YDreams) que, no ano seguinte, 1999, seria igualmente investigador visitante no Media Lab, no MIT. Sem o saberem, a equipa de Edmundo Nobre e um grupo do Media Lab estavam a desenvolver trabalho semelhante, apesar de o trabalho do MIT estar a beneficiar de muito maior publicidade.

5 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Após o seu regresso do MIT, em 1999, António Câmara, juntamente com mais 4 investigadores (Edmundo Nobre, Eduardo Dias, José Miguel Remédio e Nuno Correia) pretendiam originalmente criar o IdeaLab na FCT. O objectivo era criar um laboratório em Portugal que competisse com o Media Lab do MIT – um laboratório forte, interdisciplinar, no seio da universidade, com uma interacção sólida com a indústria. Mas acabaram por considerar, por um lado, que a indústria em Portugal não lidaria da melhor forma com uma estrutura desse tipo, preferindo lidar com empresas; por outro lado, que a interdisciplinaridade não existe nas universidades portuguesas, demasiado segmentadas e departamentalizadas.

6 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Acabam, assim, por criar uma empresa no Parque de Tecnologia da FCT (Madan Parque) em Junho de 2000 – a Ideias Interactivas, mais tarde YDreams. A localização permite compatibilizar eficazmente as actividades dos fundadores da YDreams na empresa com as suas actividades de docência, para além de possibilitar o aproveitamento da investigação feita na FCT (existe um acordo formal nesse sentido) e a contratação de estudantes da faculdade. A YDreams foi criada com a missão de dar vida ao mobile lifestyle, desenvolvendo aplicações, serviços e entretenimentos interactivos inovadores.

7 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Logo no início da sua actividade, a YDreams foi contratada pela então Telecel (hoje, Vodafone) para criar um canal de mapas para o seu portal Netc (hoje, Vizzavi) na Internet. Esse canal foi desenvolvido em 4 meses. Através da Web, (http://mapas.vizzavi.pt), de um telemóvel com WAP ou de um PDA, é possível consultar os mapas de Lisboa e Porto, localizar ruas e edifícios, saber os sentidos e as direcções das vias ou descobrir o melhor caminho para chegar a determinado ponto. Este canal de mapas é considerado um dos melhores do mundo pela Motorola, que lhe dá a pontuação máxima (em 60 empresas mundiais estudadas, só 8 mereceram essa pontuação) e o considera soberbo.http://mapas.vizzavi.pt

8 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A facturação da YDreams foi de 0,5 milhões de Euros em 2001; de 0,7 milhões de Euros em 2002 e será de previsivelmente 1,6 milhões em 2003 (30% de facturação internacional estimada). É lucrativa desde o momento zero, e não recorreu a financiamento externo. Arrancou com 7 colaboradores full-time, no final de 2001 tinha 17, no final de 2002 possuía 29 e estima chegar ao fim de 2003 com 32.

9 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A YDreams tem 2 áreas de negócio principais: Mobile Location-Based Applications (ou serviços móveis baseados em localização) e Entretenimento / Tratamento de Imagem. Estas áreas correspondem, em traços largos, a dois campos de investigação de fundadores da YDreams – Eduardo Dias, na primeira, e Edmundo Nobre, na segunda. Em termos de serviços móveis, a equipa da YDreams tem a seu favor, por um lado, a experiência que advém de estudar aplicações para as comunicações sem fios pelo menos desde 1993, por outro, condições laboratoriais favoráveis, como a elevada taxa de penetração de telemóveis em Portugal. Adicionalmente a estes factores, a YDreams dispõe de tecnologia de ponta a nível de processamento de imagem em tempo real para telemóveis.

10 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Comercialmente, a YDreams pretende desenvolver a sua rede internacional, que assenta presentemente em agentes (com particular destaque para o mercado asiático). Para tal, tenciona criar uma empresa nova nos EUA, onde capitalizará o capital relacional que aí dispõe. Os EUA são também considerados um mercado apetecível, atendendo ao seu relativo atraso face à Europa e Japão na adopção de tecnologia móvel. O Brasil é outro mercado estratégico para a YDreams, e encontra-se em fase de abertura uma filial nesse país, com diversos projectos a serem desenvolvidos (por exemplo, conteúdos para os principais operadores móveis brasileiros).

