A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DISCIPLINA ENFERMAGEM DA FAMÍLIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DISCIPLINA ENFERMAGEM DA FAMÍLIA."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DISCIPLINA ENFERMAGEM DA FAMÍLIA

2 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Modelo assistencial ainda predominante no país: Prática centrada na assistência hospitalar; Utilização irracional dos recursos tecnológicos; Baixa resolutividade; Gerando alto grau de insatisfação para todos que participam do processo, sejam os gestores, os profissionais de saúde e os usuários.

3 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Visando a reorientação do modelo assistencial brasileiro, o Ministério da Saúde assumiu, a partir de 1994, a implantação do Programa Saúde da Família – PSF.

4 POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA -BRASIL PORTARIA GM/MS 648 ( 28 DE MARÇO DE 2006): Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família (PSF) e o Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS).

5 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA 85% dos problemas de saúde da população seriam resolvidos pelas as unidades básicas de saúde, funcionando de forma resolutiva e humanizada. 15% de atendimento em ambulatórios de especialidade e apenas um pequeno número necessitaria de atendimento hospitalar. (MS,2002)

6 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA A estratégia Saúde da Família na APS 1) Busca o fortalecimento da atenção por meio da ampliação do acesso, a qualificação e reorientação das práticas de saúde no modelo de Promoção da Saúde Pró-atividade perante indivíduos, famílias e comunidade; Foco na Família – produção social do processo saúde- doença; Humanização, Acolhimento, Vínculo e Cuidado ao longo do tempo – Ações de prevenção, promoção, tratamento, recuperação e manutenção da saúde;

7 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Integralidade, planejamento e coordenação do cuidado; Território e comunidade adstrita; Trabalho em equipe; Co-responsabilidade entre profissionais e famílias assistidas; Estímulo à participação social; Intersetorialidade das ações

8 ATENÇÃO BÁSICA -FUNDAMENTOS I - P ossibilitar o acesso universal e contínuo a serviços de saúde de qualidade e resolutivos, caracterizados como a porta de entrada preferencial do sistema de saúde, com território adscrito de forma a permitir o planejamento e a programação descentralizada, e em consonância com o princípio da eqüidade;

9 A estratégia do PSF deve englobar Prestar assistência universal, integral, equânime e resolutiva à população na unidade básica e no domicílio; A unidade básica deve ser a porta de entrada do sistema local de saúde com integração com os vários níveis de atenção; Propor alianças de ações com outras áreas do sistema de saúde tais como saneamento, educação, cultura, transporte e outras.

10 ATENÇÃO BÁSICA -FUNDAMENTOS II - Efetivar a integralidade em seus vários aspectos: integração de ações programáticas e demanda espontânea; articulação das ações de promoção à saúde, prevenção de agravos, vigilância à saúde, tratamento e reabilitação, trabalho de forma interdisciplinar e em equipe, e coordenação do cuidado na rede de serviços;

11 ATENÇÃO BÁSICA -FUNDAMENTOS IV - Valorizar os profissionais de saúde por meio do estímulo e do acompanhamento constante de sua formação e capacitação; V - Realizar avaliação e acompanhamento sistemático dos resultados alcançados, como parte do processo de planejamento e programação; VI - Estimular a participação popular e o controle social.

12 PRINCÍPIOS GERAIS DA E.S.F A estratégia de Saúde da Família visa à reorganização da Atenção Básica no País, de acordo com os preceitos do Sistema Único de Saúde. Tem caráter substitutivo em relação à rede de Atenção Básica tradicional nos territórios em que as Equipes Saúde da Família atuam;

13 PRINCÍPIOS GERAIS DA E.S.F Atua no território, realizando cadastramento domiciliar, diagnóstico situacional, ações dirigidas aos problemas de saúde na comunidade onde atua; Desenvolver relações de vínculo e responsabilização entre as equipes e a população adscrita garantindo a longitudinalidade do cuidado( buscando o cuidado dos indivíduos e das famílias ao longo do tempo), mantendo sempre postura pró-ativa frente aos problemas de saúde-doença da população;

