A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Companhia de Engenharia de Tráfego, através do seu Centro de Treinamento e Educação de Trânsito, apresenta: Elaboração: Departamento de Educação de Trânsito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Companhia de Engenharia de Tráfego, através do seu Centro de Treinamento e Educação de Trânsito, apresenta: Elaboração: Departamento de Educação de Trânsito."— Transcrição da apresentação:

1 A Companhia de Engenharia de Tráfego, através do seu Centro de Treinamento e Educação de Trânsito, apresenta: Elaboração: Departamento de Educação de Trânsito - 3 PROFISSÃO EM DUAS RODAS

2 Pedestres no meio do trânsito, perigo constante de atropelamentos, carros atravancados, grandes bate-bocas e xingamentos...

3 Trânsito (zi). [Do lat. Transitu.] S. m. 1. Ato ou efeito de caminhar; marcha. 2. Ato ou efeito de passar; passagem...6. Movimento, circulação, afluência de pessoas ou de veículos...

4

5 Quem terá sido o responsável pelo corte do artigo 56 do texto original do Código de Trânsito Brasileiro...E dessa maneira propiciou o surgimento de uma categoria de impuníveis bestas- feras, que todos os dias aterrorizam os cidadãos, especialmente os que habitam grandes cidades, como São Paulo. Foi dessa categoria dos "donos" de "caminhos privilegiados...que saiu aquele que atropelou e covardemente deixou de socorrer um cidadão criativo, talentoso, sensível, amante das coisas boas da vida e tão admirado, como o músico Marcelo Fromer... Impuníveis Bestas-Feras - Mauro Chaves (O Estado de São Paulo 16/06/01)

6

7 O cenário é uma tarde escura de final de outono no Jardim Europa, em São Paulo...O primeiro personagem é um músico talentoso...que corre por uma das ruas principais, entupida de veículos. Ao cruzá-la, longe da faixa de travessia de pedestres, ele é colhido por uma moto que trafega pela divisória de trânsito...o motociclista - o segundo personagem de nossa história - some na penumbra. É preciso aprofundar a complexa questão da relação atual das sociedades metropolitanas com os motoboys. Ela mergulha na essência dos fenômenos sociais atuais, inclui mudança do mercado de trabalho e exclusão social. Por que existe esse enorme enxame de motoqueiros a nos infernizar?...Nós inventamos um trânsito caótico...dependente do automóvel. Somos nós que, em meio à confusão do tráfego, exigimos entregas rápidas de documentos, encomendas, pizzas e refeições. E queremos pagar por esse serviço, é claro, o menos possível. Nós e os Motoboys – Gilberto Dupas (O Estado de São Paulo 30/06/01)

8 DECRETO N º , DE 11 DE AGOSTO DE 2005 Dispõe sobre o servi ç o de transporte de pequenas cargas, denominado "motofrete". CONSIDERANDO que o alto n ú mero de motociclistas v í timas de acidentes no Munic í pio de São Paulo torna premente nova regulamenta ç ão da atividade de transporte de pequenas cargas, denominada "motofrete"; CONSIDERANDO a necessidade de a ç ões do Poder P ú blico para garantir a qualifica ç ão profissional dos operadores, a qualidade ambiental e seguran ç a veicular dos equipamentos utilizados, bem como propiciar prote ç ão no trânsito aos demais mun í cipes; CONSIDERANDO, ainda, a necessidade de adequar os pre ç os p ú blicos referentes à emissão dos documentos que autorizam o servi ç o e à vistoria veicular, de forma a estimular a regulariza ç ão dos operadores e de suas motocicletas, Decretos: nº , 29/10/99; nº , 29/10/2001; nº44.220, 08/12/2003

9 Módulo I Noções de Cidadania, Relacionamento Interpessoal e Legislação Específica - 4 horas. Identificar e refletir sobre as noções de cidadania em relação aos diferentes papéis dos personagens no contexto do trânsito. Reconhecer o papel profissional do Motofrete na sociedade revendo atitudes com o objetivo de propor melhorias da imagem deste profissional. Conhecer a legislação específica sobre o Motofrete e as providências necessárias para atuar conforme o estabelecido. CURSO DE MOTOFRETE

10 Módulo II Pilotagem Segura e Primeiros Socorros - 7 horas Compreender o conceito de pilotagem segura. Reconhecer as regras de circulação e conduta, bem como infrações e penalidades próprias para o motociclista, contido no CTB. Conhecer a realidade do trânsito da cidade de São Paulo, bem como refletir a respeito do mesmo. Identificar os fatores físicos e emocionais que prejudicam pilotar com segurança e também sensibilizar-se quanto ao risco do uso de drogas e álcool antes e durante a pilotagem. Requalificar seus conhecimento sobre a sinalização de trânsito. Conhecer alguns itens básicos da mecânica da motocicleta, e também aprender a rotina da inspeção da moto (diária, semanal e mensal). Identificar técnicas de pilotagem segura em situações específicas. Informar o aluno sobre as atitudes do socorrista em acidentes de trânsito. CURSO DE MOTOFRETE

11 Curso Pilotagem Segura Eventos Duas Rodas

12 currículo Avenida César Abraão, 371 Bela Vista - Osasco - SP Telefone Antonio Nascimento Informações pessoais Idade: 42 anos Naturalidade: Osasco – SP Formação Acadêmica Bacharel em História Pontifícia Universidade Católica de São Paulo São Paulo – SP Experiência profissional AtualCompanhia de Engenharia de Tráfego São Paulo – SP Educador de Trânsito Atuação na área de educação de trânsito, elaborando e ministrando cursos (Direção Defensiva, Pilotagem Segura, Formação de Moto fretistas, Formação de Taxistas) e palestras de educação e segurança no trânsito.Organização e participação de feiras e eventos (Salão Duas Rodas, Festival Moto boy, Moto Gol).Participação na Comissão Municipal de Elaboração da Regulamentação do Curso de Moto frete no ano de 2001.


Carregar ppt "A Companhia de Engenharia de Tráfego, através do seu Centro de Treinamento e Educação de Trânsito, apresenta: Elaboração: Departamento de Educação de Trânsito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google