11 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Na área dos serviços baseados em localização, a parceria mais significativa da YDreams é com a Holandesa GeoDan, uma das maiores empresas de localização geográfica da Europa. Cinco projectos na Holanda estão já na calha, para a exploração de zonas culturais e comerciais, numa parceria que assegura à YDreams 50% das receitas. Como resultado desta parceria, a YDreams iniciou em 2003 um projecto para o Ministério de Agricultura holandês – um interface de acesso em 3D para consultar informação sobre terrenos agrícolas. Este interface permite voar sobre os terrenos agrícolas holandeses e obter informações sobre um dado terreno seleccionando a sua representação gráfica. Este projecto surge na sequência da parceria da YDreams com a GeoDan.

12 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A YDreams prepara um sistema similar ao holandês para a Câmara Municipal de Lisboa (CML) – um sistema de navegação 3D para acesso a informações sobre Alfama, nomeadamente cadastro de objectos e terrenos. Para a CML, a YDreams preparou igualmente uma simulação visual do futuro Túnel das Amoreiras. Um outro projecto envolvendo a CML é a interligação em curso com o sistema de informação de gestão de tráfego da capital – Gertrudes.

13 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A partir do desenvolvimento do portal de mapas para a Vizzavi em Portugal, a YDreams espera conquistar mais negócio com a Vodafone a nível mundial. O interlocutor da Vodafone para Sistemas de Informação Geográfica é a norte-americana Mapinfo, considerada a maior empresa mundial do sector. A Vodafone sugeriu à Mapinfo que entrasse em contacto com a YDreams para desenvolverem soluções em conjunto, tendo as duas empresas já iniciado negociações. Esta pode ser uma excelente oportunidade para a YDreams, tanto em termos de negócio com a Vodafone como com a Mapinfo.

14 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução Em Portugal, para além dos projectos com a Vodafone/Vizzavi e com a CML, saliente-se o desenvolvimento do fórum Big Brother para a TVI e a Endemol. Esperam-se novos negócios com ambas as empresas. A YDreams está também associada à empresa de conteúdos espanhola Pax Mediterranea, com a qual a empresa criou o WapFeria, um portal WAP de localização e informação desenvolvido para a Feira de Sevilha, que atrai anualmente cerca de 10 milhões de habitantes.

15 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A YDreams iniciou a comercialização de jogos para telemóvel em Agosto de Neste momento, dispõe de um acordo para distribuição de jogos à Vodafone portuguesa (eventualmente extensível a outras empresas do grupo); de um acordo com uma rede de distribuição presente em 60 países; e de um acordo com o maior portal de jogos alemão. O modelo de negócio dos jogos para telemóveis baseia-se numa partilha 50/50 entre a operadora e a produtora de determinado jogo. No sentido de alterar o modelo de negócio dos jogos para telemóveis, a YDreams concebeu um sistema de cobrança inovador com base em SMS (Short Message Service) emitidas por jogada, SMS essas que são taxadas ao utilizador mas que são transparentes para este (ou seja, o utilizador não se apercebe do seu envio). A YDreams foi convidada a participar num show-room da Alcatel denominado Laboratório 3G (relativo a tecnologia UMTS). Para tal, desenvolveu demos de eventuais futuros produtos para a 3ª geração de telemóveis.

16 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A YDreams constitui em 2003 a YLabs, que tem a seu cargo a I&D da empresa, concedendo o suporte científico e fazendo a ponte com a FCT. Os projectos da YLabs são financiados por outras entidades, por financiamentos da União Europeia, ou através da Agência de Inovação (AdI). Refira-se que a YDreams submeteu 3 projectos de investigação à AdI, tendo sido todos aprovados. No âmbito da actividade da YLabs, a YDreams participou com instalações na exposição Engenho e Obra (2003); desenvolveu a componente visual interactiva para a peça de teatro Copenhaga, do Teatro Aberto (2003); e desenvolveu as componentes Digital Graphitti e Virtual Garden para a exposição Casa do Futuro (2003).

17 GEDM, ESTAL, 16/04/ Apresentação introdutória da empresa e da sua evolução A YDreams participou também num projecto para a European Space Agency que envolve a criação de fatos para protecção civil e bombeiros, com sistema de comunicação integrado.