14 PRINCÍPIOS GERAIS DA E.S.F Busca a integração com instituições e organizações sociais, em especial em sua área de abrangência, para o desenvolvimento de parcerias;

15 1.Pró-Atividade na comunidade e Acolhimento 2.Vinculação das famílias à uma equipe 3.Responsabilização de cada membro da equipe 4.Vínculo (afetivo e solidário) planejamento de ações (respeitando os modos do usuário-família) 5.Plano Terapêutico (medicamentoso, cirúrgico, de promoção e prevenção) 6.Cuidado longitudinal e Auto-cuidado A Produção do Cuidado na Saúde da Família

16 1.Atenção centrada na doença 2.Atua sobre a demanda espontânea 3.Ênfase na medicina curativa 4.Trata o indivíduo como objeto da ação de para 1.Atenção centrada na saúde 2.Responde à demanda de forma continuada e racional. 3.Ênfase na integralidade da assistência - Cuidado 4.O indivíduo é sujeito, integrado a família, ao domicílio, à comunidade. A Produção do Cuidado na Saúde da Família

17 de para A Produção do Cuidado na Saúde da Família 5.Baixa capacidade de resolver problemas 6.Saber e poder centrado no profissional de saúde 7.Desvinculado da comunidade 8.Relação custo/benefício desvantajosa 5.Otimização da capacidade de resolver problemas 6.Saber e poder centrados na equipe e comunidade 7.Vinculado à comunidade 8. Relação custo benefício otimizada

18 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Diretrizes programáticas do PSF: 1- Reordenação das equipes de saúde: Um médico de família; Um enfermeiro; Um auxiliar de enfermagem; Cinco a seis agentes de saúde. Com jornada de trabalho de 40 horas semanais para todos os seus integrantes

19 Essa equipe pode ser ampliada com a incorporação de profissionais de Odontologia: 1 cirurgião-dentista, 1 auxiliar de saúde bucal e/ou técnico em saúde bucal.

20 Equipe de trabalho da E.S.F É um conjunto de pessoas que se encontram para produzir o cuidado a uma população. Esta equipe é composta por profissionais de Diferentes categorias = Multidisciplinar...mas deve trabalhar de forma articulada = Interdisciplinar

21 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA Diretrizes programáticas do PSF: 2- Acompanhamento de no máximo pessoas ou cerca de 1000 famílias, sendo a média recomendada de pessoas. Dentro de um território definido integrado a uma rede de serviços, denominada Unidade Básica de Saúde da Família.

22 TERRITORIALIZAÇÃO A etapa inicial do trabalho é o cadastramento das famílias nas microárea –o território de atuação –no máximo, 750 pessoas por ACS. O cadastro possibilita o conhecimento das reais condições de vida das famílias residentes na área de atuação da equipe, tais como a composição familiar, a existência de população indígena, quilombola ou assentada, migrantes, a escolaridade, o acesso ao saneamento básico, o número de pessoas por sexo e idade, as condições da habitação, o desemprego, as doenças referidas, etc.

23 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA 3- Garantia dos fluxos de referência e contra-referência aos serviços especializados, de apoio diagnóstico e terapêutico, ambulatorial e hospitalar.

24 Portaria 154 de 04 de março de 2008 = NASF NASF 1: deverá ser composto por, no mínimo, cinco profissionais de nível superior de ocupações não coincidentes, entre as seguintes: Assistente Social; Professor de Educação Física; Farmacêutico; Fisioterapeuta; Fonoaudiólogo; Médico Acupunturista; Médico Ginecologista; Médico Homeopata; Médico Pediatra; Médico Psiquiatra; Nutricionista; Psicólogo e Terapeuta Ocupacional. Deverá realizar as suas atividades vinculado a, no mínimo, 8 (oito) Equipes de Saúde da Família, e a, no máximo, 20 (vinte)Equipes de Saúde da Família. NASF 2: deverá ser composto por, no mínimo, três profissionais de nível superior de ocupações não coincidentes, entre as seguintes: Assistente Social; Professor de Educação Física; Farmacêutico; Fisioterapeuta; Fonoaudiólogo; Nutricionista; Psicólogo e Terapeuta Ocupacional. Deverá realizar as atividades vinculado, no mínimo a 3 (três)Equipes de Saúde da Família. Tendo em vista a magnitude epidemiológica dos transtornos mentais, recomenda-se que cada Núcleo de Apoio a Saúde da Família conte com pelo menos 1 (um) profissional da área de saúde mental.

