A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lição 4 para o dia 26 de julho de 2008. Um ser humanoUm carpinteiro Um seguidor de João Um curandeiro Um pregador Um mártir ?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lição 4 para o dia 26 de julho de 2008. Um ser humanoUm carpinteiro Um seguidor de João Um curandeiro Um pregador Um mártir ?"— Transcrição da apresentação:

1 Lição 4 para o dia 26 de julho de 2008

2 Um ser humanoUm carpinteiro Um seguidor de João Um curandeiro Um pregador Um mártir ?

3 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez (João, 1: 1-3) E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai (João, 1: 14)

4

5

6 Conhecia o coração das pessoas e dava a cada um aquilo que realmente necessitava para a sua salvação (Mateus, 9: 4; Lucas, 9: 47) Os enfermos que iam a ele nunca eram despedidos sem alívio. Conhecia cada coração, sabia como ministrar as suas necessidades. De seus lábios saiam amantes palavras para consolar, animar e abençoar, e os grandes pricípios do reino dos céus eram apresentados diante das mutidões com palavras tão simples que todos podiam entender Ellen White (Afim de conhecer-lhe, 29 de maio)

7 Na cadeira de Moisés se assentam os escribas e fariseus. Portanto, tudo o que vos disserem, isso fazei e observai; mas não façais conforme as suas obras; porque dizem e não praticam Mateus, 23: 2-3

8 Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; mas eles mesmos nem com o dedo querem movê-los Mateus, 23: 4

9 Todas as suas obras eles fazem a fim de serem vistos pelos homens; pois alargam os seus filactérios, e aumentam as franjas dos seus mantos Gostam do primeiro lugar nos banquetes, das primeiras cadeiras nas sinagogas, das saudações nas praças, e de serem chamados pelos homens: Rabi Mateus, 23: 5-6

10 porque fechais aos homens o reino dos céus; pois nem vós entrais, nem aos que entrariam permitis entrar! Mateus, 23: 13

11 porque devorais as casas das viúvas e sob pretexto fazeis longas orações; por isso recebereis maior condenação! Mateus, 23: 14

12 porque percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o tornais duas vezes mais filho do inferno do que vós! Mateus, 23: 15

13 que dizeis: Quem jurar pelo ouro do santuário, esse fica obrigado ao que jurou! Insensatos e cegos! Pois qual é o maior; o ouro, ou o santuário que santifica o ouro? Mateus, 23: 16-17

14 porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e tendes omitido o que há de mais importante na lei, a saber, a justiça, a misericórdia e a fé; estas coisas, porém, deveis fazer, sem omitir aquelas! Guias cegos! que coais um mosquito, e engolis um camelo! Mateus, 23: 23-24

15 porque limpais o exterior do copo e do prato, mas por dentro estão cheios de rapina e de intemperança! Fariseu cego! limpa primeiro o interior do copo, para que também o exterior se torne limpo! Mateus, 23: 25-26

16 porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade! Mateus, 23: 27-28

17 porque edificais os sepulcros dos profetas e adornais os monumentos dos justos, e dizeis: Se tivéssemos vivido nos dias de nossos pais, não teríamos sido cúmplices no derramar o sangue dos profetas. Assim, vós testemunhais contra vós mesmos que sois filhos daqueles que mataram os profetas Mateus, 23: 29-31

18 Jerusalém, que matas os profetas, apedrejas os que a ti são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e não o quiseste! Mateus, 23: 37 Apesar da dureza de suas palavras, o final do capítulo 23 do evangelho segundo Mateus, nos mostra que Jesus amava ternamente aos escribas e aos fariseos, e desejava a salvação deles

19

20 A obra missionária não é fácil. Considera o que ocorreu quando o própio Jesus estava aquí. Veja a reação de muitas pessoas. No entanto, Jesus mostrou amor, cuidado e compaixão, mesmo para os piores entre eles. Não devemos aborrecer-nos, nem sentir ressentimentos contra aqueles que nos rejeitam, mas, devemos ter compaixão, preocupação e cuidado. Quando o povo se recusa a escutar-nos, não está recusando a nós pessoalmente, está recusando a Jesus. Gary Krause

21 Devemos seguir o exemplo apresentado por Cristo e fazer dele nosso modelo, até que tenhamos o mesmo amor pelo próximo que ele manifestou por nós… Deseja que o amemos plenamente, e ainda nos anima a mais, nos manda que nos amemos uns aos outros, de acordo com o ejemplo que ele nos deu. Cristo fez do amor a insígnia do nosso discipulado… Essa é a medida que deveis alcanzar: Que os ameis uns aos outros, como eu vos amei. Que amor mais alto, mais profundo e mais grande! Esse amor não deve alcanzar somente a uns quantos favoritos, mas, deve chegar até a mais baixa e humilde das criaturas de Deus. Ellen White (Deus cuida de nós, 16 de janeiro)

22


Carregar ppt "Lição 4 para o dia 26 de julho de 2008. Um ser humanoUm carpinteiro Um seguidor de João Um curandeiro Um pregador Um mártir ?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google