18 GEDM, ESTAL, 16/04/ a A envolvente interna e externa da empresa (análise SWOT) STRENGTHS Equipa jovem, pequena, altamente qualificada, com formação diversificada Sócios fundadores / administradores com background sólido e ligações internacionais Bom acesso a informação / obtenção de feeds de informação Ligação à universidade (investigação e recrutamento) Boa partilha de informação; informalidade Criatividade / capacidade de inovação Simplicidade, costumização, rapidez e qualidade no desenvolvimento de soluções Portfolio de clientes, nacionais e internacionais Gestão do conhecimento (Intranet) e inovação (Intranet, YLabs) Diversificação para novos mercados e áreas de negócio (TV Interactiva, instalações)

19 GEDM, ESTAL, 16/04/ a A envolvente interna e externa da empresa (análise SWOT) WEAKNESSES Lacunas a nível de gestão (que se encontram a ser supridas) Velocidade do crescimento da empresa, nomeadamente na área internacional - dúvidas quanto à capacidade da gestão/estrutura da empresa acompanhar esse crescimento

20 GEDM, ESTAL, 16/04/ a A envolvente interna e externa da empresa (análise SWOT) OPORTUNITIES Concorrência escassa Forte apetência do mercado nacional pelo sector móvel Fraca concorrência dos canais multimédia alternativos (em particular, 3G) Fácil acesso aos canais/clientes internacionais neste sector Atractividade do sector e potêncial de crescimento

21 GEDM, ESTAL, 16/04/ a A envolvente interna e externa da empresa (análise SWOT) THREATS Tecnologia pode tornar-se mainstream, massificar-se Novos entrantes, nacionais e internacionais Possibilidade de novos entrantes com maior poder negocial e capacidade de impôr standards Reduzido mercado nacional Forte poder negocial dos clientes (empresariais) Incógnita face à apreensão de determinados serviços móveis pelos clientes finais Conjuntura económica Reduzida capacidade, por parte dos clientes, de integração das soluções da empresa nos seus sistemas de informação

22 GEDM, ESTAL, 16/04/ b A carteira de produtos e serviços (modelo BCG) EstrelasPontos de Interrogação Jogos para telemóveisProdutos para televisão interactiva Instalações Vaca leiteiraAnimais de estimação Sistemas de localização geográfica -----

23 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.1 Identificação dos atributos chave Grau de inovação – Os produtos desenvolvidos e comercializados pela YDreams são essencialmente produtos inovadores, que correspondem ao State of the Art mundial. É um dos factores que permite à YDreams estar à frente da concorrência. Muitas vezes, é a própria encomenda que gera a inovação, pela especificidade das necessidades do cliente. Grau de customização – A YDreams assegura um elevado grau de customização aos produtos que comercializa. Mesmo quando o software não é desenvolvido de raíz para determinada encomenda, este pode ser moldado, de forma rápida, e adaptado às funcionalidades desejadas pelo cliente. Largura da gama de produtos – Dentro de cada uma das duas áreas de actuação da YDreams – serviços baseados em localização e entretenimento – a empresa dispõe de uma diversificada gama de produtos (particularmente na primeira).

24 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Serviço ao cliente – A YDreams presta um serviço pós-venda de qualidade, adequado às elevadas exigências dos seus clientes. Os produtos comercializados necessitam, muitas vezes, de afinações e melhoramentos derivados da especificidade da encomenda, pelo que a YDreams assegura um período de garantia pós-venda. Qualidade / adequação do produto – Os produtos da YDreams têm correspondido, em termos de performance e funcionalidades, àquilo que os clientes pretendem, sendo a qualidade uma das principais preocupações da empresa – os produtos são submetidos a um processo de testes antes de serem entregues aos clientes. Resposta rápida a consultas ou encomendas – A empresa considera a rapidez de resposta um dos seus atributos mais importantes, nomeadamente na satisfação de consultas.

25 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Rápida resposta à evolução da procura e detecção de oportunidades de negócio – Uma das preocupações da YDreams é estar constantemente à frente da concorrência. Para tal, está particularmente atenta às novas oportunidades que nascem no mercado e à evolução da procura. Rápido desenvolvimento de novos produtos – A YDreams é extremamente rápida no desenvolvimento de novos produtos, procurando que esse desenvolvimento seja efectuado para satisfação de uma encomenda específica. Posteriormente, tendo a rentabilidade do desenvolvimento desse produto já assegurada, este pode ser empacotado para nova comercialização. Como exemplo, cite-se o caso do portal desenvolvido para a Telecel em 4 meses.