25 Clínica de Saúde da Família Padrão de Ofertas Consulta individual Atividades coletivas Visitas domiciliares Procedimentos (curativos,vacinas,etc) Gestão, monitoramento e avaliação

26 As responsabilidades da equipe do Programa Saúde da Família são: Participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos expostos a riscos, inclusive aqueles relativos ao trabalho; Realizar o cuidado em saúde da população adscrita, prioritariamente no âmbito da unidade de saúde, no domicílio e nos demais espaços comunitários (escolas, associações,entre outros), quando necessário;

27 As responsabilidades da equipe do Programa Saúde da Família são: Garantir a integralidade da atenção por meio da realização de ações de promoção da saúde, prevenção de agravos e curativas; Garantia de atendimento da demanda espontânea, da realização das ações programáticas e de vigilância à saúde; Realizar busca ativa e notificação de doenças e agravos de notificação compulsória e de outros agravos e situações de importância local;

28 As responsabilidades da equipe do Programa Saúde da Família são: Realizar a escuta qualificada das necessidades dos usuários em todas as ações, proporcionando atendimento humanizado e viabilizando o estabelecimento do vínculo; Responsabilizar-se pela população adscrita, mantendo a coordenação do cuidado mesmo quando esta necessita de atenção em outros serviços do sistema de saúde; Participar das atividades de planejamento e avaliação das ações da equipe;

29 As responsabilidades da equipe do Programa Saúde da Família são: Promover ações intersetoriais e parcerias com organizações formais e informais existentes na comunidade para o enfrentamento conjunto dos problemas; Incentivar a formação e/ou participação ativa nos conselhos locais de saúde e no Conselho Municipal de Saúde.

30 ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS DO ENFERMEIRO I - Realizar assistência integral (promoção e proteção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde) aos indivíduos e famílias na USF e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou nos demais espaços comunitários (escolas, associações etc), em todas as fases do desenvolvimento humano: infância, adolescência, idade adulta e terceira idade;

31 ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS DO ENFERMEIRO II - Conforme protocolos ou outras normativas técnicas estabelecidas pelo gestor municipal ou do Distrito Federal, observadas as disposições legais da profissão, realizar consulta de enfermagem, solicitar exames complementares e prescrever medicações; III - Planejar, gerenciar, coordenar e avaliar as ações desenvolvidas pelos ACS;

32 ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS DO ENFERMEIRO IV - Supervisionar, coordenar e realizar atividades de educação permanente dos ACS e da equipe de enfermagem; V - Contribuir e participar das atividades de Educação Permanente do Auxiliar de Enfermagem, ACD e THD; VI - Participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da USF.

33 Desempenho Estratégia Saúde da Família Brasileiro é destaque e modelo para outros países. A estratégia Saúde da Família está consolidada nos municípios brasileiros. Estudos acadêmicos em curso demonstram que a Saúde da Família no período de 1999 a 2009 apresenta indicadores animadores como a redução da mortalidade infantil. Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, demonstra que a cada 10% de aumento de cobertura o índice de mortalidade infantil cai em 4,6%. Aumento da satisfação dos usuários quanto ao atendimento recebido resultado das mudanças das práticas das equipes de saúde.

34 PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA OBRIGADA!!!!


Carregar ppt "PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DISCIPLINA ENFERMAGEM DA FAMÍLIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google