26 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Facilidade de actualização e utilização dos produtos – O software da YDreams é concebido de forma a ser facilmente actualizado por parte do cliente, o que lhe permite poupar custos de manutenção. Imagem – A imagem da gama de produtos é importante, sendo cuidada por um departamento específico. Os diversos tipos de software são embalados com uma imagem própria, através do diverso material promocional (impresso e na Internet). A imagem desenvolvida para a empresa e seus produtos é moderna, arrojada e utiliza abundantemente elementos tecnológicos.

27 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.2 Relacionar atributos com recursos 2.c.2.a Recursos regulados (legalmente identificados e protegidos) intangíveis Contratos - A YDreams vai alavancando negócios através dos seus contractos com os seus clientes e parceiros mais importantes, procurando novos negócios tanto dentro do grupo empresarial em que o cliente se insere como em parceiros desse grupo (exemplos: grupo Vodafone / Mapinfo; GeoDan). Adicionalmente, assina Non Disclosure Agreements (NDA) com clientes e parceiros, de forma a impedir que estes divulguem os produtos desenvolvidos em conjunto. 2.c.2.b Posição acumulada

28 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Reputação da empresa – A YDreams beneficia da reputação individual dos seus fundadores, fora e dentro do meio académico, a nível nacional e internacional. Entretanto, a própria YDreams, nos seus 2 anos de actividade, foi rapidamente conquistando reputação e notoriedade. Reputação dos produtos – Os produtos da YDreams, particularmente os serviços móveis baseados em localização, tornaram-se uma referência no mercado. Redes ao nível executivo – Grande parte das oportunidades de negócio (estimadamente 90%) são originadas por conhecimentos pessoais. A sólida rede de contactos dos fundadores e gestores da YDreams é fortalecida pelos contactos internacionais derivados da passagem pelos EUA de António Câmara (10 anos) e Edmundo Nobre. Para tirar partido desta rede relacional, existe uma plataforma informática que identifica e relaciona qualquer oportunidade de negócio que surja (plataforma Sales Force, operada por um especialista contratado para o efeito).

29 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Informação – Para além de toda a informação que é captada em termos da rede relacional dos fundadores da YDreams, existe uma permanente actualização de informação especializada através de revistas, Internet, livros, e investigação académica. Sistemas informais – A área de trabalho da YDreams, em open-space, traduz a filosofia da empresa, de informalidade e fácil comunicação entre a equipa, independentemente do nível hierárquico. As reuniões, no sentido formal do termo, são pouco frequentes – a troca de ideias em pleno open-space é a norma, permitindo poupar tempo e maximizar o diálogo entre a equipa. Características dos processos – As palavras-chave no desenvolvimento de novos produtos na YDreams são simplicidade, criatividade e rapidez. Aliás, os três conceitos estão relacionados: o que a YDreams procura é uma solução original e criativa para um determinado cliente, criatividade essa que deverá ser empregue em encontrar uma solução simples, de modo a ser desenvolvida rapidamente e com maior eficiência no emprego de recursos.

30 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.2.c Recursos funcionais (conhecimentos, know-how) Qualificações e experiência profissional - Dos 5 fundadores da empresa atrás referidos, 3 são doutorados e 2 têm Mestrado. Têm uma vasta experiência académica, de investigação e de participação prévia em projectos com o mundo empresarial (particularmente António Câmara). Os restantes empregados da YDreams possuem uma formação diversificada, sendo essencialmente recém-licenciados recrutados na FCT, mas não exclusivamente em informática - a gestão da empresa acredita que a motivação e as capacidades individuais são mais importantes do que uma formação de base em tecnologias de informação, ainda que esses conhecimentos sejam necessários.

31 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Marketing - O marketing é uma área em que a YDreams investe consideravelmente, como é visível por todo o material promocional e Site Internet. Há um posicionamento cuidado dos diferentes produtos da empresa. Para além dos aspectos promocionais e de imagem, destaque-se o marketing pessoal desenvolvido pelos fundadores, e agentes (a nível internacional), bem como a presença em feiras e outros acontecimentos do sector. Capacidade de I&D e de desenvolvimento de produto – Por um lado, a proximidade da YDreams à FCT permite explorar comercialmente a investigação levada a cabo nesta faculdade. Por outro lado, a YDreams possui investigação própria de reconhecido mérito. Estas duas vertentes serão ainda mais desenvolvidas e conjugadas com a criação dos YLabs.

32 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Qualidade na concepção / produção / prestação de serviços – A preocupação com a qualidade é uma constante, desde a concepção do produto ao apoio pós-venda, passando pelo marketing. A empresa está consciente que os seus produtos não poderão ter falhas, dado o grau de exigência da clientela. A clientela, por seu lado, reconhece um padrão de qualidade nos produtos da YDreams.

33 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.2.d Recursos de raíz cultural Percepção de qualidade – Existe na YDreams a convicção de que a empresa necessita de conceber produtos e prestar serviços com elevados padrões de qualidade, e de que sem isso será ultrapassada pela concorrência. Focalização no cliente – Há uma atitude centrada na satisfação do cliente, desde a encomenda ao serviço pós-venda, passando pelo desenvolvimento e implementação. É essa focalização que, muitas vezes, impele a empresa a inovar, atendendo à necessidade de cumprir requisitos de customização do cliente. Em todo o caso, saliente-se que a focalização no cliente é um recurso habitual (e necessário ao sucesso) nas empresas associadas ao desenvolvimento de software e aos serviços informáticos – não constitui uma competência específica da empresa.

34 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Capacidade de inovação / criatividade – A YDreams dispõe de uma equipa que provou ter capacidade para criar produtos inovadores, tanto a nível nacional como internacional. A criatividade é um dos recursos mais valorizados na empresa, sendo notória a importância que é dada na empresa à estimulação de conceitos e ideias diferentes e originais. Capacidade de síntese / simplicidade – A empresa dispõe de uma capacidade, que lhe confere uma vantagem competitiva, de encontrar soluções simples para problemas que, à partida, aparentavam necessitar de uma abordagem mais complexa.

35 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Capacidade de aprendizagem dos recursos humanos – As origens académicas dos fundadores da empresa explicarão, provavelmente, este importante aspecto cultural. Encontra-se enraizada na empresa uma atitude de permanente actualização de conhecimentos, por diversos meios (Internet, revistas, livros, contactos, investigação académica). Existe inclusivamente, na empresa, um responsável pela condução desse processo – o Chief Technical Officer (CTO). Informalidade no trabalho em equipa – Existe uma cultura de informalidade na empresa que facilita o diálogo e o intercâmbio de ideias. As origens dessa cultura poderão ser encontradas na passagem de dois dos fundadores (particularmente de António Câmara) pelos EUA.

36 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.3 Avaliar o potencial da empresa para sustentar, proteger e explorar os recursos e competências 2.c.3.a Protecção O principal factor de protecção do conhecimento é estar à frente da concorrência. Isto é conseguido através da capacidade para actuar com rapidez (tanto a nível de I&D como speed to market), pela criatividade da equipa da YDreams e pela simplicidade das suas soluções, consideradas mais eficientes que as da concorrência.

37 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.3.b Sustentabilidade Alguns recursos, como as redes relacionais, a reputação, a capacidade de síntese e a informalidade são mais facilmente sustentáveis, por estarem mais associados às características únicas do grupo de fundadores (e, nalguns casos, aos seus traços pessoais e ao seu percurso). A capacidade de I&D, a capacidade de inovação, a informação, a qualidade e o marketing são mais imitáveis por parte dos concorrentes, particularmente se estes partirem do mesmo background que a YDreams – o meio universitário. Mesmo não conseguindo as soluções mais simples (apanágio da YDreams), os concorrentes poderão, através de maiores recursos financeiros, uma equipa mais vasta, ou uma estratégia de marketing e vendas mais agressiva, tentar suplantar a empresa.

38 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.3.c Melhoria O stock de recursos vai aumentando, derivado das ligações da YDreams com o mundo académico em geral, e a FCT em particular. Será possível aumentar e consolidar este stock através da criação da YLabs.

39 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais 2.c.3.d Exploração Existe um esforço de exploração das redes relacionais, nomeadamente no que respeita à identificação de oportunidades de negócio e introdução desses dados numa plataforma informática, para cross-referencing (plataforma Sales Force). Existe igualmente um esforço de exploração da reputação, através da divulgação e marketing do reconhecimento internacional que a YDreams tem vindo a obter, bem como dos contratos que tem celebrado com empresas de importância significativa. Alguns dos recursos, no entanto, não estão a ser maximizados. A criação da YLabs resolverá parte dessas questões, nomeadamente no que respeita à capacidade de I&D e à capacidade de inovação, bem como a um melhor aproveitamento das sinergias da relação com a FCT.

40 GEDM, ESTAL, 16/04/ c O contexto e as competências organizacionais Outro recurso que não está a ser suficientemente explorado é a informação. A informalidade dos processos na YDreams, que lhes permite obter excelentes resultados ao nível do aproveitamento de competências como a capacidade de inovação e síntese, prejudica a melhoria em termos de codificação e difusão de informação. Assim, o tempo despendido na aquisição de novos conhecimentos não está a ser devidamente rentabilizado.

41 GEDM, ESTAL, 16/04/ d As dinâmicas de inovação e a gestão de inovação na empresa A empresa encontra-se no início das curvas Utterback-Abernathy. A inovação centra-se em conceitos-produto, o controle organizacional é informal e entrepreneurial, a gama de produtos é diversa e frequentemente customizada, a estrutura produtiva é flexível e ágil. Para que a empresa possa sustentar a sua posição e proteger os seus recursos, terá que desenvolver competências de codificação e difusão de conhecimento, formalização de processos, bem como organização e controle de gestão (nomeadamente hierarquizar estruturas). A empresa deverá desenvolver competências para inovar nos processos e na organização, de modo a evoluir ao longo das curvas Utterback-Abernathy. Se não o fizer, poderá ser obrigada a sair do mercado, nomeadamente através de aquisição por uma empresa maior - empresa essa que detenha competências organizacionas que a YDreams não possui, mas que identifique nas competências core da YDreams um activo apetecível.

42 GEDM, ESTAL, 16/04/ d As dinâmicas de inovação e a gestão de inovação na empresa Curvas de Utterback-Abernathy Fonte: ABERNATHY, W. e UTTERBACK, J. (1988) Innovation Over Time and In Historical Context, in Thusman M. e L. Moore (eds) Readings in the Management of Innovation, Ballinger Publishing Company, USA Inovação no produto Inovação no processo Taxa de inovação Tempo Zona da YDreams

43 GEDM, ESTAL, 16/04/ d As dinâmicas de inovação e a gestão de inovação na empresa Caracterização dos tipos de inovação: A inovação é tecnológica (inúmeros exemplos), de modelo de negócio (ex: jogadas pagas por SMS) e organizacional (Intranet multi-funcional) As inovações são frequentemente radicais; As inovações são frequentemente internacionais. Caracterização da gestão da inovação: A YDreams dispõe de uma Intranet, que centraliza a gestão de conhecimento e inovação da empresa. A gestão da inovação através da Intranet é feita através da abertura de projectos e alocação de tempos / tarefas / responsáveis. A YDreams centraliza a gestão da inovação na YLabs.

44 GEDM, ESTAL, 16/04/2004 Práticas da gestão do processo de inovação Co-evolução mercados/ tecnologias Regime competitivo Contexto organizacional Envolvente externa Mecanismos geradores de selectividade Mecanismos geradores de diversidade Envolvente interna Redes relacionais Reputação Sólido background dos fundadores Inovação/criatividad e Simplicidade/rapidez Algum déficit em capacidade de gestão, que está a ser colmatado (ex.: Intranet) Apetência do mercado pelo sector móvel incerteza quanto à apreensão de novos serviços Concorrência escassa possibilidade de novos entrantes Departamento autónomo de I&D - YLabs; Intranet de gestão da inovação Inovações internacionais; radicais; tecnológicas, organizacionais e de modelo de negócio 2.e


Carregar ppt "GEDM, ESTAL, 16/04/2004 Gestão Estratégica de Design Multimédia Gestão Estratégica de Design Multimédia Aula 20, 26/03/2004 > Case Study: YDreams > 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google